Doria quer acabar com escolta policial de presos que saem para audiências

Além de anunciar que o próximo secretário de Segurança Pública de São Paulo será um policial – a dúvida é se será militar ou civil –, João Doria promete acabar com os agentes que ficam de “babá” de presos que saem em audiências.

De acordo com o tucano, são cerca de 6 mil policiais que fazem o trabalho de escoltar os presos – e ele quer esse contingente na rua.

Mas engana-se quem pensa que os presos não terão fiscalização. Uma alternativa é fazer as audiências dentro dos presídios. As informações são do Radar Online.

Publicado em: 30/10/2018