06/07


2015

Ampliada a verba para o SAMU Recife

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da regional de Recife receberá 40,5% a mais de recursos para custeio. Hoje, o Ministério da Saúde publicou portaria qualificando o serviço e autorizando o repasse mensal de R$ 1,1 milhão para quatro municípios que compõem a região – incremento de R$ 320,3 mil mensais. Por ano, será um aumento de R$ 3,8 milhões.

O recurso será destinado a uma Central de Regulação das Urgências (CRU), seis Unidades de Suporte Avançado (USA), duas Unidades Aeromédicas e 22 Unidades de Suporte Básico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) dos municípios pernambucanos do Recife, Surubim, Timbaúba e Vitória de Santo Antão.

No total, a medida vai beneficiar cerca de 5,3 milhões de pessoas, de 72 municípios. Com a qualificação, as centrais de regulação, que recebiam R$ 194,6 mil, passam a receber R$ 243,7 mil mensais, a partir do mês de junho. Já para as Unidades Móveis, o Ministério da Saúde aumentou o repasse de R$ 596,7 mil para R$ 867,9 mil.

Atualmente, o SAMU possui 186 Centrais de Regulação das Urgências com cobertura de 154,1 milhões de habitantes. São 3.299 ambulâncias realizando atendimento, entre unidades de suporte básico, suporte avançado, motolâncias, equipes de embarcação e aeromédicas. No estado de Pernambuco, o SAMU 192 atinge 7,5 milhões de pessoas, o que representa 81% do total da população do estado. São três centrais de regulação que contam com 189 veículos rodando.

Com o SAMU, o Governo Federal está ajudando a reduzir o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce. O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde como médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, ginecológica e obstétrica e de saúde mental da população.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

TCE

06/07


2015

Artigo especial

A precarização do trabalho do advogado

Por Monsuêto Cruz*

Ao longo da existência do movimento a Ordem é para Todos estão sendo ouvidos em todo o Estado de Pernambuco testemunhos gravíssimos de advogados submetidos a trabalho precarizado dentro dos escritórios de advocacia. Dentre as muitas denúncias lançadas, encontramos três que merecem destaque: o trabalho clandestino de advogados que são verdadeiramente empregados, o pagamento de valores vis pela atuação do profissional advogado e o altíssimo índice de incidência de assédio moral e sexual no exercício da advocacia.

Com relação ao primeiro tema, vê-se claramente o uso da previsão legal do advogado associado para mascarar relações de trabalho subordinadas. Concede-se frequentemente 0,001% das quotas sociais para os advogados apenas com o intuito de afastar a relação de emprego, sem deixar, contudo, de manter, sobremodo os jovens advogados, subordinados, com jornadas de trabalho que excedem 12 horas por dia, impossibilitados de construir sua própria carteira de clientes, fatos que estão produzindo uma geração de bacharéis em direito verdadeiramente traumatizada com a advocacia.

Não suficiente, ainda verifica-se que a ganância pelo lucro é desmedida e sequer se reconhece o valor dos profissionais contratados. Considerando o volume de horas trabalhadas e o valor do salário mensal, que em alguns casos chega a ser de R$1.500,00, vê-se no mercado advogados recebendo pouco mais de um salário mínimo/hora, sem direito a férias ou décimo terceiro salário, com irrisórias participações nos lucros, que são concedidas apenas para tentar colocar um colorido maior na precarização descrita no parágrafo anterior.

Por fim, não se pode deixar de frisar o volume de testemunhos de advogados que são vítimas de assédio moral e são submetidos a produzir em baias de trabalho minúsculas, com volume excessivo de trabalho, metas e cobrança de resultados, com gritos e humilhações contínuas nos corredores de trabalho e com intervalos para refeição breves e sempre interrompidos com cobranças de retorno para o escritório. Sem falar nas mulheres que são humilhadas, que recebem propostas indecorosas e são vítimas de chantagem por superiores como condição de permanência ou de promoção no escritório.

Cumpre observar que todos esses fatores não atingem apenas as vítimas desse sistema, mas toda a classe da advocacia que se vê cada dia mais desvalorizada e desrespeitada por magistrados, servidores, membros do ministério público e pela sociedade em geral. A desconfiança com que somos olhados chega a ser indignante e vexatória. Uma profissão que já foi das mais valorizadas do país hoje é repugnada por estudantes de direito que já entram nas faculdades querendo fazer concurso público e excluindo completamente a possibilidade de advogar.

