Ipojuca

20/07


2018

Rosa não vai salvar Lula, mas...

... garantia de prazos e direito de defesa

Helena Chagas – Blog Os Divergentes

A decisão da ministra Rosa Weber de negar o pedido do MBL para declarar o ex-presidente Lula inelegível deu certo alento aos petistas. No mínimo, o partido terá o tempo planejado para fazer render a candidatura até o fim de agosto ou início de setembro. O PT deixará para registrar Lula no último dia do prazo, 15 de agosto, que é justamente o primeiro de Rosa Weber como presidente do TSE, cargo que até a véspera estará sendo ocupado por Luiz Fux – que já deixou clara sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente em dezenas de entrevistas.

Não que alguém acredite que Rosa Weber, uma ministra extremamente técnica, irá salvar Lula da inelegibilidade. Com ela, porém, tem-se uma certa garantia de que prazos serão cumpridos e direitos de defesa respeitados, sem julgamentos sumários e pirotécnicos.

Isso é importante para a estratégia petista. Quanto mais tempo Lula for candidato, e quanto mais próxima da eleição for a cassação de seu registro, maior será sua capacidade de transferência de votos ao substituto, que hoje está mais para Fernando Haddad do que qualquer outro nome. Inclusive pelo fator emocional, que será bem trabalhado dentro da narrativa que tem como centro um personagem preso e impedido de concorrer, embora lidere as pesquisas.

O maior problema do PT agora é afinar o segundo ponto dessa estratégia. Se o script correr conforme o previsto, Lula, provavelmente ainda preso, terá cerca de um mês antes do primeiro turno para transferir esses votos.

As pesquisas mostram que as intenções de voto em Haddad aumentam consideravelmente  quando o nome dele é apresentado como candidato de Lula. Só que essa designação não virá na urna. Com Lula encarcerado e proibido de falar e dar entrevistas, o desafio será, no pouco tempo que restará, colar a imagemde Haddad à do ex-presidente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Gravatá

20/07


2018

A hora dos salgadinhos

Carlos Brickmann

A festa está começando: a convenção do PDT lança a candidatura de Ciro Gomes nesta sexta-feira.

Quem será o vice? Depende: pode ser um socialista, do PSB, pode ser um conservador, do DEM.

Pode ser Benjamin Steinbruch, dono da Companhia Siderúrgica Nacional, do PP.

Alckmin não tem nomes: quer alguém do Nordeste, onde precisa crescer.

Mas gostaria de ter o paranaense Álvaro Dias, que bloqueia seu crescimento no Sul. E boa parte de seus aliados gostaria mesmo é de trocá-lo por João Doria Jr.

Nem Lula está sossegado: Tarso Genro, que foi seu ministro, gostaria de ver o PT apoiando Guilherme Boulos, do PSOL (o partido de sua filha, Luciana Genro).

E quem seria o vice de Lula, se pudesse ser candidato? Há dois palpites: Jaques Wagner e Fernando Haddad. Um dos dois, mais provavelmente Haddad, será indicado por Lula para candidato do PT.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo

19/07


2018

Vampiros no banco de sangue

Bernardo Mello Franco – O Globo

O diretor de Desenvolvimento Setorial da ANS, Rodrigo Aguiar, não pode ser acusado de esconder o jogo. Em entrevista ao GLOBO, ele defendeu a cobrança extra aos pacientes e informou que a agência “não é um órgão de defesa do consumidor”. Quem ousaria pensar o contrário?

A fala não revela apenas desprezo pelos clientes, que já penavam para pagar as mensalidades antes da nova regra. Também escancara a captura das agências reguladoras por grandes grupos econômicos. No caso da ANS, quem dá as ordens são os planos de saúde.

A autarquia não é o Procon, mas foi criada para fiscalizar as empresas e impedir que o mercado atropele os consumidores. Não se trata de uma opinião. Basta ler a lei que criou a agência, no governo FH.

O texto afirma que a finalidade institucional do órgão é “promover a defesa do interesse público na assistência suplementar à saúde”. Entre suas principais atribuições, fixa a de “articular-se com os órgãos de defesa do consumidor visando à eficácia da proteção e à defesa do consumidor de serviços privados”.

