Aras: dar mais poder às câmaras temáticas do MPF

Augusto Aras sinaliza que quer dar mais poder às câmaras temáticas do MPF.

Augusto Aras - Foto/fonte: Congresso em Foco

Folha de S. Paulo - Painel
Por Daniela Lima

 

Indicado à Procuradoria-Geral da República, Augusto Aras tem sinalizado a parlamentares a intenção de dar mais poder às câmaras temáticas do Ministério Público, que elaboram pareceres técnicos. Há 7, incluindo as que tratam de meio ambiente, índios e corrupção. A ideia é ampliar as diretrizes desses órgãos para uniformizar a ação do MPF. O discurso gerou temor de que a autonomia de procuradores ficará em xeque. Pessoas próximas a Aras negam e dizem que ele tem apenas pregado consciência de unidade.

Em reuniões com senadores, Aras mencionou conflitos em torno de obras como a usina de Belo Monte (PA), afetada por questões judiciais. Ele tem dito que, antes de um procurador abrir uma ação para barrar uma construção, deve ir ao local e atuar junto aos órgãos envolvidos para tentar chegar a um acordo.

Publicado em: 18/09/2019