Após 580 dias, Lula deixa a prisão em Curitiba

Reuters/Rodolfo Buhrer/Direitos reservado/Via Agência Brasil

Da Redação da Veja


Após 580 dias preso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou nesta sexta-feira, 8, a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde estava detido para cumprir a pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias imposta a ele no processo da Operação Lava Jato referente ao tríplex do Guarujá (SP). A defesa do ex-presidente pediu a soltura do petista depois que o STF derrubou a prisão após a condenação em segunda instância. O petista agradeceu aos militantes do PT e a movimentos ligados ao partido.

“Queridos companheiros, vocês não têm dimensão do significado de eu estar aqui junto com vocês. A vida inteira eu estive conversando com o povo brasileiro, eu não pensei que no dia de hoje eu poderia estar aqui conversando com homens e mulheres que durante 580 dias gritaram ‘bom dia, Lula, boa tarde, Lula, boa noite, Lula’. Não importa se estivesse chovendo, não importa se estivesse 40 graus, não importa que tivesse zero grau. Vocês eram o alimento da democracia que e eu precisava para resistir ao que o lado podre que o estado brasileiro fez comigo e com a sociedade brasileira”, disse.

Publicado em: 09/11/2019