Não se pode, deixar de considerar que esse cenário também  é fruto de uma OAB omissa que não defende o profissional militante, que está mais interessada em executar anuidades em atraso do que em viabilizar para o advogado condições de trabalho melhores que possibilitem ao mesmo contribuir com seu órgão de fiscalização profissional, de uma ordem que prefere litigar em um processo ao lado de um escritório de advocacia a defender os interesses dos advogados precarizados, de uma ordem que esquece que os órgãos fiscalizadores da profissão devem atuar em prol de TODOS os advogados e não apenas de poucos que fazem parte do seu grupo político.

*Coordenador do movimento A Ordem É Para Todos


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se


06/07


2015

Frente a Frente na Cultura em outdoor

Comecei, hoje, em parceria com a Naipes Comunicações, uma campanha publicitária em Caruaru para fortalecer a parceria com a Rádio Cultura do Nordeste, que retransmite o Frente a Frente, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio com a participação de Adriano Roberto. Vai ao ar de segunda a sexta-feira de 18 as 19 horas, com 40 emissoras, sendo a Rádio Folha, no Recife, a cabeça de rede. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se


06/07


2015

PSDB tem que ajudar o Brasil, diz Alckmin

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), evitou comentar em entrevista coletiva, na manhã de hoje, sobre a possibilidade de o PSDB apoiar abertamente o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Depois de dizer ontem, na convenção nacional do PSDB, que "o PT chegou ao fundo do poço" e que cabe ao PSDB "não deixar carregar o Brasil junto", o governador foi questionado pelo Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado, se a estratégia dos tucanos passava por uma interrupção de mandato da petista.

"Temos (o PSDB) que ajudar o Brasil e principalmente não deixar que a conta caia na população mais pobre e nos trabalhadores", respondeu Alckmin após discursar na abertura da feira de calçados Francal. "É emprego, emprego e emprego. É preservar o emprego. Aqui está um bom exemplo", disse Alckmin, em referência à feira.

Alckmin voltou a minimizar a disputa interna entre ele e o senador Aécio Neves pela candidatura presidencial dos tucanos em 2018. Segundo Alckmin, falta muito tempo para a próxima eleição. "Candidatura presidencial não se persegue nem se recusa, se for convocado, mas tudo tem seu tempo", disse o governador, reiterando que ainda tem "muito tempo" até o próximo pleito presidencial.

Esta foi a primeira declaração pública do governador paulista depois do discurso na convenção nacional do PSDB. No encontro com os correligionários no domingo, Alckmin fez duras críticas ao PT dizendo que o partido "contaminou" o Estado como um "parasita". 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Comentários

Crisóstomo Menezes Lima

O PSDB TÁ IGUAL A MORCEGO, MORDE E ASSOPRA (SOPRA)

Beto Barros

Se Eles forem cuidar do Brasil igual cuidaram da agua de São Paulo.


Stampa Midia

06/07


2015

Produção de veículos no Brasil cai 18,5%

Do G1

A produção brasileira de veículos, incluindo automóveis, comerciais leves (picapes e furgões), caminhões e ônibus, recuou 18,5% no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2014, segundo dados divulgados pela associação de fabricantes (Anfavea) hoje.

Nos primeiros 6 meses do ano, foram montadas 1.276.638 unidades, contra 1.566.049 no ano passado. O resultado de 2015 é o pior para o período desde 2006, quando o setor somou 1,13 milhão de unidades fabricadas.

O declínio acompanha a queda de 20,7% nas vendas, de acordo com a federação dos concessionários (Fenabrave).

Em junho, a produção chegou a 184.015 unidades, o que representa recuo de 12,5%, em relação a maio, que havia alcançado 210.386 unidades. Comparado com junho de 2014, quando 215.934 veículos foram produzidos, houve baixa de 14,8%. É o pior resultado para o mês desde 2004, segundo a Anfavea.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se


06/07


2015

Zé Nivaldo relança Atestado da Donzela

O publicitário e escritor José Nivaldo Junior, o mais recente integrante da Academia Pernambucana de letras, autografa hoje, a partir das 16 horas, o seu romance “O Atestado da Donzela 2”. Esgotado desde 2011, o ano em que foi lançado, o livro sai agora com uma tiragem de apenas 301 exemplares, para atender a muitos pedidos de amigos e leitores interessados na obra, mas sem acesso a ela.

