Viva Venezuela livre!

MONTANHAS DA JAQUEIRA – O ditador facínora Nicolas Maduro desafia as leis da política, da natureza e da vida ao tiranizar seus compatriotas para se manter no poder na Venezuela sob tragédia humanitária. O inferno é o limite. Seja repetido o conceito atribuído ao gênio Albert Einstein: pode ser questionado se o universo é finito ou infinito, mas a estupidez humana com certeza é infinita.

Bolivarismo é lenda de um passado insepulto. Maduro e os generais de fandango, traidores da pátria, que se locupletam dos recursos da PDVSA, são fantoches do novo czar da Rússia,Vladimir Putin. São mais de 2 mil generais sanguessugas na PDVSA.   

O petróleo da Venezuela desperta a cobiça internacional? A cada dia o óleo de pedra é um produto mais farto e mais barato no mercado internacional. O petróleo de xisto está dando no meio da canela nos Estados Unidos.

Instalar uma base militar na ilha La Orchila, litoral caribenho da Venezuela, na mira da caixa dos peitos de Donald Trump nos 
Estados Unidos, este sim é o interesse estratégico geopolítico dos russos. O jogo é de potência a potência. Petróleo é o de menos.

Os terroristas Hugo Chavez e Maduro são filhotes do Foro de São Paulo, organização comunista criada em 1990 por Fidel Castro e Lula, entre outros maledettos, para tentar recuperar na América Latina os poderes perdidos com o fracasso dos regimes na Europa do Leste o desmonte da União Soviética.

Os comunistas e similares conquistaram o poder na Venezuela, Bolívia, Equador, Argentina, Uruguai, e usaram as máscaras dos avanços sociais para galgar o poder no Brazil. Nesta última década os castelos  criptocomunistas começaram a desmoronar. O Brazil está em transe. A caterva comunista joga sujo e pesado.   

As ultraesquerdas se autoflagelam para apoiar o ditador corrupto e sanguinário Maduro.  

Década de 1980, o Papa João Paulo 2º foi “a autoridade moral mais importante do mundo”, na expressão do líder soviético Mikhail Gorbachev. Da Polônia ao Chile, no Leste da Europa e na finada União Soviética, combateu os regimes totalitários de esquerda e de direita.  Pontificou de 1978 até 2005.

Venerado, beatificado e santificado, Karol Wojtyla/João Paulo 2º será glorificado para sempre. Amém!

O desmonte das ditaduras comunistas na Polônia, a queda do Muro de Berlim e a dissolução do Império Soviético fazem parte do legado do Papa João Paulo 2º ao lado de lideranças mundiais do Continente e dos Estados Unidos.

Atualmente o Papa Francisco reza piedosas orações, pede misericórdia aos ímpios e distribui água benta. Ditaduras totalitárias não se comovem com humildades franciscanas.

Publicado em: 22/04/2019