Na segunda-feira, a ministra Cármen Lúcia suspendeu a resolução da ANS que permitiu a cobrança extra de até 40% sobre consultas e exames. Na decisão, ela anotou: “Saúde não é mercadoria. Vida não é negócio. Dignidade não é lucro”.

O diretor da agência não entendeu ou não quis entender o recado. Na entrevista a Luciana Casemiro, ele desdenhou de quem questiona a submissão da ANS aos planos. Reduziu as críticas a “fala repetida” e “retórica de falar mal das agências”.

O lobby da saúde sempre foi influente em Brasília. A novidade é que a turma perdeu o pudor e passou a operar às claras. O presidente Michel Temer entregou o ministério a Ricardo Barros, um deputado do PP que teve a campanha patrocinada pelo setor. Ele avisou logo que não fiscalizaria a qualidade dos planos. “Ninguém é obrigado a contratar”, justificou.

A ANS é feudo do MDB. O relatório que avalizou a indicação de Rodrigo Aguiar foi assinado pelo senador Valdir Raupp, réu na Lava-Jato. Um observador do que ocorre na agência diz que seria impreciso falar em raposas cuidando do galinheiro. Neste caso, ele prefere a imagem de vampiros no banco de sangue.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

19/07


2018

Capa da revista Time funde Tump e Putin

Revista 'Time' provoca Trump e Putin com capa que funde os dois

Relação entre os dois líderes é questionada em meio a suspeitas de interferência russa na política dos EUA

O Globo com agências internacionais

A repercussão em torno da controvertida cúpula entre os presidentes Donald Trump e Vladimir foi tema da capa da revista americana "Time". A imagem escolhida para ilustrar o assunto traz uma clara provocação aos dois líderes, cujos laços de amizade e desavença ficaram mais claros com a reunião de segunda-feira em Helsinque, em meio a relações bilaterais historicamente tensas.

Na segunda-feira, Putin indicou que a cúpula foi um começo positivo para mudanças aepsar de forças nos EUA que querem minar as relações entre os dois países devido a ambições próprias de uma batalha política interna. Já Trump disse que está ansioso para um segundo encontro no qual poderão começar a implementar os assuntos discutidos, como "contenção do terrorismo, segurança de Israel, proliferação nuclear, ataques cibernéticos, Ucrânia, paz no Oriente Médio e Coreia do Norte".

A cúpula gerou fortes críticas contra Trump nos Estados Unidos, inclusive de republicanos, após o presidente americano questionar o trabalho de seus serviços de inteligência e se recusar a culpar enfaticamente a Rússia por ter interferido na eleição americana de 2016. O presidente não demonstrou abalo com as críticas que sofre desde a segunda, inclusive de muitos aliados, por ter afirmado que considerou "firme e convincente" a negativa de Putin a respeito da interferência russa, no encontro a sós de duas horas que os dois tiveram em Helsinque, na Finlândia.

A situação em torno do republicano ficou ainda mais confusa depois de ele tentar se retratar, enaltecendo os serviços de inteligência e, em seguida, contradizer novamente o chefe do departamento de inteligência dos EUA.

Trump disse que havia se expressado mal e que apoiava as conclusões das agências americanas de Inteligência que apontam a participação da Rússia nas tentativas de interferência na eleição presidencial americana de 2016. No entanto, depois, contradisse as palavras do diretor de Inteligência Nacional, Dan Coates, ao afirmar que a Rússia não continua a ameaçar os Estados Unidos.

Na terça-feira, Trump garantira que seu governo trabalhava para prevenir interferência do Kremlin nas eleições de meio de mandato em novembro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/07


2018

Bancos assumem o comando da Editora Abril

Família Civita afastada

A Editora Abril, que publica a revista Veja  vê agora o afastamento da família Civita do seu comando e a contratação de uma consultoria especializada na recuperação de empresas em situação pré-falimentar. "O novo CEO da Abril será o executivo Marcos Haaland, da consultoria Alvarez & Marsal.

A A&M foi contratada para ser a responsável pela reestruturação da Abril, a partir da saída da família Civita do comando executivo do grupo", informa o jornalista Lauro Jardim.

Os irmãos Giancarlo e Victor Civita foram afastados do comando e a empresa deve fechar várias publicações – o que gera grande apreensão entre seus profissionais.

No mercado, o afastamento dos Civita e a entrada da Alvarez & Marsal foi visto como a pá de cal na empresa.

