Não sai reforma em 2018, avaliam Temer e Bolsonaro

Atual Congresso resiste a votar medida impopular

Blog do Kennedy

O presidente Michel Temer e o sucessor, Jair Bolsonaro, avaliaram juntos ontem que não será possível fazer a reforma da Previdência neste ano. Os dois tiveram encontro oficial no Palácio do Planalto.

Temer e Bolsonaro captaram resistências no atual Congresso para aprovar uma medida impopular. Parlamentares que não se reelegeram são os mais resistentes a endossar uma reforma previdenciária em 2018.

Para efeito público, Temer e Bolsonaro decidiram alimentar a expectativa de aprovar algo neste ano. Nos bastidores, porém, ambos jogaram a toalha.

Bolsonaro não quer correr o risco de sofrer uma derrota parlamentar antes de ser empossado. Temer tampouco deseja fracassar no final do mandato.

Os dois combinaram que seus assessores considerariam a possibilidade de alguma mudança infraconstitucional, mas até isso é considerado improvável.

Publicado em: 09/11/2018