Busca


Coluna do Blog
PT tenta virar o jogo


Destaques
Coluna da quinta-feira
TV: TSE diz que Dilma e Aécio acertaram fim de ofensas
Marco Zero recebe ato de apoio a Aécio
Brado 'Fora Dilma' e 'Fora Lula' dominou o Marco Zero
Com FHC e Ronaldo, ato em SP marcado pelo antipetismo
Paulo Câmara chega ao ato pró Aécio no Marco Zero
Campanha invade a CPI: querem convocar Dilma e Aécio
Ouça o Frente a Frente desta quarta-feira (22/10)
O Brasil está cheio das agressões de Lula
Na reta final, Dilma monta 'QG' em hotel no Rio


Opinião


PR sob o signo da trairagem - José Adalberto Ribeiro
























TwitterTwitterRádio do MagnoRSS

23
10/14
Coluna da quinta-feira

    Para inglês ver

Faltando quatro dias para as eleições, dois ministros enviados pela presidente Dilma estiveram, ontem, em Floresta, fazendo proselitismo eleitoral em torno da Transposição. Com a intenção de “vender” a ideia de que a obra é uma realidade, forçaram um teste artificial de bombeamento de um dos canais.

Tudo foi devidamente cronometrado para produzir efeito político e eleitoral. De Brasília, o Ministério da Integração, que não está nem aí para a mídia regional, pautou a Imprensa para acompanhar o “circo” e ainda ligou para diversos blogueiros do Nordeste para checar o recebimento do material (vídeo, imagens e texto).

Dilma, candidata à reeleição, fez de tudo para acompanhar o “falso teste”, mas na semana passada, quando ainda passava pela sua cabeça chegar lá com uma equipe da sua propaganda eleitoral, trabalhadores rurais fizeram um protesto, sob a alegação de que o bombeamento, mesmo para um teste, iria retirar 1% do lago de Itaparica, que está com sua capacidade hídrica comprometida.

As imagens geradas passaram a ser exploradas ontem mesmo na propaganda eleitoral, tudo, repito, para passar a ideia de que a Transposição é uma realidade. Mas não é. Ontem mesmo, trabalhadores contratados pela Mendes Júnior para o trecho entre Cabrobó e Penaforte (CE) paralisaram suas atividades, porque a empreiteira não está pagando as empresas terceirizadas.

Só uma empresa de alimentação está com uma pendência de R$ 2 milhões, que já entrou para o sexto mês. Sem poder oferecer uma refeição de qualidade, como determina a legislação trabalhista, passou a servir cuscuz, macarrão e ovo no almoço e jantar, enquanto para o café da manhã disponibiliza apenas pão com margarina.

A mesma empreiteira, responsável por aquele lote, chegou a promover a demissão de 400 trabalhadores na semana passada, mas teve que suspender depois de pressões do Governo, para não prejudicar a reeleição de Dilma. As cenas que o caro leitor passará a ver a partir de agora, que vão “encantar” pela forma cinematográfica, são apenas produtos de uma exploração em período eleitoral.

Programada para sair do papel em 2010, a Transposição anda capenga, sem previsão de conclusão. O valor da construção saltou de R$ 4,7 bilhões para R$ 8,2 bilhões entre compensações ambientais, desapropriações e despesas com mão de obra.

Apenas em licitações, o TCU identificou sobrepreço de R$ 876 milhões, além de R$ 248 milhões em aditivos acima do limite estipulado por lei. O TCU deu o primeiro alerta ainda em 2005, quando o tribunal fiscalizou os primeiros editais de concorrência para elaboração do projeto, execução e supervisão das obras, que foram “cancelados em decorrência do sobrepreço detectado da ordem de R$ 400 milhões”.

REALIDADE Enquanto o Governo monta o circo da Transposição, muitos moradores dos municípios do semiárido nordestino nem sequer têm água nas torneiras; usam a água distribuída por caminhões-pipa, de poços particulares ou públicos (a maioria com água salobra) ou da chuva (quando chove). Em Pernambuco, o Exército não consegue atender a demanda por carros pipas com o agravamento da estiagem.

