Governador do Rio procura se distanciar de Bolsonaro

Esse "tal" de Roberto Alvim

Procurando "distância" de Bolsonaro, Witzel recebe hoje cineastas no Palácio Guanabara.

Foto: Marcos Corrêa / Agência O Globo
O Globo - Por Ancelmo Gois

 

Wilson Witzel recebe hoje representantes da indústria cinematográfica no Palácio Guanabara, entre eles os mestres Luiz Carlos Barreto e Cacá Diegues. O governador formalizará o apoio de R$ 700 mil ao Festival do Rio, via Lei de Incentivo à Cultura.
Witzel, a exemplo do paulista João Doria, quer distância de Bolsonaro também em relação à cultura. O presidente, como se sabe, entregou a área ao “tal” (palavra usada por Bolsonaro) Roberto Alvim, que montou uma equipe de extraterrestres, do tipo que acredita que a Terra é plana ou que rock é coisa do diabo.

Publicado em: 09/12/2019