03/07


2015

Coluna da sexta-feira

   Marta desgastada em Sampa

De passagem, ontem, pelo Recife, onde participou da abertura da Feneart, a senadora Marta Suplicy (PT) não descartou a sua transferência para o PSB com o intuito de disputar a Prefeitura de São Paulo nas eleições do ano que vem. “Estou conversando com vários partidos, mas muito mais próxima do PSB”, afirmou.

Em São Paulo desde a última quarta-feira, onde participo do 10º Seminário Internacional de Jornalismo Investigativo, constatei que o paulista não se anima com a volta da senadora à Prefeitura. Em sua gestão, marcada por grandes polêmicas, inclusive superfaturamento de obras, Marta criou os Centros Educacionais Unificados (CEU).

São estabelecimentos educacionais de grande porte com serviços e atividades extracurriculares (teatro, piscina, creche, quadras poliesportivas), localizados em áreas carentes da cidade, o que foi uma das bandeiras de sua administração. Porém, o Tribunal de Justiça condenou a ex-prefeita ao pagamento de multa no valor de R$ 5 milhões por uso de verba pública em propaganda irregular.

Em 2005, seu sucessor suspendeu a expansão de todos os novos CEUs já previstos e licitados para reavaliação de custos. Em novembro 2005, a Prefeitura decidiu retomar a construção das unidades até então já planejadas e licitadas na gestão de Marta. Em junho de 2008 foi inaugurado o nono CEU entregue por um de seus sucessores, o Centro Educacional Unificado Feitiço da Vila. O custo deste CEU foi de R$36,9 milhões.

Ao contrário de experiências anteriores, como os Centros Integrados de Educação Pública (Cieps), do Estado do Rio de Janeiro, o Programa de Formação Integral da Criança (Profic) do Estado de São Paulo e os Centros de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (Ciacs), do governo federal, os CEUS, em São Paulo têm como princípio fundamental o reconhecimento do direito de todas as pessoas a uma educação integral e de qualidade social, cidadã, popular e articulada com o desenvolvimento comunitário.

Ainda na administração Marta Suplicy foi elaborado um projeto de reforma que previa a distribuição racional da frota de ônibus, vias exclusivas para a circulação dos veículos de transporte público, renovação da frota e tecnologia de ponta para o controle dos itinerários, velocidade e horários dos ônibus.

Mas a meta de instalar 325 quilômetros de corredores de ônibus exclusivos até 2008 não foi cumprida. Marta Suplicy deixou a Prefeitura, a administração Serra/Kassab não deu continuidade ao projeto e abandonou os corredores já construídos. Por essas e outras, a senadora não lidera a preferência do eleitorado paulista, ficando bem atrás de Celso Russomano, que tem o dobro das suas intenções de voto.

PSB CONFIANTE– O PSB, entretanto, está fazendo a maior aposta na candidatura de Marta pelo partido. Tanto que o seu presidente nacional, Carlos Siqueira, fez questão de acompanhá-la ontem ao Recife para a abertura da Feneart. “Ela já é a segunda nas pesquisas de intenção de voto e fez um bom governo, tendo, portanto, condições de voltar à Prefeitura”, avalia Siqueira, certo de que a senadora vai mesmo ingressar na legenda.

OAB contra retrocessoA Ordem dos Advogados do Brasil vai tentar barrar no Supremo a redução da maioridade penal aprovada pela Câmara dos Deputados na votação de um segundo projeto depois da proposta inicial ser derrotada. “A aprovação, em primeira discussão, da redução da maioridade penal na Câmara dos Deputados, é um grande retrocesso civilizatório. Precisamos lutar contra esse retrocesso”, disse o presidente da instituição em Pernambuco, Pedro Henrique.

Balanço junino– Cerca de 600 mil turistas passaram por Pernambuco durante os festejos juninos, segundo pesquisa apresentada ontem pela Secretaria estadual de Turismo. Mais de 80% dos visitantes avaliaram o período como 'bom e ótimo'. A intenção de retornar nos anos seguintes é de 95%. Para 93% dos visitantes, a festa superou ou correspondeu às expectativas. Sobre os atrativos turísticos, 86% consideraram 'bom e ótimo'. Caruaru foi a cidade mais visitada.

Racionamento brabo– Apesar das fortes chuvas que caem em toda a Região Metropolitana, o racionamento de água nos municípios não deverá ser alterado. Tudo porque a barragem de Botafogo continua com apenas 19,23% da sua capacidade. Com isso, os municípios de Olinda, Abreu e Lima e Paulista, atendidos diretamente pelo Sistema Botafogo, continuarão tendo o calendário mais duro em relação ao abastecimento, com intervalos de até três dias sem água.