Vai pegar fogo! O tom agressivo e até violento em certos momentos da campanha presidencial criou um ambiente de acerto de contas no pós-eleitoral. O caso Petrobras ganhou pernas próprias. Seu desfecho deve afetar um Congresso marcado pela pulverização e pela divisão dos partidos, e criar obstáculos à governabilidade do País.

Reação sertaneja– O prefeito de Cabrobó, Auricélio Torres (PSB), disse que ficou indignado com o ato açodado do Governo de “testar” o bombeamento da Transposição. “Nunca vi tamanha cara de pau e um ato tão eleitoreiro. A obra não é uma realidade como Dilma quer mostrar. Falo como convicção, pois Cabrobó é a base de alimentação do sistema”, afirmou.

Renata no guia– Aécio Neves exibiu, ontem, o depoimento de Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos. No vídeo, ela diz que seria preciso fazer "um novo caminho para chegar a um novo Brasil”. E acrescenta: “Hoje, temos duas possibilidades, que é continuar como estamos ou trilhar um caminho de mudanças".

Vigília tucana O prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), promove, a partir das 18 horas de hoje, uma vigília batizada de “Acorda, Brasil”, pela eleição do tucano Aécio Neves. O local escolhido, o Monte dos Guararapes, onde foi travada a Batalha dos Guararapes, exalta, segundo ele, o sentimento de mudança manifestado pelos brasileiros.

CURTAS

GUERRA 1– O doleiro Youssef nega que tenha trabalhado para tucanos e a defesa defende uma acareação entre os dois alvos da Lava Jato. O empresário Leonardo Meirelles é acusado de ser testa de ferro do doleiro nas indústrias farmacêuticas Labogen.

GUERRA 2 - "Meu cliente afirma peremptoriamente que nunca falou com Sérgio Guerra, nunca teve negócio com ele e nunca trabalhou para o PSDB", afirmou o criminalista Antônio Bastos, que defende o doleiro. "Estamos pedindo uma impugnação do depoimento do Leonardo e uma acareação entre eles", acrescentou.

Perguntar não ofende: Por que Lula está destilando tanto ódio?

"Melhor é o pobre que anda na sua integridade do que o perverso de lábios e tolo". (Provérbios 19-1)

  Escrito por Magno Martins, às 00h00
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
TV: TSE diz que Dilma e Aécio acertaram fim de ofensas

 As coligações da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, e do candidato do PSDB, Aécio Neves, firmaram um acordo nesta quarta-feira (22) para retirar todas as representações contra propagandas eleitorais protocoladas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde o início da campanha.

O entendimento foi anunciado pelo presidente do TSE, José Dias Toffoli, e aprovado por todos os ministros da Corte. Desde a última quinta (16), o tribunal passou a suspender e reduzir o tempo do horário gratuito de Dilma e Aécio em punição por usarem as propagandas na cadeia nacional de rádio e TV para “ataques” um ao outro.

Os ministros fixaram entendimento de que o horário eleitoral gratuito só pode ser usado para debater ideias e apresentar propostas. Para dar mais efetividade à nova jurisprudência, o tribunal aprovou nesta terça (21) regras para possibilitar a transmissão de direito de resposta no sábado (25), um dia antes da eleição. O objetivo da medida era desestimular a veiculação de propagandas agressivas nos dois últimos dias de propaganda gratuita no rádio e na TV - quinta (23) e sexta (24).

Com o acordo, o TSE deixará de analisar contestações a peças publicitárias consideradas "ofensivas" pelos partidos. Só nesta quarta, havia 16 representações na pauta de julgamento.