Isso porque um executivo de uma consultoria especializada em recuperação de créditos podres dificilmente terá traquejo para atrair anunciantes privados para as publicações da empresa.

Na prática, chega ao fim a era Civita e a Abril cai em poder dos banqueiros.   (BR 247)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de camaragibe

19/07


2018

Ciro: Brasil não terá paz enquanto Lula estiver preso

Pré-candidato chamou de 'aberração' conflito em torno de liberdade do ex-presidente

Catarina Alencato – O Globo

Em um breve discurso, de menos de oito minutos a representantes das centrais sindicais, o pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, disse que o Brasil nunca terá paz enquanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estiver preso e voltou a criticar promotores e “juízes que fazem política”. Ele chamou de “aberração” as idas e vindas do Judiciário em torno da soltura do petista. A sinalização à esquerda foi feita para plateia historicamente ligada ao PT, e no mesmo dia em que viu se esvair a possibilidade de fechar uma aliança com o bloco do centrão.

— O Brasil nunca será um país em paz enquanto o companheiro Luiz Inácio Lula da Silva não restaurar a sua liberdade — disse.

Ciro criticou o embate de decisões sobre a soltura ou não de Lula, entre desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e o juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal, ocorrido no dia 8 de julho.

— (Todo dia tem) procurador fazendo crítica, juiz fazendo política, invadindo as atribuições uns aos outros dos poderes. Aquele domingo foi uma das coisas que eu mais assustado assisti como um velho professor de direito. Como è que pode tanta aberração lidando com coisas graves como a liberdade do maior líder popular do país ou o próprio direito, regra de convivência que substitui a lei do mais forte, a prepotência da violência e o caos — discursou.

Antes dele, o representante da Central Única dos Trabalhadores (CUT) Ismael Cesar da Costa fez uma fala contundente, classificando Lula como “preso político”.

Ciro encerrou seu breve discurso fazendo uma mea culpa. Reconheceu que comete erros, e tentou justificá-los contando que dorme no máximo quatro horas por noite, e que fala todos os dias quase 10 horas.

— Não sou o dono da verdade, não sou poupado do erro, eu cometo erros. Eu cometo erros e não me custa nada reconhecer erros. Mas nenhum deles foi por deserção do que me trouxe à vida pública de volta, que é compromisso e o amor a essa terra e esse povo — confessou.

O evento aconteceu num pequeno auditório na sede do PDT em Brasília, que não lotou. Em seguida, Ciro partiu para uma reunião com mulheres do PDT. Ao pedir a palavra, prometeu dar metade dos ministérios às mulheres, caso seja eleito.

— Preparem-se para além de sugerir, virem fazer no meu governo — disse, sob fortes aplausos.

Ciro chegou ao PDT pelos fundos, evitando a imprensa e sentou-se à mesa com o semblante tenso. Para amanhã, quando será oficializado candidato do PDT na convenção nacional, ele preparou um discurso em que explicará seus “12 passos para mudar o país”. Segundo Cid Gomes, irmão de Ciro e um dos coordenadores da campanha, o principal objetivo é “traduzir para a linguagem popular” tudo aquilo que o presidenciável já vem dizendo a plateias mais especializadas sobre o seu projeto nacional de desenvolvimento.

— Falar de ajuste fiscal é uma coisa árida. O povo quer ouvir falar é de saúde, de educação, de segurança. Será um discurso lido e a mensagem vai ser de que ele vai fechar compromissos populares. Ele vai falar de universalização da pré-escola, de ampliar o ensino profissionalizante_ contou Cid ao GLOBO.

Os doze temas de seu programa de governo que serão apresentados amanhã são: segurança; saúde; educação; combate à corrupção; políticas afirmativas para mulheres, negros e LGBT; ciência, tecnologia e inovação; cultura; soberania nacional; emprego; economia e meio ambiente; infraestrutura e programas sociais. O pedetista montou o programa com a ajuda do professor Nelson Marcone, da Fundação Getúlio Vargas e do economista Mauro Benevides Filho.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

19/07


2018

Partidos do “Blocão” ficam mais perto de Geraldo Alckmin

Por Cristiana Lôbo

O pré-candidato a presidente da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin, pode receber o apoio de sete partidos que integram o chamado “Blocão" (Democratas, Solidariedade, Progressistas, PRB, PR, PHS e Avante).

