Agência Comunicação

27/06


2016

Morre em Brasília o ex-ministro do TSE Célio Silva

O ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Célio Silva faleceu na madrugada desta segunda-feira (27), aos 91 anos. De acordo com informações do TSE, Silva foi ministro efetivo do tribunal até 1971. Antes, ocupou o cargo de ministro substituto no tribunal entre 1966 e 1969.

Célio Silva é pai do ministro do TSE Henrique Neves e do ex-ministro Fernando Neves.

Formado pela Universidade de São Paulo (USP), Silva era especialista em direito eleitoral e, após se aposentar, em 1989, foi procurador do Distrito Federal. Foi também consultor jurídico no governo de Fernando Collor (1990-1992).

O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, lamentou o falecimento do jurista disse que se solidariza com a família. “Lamento profundamente, em meu nome e de todos os servidores da Justiça Eleitoral, a morte do ex-ministro Célio Silva, e me solidarizo com seus familiares. O Brasil perde um grande jurista”.

Em abril deste ano Célio Silva foi um dos homenageados pelo TSE. Ele recebeu a medalha Ordem do Mérito Assis Brasil, que foi concedida a 112 pessoas por suas atividades em favor da Justiça Eleitoral de outras áreas do direito.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sopranor 1

27/06


2016

PT ganha aliados contra o PSB em São José do Egito

O PSB em São José do Egito, a 404 quilômetros do Recife, terá um desafio pela frente nas eleições. É que no último final de semana o atual prefeito Romério Guimarães (PT) selou um acordo com outros oito partidos e formou uma aliança contra o ex-prefeito Evandro Valadares (PSB). Estão com o petista o PMDB, PR, PTB, PSD, PRB, PHS, PSC e PROS. O cargo de vice na chapa ficou com a cúpula peemedebista, que indicou Neném Dudu, que por ironia do destino é admirador do ex-governador Miguel Arraes, um dos fundadores do PSB.

Na proporcional, o prefeito tem o apoio de oito dos 13 vereadores do município. Quando eleito, tinha apenas seis. Os vereadores Tadeu do Hospital e Rômulo Jr. eram oposicionista e migraram para a base do governo. Com isso, o quadro do petista conta apenas com adesões de partidos, dois vereadores e três suplentes com relação à coligação de 2012, quando foi eleito para a Prefeitura de São José do Egito.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

TCE

27/06


2016

Caso Morato: delegada solicitou perícia não realizada

Do Portal Folha/PE

Um pedido de perícia papiloscópica complica ainda mais o caso da morte de Paulo César Morato ao desmentir a própria Secretaria de Defesa Social (SDS). O documento, datado de 23 de junho – um dia após a morte – e apresentado pelo Sindicato da Policiais Civis (Sinpol) nesta segunda-feira (27), pede a perícia no local do crime, o que contraria a versão oficial da SDS.

O Sinpol argumenta que, quando o corpo de Morato foi encontrado, a delegada Gleide Ângelo solicitou a realização do exame, que não teria sido realizado. No entanto, durante coletiva de imprensa, na última quinta-feira (23), a gerente geral de Polícia Científica, Sandra Santos, afirmou que o procedimento foi feito.

A SDS ainda havia afirmado que a equipe pericial havia ido ao local espontaneamente e sem ordem superior, e por isso teria sido cancelada a perícia no quarto de motel onde Morato foi encontrado morto. A reportagem da Folha de Pernambuco tentou entrar em contato com a delegada Gleide Ângelo para confirmar o pedido de perícia, mas ainda não obteve sucesso.

O Sinpol e a Associação dos Peritos de Pernambuco (Asppape) estiveram na SDS nesta segunda-feira e protocolaram um pedido de informações a respeito dos procedimentos tomados no caso da morte de Paulo César Morato, investigado na Operação Turbulência, da Polícia Federal (PF). De lá, o grupo seguiu para o Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Entre os pontos que pedem esclarecimentos, segundo as entidades, está o exame de papiloscopia, para identificar digitais no quarto do motel onde o corpo foi encontrado.