  Escrito por Magno Martins, às 23h20
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Marco Zero recebe ato de apoio a Aécio


Foto: Martina Arraes

Do JC Online

Um dia depois da visita a Pernambuco da candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) e do ex-presidente Lula, centenas de pessoas se reuniram no Bairro do Recife em evento de apoio ao candidato Aécio Neves (PSDB), na noite desta quarta-feira. O ato político lotou o Marco Zero do Recife. 'O sentimento é de mudança, Aécio representa essa mudança', disse o deputado estadual Daniel Coelho (PSDB) no ato batizado de 'VemPraRua', ressaltando que o ato não foi organizado por nenhuma estrutura partidária.

A manifestação começou com caminhada do movimento 'Todas com Aécio'. Cerca de 2 mil mulheres, segundo a organização, saíram da Praça Maciel Pinheiro e caminharam pelas ruas centrais em direção ao Marco Zero.

Em meio à multidão, bonecos gigantes de Aécio e Marina Silva (PSB) circulavam entre a militância. O governador eleito de Pernambuco Paulo Câmara compareceu ao evento. Dilma e Aécio disputam os votos de Marina Silva (PSB) em Pernambuco, a mais bem colocada no primeiro turno no Estado, com 48% dos votos. Dilma teve 44% e Aécio, 5%.

  Escrito por Magno Martins, às 22h13
 
Comentários Comentários (13) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Brado 'Fora Dilma' e 'Fora Lula' dominou o Marco Zero

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio(PSB) marcou sua presença no ato em favor da candidatura de Aécio Neves, esta noite, no Marco Zero,  sendo um dos que entoaram com mais ênfase o grito ‘’Tira Dilma de Lá’, sendo acompanhado pela multidão presente.  Lideranças da coligação que apoia  Aécio em Pernambuco, compareceram em massa,  a exemplo do governador eleito Paulo Câmara, prefeito Geraldo Júlio, senador eleito Fernando Bezerra Coelho, deputados, vereadores e prefeitos.  Bandeiras do Brasil, de Pernambuco, faixas com dizeres os mais diversos, mas todas exaltando o candidato presidencial tucano  e hostilizando a candidata adversária Dilma Rousseff, e o ex-presidente Lula.

O ânimo da militância oposicionista esteve nas alturas, com entusiasmo e participação, predominando   o sentimento antipetista, com todos pedindo a saída do PT do governo, notadamente seus dois expoente maiores, a  atual presidente e o ex-presidente. O ‘’Fora Dilma’’ e o ‘’Fora Lula’’ era entoado a todo o instantes pela militância.

  Escrito por Magno Martins, às 22h12
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Com FHC e Ronaldo, ato em SP marcado pelo antipetismo

Em evento de apoio ao candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) que reuniu, segundo a Polícia Militar, cerca de 10 mil pessoas nesta quarta-feira (22) na zona oeste de São Paulo, predominaram declarações e gritos de guerra antipetistas. Em concentração no Largo do Batata, antes de saírem em passeata pela avenida Faria Lima, o público ouviu discursos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do senador eleito José Serra, do ex-jogador Ronaldo Nazário e de outros aliados do tucano.

'O Brasil não aguenta mais inflação com corrupção e incompetência', discursou FHC.

'Nós temos a obrigação de levar Aécio Neves à Presidência da República para que ele realmente reponha o Brasil no caminho correto, no caminho do crescimento econômico com distribuição de renda, com manutenção das políticas sociais – que nós implantamos. No caminho da manutenção do aumento do salário mínimo, que no meu tempo foi o dobro do tempo da Dilma Rousseff', acrescentou.

A passeata foi organizada nas redes sociais e divulgada com ajuda de artistas e aliados de Aécio. Coordenadores dizem que o ato não foi organizado por partidos. 'O PSDB e o Solidariedade deram só uma ajuda ou outra, com material [de campanha] e divulgação', afirmou o economista Humberto Laudares, 34, um dos organizadores.