Juntos, esses partidos podem garantir ao tucano algo como 40% do tempo de televisão na propaganda eleitoral.

Pelo acordo, que ainda depende de consultas internas a todos esses partidos, seria selada a indicação do empresário Josué Alencar (PR) para vice na chapa de Alckmin, com o compromisso da reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para presidente da Câmara no ano que vem.

As conversas estão avançadas e, segundo um dos envolvidos nas articulações, há 90% de chances de se concretizar esta aliança de todo o centro, o que muda o cenário eleitoral.

Os partidos de centro decidiram marchar juntos na corrida eleitoral, mas estavam divididos:

  • Ciro Nogueira, presidente do Progressistas e o deputado Paulinho da Força, do Solidariedade tinham preferência pelo apoio a Ciro Gomes;
  • Marcos Pereira, do PRB, defendia apoio a Alckmin;
  • O DEM estava dividido: o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, preferindo apoiar Ciro Gomes e o presidente do partido e prefeito de Salvador, ACM Neto, defendendo Geraldo Alckmin.

Foi quando entrou em cena Valdemar Costa Neto, presidente do PR, que ingressou no "Blocão", fazendo a defesa do nome de Alckmin e apontando como companheiro de chapa Josué Alencar (PR), filho do ex-vice-presidente da República José Alencar, morto em 2011. Costa Neto teve conversa com Alckmin.

Diante da perspectiva de apoio, um encontro em São Paulo, na tarde desta quinta-feira, reuniu o candidato tucano com os presidentes do PRB Marcos Pereira; do Solidariedade, deputado Paulinho da Força; do DEM, ACM Neto; e da Câmara, Rodrigo Maia.

"A conversa foi muito boa, mas a aliança ainda não está totalmente fechada", observou um dos participantes da articulação.

Segundo esse participante, os presidentes dos partidos vão dar início às conversas internas, e a tendência é anunciar apoio a Alckmin na quinta ou na sexta-feira da semana que vem.

Depois que Valdemar Costa Neto entrou nas articulações defendendo o apoio a Geraldo Alckmin, Ciro Nogueira e Paulinho da Força afirmaram que esse não era o caminho que desejavam. “Mas vamos juntos", disseram.

A intenção é que os partidos façam suas conversas internas e anunciem o apoio a Alckmin a tempo de ser anunciada a coligação fechada do PSDB com pelo menos mais sete partidos, com Josué Alencar como vice.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

BM4 Marketing

19/07


2018

SDS inaugura o Instituto de Genética Forense Eduardo Campos

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) inaugura, amanhã, às 10h, o Instituto de Genética Forense Eduardo Campos (IGFEC). Criado por decreto estadual em dezembro de 2017, o IGFEC é vinculado à Polícia Científica de Pernambuco e reúne em um único complexo dois laboratórios forenses (de genética e de biologia), uma central de custódia de material biológico relacionado a crimes e, ainda, o banco de perfis genéticos. O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, estará presente no ato.

Desde 2012, já funcionava o Laboratório de Genética Forense, que realiza testes de DNA em vestígios relacionados a investigações policiais. A partir da criação do IGFEC, foi possível convocar mais servidores públicos e instalar os demais serviços. Atualmente, o instituto conta com 28 profissionais aprovados em concurso, dos quais 15 são peritos criminais, 12 são auxiliares de perito e 1 é auxiliar de legista.

“Trata-se de um dos maiores e mais bem preparados complexos de genética forense do País, que favorece a produção de provas decisivas para os inquéritos policiais. Isto é, a criação do Instituto de Genética Forense Eduardo Campos trouxe uma contribuição fundamental ao combate à criminalidade em Pernambuco”, avalia o secretário Antônio de Pádua.

No Laboratório de Biologia Forense, por exemplo, o IGFEC realiza todas as análises periciais, identificando vestígios biológicos de vítimas e suspeitos de crimes – a exemplo de sangue, pele, esperma e fragmentos de tecido humano em geral. Já a Central de Custódia é a área responsável por armazenar todos os vestígios biológicos coletados pela Polícia Científica em locais de crimes e em vítimas atendidas nas unidades do IML.

