Deputado diz que vaia é de grupo isolado

Caro Magno,

Triste ver a repercussão de um vídeo constrangedor que um pequeno grupo resolveu fazer por motivos políticos quando uma líder vai agradecer e, mesmo sob vaias, agradece o empenho destes.

Agora, quando estes “voluntários” chegaram, já tinham EPI para os voluntários, já possuíam tonéis para descarte, pá, ciscador, inúmeros funcionários da limpeza urbana, máquinas removendo os toneis, tudo sendo organizado pela Prefeitura, toda logística de material, pessoal e descarte. Enquanto estes vaiavam, a prefeita empenhava mais esforços atrás de um mínimo apoio que, até o momento, era quase inexistente.

Fui o primeiro a chegar na região filmada junto com material e equipe, às 5h da manhã. Estes arruaceiros quando chegaram, começaram a afastar todos, causando tumulto e confusão, enquanto muitos se entregavam a limpeza.

Crime de desrespeito não a prefeita, mas a todos que passaram o dia se doando para ter os nossos 33km de praia limpo.

Inocente quer saber? Quem deu a eles sacos de lixo, luvas, botas, tonéis, baldes? Quem recolheu os tonéis e acondicionou o lixo posteriormente?

Antes de criticar que saiamos da ignorância e saibamos reconhecer os esforços daqueles que lutam pela sua terra.

Repito: Devemos ter mais união e menos vaidade, mais ação e menos política.

Lamentável.

Romero Filho – deputado estadual pelo PTB

Publicado em: 22/10/2019