Às estrelas, tudo. Aos plebeus, batatas

A Fundarpe na gestão Paulo Câmara mudou para pior o tratamento dado aos artistas contratados para eventos em parceria com os municípios. Pelo menos em relação aos astros da terra, o caixa continua fechado. Os que exibiram seus talentos no São João e no Festival de Inverno de Garanhuns não receberam seus cachês até agora.

Em compensação – e inexplicavelmente – os globais, nacionais e internacionais já embolsaram a volumosa grana que exigiram no mesmo dia em que soltaram a voz. Aos forasteiros, tudo. Aos de casa, as batatas.

Publicado em: 09/10/2019