A marcha seguiu com gritos de 'fora PT', 'nossa bandeira jamais será vermelha' e ao som do jingle do candidato e o hino nacional interpretados pela cantora Wanessa Camargo. (Da Folha de S.Paulo)

  Escrito por Magno Martins, às 21h40
 
Comentários Comentários (8) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Paulo Câmara chega ao ato pró Aécio no Marco Zero

O governador eleito Paulo Câmara (PSB) acaba de chegar ao ato político no Marco Zero, que teve seu início com caminhada à tarde, a partir da Praça Maciel Pinheiro. Lideranças da oposição estão presentes no evento, com os organizadores aguardando a chegada do prefeito do Recife, Geraldo Júlio.

O local está colorido por centenas de bandeiras e cartazes portados pelos militantes, com alusão ao seu candidato presidencial Aécio Neves. Muitos cartazes e faixas também hostilizam a candidata petista Dilma Rousseff, que tenta a reeleição contra o tucano. Gritos e palmas para Aécio são ouvidos seguidamente, acompanhados também do ''Fora Dilma'' e do 'Fora PT''.

  Escrito por Magno Martins, às 20h40
 
Comentários Comentários (4) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Campanha invade a CPI: querem convocar Dilma e Aécio

 A última sessão da CPI mista da Petrobras antes das eleições teve momentos típicos da campanha política com parlamentares governistas e oposicionistas trocando acusações. O ápice foi a proposta de Afonso Florence (PT-BA) de se convocar o candidato tucano Aécio Neves (PSDB), prontamente respondida por Izalci (PSDB), que sugeriu chamar a presidente Dilma Rousseff para prestar esclarecimentos.

A reunião tinha como pauta única o depoimento de José Carlos Cosenza, diretor que sucedeu Paulo Roberto Costa a frente da área de Abastecimento da Petrobras. A companhia, no entanto, enviou um atestado médico em nome de Cosenza para justificar sua ausência.

Parlamentares da oposição acusaram o Planalto de estar por trás da ausência do diretor para evitar que as denúncias da Petrobras continuassem a ser debatidas às vésperas das eleições. Governistas reagiram afirmando que a investigação não poderia jamais ser atrelada ao calendário político.

CONVOCAR AÉCIO E DILMA

Depois de mais uma hora de debates acalorados, sem nenhum avanço, os dois lados decidiram incluir os próprios presidenciáveis no embate. Florence destacou denúncia publicada na semana passada de que o ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra, já falecido, teria recebido recursos de uma empreiteira para encerrar a CPI que investigava a Petrobras em 2009. Afirmou que Aécio deveria ser convocado para dar explicações sobre isso e apresentou um requerimento à comissão. ‘’O Aécio foi sucessor do Sérgio Guerra na presidência do PSDB’’, argumentou.

O deputado Izalci, então, disse que apresentaria um requerimento de convocação da presidente Dilma, uma vez que ela foi presidente do Conselho de Administração da companhia quando Paulo Roberto Costa foi indicado para o cargo, em 2004. Por fim, a comissão terminou sem votar outros requerimentos previstos, como a convocação do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, citado por Costa como responsável por receber pelo PT recursos desviados de contratos com a Petrobras.  (De O Globo - Eduardo Bresciani)

  Escrito por Magno Martins, às 20h15
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Ouça o Frente a Frente desta quarta-feira (22/10)

Se você perdeu o Frente a Frente desta quarta, 22 de outubro de 2014, programa que apresento de segunda-feira a sexta-feira, ao lado da jornalista Eduarda Feitosa, das 18 às 19 horas, pela Rede Nordeste de Rádio, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha FM 96,7 formada por 40 emissoras, Clique aqui  e ouça agora.

 

  Escrito por Magno Martins, às 20h05
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
O Brasil está cheio das agressões de Lula

Caro Magno,

Lula cobra mais respeito de Aécio por ter chamado Dilma de leviana.
O vocábulo leviano não é ofensa. Não ensejaria qualquer demanda
judicial. Mas não entro no mérito do assunto. O absurdo, o mais assombroso e repelente absurdo, é a total falta de autoridade de Lula nessa matéria.

