Meira deve ser cassado hoje em Camaragibe

O destino do prefeito afastado de Camaragibe, Demóstenes Meira, será definido nesta segunda-feira (18), a partir das 9h, quando os vereadores da cidade votarão o Impeachment do petebista, que se encontra preso no Cotel desde junho. Para o mandato ser cassado é preciso nove votos dos 13 possíveis.

Relator do processo, o vereador Délio Júnior emitiu parecer favorável ao Impedimento de Meira, que encontra-se enrolado em várias denúncias de corrupção e desvio de verbas - até a crime de assédio sexual ele responde. Semana passada, o STF deu mais decisão desfavorável ao prefeito quando se recusou a julgar um pedido de Habeas Corpus antes do TJ local.

Principal defensor do Impeachment, e quem nos bastidores tomou à frente do processo, o presidente da Casa, Toninho Oliveira, estranhamente renunciou ao relatório na semana passada depois de já ter emitido parecer favorável à cassação de Meira. 

Apesar a mudança brusca que deixou toda cidade sem entender, Toninho garantiu reiteradas vezes, na sessão plenária da semana passada, em uma Live nas redes sociais, em entrevistas e em nota à Imprensa que votará pelo Impedimento.

Publicado em: 18/11/2019