Serra promete ''turbinar'' educação em São Paulo

 O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou hoje que pretende fazer uma grande ofensiva na área da Educação e no ensino técnico, com a implantação de projetos e programas que desenvolveu na Prefeitura. Ele citou, por exemplo, o programa ler e escrever, as aulas de reforço na quarta série, duas professoras por sala de aula no primeiro ano e a revisão, a partir do ano que vem, da progressão continuada - em vez de quatro para dois anos. "Vamos dar uma turbinada como nunca houve na história de São Paulo nessa área."

Serra evitou polemizar com o ex-secretário de Educação do governo Geraldo Alckmin, Gabriel Chalita, que criticou a sua gestão, dizendo que o governo Serra começava muito mal porque havia reduzido, pela metade, o projeto Escola da Família, que prevê a abertura de escolas aos finais de semana. "Realmente eu não estou voltado, agora, para o que aconteceu e porque aconteceu. Isso é interessante do ponto de vista acadêmico e até de uma campanha eleitoral, mas não para efeito de governo, que tem de olhar pra frente," limitou-se a comentar. As informações são da Agência Estado.

Publicado em: 23/03/2007