Lula chamou Sarney de Ladrão; Collor de assaltante, o Ministro da Fazenda Eliseu Resende de canalha, E por fim, o Presidente Itamar Franco de FILHO DA PUTA.

Positivamente, esse cara não tem o mínimo de  compostura, acha que pode fazer tudo o que entende, que tudo o que faz é certo, que o cisco no olho alheio, mas não a trave do seu olho. Com perdão da má palavra, chega de cagar regra. O Brasil está cheio, ninguém tolera mais. É preciso dar um fim a tanta baixaria, a tanta falta de respeito!

Dorany Sampaio

Presidente do PMDB

  Escrito por Magno Martins, às 19h36
 
Comentários Comentários (13) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Na reta final, Dilma monta 'QG' em hotel no Rio

Na reta final da corrida eleitoral, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, e integrantes mais próximos da sua equipe estão baseados em um hotel na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, o Windsor Barra. Seguranças e assessores acompanham a candidata.

Dilma deve ficar hospedada até sábado, 25, dia seguinte ao último debate com Aécio Neves (PSDB), que será realizado pela TV Globo, no Rio.

A estrutura foi montada para que a candidata pudesse fazer gravações do horário eleitoral e se preparasse para o debate, mas a candidata à reeleição pelo PT chega na reta final da campanha quase sem voz. A expectativa era que Dilma gravasse um novo programa eleitoral na tarde de hoje, o que acabou não acontecendo, segundo fontes. Ela chegou a visitar o estúdio montado no salão Imperial do Hotel Windsor, mas a equipe de gravação foi desmobilizada porque a presidente está quase sem voz.

  Escrito por Magno Martins, às 19h30
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Doleiro quer acareação com acusador do PSDB

A defesa de Alberto Youssef informou que vai apresentar ainda hoje à Justiça Federal em Curitiba (PR) um pedido de impugnação do depoimento de Leonardo Meirelles - suposto testa de ferro do doleiro nas indústrias farmacêuticas Labogen. Em depoimento na segunda-feira, Meirelles afirmou que o doleiro mantinha negócios com o PSDB e com ex-presidente nacional do partido e ex-senador Sérgio Guerra (PE), morto em março.

O criminalista Antônio Figueiredo Basto, que defende Youssef, disse que pedirá ainda uma acareação entre os dois - o doleiro e Meirelles são réus em um dos processos da Operação Lava Jato sobre superfaturamento nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

"Meu cliente afirma peremptoriamente que nunca falou com Sérgio Guerra, nunca teve negócio com ele e nunca trabalhou para o PSDB", afirmou o criminalista Antônio Figueiredo Basto. "Estamos pedindo uma impugnação do depoimento do Leonardo e uma acareação entre eles."

Meirelles é apontado como laranja de Youssef no laboratório Labogen, indústria de remédios que estava falida e que o doleiro usou para tentar conquistar um contrato milionário com o Ministério da Saúde, na gestão do então ministro Alexandre Padilha, para fornecimento de medicamentos. Segundo o Ministério o contrato não chegou a ser assinado.

  Escrito por Magno Martins, às 19h00
 
Comentários Comentários (3) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Youssef nega acusação de auxiliar que delatou tucanos

Do portal BR 247

O advogado Antônio Figueiredo Basto, que defende o doleiro Alberto Youssef, afirmou que irá pedir impugnação do depoimento do empresário Leonardo Meirelles, ex-auxiliar de Youssef e também acusado na Operação Lava Jato.

Meirelles afirmou à Justiça Federal do Paraná que parlamentares tucanos também foram beneficiados pelo esquema de corrupção por meio de contratos da Petrobras. Entre eles estaria o ex-presidente do PSDB e ex-senador Sérgio Guerra, falecido em março.