Agente ganha teto– A prefeita de Arcoverde, Madalena Brito (sem partido), regulamentou, ontem, o piso nacional dos agentes comunitários de saúde do município. Foi só uma questão protocolar, pois a Prefeitura já vinha pagando o valor de R$ 1.014,00, faltando apenas transformar em lei. Com isso, a categoria passa a ter a garantia da aposentadoria com o valor do piso nacional e não do salário mínimo.

 

 

 

 

 

CURTAS 

VERGONHA– Vinte e oito deputados mudaram os votos na polêmica sessão que aprovou uma nova versão da proposta que reduz a maioridade penal. Para assegurar a aprovação, O novo texto excluiu da idade penal de 16 anos os crimes de tráfico de drogas, lesão corporal grave e roubo qualificado. A versão anterior, que incluía esses três crimes, além de crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte, tinha sido rejeitada um dia antes.

FILIAÇÃO- O juiz Sérgio Moro, que vem botando a quadrilha da operação Lava Jato na cadeia, participa, hoje, do seminário internacional de jornalismo investigativo, que acontece em São Paulo, como principal palestrante da mesa “Combate à corrupção e acesso à informação”.  O mediador será o jornalista Roberto D`Avila.

Perguntar não ofende:  E Marta, que também fez juras de amor ao PMDB, desembarca no PSB? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

JE SUIS BRAHMA! Por que Lula é perseguido como um cão danado? Por que não o largam? Por que nossas classes dominantes não se esquecem dele? Já saiu da presidência e nada de o deixarem em paz. FHC descansa em paz, no conforto de Higienópolis ou Paris. Uma das razões é o prato de comida. Lula cometeu o desatino de imaginar que os brasileiros deviam fazer três refeições por dia. Quis mudar a história do Brasil, tirar o País do mapa da fome. Impossível, gritavam os adversários. Demagogia, bradavam. Louco, esbravejavam os sepulcros Caiados. E não é que ele conseguiu? Tirou o Brasil do mapa da fome, nossa grande vergonha. Por isso nossas elites não se esquecem dele. Por isso, tanto ódio, baba escorrendo pelos cantos da boca. E ainda por cima, diferente de outros ex-presidentes, continua na rua a fazer política, a falar, opinar. Pelo Brasil e pelos quatro cantos do mundo. Ousadia plebeia que patrícios da elite não aceitam. A Casa-grande não tolera intrusos. Lula foi longe demais. E ainda por cima, quem sabe, pode ser novamente candidato em 2018. Dose pra leão. Não vão deixá-lo em paz. Pensam assustá-lo. Difícil. Lula tem o couro curtido. E compromissos sólidos com o povo brasileiro.


TCE

03/07


2015

Marta "encantada" com o PSB de Pernambuco

Do JC Online

“Estou estreitando laços com o PSB. O partido tem uma conexão muito forte com Pernambuco e estou muito ligada a tudo que estou conhecendo. Estou encantada”, disse a senadora Marta Suplicy, ao chegar à XVI  Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte)  junto com o governador Paulo Câmara, o vice-presidente nacional do PSB, Beto Albuquerque, e diversos membros da cúpula do partido.

“Estou conversando com vários partidos, mas estou muito próxima do PSB. A política é um processo e aqui é uma etapa importante”, sinalizou a senadora paulista, que também estaria sendo sondada pelo PMDB e outras legendas. 

Durante o evento, o vice-governador Raul Henry, que é do PMDB, preferiu não comentar eventuais negociações feitas com Marta por seu partido. “O PMDB tem a característica de possuir perfis regionais muito marcados. Cada Estado tem uma condução, tem sua autonomia, e esta é uma questão que deve estar sendo discutida pelo PMDB de São Paulo”, desconversou. 

Já o governador Paulo Câmara foi mais incisivo: “Tivemos a oportunidade de convidar Marta para estar aqui com a gente, e ela vai ficar conosco até o sábado. Ela tem uma contribuição muito grande para dar ao Brasil e será uma honra tê-la no PSB”, destacou. 

“O que faltava para Marta assinar a ficha de filiação ao PSB era esta vinda a Pernambuco”, proclamou Beto Albuquerque (PSB-RS). “Estamos super orgulhosos, ela é uma mulher que tem história, que sempre esteve comprometida com causas nobres, e o PSB é uma grande alternativa política a duas bananeiras que não dão mais cacho, que são o PT e o PSDB”, alfinetou. 

Questionada sobre as reiteradas declarações do presidente nacional do PT, Rui Falcão, de que teria “cuspido no prato em que comeu”, Marta limitou-se a dizer que “não vale a pena responder”. Após cerca de uma hora de visita, ela saiu da Fenearte às 17h30, discretamente, para participar do lançamento de um livro, seguindo à noite para um jantar no Palácio das Princesas. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Arcoverde

03/07


2015

Monteiro e os sigilos de Pinto Rôla

Lauro Jardim – Veja

A CPI da Petrobras aprovou no início de junho a transferência dos sigilos bancário e fiscal de Alexandre Pinto Rôla, da Empresa Industrial Técnica (EIT), suspeita de participar da roubalheira na Petrobras.

