Ascânio: chance de virada de Haddad é muito pequena

Mesmo com militância animada, chance de virada de Haddad é muito pequena, diz Ascânio Seleme.

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad | Arte

O globo - Ascânio Seleme

 

Os dados das pesquisas Ibope e Datafolha mostram que permanecem muito pequenas as chances de Haddad virar a eleição amanhã. Embora tenha encurtado mais a distância que o separava de Bolsonaro, no melhor cenário Haddad terá de tirar nas próximas horas cinco pontos percentuais do adversário. Considerando que ele conseguiu em média pouco menos de um ponto percentual por dia nos ultimos nove dias, sua situação é claramente desfavorável.

O quadro de redução de diferença pode animar a militância petista, conhecida pela sua dedicação e determinação, mas pode ser que não baste. Tudo indica que não bastará. Mas a eleição não está ganha ainda, embora Jair Bolsonaro tenha confirmado até o último minuto o seu franco favoritismo.

Publicado em: 27/10/2018