“A Bagaço teve a ideia de fazer uma edição extra limitada, comemorativa da minha eleição para a APL. O evento de hoje é para quem não tem o livro e quer guardar uma recordação personalizada deste momento especial da minha vida”, assinala o autor, que também comenta sobre política no programa Frente a Frente.

“O Atestado da Donzela 2” trata das aventuras de uma donzela devassa e fuxiqueira, que no contexto do final do Estado Novo contribui, com seus boatos, para a queda do regime. O livro também contém ingredientes de mistério, política, além de provocar muitas risadas.

É um livro envolvente, escrito com muita leveza, que prende da primeira à última página e foi muito bem recebida tanto por leitores como pela crítica. É considerado um marco na retomada do romance regional, de forma moderna, irônica e muito bem humorada. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Comentários

LUIZ MAIA

Ser de esquerda hoje no Brasil é sinônimo de idiota, incompetente ou ladrão. Há muito perdeu o [falso] glamour do passado. O Muro caiu e muita gente também... Respeito o ser humano mas a ideologia não.

adalberto ribeiro

Coitado do papaizinho, reaça de direita, nao me sinto capacitado para curtir os dotes dessa donzela, afilhada de um ilustre imortal revolucionario de esquerda desta terra dos altos coqueiros. Sucesso!- assinado, Zé Adalbertovsky, humilde marques da Ribeirolândia



06/07


2015

Dilma quer discutir clima de impeachment

A presidente Dilma Rousseff convocou para hoje uma reunião de emergência com presidentes dos partidos aliados e líderes da base no Congresso.

O objetivo é tratar dos movimentos pelo afastamento da presidente que ganharam força na oposição com a piora da crise que acomete o governo.

Nas palavras de um aliado, Dilma quer acalmar a base e pedir que os parlamentares a defendam no Congresso "diante desse clima de impeachment".

A convocação para o encontro, que vai ocorrer às 18h no Palácio do Planalto, começou a ser feita na manhã desta segunda.

Auxiliares estimularam que a presidente conversasse com os aliados antes de viajar para a reunião da cúpula dos Brics -Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul –, na Rússia. Ela deve embarcar amanhã e, em seguida, terá compromissos diplomáticos na Itália. Seu retorno está previsto somente para o fim de semana.

Uma das principais queixas da base, inclusive do PT, é a falta de diálogo da presidente. A última vez que Dilma reuniu o conselho político foi em maio, quando pediu que, em meio ao ajuste fiscal, os parlamentares aliados evitassem apresentar projetos que aumentassem gastos aos cofres públicos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Comentários

ObservatorioDoPovo

Por que essa tal operação lava a jato partiu do paraná , um estado que sempre foi curral eleitoral do psdb?Não questiona-se a operação em si mas a forma de conduzi-la, tentando enganar o povo e atribuir a lula , Dilme e ao pt todas as mazelas desde Pedro Alvares Cabral. Querem ganhar no tapetão, valendo0-se de um povo ignorante. Mas vão se ferrar.

ObservatorioDoPovo

O juiz moro precisa mandar por uma venda nos olhos da justiça. O senhores calheiros, cunha, alkmin e richa estão tambem no mesmo saco com lama até o pescoço. Querem iludir o povo alegando que o pt é responsável por toda a lama. Assim não vale.

ObservatorioDoPovo

Comentario não publicado

Ramilson Correia de Carvalho

Corretíssimo Nehemias Fernandes. Esse PSDB é uma mácula do passado que o povo não quer mais ver governando. Eles insistem em voltar ao poder e não conseguem, porque o povo lembra bem como eram seus modos de governo. Agora tentam enganar o trabalhador, mais quando estavam no poder davam míseros aumento ao salário mínimo. PSDB nunca mais!!!