“Não estamos entendendo porque não foi feita a perícia papiloscópica. Não estamos entendendo porque fugir da norma padrão”, disse o presidente do Sinpol, Aureo Cisneiros. Segundo o sindicalista, a ordem para não realizar teria partido da diretora de polícia científica, Sandra Santos. Ele considerou estranha a decisão, porque o exame seria fundamental nas investigações. “A quem interessa a perícia não ter sido feita?”, questiona.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner - Hapvida

27/06


2016

Famílias recebem chaves de habitacional no Recife

As 160 famílias beneficiadas com os apartamentos do Conjunto Habitacional Travessa do Gusmão, no bairro de São José, começaram a receber as chaves para as novas moradias. A solenidade ocorreu hoje, com a presença do prefeito Geraldo Julio, em uma manhã de muita emoção para as famílias que esperavam por este dia. Construído através da Secretaria de Habitação do município, o residencial possui cinco blocos com 32 apartamentos cada, e recebeu um investimento total de R$ 7,6 milhões, com recursos municipais e federais.

“São 160 famílias que estão tendo a vida completamente mudada hoje. É uma vida nova para eles. Todos os habitacionais entregues pela nossa gestão possuem muita qualidade, acabamento de primeira e é feito com muito carinho. O habitacional tem um colorido especial, parque para as crianças e um acabamento interno feito com muito cuidado para essas famílias que esperaram por muito tempo”, destacou o prefeito Geraldo Julio. O gestor municipal estava acompanhado da primeira-dama Cristina Mello, do vice-prefeito Luciano Siqueira e do secretário de Habitação do Recife, Carlos Ferreira Filho.

Os moradores contemplados foram retirados de áreas ribeirinhas do bairro dos Coelhos, entre as pontes Velha e Joaquim Cardozo. As famílias terão acesso a apartamentos com 42 metros quadrados de área construída, distribuídos em dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro interno. Os blocos têm pintura geral externa e, como iniciativa dessa gestão na entrega de residenciais, cada moradia é revestida internamente com gesso, além de piso em cerâmica e o mesmo revestimento no banheiro e nas chamadas áreas molhadas – pia e lavanderia.

“Eu morava em uma palafita, aqui mesmo nos Coelhos, e era horrível. Era muita sujeira, ratos e eu só morava lá por necessidade mesmo. E esse apartamento é um sonho. Ele é lindo e maravilhoso. Agora eu posso abrir a boca para dizer que moro em uma moradia digna de se viver”, disse a dona de casa Kelliane Lima da Silva, que vai morar com o marido e os três filhos, e foi uma das moradoras que receberam as chaves das mãos do prefeito. Quem também demonstrava bastante alegria foi Danielle Guimarães, que vai se mudar com as três filhas. “Agradeço muito à Prefeitura por ter me proporcionado essa alegria de ter um teto para morar. Esse apartamento é uma diferença enorme para quem morava em uma palafita”, comemorou.

As 160 famílias que vão morar no Travessa do Gusmão também vão contar com parque infantil equipado com brinquedos tradicionais e artesanais, 64 mudas de espécies florestais e frutíferas e várias pinturas e ladrilhos coloridos. Também estão previstas a implantação de horta comunitária e campo de futebol. Essas intervenções resultaram da parceria dos futuros moradores com a Prefeitura do Recife e envolveram profissionais e voluntários das secretarias municipais de Habitação, Planejamento e Gestão e Meio Ambiente e Sustentabilidade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/06


2016

PT perderá importância nas capitais

Confirmadas as expectativas para as eleições municipais de outubro, o PT terá enormes dificuldades para eleger ou reeleger prefeitos nas capitais e sairá e enfraquecido. Das 26 capitais, apenas em Rio Branco o partido tem chance alta de vitória.  Para efeito de comparação, nas eleições municipais de 2012, o PT foi vitorioso em São Paulo (Fernando Haddad), Goiânia (Paulo Garcia), Rio Branco (Marcus Alexandre) e João Pessoa (Luciano Cartaxo, que migrou recentemente para o PSD).