Youssef nega que tenha trabalhado para tucanos e a defesa defende uma acareação entre os dois alvos da Lava Jato. Meirelles é acusado de ser testa de ferro do doleiro nas indústrias farmacêuticas Labogen.

'Meu cliente afirma peremptoriamente que nunca falou com Sérgio Guerra, nunca teve negócio com ele e nunca trabalhou para o PSDB', afirmou o criminalista. 'Estamos pedindo uma impugnação do depoimento do Leonardo e uma acareação entre eles', acrescentou, segundo reportagem do jornalista Fausto Macedo.

  Escrito por Magno Martins, às 18h54
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Defensoria Pública firma parceria em prol da inclusão

Bernardo D'Almeida, secretário estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos – SEDSDH esteve na tarde de hoje, acompanhado de Aureci Chaves, secretária executiva de Coordenação da Gestão, no gabinete do defensor público geral, Manoel Jerônimo, onde foi assinado convênio que objetivará o aproveitamento da mão de obra de cerca de 40 cidadãos oriundos dos Programas Atitude, Vida Nova e principalmente do Patronato Penitenciário de Pernambuco, por parte da Defensoria Pública de Pernambuco.

Segundo Bernardo, essa iniciativa é muito importante, pois está ajudando as pessoas que se encontram em vulnerabilidade social a se recuperarem por meio da inclusão social trabalhando juntos. Já o defensor Manoel Jerônimo, disse que a Defensoria Pública é um agente de transformação social e que programas como esse são sempre bem vindos.

  Escrito por Magno Martins, às 18h30
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Novo dirigente estadual do PR diz que vota em Aécio
O deputado federal Anderson Ferreira, que tomou, há pouco, o comando do diretório estadual do PR de Inocêncio Oliveira, sob o pretexto de que votaria em Dilma (PT) e não em Aécio Neves (PSDB), como declarou Inocêncio, deu entrevista, hoje, à Rádio Maranata rompendo o silêncio. E na sua fala, ao contrário da expetativa que gerou, afirmou que votará em Aécio. Clique e ouça.
  Escrito por Magno Martins, às 18h14
 
Comentários Comentários (2) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Teresa, Bruno e prefeito de Cabrobó no Frente a Frente

A presidente estadual do PT, Teresa Leitão, e o presidente estadual do PSDB, Bruno Araújo, além do prefeito de Cabrobó, Auricélio Torres (PSB), são os principais entrevistados do Frente a Frente de hoje, programa que apresento pela Rede Nordeste de Rádio, das 18 às 19 horas, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha 96,7 FM. Veja abaixo as demais emissoras que integram a rede:

Arcoverde - Itapuama FM 99,3
Afogados da Ingazeira – Rádio Pajeú AM (1.500)
Belém de São Francisco – Educadora AM (1.470)
Belo Jardim FM – 104,9
Bom Conselho – Papacaça AM (1.470)
Cabo de Santo Agostinho – Rádio Calheta FM (98,5)
Caruaru - Cultura AM (1.130)
Custódia – Custódia FM (88,5)
Granito – Rádio Beto Som (104,9)
Itacuruba – Itacuruba FM (87,9)
Mirandiba – Nova FM (87,9)
Orocó – Brígida FM (104,9)
Parnamirim – Rádio Beto Som (104,9)
Petrolina – Petrolina FM 98,3
Recife - Rádio Folha (96,7)
Recife – Rádio Planalto AM (950)
Salgueiro – Salgueiro FM (102,9)
Santa Cruz do Capibaribe – Polo FM (101,9)
Santa Maria da Boa Vista – Santa Maria FM (87,9)
São Bento – São Bento FM (104,9)
São Caetano – Cruzeiro FM (104,9)
São José do Egito – Nova Rádio Cultura AM (1.320)
Serra Talhada – Líder do Vale FM (99,7)
Sertânia – Sertânia FM (100,1)
Surubim - Integração FM (88,5)
Tabira – Cidade FM (88,7)
Terra Nova – Terra Nova FM (104,9)
Verdejante - Verdejante FM (104,9)
Nova Timbaúba FM 96,9
Alagoas - Maragogi FM (97.3
Petrolândia - Aliança FM 104,9
Garanhuns – 97,9
Vale do Acaí-FM 104,9 – Poção
Tuparetama - Tupã FM 104,9

