Delatores devolvem quase R$ 143,5 milhões à Petrobras

Dos quase R$ 654 milhões devolvidos à Petrobras hoje, quase R$ 143,5 milhões vieram de colaborações premiadas celebradas com pessoas físicas. A maior devolução, cerca de R$ 27 milhões, foi feita pelo empresário Ricardo Pessoa, ex-presidente da UTC Engenharia.

Ele, que já foi condenado na Lava Jato, é apontado pela força-tarefa da operação como o chefe do clube de empreiteiras que fraudava negócios com a estatal. Os mais de R$ 510 milhões restantes foram devolvidos por empresas, através dos chamados acordos de leniência.

Essa é a 11ª devolução feita desde o início das investigações. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), é também a maior quantia já devolvida em uma investigação criminal no país de uma vez só.

Ainda de acordo com os procuradores do MPF, todo o dinheiro recuperado é resultado de 36 acordos de colaboração premiada; e de cinco de leniência celebrados com pessoas físicas e jurídicas durante as investigações da Operação Lava Jato.

Veja abaixo quem devolveu quanto:

- Colaborações premiadas (R$ 143.479.698,16)

Nenhum dos delatores citados acima está preso.

- Acordos de leniência (R$ 510.479.256,76)

Publicado em: 07/12/2017