Neste ano, no melhor cenário, o PT elegerá dois prefeitos (Marcus Alexandre, em Rio Branco, e, talvez, João Paulo, no Recife). O resultado mostra que o partido foi atingido, em cheio, pela Operação Lava Jato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Odonto Personalité

27/06


2016

Governo discute reforma da Previdência

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, se reúne nesta terça-feira (30) com representantes de centrais sindicais para discutir a reforma da Previdência. Deve ser apresentado um esboço da proposta. As centrais são contra idade mínima para a aposentadoria e não concordam em igualar as regras de acesso para homens e mulheres. De acordo com fontes do Ministério da Fazenda, a proposta de reforma da Previdência deve ser enviada ao Congresso apenas em setembro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Naipes

27/06


2016

Irmão de Eduardo faz palestra em Paraty

Tradicionalmente, o escritor e advogado Antônio Campos, responsável pela Fliporto, divulga o tema, a data e o homenageado da Feira Literária Internacional de Pernambuco na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). Este ano, a divulgação acontece durante a sua palestra “Um olhar sobre as cidades – O homem e o seu território. A crise da utopia de um mundo sem fronteiras e a globalização em cheque”, no dia 2 de julho, às 14h, no Clube dos Autores.

A Fliporto acontecerá entre os dias 11 e 13 de novembro, em Olinda/PE, o tema é “Literatura e Realidade” e o homenageado é o escritor Euclides da Cunha.

“Falar de Literatura e realidade e associá-los a Euclides da Cunha, no ano do sesquicentenário do seu nascimento, implica, de imediato, em abordar a sua obra essencial que é “Os Sertões”, com toda a reflexão que sua grande literatura traz a registrar o homem, a terra e a luta, o fanatismo religioso, os acontecimentos de Canudos e do seu líder Antônio Conselheiro. Em época de lobos solitários, homens-bombas, Estado Islâmico, migrações e conflitos interculturais e religiosos, intolerância, fazer uma releitura de “Os Sertões” e de Euclides da Cunha mostra como os problemas atuais já têm suas raízes e exemplos no passado”, diz Antônio Campos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sesi 4.0

27/06


2016

Perícia vê ação de Dilma em decretos, não em pedaladas

Do G1

Uma perícia elaborada por técnicos do Senado, a pedido da defesa de Dilma Rousseff, apontou que há provas de que a presidente afastada agiu diretamente na edição de decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso Nacional. No entanto, segundo os mesmos peritos, não foi identificada uma ação direta da petista na decisão de atrasar os pagamentos da União para bancos públicos, as chamadas "pedaladas fiscais", nos subsídios concedidos a produtores rurais por meio do Plano Safra.

A edição dos decretos sem autorização do parlamento e as "pedaladas fiscais" embasaram o pedido de impeachment que afastou Dilma do comando do Palácio do Planalto. A solicitação de impedimento, apresentada pelos juristas Miguel Reale Júnior, Hélio Bicudo e Janaina Paschoal, se concentrou em duas acusações relativas a 2015: decretos de crédito suplementar assinados pela presidente sem autorização do Congresso e os atrasos no repasse de dinheiro para bancos públicos.

O relatório da área técnica do Senado, que tem 223 páginas, foi entregue na manhã desta segunda-feira (27) ao secretário-geral da mesa diretora do Senado, Luiz Fernando Bandeira de Melo. A perícia afirma que ocorreram irregularidades na liberação dos créditos suplementares sem aval legislativo e nos atrasos de pagamentos de subsídios do Plano Safra aos bancos públicos.

Ainda segundo a perícia, há provas de que Dilma agiu diretamente na edição dos decretos. No entanto, segundo os técnicos, não foi identificada uma ação direta da presidente afastada que determinasse o atraso nos pagamentos da União para bancos públicos que configuraram as "pedaladas".  

A perícia foi realizada em cima de laudos do Tribunal de Contas da União (TCU), que embasam o pedido de impeachment. Num primeiro momento, a comissão de impeachment negou a solicitação da defesa para que os técnicos analisassem os documentos. Depois, atendendo a recurso dos advogados de Dilma, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, determinou que a perícia fosse realizada.