O deputado Fernando Monteiro (PP-PE) foi o autor do requerimento que colocou Pinto Rôla na mira da CPI.

Apenas três membros da comissão, os petistas Afonso Florence, Leo de Brito e Valmir Prascidelli, votaram contra a investigação que poderia aprofundar onde Pinto Rôla se meteu.

A propósito, alguns deputados estão com dinamites na mão para usar na sessão da CPI da Petrobras que vai ouvir o agente da Polícia Federal Dalmey Fernando Werlang e o delegado José Alberto de Freitas Iegas, ex-diretor de Inteligência.

Conforme VEJA revelou, delegados da Lava-Jato suspeitam do envolvimento de ambos em grampos na Superintendência do Paraná – o que eles negam.

Hugo Motta está com o dever de casa pronto, passado por Eduardo Cunha. Aluisio Mendes, deputado federal do PSDC e ex-secretário de Roseana Sarney, também vai chegar preparado.

No meio dos ataques, a Lava-Jato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se


03/07


2015

Dilma fora, tucanos já discutem: Aécio assume ?

A ingação é de Mônica Bergamo, na sua coluna da Folha de S.Paulo desta sexta-feira: No caso extremo de cassação do diploma de Dilma, quando ela e o vice, Michel Temer, seriam afastados dos cargos, seria aberta a polêmica: o segundo colocado na campanha de 2014, Aécio Neves, assume, como já decidiu o TSE em outros processos (Roseana Sarney, por exemplo, ficou em segundo e assumiu o governo do Maranhão em 2009, depois que o tribunal cassou o então governador Jackson Lago)?

Ou o TSE convoca novas eleições?

A hipótese de Aécio Neves assumir provocaria turbulência até entre os tucanos, em especial os também presidenciáveis Geraldo Alckmin e José Serra.

Entre as hipóteses contempladas em Brasília, todas partem da premissa de que Dilma ou perde, ou divide ainda mais o poder.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Stampa Midia

03/07


2015

No TSE, o sinal de alerta para Dilma

A derrota dos representantes de Dilma Rousseff no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no processo em que o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, é convocado para depor sobre a contribuição financeira que fez à campanha da presidente, em 2014, acendeu o sinal amarelo no PT. O resultado foi acachapante: os ministros rejeitaram os recursos, para que Pessoa não desse depoimento, por unanimidade.

Na avaliação de parte da legenda, o resultado mostra que o TSE pode ser um terreno até mais árido para Dilma do que o TCU (Tribunal de Contas da União), que analisa as "pedaladas fiscais" do governo. O tribunal eleitoral investiga irregularidades nas contas da campanha que podem resultar até na cassação do diploma de Dilma. O caso deve ser julgado até outubro.

Na conta do PT, dos sete ministros do TSE, três tendem hoje a votar contra o governo (Gilmar Mendes, Dias Toffoli e João Otávio de Noronha) e três a favor (Luciana Lóssio, Henrique Neves e Maria Thereza Assis Moura). O placar pró-Dilma no TSE estaria por um voto: o do ministro Luiz Fux, o que é considerado risco extremo para o governo, dado o histórico do magistrado no mensalão. Tido como voto a favor, ele surpreendeu e condenou todos os réus.  (De Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se


03/07


2015

Temer fora? Para o Planalto, tudo menos isso!

O Palácio do Planalto passou a identificar risco real de que o PMDB se descole definitivamente de Dilma Rousseff e que Michel Temer entregue a função de articulador político, avalia Vera Magalhães, hoje, na sua coluna da Folha de S.Paulo. A colunista revela que o governo montou reação enfática às acusações de que está "sabotando" o vice, como declarou Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Auxiliares da presidente avaliam que o rompimento com o PMDB levaria a crise política ao auge, fomentaria o impeachment e faria Cunha usar toda a sua força contra o governo.

Cunha fez check-up no hospital Sírio-Libanês no fim de semana. Após exame cardíaco, ouviu de um médico: "Seu coração está bem. Vai dar trabalho para a Dilma por muito tempo".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se


03/07


2015

O rei do tapetão é candidato

Carlos Chagas

Mais chocante do que o golpe do deputado Eduardo Cunha, fazendo aprovar na madrugada seguinte o que havia sido rejeitado na anterior, é a inexplicável mudança de posição de vinte deputados. Na véspera, eles haviam votado contra a redução da maioridade penal para 16 anos. No dia seguinte, votaram a favor.

