Caixa preta do BNDES está na mira de Sérgio Moro

Contratos sigilosos do BNDES de governos anteriores estão na mira do próximo ministro da Justiça, juiz Sérgio Moro. Algumas investigações da Lava Jato apontam que os desvios de dinheiro público do banco sejam superiores ao que foi descoberto na Petrobras. 

Durante a gestão do PT, vários empréstimos milionários foram feitos ao empresário Eike Batista e a várias empresas investigadas na Lava Jato, como as do Grupo J&F e Delta. Financiamento para obras em outros países também são alvo de investigação. Para retirar o sigilo, Jair Bolsonaro deverá contar com a aprovação de um projeto que está parado no Senado. O sigilo aos contratos foi imposto pela ex-presidente Dilma Rousseff.      

Publicado em: 08/11/2018