Governo promete enviar recursos a municípios litorâneos

O presidente da Amupe, José Patriota, esteve, na última segunda-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília, reunido com a secretária especial de Assuntos Federativos, Déborah Arouxa. A principal pauta foi a emergência na situação do derramamento de óleo no litoral nordestino e a necessidade do Governo Federal em ajudar os municípios litorâneos.

A Amupe pediu as devidas providências para minimizar as consequências provocadas pelo aparecimento desse óleo nas praias, especialmente em Pernambuco, com a liberação de recursos para auxiliar os municípios na compra de materiais adequados para remoção do material e para contratar uma força de trabalho constante, embora a força do voluntariado tem sido de extrema importância, mas as prefeituras precisam ter um contingente de pessoas permanentes e remuneradas enquanto perdurar essa situação. 

Para Patriota, essas Prefeituras já não têm recursos e ainda tiveram que comprar muitos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) com recurso próprio. “É preciso que o Governo Federal ajude os municípios a tomarem esse tipo de iniciativa e muitas outras ações necessárias para os municípios do Nordeste, como o custeio do transporte dos resíduos para zonas adequadas. É preciso fazer um conjunto de ações emergenciais e ações permanentes de médio e longo prazo”, enfatizou.

A Amupe acredita que as ações urgentes devem ser tomadas pois o derramamento do líquido viscoso afeta diretamente a vida marinha e vida de quem depende do litoral para sobreviver: pescadores, comerciantes, barqueiros, rede hoteleira, dentre outros. “Nós estamos em contato direto com os municípios, e eles demonstraram preocupação, a reunião foi até tarde da noite e brevemente deveremos ter novidades nesse sentido”, concluiu José Patriota.

Publicado em: 23/10/2019