Ponto a Ponto discute poderio econômico da classe média

















Fenômeno reconhecido desde a criação do Plano Real, em 1994, e acentuado pelas políticas sociais do Governo Lula, a ascensão da chamada ‘Classe C’ é o tema do programa Ponto a Ponto deste sábado (8). Segundo o entrevistado da semana de Antônio Lavareda e Mônica Bergamo - o sócio-diretor do Instituto Data Popular, Renato Meireles - as 29 milhões de pessoas que ascenderam à atividade do consumo hoje têm uma relação diferente com o Estado.

''À medida que sai da informalidade, o trabalhador tende a reparar que todos os serviços que são oferecidos a ele pelo Estado, como saúde e educação, nada mais são que contrapartidas do dinheiro que ele paga em impostos. Isso gera uma cobrança maior, principalmente na hora das eleições'', disse Meireles.

Ainda segundo o pesquisador, o próximo pleito presidencial será o primeiro em que o passado não estará em jogo. ''Com uma certa consolidação no padrão de consumo, a Classe C tenderá a avaliar que candidato possibilitará que ela continue melhorando de vida. Nesse sentido será uma eleição até mais racional e menos emocional.''

O programa Ponto a Ponto vai ao ar todos os sábados à meia-noite pela BandNews TV, com reprises no domingo às 16h30, 20h e meia-noite.

Publicado em: 07/06/2013