Nova FM 106,7 – Gravatá

  Escrito por Magno Martins, às 18h03
 
Comentários Comentários (1) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Aécio: 'Lula apequena sua biografia' com ataques

O candidato a presidente da República pelo PSDB, Aécio Neves, afirmou, hoje, em entrevista coletiva concedida em Belo Horizonte, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva "apequena a sua biografia" com o papel que vem executando nesta campanha eleitoral.

"Lamento que um ex-presidente da República se permita cumprir um papel tão inexpressivo nessa final da campanha eleitoral. Só quem perde com isso é ele, ele apequena a sua biografia com ataques torpes e absurdos", afirmou o tucano.

Ontem, o ex-presidente disse que Aécio Neves agride Dilma Rousseff (PT) e o povo do Nordeste "como os nazistas agrediam no tempo da Segunda Guerra".

  Escrito por Magno Martins, às 18h00
 
Comentários Comentários (4) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Vice de Aécio acredita em virada nas urnas

O candidato à vice-presidência na chapa encabeçada pelo também tucano Aécio Neves, Aloysio Nunes (PSDB), disse em visita a São José dos Campos (SP) que confia que o resultado nas urnas deve mostrar cenário oposto ao apontado pela última pesquisa Datafolha, que aponta vantagem numérica da candidata petista Dilma Rousseff. “Pela primeira vez nós temos, desde que Lula se elegeu, a chance real de derrotar o PT e acho que o Brasil não vai perder essa oportunidade”, disse o tucano.

O candidato fez corpo a corpo com eleitores em um cruzamento da cidade por cerca de 30 minutos, acompanhado por lideranças tucanas do Estado, como o atual deputado federal Emanuel Fernandes e o deputado federal eleito Eduardo Cury (ambos do PSDB). Aloysio Nunes comentou que nas pesquisas de intenção de voto internas do partido, o resultado é diferente do apontado pela pesquisa Datafolha. “Variam muito os resultados, conforme o método, conforme o instituto. As nossas pesquisas nos dão na frente”, disse.

Questionado sobre a intensidade dos ataques dirigidos a ele e à candidatura de Aécio Neves, ele classificou a ação como criminosa. “O que estou vendo é um exército, em grande parte remunerado de internautas petistas, absolutamente nauseante. O grau de infâmia nas mensagens contra o Aécio, contra mim, contra nossos companheiros é algo que chega a ser criminoso”.

  Escrito por Magno Martins, às 17h40
 
Comentários Comentários (3) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
PT vê pichações sobre Eduardo como ação planejada

Do Blog da Folha

Meses depois de muros da cidade do Recife surgirem com pichações insinuando que o PT foi o responsável pela morte do ex-governador Eduardo Campos (PSB), vítima de acidente aéreo fatal, em agosto, o partido decidiu fazer um alerta, em nota enviada à imprensa.

Citando a campanha acirrada no Estado, a comissão executiva estadual da legenda disse que a iniciativa sugere se tratar de uma ação planejada e sistemática “e não de pichações individuais e espontâneas”. O partido ainda pede ajuda ao prefeito Geraldo Julio (PSB) no caso de uma escola, cujo muro tem pichado “O PT matou Eduardo”. Confira, abaixo, a nota do PT:

"Pernambuco, como todo o Brasil, vive uma campanha eleitoral das mais acirradas. Muito bom se esta radicalidade se limitasse ao âmbito do debate das ideias e até do confronto das propostas.
Em meio a tal acirramento, até que se aceita conviver com uma ou outra exaltação de militantes, com discussões acaloradas e argumentos apaixonados. O que não pode caber em campanha, nem na relação política, são posturas intimatórias e criminalizantes.