Créditos suplementares

Uma das principais denúncias do pedido de afastamento da presidente é a acusação de que ela teria editado, no ano passado, decretos para liberar R$ 2,5 bilhões em crédito extra sem aval do Congresso.

A defesa da presidente afastada vem afirmando, ao longo do processo de impeachment, que não era necessário o aval do parlamento nos casos apontados pelos autores da solicitação de afastamento. Os técnicos do Senado que elaboraram a perícia, contudo, enfatizaram no documento que essa autorização era obrigatória.

Consultor de orçamentos do Senado e um dos técnicos da perícia, o servidor Diogo Prandino afirmou em entrevista concedida após a entrega do documento que, como os créditos suplementares fariam que o governo não atingisse o resultado primário previsto no orçamento, deveriam ter passado pelo Congresso em forma de um projeto de lei.

"Foi identificado que esses decretos, a alteração que eles programam, eles imprimem na programação orçamentária não é compatível com a obtenção da meta de resultado primário tal como estabelecido no artigo 4º da Lei Orçamentária Anual e no momento que eles não estão de acordo com o permissivo, como consta do artigo 4º da loa, essa autorização para abertura de crédito, ela deveria vir de uma proposta, um projeto de lei a ser encaminhado ao Congresso Nacional", disse o consultor após entregar a perícia à comissão.

Pedaladas fiscais

Os três juristas que apresentaram ao Congresso Nacional o pedido de impeachment de Dilma afirmam que a petista cometeu crime de responsabilidade ao fazer as chamadas pedaladas fiscais (entenda as pedaladas).

Essa maquiagem fiscal consiste em "adiantamentos" de pagamentos realizados por bancos públicos a programas federais de responsabilidade do governo federal, sendo que a legislação impede que empresas controladas pela própria União emprestem dinheiro ao governo.

Na solicitação de impeachment, os juristas alegaram que, em 2015 – primeiro ano do segundo mandato de Dilma – ela publicou decretos de crédito suplementar sem aval do Congresso e autorizou as pedaladas fiscais, que consistem em atrasos nos repasses de dinheiro para bancos públicos, como o Banco do Brasil no Plano Safra.

Os autores do pedido de impeachment juristas argumentam que "os empréstimos foram concedidos em afronta ao art. 36 da Lei de Responsabilidade Fiscal, que proíbe a tomada de empréstimo pela União de entidade do sistema financeiro por ela controlada".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Senai 4.0

27/06


2016

Temer reúne ministros para discutir infraestrutura

Começou por volta das 11h de hoje, a reunião do presidente em exercício, Michel Temer, com ministros do chamado Núcleo de Infraestrutura.

Desde a semana passada, Temer decidiu criar núcleos de trabalho, como o de Economia e Institucional. A reunião de hoje será a primeira voltada para infraestrutura.

Participam do encontro de hoje o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha; o interino do Planejamento, Dyogo Oliveira; o titular das Cidades, Bruno Araújo; de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho; da Integração Nacional, Helder Barbalho; e Transportes, Porto e Aviação Civil, Maurício Quintella.

Também estão na reunião o líder do governo no Senado, Aloysio Nunes, o líder do governo na Câmara, André Moura, e a líder do governo no Congresso Nacional, Rose de Freitas.

Enquanto espera a decisão do Senado que pode confirmar o impedimento da presidente Dilma Rousseff e aproveitando que os holofotes da Operação Lava Jato voltaram a mirar o PT, Temer pediu a ministros e auxiliares que trabalhem para criar agendas positivas. O peemedebista quer com isso começar um eventual governo definitivo com apoio do mercado financeiro e de parte da população.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/06


2016

Câmara e Ana Luiza recebem comunidade Católica

O governador Paulo Câmara e a primeira-dama Ana Luiza Câmara ofereceram um jantar, ontem, a integrantes da comunidade Católica do Estado. No encontro, que ocorreu no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, o gestor se inteirou das ações promovidas pela Igreja e aproveitou para reiterar o seu apoio às obras tocadas pela congregação. Paulo também destacou a contribuição da instituição para a cultura de paz em Pernambuco.