Por sua vez, o Banco de Perfis Genéticos é responsável pelo armazenamento de perfis genéticos de vestígios oriundos de local de crime, vítimas, condenados e familiares de pessoas desaparecidas. “O banco de dados de perfis genéticos tem o poder de esclarecer crimes para os quais não há suspeitos”, explica a Gerente Geral de Polícia Científica, a perita criminal Sandra Santos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Eu quero a Gordinha Marília candidata por dois motivos, primeiro que Humberto Bosta não será reeleito e segundo que, o segundo turno será entre Paulo e Armando. Logo os idiotas do PT votarão em Armando. (quem viver verá)



19/07


2018

São Lourenço da Mata debate plano diretor com a CDL

A Prefeitura de São Lourenço da Mata apresentou, ontem, a agenda da Revisão do Plano Diretor do Município à Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade. O encontro faz parte do processo de revisão, que prevê reuniões com instituições da sociedade civil, setor privado e a população são-lourencense.

De acordo com o secretário de Planejamento, Gestão, Tecnologia e Acesso à Informação de São Lourenço, Roberto Santos, a ideia é fazer com os debates sobre a revisão do Plano Diretor sejam amplos e representativos. “É importante ouvir cada segmento da sociedade para que, ao final, possamos construir uma proposta que contemple a todos”, destacou.

Para o presidente da CDL São Lourenço da Mata, José Fernando Dias, a revisão do plano é importante não só para os lojistas, mas para toda a sociedade. “A medida que a cidade vai crescendo ela vai se expandindo para as áreas rurais e temos um processo de transformação de áreas rurais em áreas urbanas. A CDL tem total interesse nessa revisão e estamos aqui para contribuir no que for possível para a melhoria da cidade”, afirmou.

“Questões de mobilidade, como rotas viárias, passeios públicos e manutenção das vias urbanas afetam diretamente tanto a vida da população quanto o dia a dia do comércio”, complementa a coordenadora da Revisão do Plano Diretor, Ercia Gurgel.

Além desses encontros setoriais, está prevista a realização de uma série de reuniões com as comunidades e uma conferência municipal para a apresentação e debate do plano.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/07


2018

Pré-candidatura de Lula tem lançamento estadual amanhã

A direção do PT de Pernambuco fará o ato estadual de lançamento da pré-candidatura de Lula à presidência da República, em conjunto com MST e a CUT, amanhã. A atividade será na Praça do Derby, a partir das 15h, quando está prevista a chegada da Marcha por Lula livre ao Recife.

Desde a última segunda-feira que a marcha “Lula Livre, Lula Inocente” saiu de Caruaru rumo ao Recife, em defesa da liberdade do ex-presidente Lula.

No evento serão distribuídos materiais de divulgação de sua pré-candidatura, como um tabloide contendo uma carta de Lula o povo brasileiro, adesivos e haverá coleta de assinaturas para o abaixo assinado que pede ao STF e ao STJ que anulem a prisão de Lula.

A atividade faz parte da programação organizada em todo país em preparação para a grande mobilização do dia 15 de agosto, quando do registro da sua candidatura junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Amanhã será lançada a candidatura de: Lula, Eduardo Cunha, Luiz Estevão, Sérgio Cabral, Fernandinho Beira Mar, Marcola, Mordido do Porco ...etc



19/07


2018

Paulo não autoriza reajuste de 17,08% no preço do gás

Amparado por estudos técnicos da Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe), o Governo do Estado não irá adotar o aumento de 17,08% no preço do Gás Natural (GN), repassado pela Petrobras, à Companhia Pernambucana de Gás (Copergás). Esse número é o resultado do percentual acumulado do segundo reajuste repassado pela Petrobrás de 11,7% (previsto para o próximo mês de agosto) e do aumento de 4,8% (do último mês maio).

A decisão foi anunciada pelo governador Paulo Câmara, hoje, durante reunião com o presidente da Federação de Indústrias de Pernambuco (Fiepe), Ricardo Essinger, com o secretário de Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação Profissional, Alexandre Valença, o presidente da Copergás, Roberto Fontelles, e o diretor de regulação da Arpe, Fred Maranhão.

“Não concordamos com essa política de reajuste de preços adotada pela Petrobras, que não leva em consideração o impacto desses aumentos abusivos sobre a economia do País. Estamos, principalmente, pensando nos milhares de empregos criados pelas indústrias instaladas em Pernambuco, que teriam a competitividade reduzida caso esses reajustes fossem repassados aos consumidores”, justificou Paulo.

