Fortaleza também tem carro elétrico compartilhado

Em Fortaleza, a luta por alternativas sustentáveis para melhorar o trânsito e oferecer mais conforto ao usuário inclui também um programa diferenciado: o Vamo Fortaleza, no qual o usuário pode recorrer a um carro compartilhado no mesmo sistema de bicicletas compartilhadas, pegando no local da estação.

Acabei de fazer isso agora com o engenheiro Gustavo Pinheiro, da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos de Fortaleza. No lugar do carro chapa branca do Governo Municipal, ele recorreu a um carro modelo top do sistema elétrico compartilhado para fazer o roteiro da mobilidade por mim pedido.

A Prefeitura de Fortaleza, em parceria com o Hapvida Saúde, colocou o serviço à disposição da população já tem quatro anos. O Hap Vida comemorou, há pouco, mais um aniversário do serviço. 

A programação incluiu  ação de cadastro, para os convidados, realizada por meio do novo aplicativo do VAMO, além de test-drive nos veículos.

Entre os que testaram, Luiz Carlos Duarte e Priscilla Oliveira, premiados com um passe para uso gratuito de uma hora por dia, durante um mês.

Luiz Carlos utiliza o VAMO há quase dois anos e, segundo ele, começou a usar por ter uma estação próxima à sua casa, pela comodidade e pelo conforto dos carros.

Dentre as vantagens do VAMO apontadas por ele estão ainda os benefícios para o meio ambiente e o preço atrativo. “É sempre bom utilizar ferramentas que combatam a poluição do ar e os preços são bem em conta se comparado a outras formas de locomoção na cidade”, conta. 

Ao todo ele já realizou 97 viagens. Todos os usuários já cadastrados no VAMO têm passe livre para utilizar os veículos por 1 hora.

O Vamo nasceu em setembro de 2016 com o objetivo de ofertar à população de Fortaleza mais uma opção de mobilidade urbana sustentável. Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (PAITT), em parceria com o Hapvida Saúde e a Serttel, o Vamo é um projeto pioneiro no Brasil e na América Latina, sendo o primeiro sistema de carros compartilhados 100% elétricos. 

Estão disponíveis 20 carros, sendo cinco do modelo “BYD e 6″ e quinze do modelo ZOE, da Renault, distribuídos em 17 estações na cidade, além de seis “vagas VAMO”, locais em que o usuário pode fazer a devolução do veículo sem, contudo, conectar o carro em uma estação de carregamento.

Segundo relatórios divulgados pela Serttel, só nos últimos dois anos, o Vamo realizou cerca de sete  viagens, sem nenhum tipo de agressão ao meio ambiente.

Entre os que mais utilizam o sistema estão usuários com idade entre 21 e 40 anos, totalizando 2.658 pessoas. Os dados mostram ainda que os fortalezenses utilizam os veículos para viagens rápidas. Viagens de até 30 minutos somaram 964 utilizações e de 30 minutos a 1 hora somaram 907.

Entre as origens e destinos mais comuns das viagens realizadas estão as estações do Shopping Iguatemi, do North Shopping e da Igreja de Nazaré. Em 65% dos casos, os veículos são devolvidos em estações diferentes das estações de origem. O modelo de carro mais alugado é o “BYD”, que comporta cinco passageiros (68%), contra o modelo compacto, “Zhidou” (32%).

A tarifa cobrada para usar um dos carros compartilhados custa R$ 15 até 30 minutos e R$ 20 até uma hora. Até duas horas, sobe para R$ 30.

Publicado em: 28/01/2020