"A Igreja tem um papel fundamental na sociedade. Está à frente de obras importantes, sendo um agente de destaque na promoção de diversas ações que semeiam a solidariedade e o amor ao próximo. Essa atuação tem nos ajudado na construção de um Estado mais harmonioso para os pernambucanos", ressaltou.

Durante o jantar, Paulo Câmara e Ana Luiza receberam das mãos do bispo de Caruaru, Dom Dino, uma imagem de Nossa Senhora Aparecida. Também estiveram presentes o arcebispo das cidades de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido; o bispo-emérito da Diocese de Palmares, Dom Genival; Dom Antônio Tourinho; Dom Severino, Dom Giovanni D´aniello, Dom Edivaldo Amaral, Padre Erandir Torres e Gilberto Barbosa, fundador da Comunidade Obra de Maria.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/06


2016

Divórcio já pode ser feito em 15 dias em todo o país

Atualmente, já é possível se fazer um inventário ou divórcio consensual em até 15 dias. O anúncio da celeridade processual será amanhã, dia 28/06, durante o VII Fórum de Integração Jurídica, que tem como tema principal: “Desburocratização e o Protagonismo dos Registros Públicos”.

Em passado recente, em casos conflituosos, o prazo poderia se estender para mais de 10 anos, com graves consequências para os cidadãos, como impossibilidade de vender bens herdados ou de ter agilidade e eficiência na administração do patrimônio familiar.

O evento será realizado no auditório Interlegis do Senado Federal e contará com a participação da corregedora nacional de justiça do CNJ, ministra Nancy Andrigui, do Superior Tribunal de Justiça. A palestra da ministra está marcada para as 10 horas.

Nancy Andrigui irá detalhar o Provimento 55, de 21 de junho, aprovado pelo Pleno do CNJ onde os funcionários das serventias extrajudiciais (cartórios) de todo o país passaram a ter o direito de trabalhar remotamente, utilizando das tecnologias da informação para executar suas atividades. A autorização do chamado teletrabalho nos cartórios é válida para as atividades de notários, tabeliães, oficiais de registro ou Registradores.

Também será anunciado o resultado do levantamento realizado pela Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados, mantida pelo Conselho Federal do Colégio Notarial do Brasil (CNB), sobre cartórios extrajudiciais. A medida permitiu que mais de 1 milhão de processos fossem retirados da carga do Poder Judiciário desde 2007.

“O objetivo é agilizar as ações que não envolvam litígios, com a produção de benefícios de mão dupla: extrajudicialização dá aos cidadãos mais autonomia, menores custos e mais rapidez e, de outro lado, ainda contribui para reduzir a crescente pressão sobre os tribunais, na medida em que elimina processos sem conflito das mesas dos juízes”, destaca o presidente da Associação dos Notários e Registrados do Brasil (Anoreg-BR), Rogério Portugal Bacellar.

Em meio à desconfiança da população com o atual cenário econômico brasileiro, a programação do Fórum contará com a experiência do economista e professor da Universidade Pompeu Fabra de Barcelona e da Universidade de Chicago, Benito Arruñada, que fará a análise do sistema registral imobiliário nacional sob a perspectiva da modelagem institucional necessária para a dinamização da economia. O professor vai destacar como os registros públicos de imóveis podem contribuir para incrementar o nível de confiança do mercado e do cidadão em negócios imobiliários.

“O professor Benito Arruñada analisou a modelagem dos registros de imóveis brasileiros para nos apresentar suas impressões a respeito de como estamos e do que precisamos ter e fazer para contribuirmos ainda mais para ajudar o país a superar este momento turbulento pelo qual estamos passando, informa Ferraz. Arruñada é economista especializado em bases institucionais que viabilizam a atividade das empresas e mercados, como a titulação da propriedade ou o regulamento de empresas. Seu foco são as condições para facilitar os intercâmbios interpessoais e a maneira mais eficaz de especializar recursos para acelerar o crescimento econômico.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Arcoverde 4

27/06


2016

Dilma volta após fim de semana em Porto Alegre

A presidente afastada, Dilma Rousseff, retornou a Brasília no fim da tarde de ontem, após passar o fim de semana na companhia da família em Porto Alegre. De acordo com assessores, o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que a transporta deixou o Rio Grande do Sul pouco depois das 17h de ontem.

