Marina ainda pode empurrar Dilma para o 2º turno

DO BLOG DO KENNEDY

 Apesar de Marina ter perdido um pouco de força, ela ainda é capaz de levar Dilma a enfrentar um segundo turno. Filiada ao PSB, Marina deverá apoiar a candidatura presidencial do governador de Pernambuco. No contexto atual, dificilmente ela será candidata a presidente.

Por isso, Eduardo Campos prioriza a indicação de Marina para vice em sua chapa. O governador de Pernambuco recebeu pesquisa que mostra que ele cresce para cerca de 20% quando a ex-senadora aparece ao seu lado na cédula eleitoral.

O fator Marina, portanto, traz risco à possibilidade de reeleição de Dilma. De todos os nomes da oposição, a ex-senadora foi a única que conseguiu algum benefício político com a crise das manifestações. Mesmo sem ser candidata, pode desempenhar um papel crucial para ajudar Campos a crescer e forçar a realização de um segundo turno. Marina tem força nos grandes centros urbanos. Não deve ser subestimada na posição de vice.

Em resumo: Dilma é favorita, mas sua reeleição não são favas contadas. Há obstáculos econômicos no meio do caminho. Aécio e Campos vão se tornar mais conhecidos, o que dará a eles a oportunidade de crescer. Falta tempo para julgar o cenário atual como consolidado.

Publicado em: 02/12/2013