Artigo especial

O pior cego é aquele que não quer ver
Maurílio Ferreira Lima

O desengano da vista termina furando os olhos. Eduardo Campos declarou e deu   manchete nos jornais: “Nem Lula salva Dilma”.

Pesquisa do Ibope, ouvindo 2.002 eleitores em todas as regiões do Brasil, entre 15 e 19 de maio, deu o seguinte resultado:

Dilma – 40%
Aécio – 20%
Eduardo Campos – 11%
Outros – 5%
Brancos & Nulos – 14%
Não sabem ou não responderam – 10%

Quando totalizado o número de votos válidos, o cenário ficaria assim:

Dilma – 40%
Oposição – 36%

Ou seja, a diferença em prol da reeleição da petista seria de 4%. Diante do cenário exibido pela pesquisa, a presidente Dilma Rousseff ganha no primeiro turno com o dobro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Na última pesquisa, esse contingente era de 37%. Ou seja, caiu 13%. Isso significa que a população começa se interessar pelas eleições.

Dilma cresceu de 37% para 40%, mas Aécio cresceu de 14% para 20%. Eduardo Campos de 8% para 11%.

Eduardo Campos declarou e deu manchete nos jornais: “Nem Lula salva Dilma”. Ibope, no entanto, mostra que Dilma reúne 40% da intenção do eleitorado, enquanto ele apenas 11%.

Numa simulação de segundo turno, o cenário seria assim:

Dilma - 43%
Aécio – 24%

Dilma – 42%
Eduardo - 22%

Havendo unanimidade contra a presidente Dilma Rousseff em toda imprensa e ela vivendo a pior fase de sua vida política, assim mesmo a petista confirma o resultado de mais de 20 pesquisas anteriores, mostrando vitória no primeiro turno.

Apesar de todas as evidências confirmadas nas pesquisas, alguns, não tendo coragem de agredir os fatos, continuam na doce ilusão que cresceram as tendências de um segundo turno.

O desengano da vista é furar os olhos.

Ex-deputado federal.

Publicado em: 22/05/2014