Dilma não teve agenda oficial em Porto Alegre. Ela dedicou o sábado e o domingo à filha, Paula Araújo, e aos netos, Gabriel e Guilherme, que moram na zona sul da capital gaúcha, em um condomínio próximo ao seu apartamento.

A presidente afastada também aproveitou para visitar o ex-marido, Carlos Araújo. Na manhã de domingo, apesar do frio, Dilma andou de bicicleta por cerca de uma hora na Orla do Rio Guaíba, também na zona sul de Porto Alegre, acompanhada de seguranças.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bm4 Marketing (Polítíco)

27/06


2016

Advogado alvo da Custo Brasil se entrega em SP

Estadão

O advogado Guilherme Gonçalves, último procurado da Operação Custo Brasil, se entregou neste domingo, dia 26, à Polícia Federal em São Paulo. Apontado pelas investigações como repassador de propinas do esquema envolvendo a empresa de informática Consist ao ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, Gonçalves chegou ontem de Lisboa no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.

A pedido da PF, o advogado estava sob monitoramento da polícia portuguesa desde quinta-feira, 23, dia da operação.

Gonçalves foi submetido a exames no Instituto Médico Legal e, depois, levado à custódia da Superintendência Regional da PF, na zona oeste, onde estão outros alvos da Custo Brasil, entre eles Paulo Bernardo, preso na quinta-feira.

O advogado disse que estava na Europa "a passeio". Ele teve a prisão decretada pelo juiz Paulo Bueno de Azevedo, da 6.ª Vara Federal Criminal de São Paulo. Ao saber, em Lisboa, que era alvo da operação, Gonçalves anunciou, por meio de sua defesa, que se apresentaria.

Em agosto de 2015, o advogado, com escritório em Curitiba, foi alvo de buscas durante etapa da Lava Jato. PF e Procuradoria da República suspeitam que o escritório era usado para repasse de propina a Bernardo e custeava despesas eleitorais da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), mulher do ex-ministro.

Os recursos teriam saído do "esquema Consist", empresa que fechou acordo em 2010 com entidades contratadas pelo Ministério do Planejamento, na gestão Paulo Bernardo, para gerenciar empréstimos consignados. A investigação aponta desvio de R$ 100 milhões. Gonçalves já negou ter ligação com a fraude dos consignados. Ele deve ser ouvido, hoje, em audiência na Justiça Federal em São Paulo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Márcio Calheiros

27/06


2016

A charge do dia


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/06


2016

Alegrai-vos! A jararaca c’est fini!

“Alegrai-vos!” disse o Nazareno aos seus discípulos no tempo da ressurreição. “Alegria, alegria! A jararaca vermelha c’est fini!” comemora o bicho-grilo Adalbertovsky ao saudar os novos tempos de transição no governo de Itamar Franco. “O Brazil não é Cristo, mas está tentando ressuscitar depois da via-crúcis percorrida sob o domínio da camarilha vermelha.

“Tem gente da mundiça vermelha que não gosta de ler meus artigozinhos. Dizem que são feios, politicamente incorretos, incomodam, machucam. Veja bem, cabroeira, quando a gente não quer dar o braço esquerdo a torcer, qualquer desculpa serve. Uma leitura apropriada pode até dar charme e distinção. Consulte um especialista em cromatismos vermelhos. Eu mesmo vou consultar o meu guru para assuntos de pupilas ideológicas, o Doutor Alvacir Fox.   

Temer é nosso colírio, segundo o Doutor Fox. Mais de 12 milhões de brazileiros desempregados estão com o coração na mão. Com os sonhos na contramão. Roubaram os sonhos dos brazileiros. A camarilha vermelha e seus discípulos esculacharam demais nossa pátria mãe gentil. Estamos livres do cordão encarnado, se Zeus quiser”. O artigo do bicho-grilo Adalbertovsky está postado na íntegra no Menu Opinião. Meta os peitos! 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores