Gilmar manda desbloquear bens de Gabrielli

Só que o Tribunal de Contas da União determinou o bloqueio de bens de José Sérgio Gabrielli em outro processo

José Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras (Foto: Laycer Tomaz / Câmara dos Deputados)

Época – Coluna Expresso

Por Mateus Coutinho

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinou, na quarta-feira (11), o desbloqueio de bens do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli. A decisão anulou efeitos de um acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) do ano passado, por meio do qual foi decretado o bloqueio dos bens de Gabrielli por suspeita de envolvimento no prejuízo causado à Petrobras a partir da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. A decisão de Gilmar foi tomada um ano após o próprio ministro negar um pedido liminar de Gabrielli para desbloquear R$ 10 mil mensais.

Ontem, no entanto, o TCU determinou, em outro processo de tomada de contas, o bloqueio de bens de Gabrielli, da ex-presidente
 Dilma Rousseff e do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci.

A defesa de Gabrielli diz que recorrerá da decisão.

Publicado em: 12/10/2017