Coluna desta quarta na Folha

Jogo do PSB é evitar racha

Tão logo o presidente do MDB, Raul Henry, admitiu, à Rádio Folha, entrar na disputa pela Prefeitura do Recife, a cúpula do PSB foi ao encontro do senador Jarbas Vasconcelos. O governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, voltaram a provar do menu do cozinheiro e cacique Jarbas.

O ganho para o regabofe foi a discussão do plano nacional e a sucessão municipal. Mas esta segunda parte eles negam, como negam que o pequeno espaço do MDB no Governo e PCR tenha entrado no cardápio, reclamação ouvida com intensidade nos bastidores. Ternurando o MDB, o PSB quer evitar a entrada de Henry na disputa municipal para não atrapalhar a aliança em torno do deputado João Campos, já escolhido para tentar emplacar a sucessão de Geraldo.

Quando o deputado Felipe Carreras foi maltratado pelo presidente do PSB, Carlos Siqueira, Câmara e Geraldo também entraram em campo para evitar a saída dele da legenda. A ordem é evitar racha.

DNA socialista – O secretário Marcelo Bruto, de Desenvolvimento Urbano e Habitação, ocupa a pasta como se fosse indicação e apadrinhamento do MDB. Mas Jarbas e Henry nunca o adotaram. Daí a versão corrente de que seria barriga de aluguel. Desconhecido do meio político e empresarial, Bruto tem ramificações, na verdade, nas hostes socialistas desde Brasília, onde morou por muito tempo.

Reação na mídia – A agressão do presidente ao governador Paulo Câmara, afirmando numa live que ele se apresenta como pai do 13º salário do Bolsa Família, fez o Estado antecipar a mídia sobre o efeito do benefício aos que estão cadastrados. Bolsonaro alega que o programa é federal e que qualquer reprodução nos Estados depende de aprovação de MP em discussão no Senado.

FHC bate palmas – Autor de um belo texto sobre o aniversário do ex-senador Marco Maciel, que sofre de alzheimer, o ex-senador Joel de Holanda recebeu mensagem de congratulações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “O Marco é mesmo merecedor de tudo. O toque saudoso, verdadeiro e reverente da sua carta me comoveu profundamente”, afirmou.

Assustador – A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), autorizou a empresa Rio Una abocanhar quase R$ 800 mil para construir cercas em terrenos particulares nos loteamentos rurais e urbanos. A publicação saiu ontem, no DO, mesmo dia em que desabou o teto de uma escola do município.

Mosca azul – Em Serra Talhada, ninguém entendeu por que o secretário de Governo, Faeca Melo, trocou o PSD pelo PROS. Eleitor do deputado Sebastião Oliveira e ligado ao grupo do prefeito Luciano Duque (PT), Faeca foi mordido pela mosca azul. Quer disputar a Prefeitura.

FESTIVAL – O ex-prefeito de Palmeirina, Eudson Catão (PSB), que teve participação efetiva nos festivais de inverno de Garanhuns no Governo Jarbas, elogiou o governador pelo sucesso do evento realizado na semana passada. “Ele investiu R$ 8 milhões e criou o FIG Mirim”, destacou.

Perguntar não ofende: Os outros partidos da base de Câmara estão, como o MDB, insatisfeitos com o espaço que têm no Governo?

Publicado em: 30/07/2019