Nós, do PT, convivemos durante todo o 1º turno com muitas insinuações descabidas e até caluniosas, após o acidente que vitimou o ex-governador Eduardo Campos, exibidas em discursos e pichações em vários pontos do Recife e de outras cidades da Região Metropolitana: “O PT matou Eduardo“, diziam.

A mesma frase, a mesma letra, a mesma tinta, articuladamente, em muros residenciais, públicos e até em placas de outdoors, o que nos sugere se tratar de uma ação planejada e sistemática e não de pichações individuais e espontâneas. Restringimos a nossa reação a mover uma Notícia Crime junto ao Ministério Público Eleitoral, ainda em andamento.

Porém, iniciado o 2º turno, tais ações – discursos políticos e pichações – voltam a ocorrer em novos lugares. Aqueles que conseguirmos comprovar a autoria merecerão da nossa parte as medidas cabíveis.

Em destaque, queremos mostrar, estarrecidos e indignados, a fachada da Escola Municipal do Recife Virgem Poderosa, com esta pichação, já há dias, sem que o operoso prefeito tome qualquer providência na preservação do patrimônio público.

Esta ignóbil acusação é tão sem sustentação, que só encontra guarida nas práticas mais obscuras da velha política, e por elas nós não iremos enveredar.
Reafirmamos nossa determinação em buscar todas as medidas
que possam esclarecer esta lamentável ação criminosa."

  Escrito por Magno Martins, às 17h21
 
Comentários Comentários (5) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Youssef falará à CPI três dias depois da eleição

Do Blog do Josias

O doleiro Alberto Youssef, estrela da Operação Lava Jato, comparecerá à CPI mista da Petrobas na próxima quarta-feira (29), três dias depois do segundo turno das eleições. Presidente da comissão, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) informou ter negociado com a Polícia Federal e com a Justiça Federal os detalhes da operação de transporte de Youssef de Curitiba, onde está preso, para Brasília.

Acusado de lavar cerca de R$ 10 bilhões provenientes de corrupção, Youssef firmou com o Ministério Público um acordo de delação premiada. Desde o dia 2 de outubro, ele presta depoimentos a procuradores e delegados longe dos refletores. O repórter Robson Bonin revelou parte do teor da delação. Ele levou ao ventilador os nomes de 28 parlamentares beneficiários de propinas. Disse que parte do dinheiro desviado da Petrobras ajudou a financiar a campanha de Dilma Rousseff em 2010.

É nesse contexto que Youssef será levado à CPI. A comunicação de Vital do Rêgo foi feita numa sessão em que deveria ter sido inquirido José Carlos Cosenza, atual diretor de Abastecimento da Petrobras. Ele sucedeu no posto o ex-diretor Paulo Roberto Costa, parceiro de Youssef nos crimes sob investigação na Operação Lava Jato. Sob a alegação de que sofreu uma crise de hipertensão, José Cosenza cancelou sua ida à CPI. Enviou um atestado médico.

  Escrito por Magno Martins, às 17h00
 
Comentários Comentários (0) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  

22
10/14
Romário grava para guia de Aécio Neves

Do blog de Lauro Jardim

Depois de muita negociações e recuos, Romário finalmente decidiu apoiar Aécio Neves. Ontem, de madrugada, um telefonema dos dois selou o acordo.

Romário gravou hoje em Brasília, sem alarde, um depoimento que será exibido amanhã à noite, no programa de TV do tucano.

Romário, eleito senador com 4,6 milhões de votos no Rio de Janeiro, é visto na campanha de Aécio como um trunfo para a busca de votos nestes últimos dias no terceiro maior colégio eleitoral do Brasil.

  Escrito por Magno Martins, às 16h54
 
Comentários Comentários (5) Enviar por E-mail Enviar por e-mail Imprimir Imprimir Topo Facebook Twitter Twitter Topo Topo  


Copyright Magno Martins. 2011. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.