Mais de 90% do Gás Natural distribuído pela Copergás é destinado ao setor industrial pernambucano. Para o presidente Ricardo Essinger, o anúncio do governador Paulo Câmara de não repassar os reajustes foi um alívio para o setor. “A gente precisa dar condições para que a indústria continue gerando emprego, porque a grande massa de emprego gerado é pela média e pequena indústria, então precisamos apoiá-las dessa forma para que elas voltem a se desenvolver”, pontuou.

Fred Maranhão explicou que o contrato entre a Copergás e a Petrobrás prevê uma política de reajuste no preço do GN de três em três meses e que, no dia 1º de maio, a Arpe recebeu um aviso para aumento de 4,8% do produto e, para o próximo dia 1º de agosto, um reajuste de 11,7%. O diretor de regulação da Arpe disse ainda que os aumentos não foram repassados para o consumidor pernambucano, pois os estudos da agência demonstraram que a rentabilidade da Copergás não ficará abaixo do mínimo contratualmente estabelecido.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Eu quero a Gordinha Marília candidata por dois motivos, primeiro que Humberto Bosta não será reeleito e segundo que, o segundo turno será entre Paulo e Armando. Logo os idiotas do PT votarão em Armando. (quem viver verá)



19/07


2018

Deputado anuncia fim das restrições ao Aeroporto do Recife

O Aeroporto Internacional do Recife está liberado para receber novos voos. Quem anunciou a boa notícia foi o deputado federal Sebastião Oliveira (PR), que participou, na tarde de hoje, em Brasília, da assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, que libera o equipamento para continuar ampliando a sua quantidade de operações.

O documento foi assinado por Antônio Claret, e José Ricardo Pataro Botelho de Queiroz, presidente da Infraero e diretor-presidente da Anac, respectivamente. O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, fez questão de participar da reunião.

De acordo com Sebastião Oliveira, a medida que impedia novas conexões resultava em perdas incalculáveis para a comunidade aeroportuária e para Pernambuco. “Trabalhamos incansavelmente para sensibilizar a Infraero assinar o TAC. Nosso Estado vai continuar se destacando na rota da aviação aérea nacional e internacional. Tranquilizo toda a população que continuaremos aumentando o número de voos, permitindo que a aviação comercial contribua para o desenvolvimento da economia de Pernambuco”, ressaltou Sebastião Oliveira.

Sebastião cita o exemplo da companhia aérea Azul, maior operadoras de voos no Recife, que estava limitada a realizar 40 operações diárias, quando em dias mais movimentados, esse número pode chegar a 60. “O Governo de Pernambuco trabalhou forte para trazer o Hub da Azul, inclusive na questão dos incentivos fiscais. Era nosso dever brigar para resolver esta situação o mais rápido possível”, frisou Sebastião Oliveira


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/07


2018

Geddel e Estevão são transferidos na Papuda

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB-BA) e o empresário Luiz Estevão (PMDB-DF) serão transferidos  para a ala de segurança máxima  do complexo prisional da papuda, em Brasília, após determinação da juíza Leila Cury, da Vara de Execuções do Distrito Federal.

A transferência foi motivada após denúncia de que os dois teriam recebido regalias na prisão. Há algumas semanas, a equipe do blog em Brasília apurou que a ala para qual Geddel e Luiz Estevão serão transferidos havia passado por uma reforma. Algumas fontes já cogitavam a transferência do todo poderoso Luiz Estevão para a nova ala.      


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/07


2018

PP anuncia apoio a Geraldo Alckmin

Em Brasília, fontes ligadas ao presidente nacional do Partido Progressistas,  Ciro Nogueira, afirmaram há pouco ao blog que a legenda fechou apoio com o pré-candidato do PSDB à presidência da República, Geraldo Alckmin. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/07


2018

Partidos planejam chapinha para deputado federal

Representantes do PP, PCdoB, Solidariedade, PROS e PDT voltaram a se reunir, hoje, para, mais uma vez, tratar da manutenção de uma chapinha para Deputado Federal. O encontro ocorreu na sede do Partido Progressista, no final da manhã, no Pina. Entre os partidos, já existe o consenso de que a chapinha é, de fato, o melhor caminho para disputar a eleição. O grupo volta a se reunir no dia 3 de agosto, para bater o martelo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Olha quanta Alma Sebosa, Dudu da Fonte, Cadoca, Renildo Calheiros (irmão de Renan), Eriberto, Wolney Queiros e João. Só tem Mala. Não votem em ninguém de mandato, vamos renovar TUDO!

marcos

O povo inteligente e independente de Pernambuco NÃO vota no PT, muito menos em seus Candidatos defensores da Corrupção!