LUIZ MAIA

Todo ladrão não é eleitor do PT. Mas todo eleitor desta merda me deve uns trocados e tem contas a ajustar com os generais. Te segura viadinho NFJ


Naipes Consultoria

06/07


2015

Gustavo pode substituir Sileno no PSB

Há um movimento discreto, mas que começa a tomar corpo no PSB em Pernambuco para que Gustavo Melo, superintendente da Ceasa e integrante do Conselho de Ética da executiva estadual, assuma a presidência do partido no lugar de Sileno Guedes, secretário de Governo da Prefeitura do Recife.

Articulado e com trânsito em todos os setores do partido, Gustavo Melo seria o “sangue novo” que o partido está necessitando, tendo mais tempo disponível para cuidar do dia a dia do diretório estadual. Sileno, embora seja um nome posto pelo ex-governador Eduardo Campos, está sendo bastante criticado.

Primeiro, porque a sua função na Prefeitura absorve seu tempo praticamente inteiro do dia a dia. Outro fator que tem provocado a ira dos deputados, prefeitos, vereadores e filiados ao partido diz respeito à dificuldade de acesso a Sileno, pesando ainda a reclamação generalizada de que não atende ligação de ninguém e nem tampouco retorna.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Onodera Estética

06/07


2015

Tribuna do leitor: festival de cinema de Triunfo

Por Rogério Mota

Vejo num jornal da região, no caderno de um grande colunista social: “mais um importante festival de cinema do país, o de Gramado, será entre os dias 7 e 15 de agosto”. Talvez o jornalista não saiba que em Pernambuco, na cidade de Triunfo, em nosso Sertão do Pajeú, também tem e, este ano, o 8º Festival de Cinema de Triunfo, será entre os dias 3 e 8 de agosto.

Com o apoio do Governo do Estado através da Secretaria de Cultura de Pernambuco e da FUNDARPE. Cada ano vem melhorando a presença dos artistas e produtores cinematográficos. Não vamos fazer uma comparação ao que ocorre em Gramado, no Rio Grande do Sul, cidade bem mais estruturada para acolher e fazer um melhor festival, mas Triunfo, cidade que nesta época do ano seu clima oscila em média aos 15°, oferece este atrativo.

É no Cine Theatro Guarany onde se realiza o festival, prédio construído em 1922 que é de uma beleza arquitetônica comparável aos mais lindos monumentos de qualquer lugar do mundo. A cidade sempre está preparada e estruturada para receber os ilustres visitantes. Vamos divulgar para um melhor conhecimento de todos os pernambucanos e da região.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Vila Fest

06/07


2015

Mercado espera inflação acima de 9% em 2015

A inflação no país deve ficar em 9,04% em 2015, segundo o centro das estimativas de economistas e instituições financeiras consultadas pelo Banco Central. O valor é maior do que o projetado na semana passada, de 9% -ambos ficam acima do teto da meta, de 6,5%. A informação é do boletim Focus, divulgado semanalmente pelo BC.

Apesar de esperarem uma aceleração da inflação em 2015, os economistas diminuíram suas projeções para 2016. No ano que vem, a inflação deve ficar em 5,45% – há uma semana, esperava-se uma inflação de 5,50%. O valor fica acima do centro da meta do governo, de 4,50%, porém abaixo do teto da meta, de 6,50%.

Os economistas mantiveram a previsão sobre a taxa de juros Selic para o fim de 2015, que ficou em 14,5% ao ano. Para o fim de 2016, a taxa, que é o principal instrumento do governo para controlar a inflação, teve uma leve alta, para 12,06% – na semana passada, esperava-se uma Selic de 12%. A projeção é que o PIB brasileiro tenha uma queda de 1,5% em 2015.

Para 2016, espera-se crescimento de 0,5%, a mesma expectativa da semana passada. A taxa de câmbio deve fechar o ano em R$ 3,22 para o fim de 2015, segundo os economistas. Há uma semana, esperava-se que o valor fosse de R$ 3,20. Para o fim de 2016, espera-se um câmbio de R$ 3,40. Há uma semana, esperava-se uma taxa de R$ 3,37.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Comentários

sonia

Inflação ultrapassa a presidente. 9 % de aprovação X 9, 4% de inflação. Parabéns Dilma Rousseff !!!


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Publicidade
Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Programa Frente a Frente
Apoiadores