Só quem não muda são os tolos, diz o refrão, mas outros motivos existiram para a transformação de Suas Excelências em birutas de aeroporto. Em 24 horas parece difícil passar de um extremo a outro, a não ser...

A não ser que o presidente da Câmara se tenha valido de argumentos pouco ortodoxos para providenciar as alterações de voto. Pressionar com truculência não é do estilo do deputado. Sendo assim, terá prometido benesses e favores aos colegas. Como por exemplo um futuro condomínio no poder maior.

Frente ao artifício regimental utilizado para reverter o resultado anterior levantou-se a dúvida sobre o comportamento dos vinte deputados. Quarta-feira, por volta de uma hora da manhã, negaram a redução da maioridade. Vinte e quatro horas depois, aprovaram. Importa menos se do novo texto foi excluído o tráfico de drogas e o roubo com violência. Afinal, o que se desejava mesmo era punir atentados contra a vida por parte de menores entre 16 e 18 anos.

Ficou claro, na segunda sessão, que Eduardo Cunha não ganhou no berro, mas no jeitinho. Demonstrou que acima da lógica predominam fatores esotéricos. Afirmou-se como o rei do tapetão. Sua vontade vale mais do que a lei.

A pergunta que fica é porque tanto empenho em dobrar a espinha dorsal da Câmara, e a resposta começa a se delinear: o homem é candidato a presidente da República no longínquo 2018. Não lhe basta a afirmação do poder parlamentar sobre o palácio do Planalto. É necessário que não perca qualquer embate, nem no “cara” ou “coroa”, como comentou logo após a vitória. De tabela, infligiu outra derrota ao PT.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Comentários

Carlos Odair da Luz Sá

Quem dera Cunha como presidente; Ao menos, ao contrário de muitos que opinam por interesses próprios, ele fez a vontade de 87% do povo. O choro é livre .


Naipes Consultoria

03/07


2015

Juiz obriga advogados a ficar de pé diante dele

Uma norma interna decretada pelo juiz José Roberto Moraes Marques, titular da 4ª Vara Cível de Taguatinga (DF), causou desconforto entre os advogados que frequentam o local. Um cartaz pendurado na porta da sala de audiências do cartório exige que as partes e os advogados devem se levantar quando o magistrado entrar no recinto.

Os advogados consideraram a obrigação "um absurdo".

Por isso, dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal (OAB-DF) enviaram um “pedido de providências” para a Corregedoria do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) contra a 4ª Cível de Taguatinga.  (Portal BR 247)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Onodera Estética

03/07


2015

Adesivo: ação no MP por ofensa sexual a Dilma

Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo

Adesivos comercializados em sites de vendas na internet que mostravam a presidente Dilma Rousseff numa montagem em que o corpo de uma mulher aparece com as pernas abertas geraram reação imediata da Secretaria de Política para as Mulheres. A ministra Eleonora Menicucci decidiu encaminhar denúncia ao Ministério Público Federal, à AGU (Advocacia-Geral da União) e ao Ministério da Justiça.

A ministra pede "ação urgente" para "impedir a produção, veiculação, divulgação, comercialização e utilização do material". E ainda que os responsáveis pelo adesivo, se descobertos, sejam responsabilizados penalmente. Ela afirma que "as pessoas precisam distinguir diferenças políticas do respeito à dignidade humana".

Os adesivos foram feitos para serem colados na entrada no tanque de gasolina dos carros. Quando abastecidos, eles passariam a ideia de que a bomba de gasolina estaria penetrando sexualmente a figura falsa da presidente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Vila Fest

03/07


2015

STF: pela 1ª vez, ministro bate duro em Cunha

Kennedy Alencar

Pela primeira vez, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), sofreu duras críticas de um ministro do STF (Supremo Tribunal Federal).

Marco Aurélio Mello considerou ilegal a manobra regimental que Cunha fez na madrugada desta quinta para votar novamente a redução da maioridade penal, tema no qual havia sido derrotado na noite anterior.

Por enquanto, o presidente da Câmara é o grande vitorioso. Conseguiu o apoio da bancada do PSDB na Casa para transformar uma derrota em vitória. Com um texto mais brando, a redução da maioridade foi aprovada com 323 votos favoráveis _ 20 votos a mais do que a proposta rejeitada na quarta.

Mas Cunha ainda enfrentará duas batalhas, uma política e outra jurídica.

No Senado, há um movimento para tentar barrar a redução da maioridade penal.

Na frente jurídica, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) argumentou que são inconstitucionais a redução da maioridade e a manobra regimental feita por Cunha. Um grupo de deputados pretende recorrer ao STF.

A guerra ainda não acabou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Publicidade
Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Programa Frente a Frente
Apoiadores