Quentura

O Pernambucano de bom senso não vota em Armando nem Mendonça, são contra os trabalhadores brasileiros.



19/07


2018

PTB-PE emite nota sobre desaprovação de contas

Nota oficial

A direção estadual do PTB de Pernambuco esclarece que tomou conhecimento da desaprovação das contas a referente ao ano de 2016 pela imprensa. Tão logo a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE) seja publicada nos meios oficiais, o partido apresentará recurso.

A desaprovação decorre de falhas meramente formais identificadas pelo TRE, a exemplo de extratos bancários apresentados à Justiça Eleitoral, mas que estavam ilegíveis. Nas instâncias recursais, todos os questionamentos serão esclarecidos pelo PTB-PE.

Por fim, o PTB-PE informa que em momento algum foi condenado a devolver valores ao erário público.

Direção estadual do PTB-PE


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/07


2018

Comissão aprova projeto que protege consumidor

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara aprovou um projeto do deputado federal Eduardo da Fonte (PP) que prevê punição às agências classificadoras de risco de crédito no Brasil, caso sejam divulgadas informações enganosas sobre a situação financeira de instituições públicas ou privadas.

Se uma empresa não cumpre com as obrigações financeiras (o que pode provocar falência), as agências a classificam negativamente, com o intuito de alertar a sociedade e o mercado.

Há, no entanto, vários casos de avaliações falsas e tendenciosas cujo objetivo é favorecer instituições. A empresa italiana de laticínios Parmalat, por exemplo, que faliu em 2003, foi classificada às vésperas da falência com uma excelente nota, ou seja, que não provocaria risco a investidores. Em 2001, outro caso especulativo envolveu o Banco Santos. Embora a instituição tenha sofrido intervenção pelo Banco Central à época, o banco foi avaliado como confiável. 

O projeto prevê impedir essas especulações e, consequentemente, evitar prejuízos ao cidadão ao punir agências que divulguem classificações falsas que favoreçam empresas e enganem o consumidor. Atualmente, vários fundos de pensão (responsáveis por aposentadorias de milhões de brasileiros) investem em aplicações financeiras (títulos e ações) de empresas avaliadas por essas agências de rating.

O projeto de lei ainda prevê que a agência que divulgar informação falsa seja responsabilizada civil e criminalmente, como ocorre em outros países. A matéria será analisada, agora, pela Comissão de Constituição e Justiça.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

O povo inteligente e independente de Pernambuco NÃO vota no PT, muito menos em seus Candidatos defensores da Corrupção!

Quentura

O Pernambucano de bom senso não vota em Armando nem Mendonça, são contra os trabalhadores brasileiros.



19/07


2018

Eleitorado de Noronha cresceu mais de 25%

Blog Viver Noronha

O número de eleitores de Fernando de Noronha passou de 2.182 em 2014 para 2.743 este ano, um aumento de quase 26%. A informação foi divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). No próximo pleito a ilha ganha mais uma seção, número 234. Com isso Noronha agora tem sete seções eleitorais, as antigas são números 146, 147, 186, 192, 215 e 227.

Em outubro os moradores locais vão escolher deputados estaduais, federais, senadores, governador, presidente da república e também os sete integrantes do Conselho Distrital. “ Até o momento não recebemos orientações quanto as inscrições dos candidatos a conselheiro”, informou a representante do TRE na ilha, Edleuza Santos.

