Coluna deste sabadão na Folha

Henry quer, mas tem dificuldades

O presidente estadual do MDB, Raul Henry, está fortemente declinado a entrar na disputa pela Prefeitura do Recife nas eleições do ano que vem. Já recebeu até estudos de projeções que o colocam numa posição com potencial de crescimento num cenário em que o MDB possa ser cabeça de chapa numa frente agregando partidos de oposição ao Governo Geraldo Júlio (PSB).

Mas poucos acreditam que Henry tenha, de fato, disposição para romper o cordão umbilical com as forças governistas. Em entrevista ao Frente a Frente, o deputado admitiu que vem sendo sondado e aconselhado a pensar com mais entusiasmo na possibilidade de sair candidato.

A política muda como as nuvens, já dizia Ademar de Barros. Num quadro em que o MDB seja contemplado com a vice na chapa do pré-candidato do PSB a prefeito, João Campos, Henry se engessa. Se o PT, entretanto, vier a ser o preferido na chapa, no lugar do MDB, o quadro muda de configuração.

Bem na foto – Na condição de pré-candidato a prefeito do Recife, o deputado João Campos (PSB) tem ocupado os fins de semana para massificar seu nome na periferia da capital. Por onde passa, tem sido extremamente assediado para selfies, principalmente pelo eleitorado feminino. Nas pesquisas internas do PSB, aparece bem situado e por isso é encarado como fortíssimo candidato.

Cabeça fria – O senador Fernando Bezerra administrou o turbilhão midiático na última quinta-feira, quando seu gabinete foi vasculhado pela Polícia Federal, até o final da tarde, quando o Congresso mais parece um cemitério jogado às moscas. À noite, embarcou para sua Petrolina, já de cabeça mais fria, certo de que tomou a melhor decisão ao entregar a liderança.

Apoiadores – Em Abreu e Lima, o pré-candidato do PSB, Murilo do Povo, agrega apoiadores de fora, mas que têm forte influência eleitoral no município, como Yves Ribeiro, Paulo Volia, José de Irmã Teca, Marcelo Gouveia e o ex-prefeito de Itapissuma, Cal Volia, além do prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia. Devem aderir, ainda, Júnior Matuto, Mário Ricardo e Joamy Alves.

Filiação – O ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares, ex-tucano, acertou com a cúpula do MDB a sua filiação para a próxima quinta-feira, num ato com o presidente Raul Henry e o senador Fernando Bezerra Coelho. Rompido com o prefeito Patriota, Valadares sai candidato pela oposição.

Em primeiro – O secretário estadual de Turismo, Rodrigo Novaes, comemorou, ontem, a pesquisa nacional em que Recife aparece na dianteira entre as capitais mais procuradas para o Réveillon deste ano. “O turismo cresce e traz desenvolvimento”, postou em seu Instagram.

Quem banca? – O deputado Felipe Carreras recebeu R$ 1,3 milhão de ajuda do fundo eleitoral do PSB para a sua campanha de 2018, mas mesmo assim vai votar contra o fundo em discussão final pela Câmara na próxima semana. Se não quer financiamento público, como vai bancar a sua reeleição?

Perguntar não ofende: Daniel Coelho, que também recebeu financiamento público, vai seguir o voto de Felipe?

Publicado em: 21/09/2019