Na eleição de 2016 um total de 20 moradores disputaram as vagas do Conselho Distrital, que tem mandato de quatro anos. Por conta do fuso-horário Fernando de Noronha também tem o primeiro eleitor do Brasil. As seções da votação são instaladas na Escola Arquipélago, mesmo local onde os turistas podem justificar a ausência de voto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/07


2018

FBC diz que “abraça de corpo e alma” pré-candidatura de Armando

O senador Fernando Bezerra (MDB), em entrevista concedida ao programa Cidade em Foco, comandado pelo radialista Alberes Xavier, declarou que sente um forte sentimento de mudança no Estado e comentou como está a situação do MDB em Pernambuco que enfrenta uma disputa interna pelo comando estadual.

De acordo com o senador, a escolha do nome de Armando Monteiro (PTB) como pré-candidato a governador pela frente de oposição no Estado foi feita na hora certa. "Dos quatro nomes da chapa majoritária, já temos dois definidos e ao longo dos próximos dias, até o início do prazo para a realização das convenções partidárias, deveremos intensificar as conversas com as demais forças políticas de Pernambuco, para que possamos formar uma chapa plural, que possa representar o forte sentimento de mudança que se consolida em todo o Estado", disse.

O senador destacou na oportunidade o difícil momento enfrentado pelo Estado de Pernambuco em diversas áreas da gestão pública. "Pernambuco vive hoje um quadro muito adverso, de muita dificuldade, é o Estado que mais desempregou nos últimos quatro anos, que vive hoje uma insegurança pública generalizada, com índices recordes em termos de homicídios... Portanto, aonde a gente vai, aonde a gente conversa, a gente sente a falta de esperança, a falta de confiança, em função de uma liderança que não se confirmou na figura do governador Paulo Câmara".

Fernando Bezerra Coelho colocou o seu nome à disposição da Frente de Oposição, para ser o candidato a governador do grupo, entretanto, devido a questão partidárias, ficou impossibilitado de ser o escolhido. Porém, o mesmo afirmou que abraçou o nome de Armando Monteiro de corpo e alma. "Quando abraço uma causa, abraço de corpo e alma. Estou muito animado com o projeto político que está sendo liderado pelo senador Armando Monteiro, com o apoio do deputado federal Mendonça Filho. Vamos formar uma chapa muito forte, muito boa e eu acredito que nós teremos a oportunidade de consagrar essa alternância de poder", disse.

Ele ainda falou sobre a dificuldade em algumas cidades que o nome de Armando Monteiro tem enfrentado devido a divergências locais. "É importante que todos entendam que agora não está em questão a disputa local. Agora é uma disputa maior, é uma questão de Estado. É importante que a gente possa formar um palanque plural, com muitas forças. Pernambuco clama a unidade de sua gente, a unidade de suas lideranças, para que a gente possa viabilizar um projeto transformador", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/07


2018

Centrão adia anúncio de apoio à presidenciável

Ainda dividido entre os pré-candidatos a presidente Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB), o bloco de partidos do centrão formado por DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade decidiu adiar para a próxima semana o anúncio de que candidato à Presidência da República apoiará nas eleições 2018. Após nova reunião, hoje, na casa do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ainda há possibilidade de adesão de partidos menores ao bloco, como PHS e Avante (antigo PTdoB) – parlamentares dos dois partidos foram ao encontro.

"É possível (a adesão)", disse o presidente do DEM, ACM Neto, também prefeito de Salvador. Ele ficou responsável por redigir uma nota, a ser divulgada ainda nesta quinta-feira, com o posicionamento de unidade do centrão.

ACM Neto, porém, descartou que o apoio do grupo seja decidido nesta semana. "Nossa decisão será anunciada só na semana que vem", disse.

Em jantar na noite de quarta-feira, 18, o grupo reafirmou a união no bloco e indicou o empresário Josué Gomes (PR), da Coteminas, como pré-candidato a vice-presidente e representante dos partidos.

O presidente do PRB, ex-ministro Marcos Pereira (Indústria), disse que não houve consenso no grupo, nem avanço na articulação. Ele também descartou um acordo nesta semana em prol do tucano ou do pedetista: "Sem consenso, vai longe ainda."

O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), que foi à residência oficial da Câmara e conversou com Maia, relatou que o blocão pediu mais uma semana e deu previsão de se posicionar até a próxima quinta-feira. Também estiveram no café da manhã os deputados Marcelo Aro (PHS-MG), Luís Tibé (Avante-MG), Bebeto (PSB-BA), Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Paulinho da Força (SD-SP), o senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o ex-deputado Valdemar Costa Neto (PR).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores