FMO

30/07


2016

Temer dá vassourada às vésperas dos jogos

O presidente em exercício Michel Temer começou a mexer na estrutura da Autoridade Pública Olímpica (APO) a uma semana da abertura da Olimpíada no Rio. A APO é o órgão federal, com sede no Rio de Janeiro, responsável pela matriz de responsabilidades e por monitorar as obras e prestações de contas até 2018. Até o dia 5 de agosto, muitos nomes devem aparecer no Diário Oficial da União. Por ora o presidente Marcelo Pedroso fica.

As demissões causam revolta nos funcionários, e na última reunião o Conselho Público Olímpico (CPO) antecipou que 90% dos funcionários da APO serão exonerados até o dia 30 de setembro.

Temer exonerou na segunda-feira a chefe do escritório da APO em Brasília, Rosana Braga, petista de carteirinha e esposa do ex-secretário executivo da Secretaria de Comunicação, Olavo Noleto. O substituto é Pablo Rezende, ligado ao ex-governador de Goiás Íris Rezende (PMDB).

Na semana passada,Temer mandou demitir o assessor especial da área de serviços, José Mauro Gnaspini, também petista, e nomeou no lugar na sede da APO no Rio Francisco Brito. O presidente mira agora na diretoria de serviços da APO, responsável pela parte de cultura e na diretoria Copacabana Barra, cujo diretor é funcionário aposentado da Caixa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Agência Comunicação

30/07


2016

Maior desafio de Lula passa a ser jurídico

Evitar condenações é fundamental para viabilizar candidatura em 2018

Blog do Kennedy

Ao virar réu na Justiça Federal de Brasília, o ex-presidente Lula passa agora a ter um desafio mais jurídico do que político. Ele responderá à acusação de ter tentado obstruir a Justiça, segundo denúncia baseada na delação do ex-senador petista Delcídio do Amaral.

Segundo Delcídio, Lula teria participado de tentativa de impedir delação de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras. O ex-presidente nega.

Lula é o principal político brasileiro. Mesmo sob forte bombardeio, é líder nas simulações de primeiro turno a respeito da sucessão presidencial de 2018. Nos cenários de segundo turno, a forte rejeição impediria uma vitória se a eleição fosse hoje. Essa é a primeira denúncia a ser aceita contra o ex-presidente, o que tem simbólico impacto político.

Com o juiz federal Sérgio Moro, Lula partiu para um confronto aberto. Seus advogados apresentaram recurso ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) questionando a parcialidade de Moro e acusando o juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba de ações abusivas.

Em Brasília, Lula será julgado por outro magistrado, Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal. Uma eventual condenação em primeira instância não o enquadraria na Lei da Ficha Limpa, impedindo uma candidatura em 2018. Mas uma condenação em instância superior, nesse caso, sim, porque seria uma sentença de um órgão colegiado.

Lula dá como certo que será condenado por Moro num futuro processo. Como o TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, confirma as sentenças de Moro, o petista seria impedido de concorrer até eventual reversão dessa condenação.

Logo, a batalha jurídica é fundamental para o futuro de Lula e do PT. Se ele vencer os processos, sairá fortalecido para concorrer em 2018. Se perder, ficará fora do jogo legalmente ou, no mínimo, enfraquecido politicamente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sopranor 1

30/07


2016

Médicos cubanos de volta a seu país

LeandroMazzini - Coluna Esplanada

Nem o governo cubano aposta na reversão do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Apesar de o Ministério da Saúde bancar que o 'Mais Médicos' será mantido, é o presidente Raul Castro quem não quer mais e avisará a OPAS.

Deu prazo de novembro para que todos os profissionais do programa voltem para a ilha, segundo relatam profissionais cubanos no Distrito Federal.

Uma médica cubana no Entorno de Brasília afirma à Coluna ver a ordem como arbitrária, mas prepara as malas.

Pelo programa, até agora o Governo petista e o de Michel Temer repassaram mais de R$ 4 bilhões para a ditadura da família Castro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner - Hapvida

30/07


2016

Médicos cubanos de volta a seu país

Leandro Mazzini - Coluna Esplanada

Nem o governo cubano aposta na reversão do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Apesar de o Ministério da Saúde bancar que o 'Mais Médicos' será mantido, é o presidente Raul Castro quem não quer mais e avisará a OPAS.

Deu prazo de novembro para que todos os profissionais do programa voltem para a ilha, segundo relatam profissionais cubanos no Distrito Federal.

Uma médica cubana no Entorno de Brasília afirma à Coluna ver a ordem como arbitrária, mas prepara as malas.

Pelo programa, até agora o Governo petista e o de Michel Temer repassaram mais de R$ 4 bilhões para a ditadura da família Castro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/07


2016

Réu, Lula entra na faxina da era PT como detrito

Josias de Souza

Prestes a ser confirmado pelo Senado, o impeachment de Dilma Roussef marca o fim da era petista no poder federal —uma época que acaba com exames de consciência e uma tentativa de faxina. Convertido em réu pela primeira vez num processo relacionado à Lava Jato, Lula entra nesse pedaço da história brasileira como detrito.

Suprema ironia: um dia depois de recorrer ao Comitê de Direitos Humanos da ONU contra o juiz Sérgio Moro, Lula foi enviado ao banco dos réus por outro magistrado. O doutor Ricardo Leite, de Brasília, aceitou a denúncia em que a Procuradoria da República acusa Lula, o senador cassado Delcidio Amaral e outras cinco pessoas de tentar sabotar a Lava Jato comprando o silêncio do delator Nestor Cerveró por R$ 250 mil.

Esse pedaço do escândalo ficou em Brasília graças ao empenho da defesa de Lula para desmembrar a Lava Jato, afastando-a da mesa de Moro. O petismo soltou fogos quando o ministro Teori Zavaschi, relator do caso no STF, decidiu manter na Capital esse naco do inquérito. Deu chabu. A exemplo do que já sucedeu com partes do processo enviadas para outras praças, juízes de São Paulo e do Rio parecem acometidos de uma espécie de ‘efeito Moro’. Tomam decisões draconianas uma atrás da outra.

Para que outra época comece, a faxina é fundamental. É preciso recolocar o abajur em pé, desentortar a vara do trombone e certificar-se de que o governo de Michel Temer não continuará tentando esconder peemedebistas sujos sob o tapete. Dessa limpeza depende a qualidade da democracia brasileira.

Lula amou a democracia até o capítulo que estipulava que um ex-operário também pode chegar à Presidência da República. Passou a abominar o sistema depois que o Brasil se deu conta de que numa democracia plena todos são iguais perante a lei. Tratado como detrito e já meio farto de tanta democracia, Lula agora se queixa à ONU dos alegados excessos da “República de Curitiba”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/07


2016

Sítio: defesa de Lula contesta laudo da PF

Segundo a defesa, Lula não praticou nenhum ato ilícito “antes, durante ou após o seu mandato” e não teme investigação

Último Segundo

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva rebateu nesta sexta-feira (29) laudo no qual a Polícia Federal (PF) afirma que as reformas feitas no Sítio Santa Barbara, em Atibaia (SP), foram orientadas por ele e pela ex-primeira dama Marisa Letícia. Segundos os advogados, Lula não praticou nenhum ato ilícito “antes, durante ou após o seu mandato” e não teme nenhuma investigação.

Em nota à imprensa, os advogados reafirmam que Lula não é dono do imóvel e que o sítio foi comprado pelo empresário Fernando Bittar com recursos de seu pai, Jacó Bittar.

“Se a propriedade é de um terceiro, nada do que se disser muda essa situação. Lança-se mão, assim, mais uma vez, de subterfúgios de diferentes naturezas e formas com a finalidade de, misturando fatos que não se comunicam, criar versões manifestamente incorretas com a finalidade central de inventar um ilícito para ser atribuído a Lula”, argumenta a defesa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Senai 4.0

29/07


2016

Partido da favela fundado no Rio de Janeiro

O ator Lázaro Ramos com ativista da Frente Favela Brasil no lançamento do partido

"Os negros nunca tiveram espaço nos outros partidos fora de uma caixinha", afirma Celso Athayde, o produtor cultural e fundador da ONG Cufa (Central Única das Favelas). Ele explica por que decidiu, com ativistas do movimento negro e artistas como MVBill e Lázaro Ramos, lançar a Frente Favela Brasil, que pretende ser o 36º partido brasileiro.

Lançado nesta quinta-feira (28), em evento no Morro da Providência, no Rio de Janeiro, o partido, define Athayde, tem como público alvo "os negros e os moradores de favela" ("nem todos os moradores de favela são negros, mas a enorme maioria é", explica) que, segundo ele, nunca tiveram seus interesses representados pelas siglas já existentes.

"Nem a esquerda, nem a direita conseguiu pensar no negro", afirma ele, que foi criado na favela do Sapo, na zona oeste da capital carioca. Apesar disso, o novo projeto de partido está mais alinhado com as pautas de legendas esquerdistas como o PSOL, que apoia a criação de cota para negros em universidades e concursos públicos.

Depois de lançado, o projeto de partido ainda não tem um programa definido. "Preferimos alçar voo e depois construir o avião", brinca o produtor. Segundo ele, serão realizados seminários e reuniões nas favelas para organizar as posições da Frente.  (

Algumas coisas, porém, são certas, diz ele. Projetos por cotas, contra a violência policial e de justiça social devem fazer parte da linha de frente da sigla. "Entendemos, por exemplo, que não há meritocracia sem condição de igualdade", diz Athayde.

A legenda também é crítica ao governo interino de Michel Temer (PMDB). "Não tenho uma opinião sobre a gestão [Temer] porque não considero um governo legítimo", afirma MVBill. (Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sesi 4.0

29/07


2016

Separatismo e truculência judicial

A iniciativa de juízes do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina de proibir o plebiscito de um grupo separatista do Sul no dia das eleições municipais foi criticada pelo colunista Hélio Schwartsman, do jornal Folha de S.Paulo.

Ele ressaltou que os juízes se basearam na “famigerada” Lei de Segurança Nacional (LSN) para a decisão, mas o texto deixaria claro que as punições se referem a ações armadas.

“O artigo 22 explicita que o ‘debate de doutrinas’ não constitui nem mesmo propaganda criminosa. Pobre do país cujos juízes são mais truculentos do que os militares da ditadura que escreveram a LSN”, afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Odonto Personalité

29/07


2016

PT entra em alerta ante eventual prisão de Lula

Blog do Camarotti

A cúpula do PT entrou em alerta com a o fato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter virado réu sob a acusação de obstruir a Operação Lava Jato. A decisão pegou de surpresa a cúpula do partido. E fez crescer o temor do grupo mais próximo do ex-presidente com a possibilidade de uma eventual prisão de Lula.
 
O que mais surpreendeu dirigentes petistas foi o fato dessa decisão não ter saído das mãos do juiz federal Sérgio Moro em Curitiba. Até então, a estratégia era fazer um enfretamento direto com Moro para politizar a questão. 

Até mesmo uma reação internacional foi arquitetada para criar um constrangimento na Lava Jato. A defesa de Lula chegou a contratar um advogado na Inglaterra para recorrer ao Comitê de Direitos Humanos da ONU contra o juiz Sergio Moro, acusando-o de violar direitos.

Mas, ao Blog, petistas afirmaram que não esperavam a decisão de hoje pelas mãos de outro magistrado. O juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília, foi quem recebeu denúncia e transformou em réus o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-senador Delcídio do Amaral e mais cinco pessoas por tentativa de obstrução da Lava Jato.

A decisão de hoje esvaziou o discurso da defesa de Lula de perseguição política do juiz Sérgio Moro. Quando o ministro Teori Zavascki, do STF, decidiu desmembrar esse fato, transferido para a Justiça Federal em Brasília, petistas comemoraram. 

“Mas com a velocidade que a decisão foi dada pelo juiz de Brasília, criou-se um clima de insegurança geral”, reconheceu ao Blog um dirigente petista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Naipes

29/07


2016

Lula: se queriam me tirar de 2018, isso não era preciso

Do UOL

Após ter virado réu na Justiça por suspeita de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva insinuou, hoje, durante evento em São Paulo, que, quanto mais tentam tirá-lo da disputa presidencial de 2018, mais ele tem vontade de concorrer.

"Se o objetivo de tudo isso é me tirar de 2018, isso não era necessário, a gente escolheria outro candidato mais qualificado, mas essa provocação me dá uma coceira", disse, durante evento em São Paulo. Lula afirmou que pretende brigar até o último dia de sua vida e que não vai se calar diante de ameaças.

"Duvido que tenha alguém nesse país que seja mais cumpridor da lei do que eu, que respeite mais instituições do que eu", afirmou depois. Lula tornou-se réu na tarde desta sexta-feira, quando o juiz Ricardo Leite, da Justiça Federal do Distrito Federal, aceitou denúncia contra o ex-presidente, o ex-senador Delcídio Amaral e outros cinco investigados, todos acusados pelo Ministério Público de tentar obstruir a Operação Lava Jato. Segundo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Lula teria participado de uma trama para comprar o silêncio do ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/07


2016

Juiz dá prazo de 20 dias para Lula se defender

O juiz federal Ricardo Augusto Soares Leite, que abriu ação criminal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-senador Delcídio Amaral e outros cinco acusados pelo Ministério Público Federal por tentativa de obstruir a Operação Lava Jato, deu à defesa do petista e de todos os outros réus o prazo de vinte dias, contado a partir do momento em que seus advogados forem notificados, para responder às acusações do Ministério Público Federal.

O prazo normal é de dez dias, mas o juiz dobrou o tempo para as defesas se manifestarem porque são muitos os acusados e o processo é complexo. Após a manifestação das defesas, o caso seja remetido para o Ministério Público Federal também se manifestar e, depois encaminhar ao juiz, que decidirá, então, as próximas etapas do processo.

A Procuradoria da República no Distrito Federal acusa o ex-presidente de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato em conjunto com o banqueiro André Esteves, Delcídio e seu ex-assessor de gabinete Diogo Ferreira Rodriguez, que teriam atuado para impedir a delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró – ele acabou tendo seu acordo de colaboração homologado pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.

Também teriam participado do esquema o ex-advogado de Cerveró Edson Ribeiro, o pecuarista José Carlos Bumlai e seu filho Maurício Marques Bumlai.

O caso já havia sido denunciado pelo Procurador-Geral da República (PGR), Rodrigo Janot, em dezembro do ano passado. No entanto, em decorrência da perda de foro privilegiado do ex-senador envolvido, Delcídio Amaral, e também pelo fato de o crime ter ocorrido em Brasília, a denúncia foi deslocada à Justiça Federal do Distrito Federal. Com essa redistribuição, o Ministério Público Federal do Distrito Federal foi acionado para se manifestar sobre a ação penal e concluiu pela confirmação integral da denúncia do procurador-geral da República.

Além de confirmar os elementos apresentados, o procurador da República Ivan Cláudio Marx faz acréscimos à peça inicial, com o objetivo de ampliar a descrição dos fatos e as provas que envolvem os acusados. Os crimes apontados estão previstos nos artigos 2º, § 1º, da Lei nº 12.850/2013, art. 357 do CP e art. 355 do Código Penal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/07


2016

Beto Accioly confirma apoio a Jorge em Camaragibe

O deputado estadual majoritário em Camaragibe, Beto Accioly (SD), confirmou o seu apoio ao atual prefeito e pré-candidato à reeleição no município, Jorge Alexandre (PSDB). Em nota enviada ao blog, há pouco, o parlamentar afirma que não pode abrir mão de uma conjuntura política favorável, forte e unida. Confira a íntegra:

Nota oficial

Os últimos dias foram de muitas conversas e reflexões sobre o futuro político de Camaragibe. Após ouvir os familiares e os amigos, tomamos uma decisão conjunta de apoiar o projeto de reeleição do prefeito Jorge Alexandre (PSDB).

Entendemos que o momento é de união. De somar forças. Sou o primeiro deputado estadual eleito do nosso município e temos desempenhado na Assembleia Legislativa de Pernambuco um importante papel em defesa do nosso povo. Continuarei, junto ao prefeito, trabalhando para viabilizar investimentos que gerem emprego e renda. Não podemos abrir mão de uma conjuntura política favorável, forte e unida.

Por fim, gostaria de agradecer imensamente aos camaragibenses por todas as manifestações de apoio e incentivo que recebi. Toda essa movimentação aumentou ainda mais a nossa responsabilidade com os compromissos assumidos em 2014. Em Camaragibe, o tempo é de fazer acontecer. E nós contamos com todos para construirmos uma ponte para o futuro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ObservatorioDoPovo

O prefeito não se reelege nem por um milagre.


bm4 Marketing (pessoal)

29/07


2016

Geraldo é oficializado como candidato a prefeito amanhã

O PSB do Recife realiza sua convenção municipal neste sábado, a partir das 9h, no Clube Internacional, localizado no bairro da Madalena. Na ocasião, a Frente Popular do Recife oficializa a candidatura à reeleição do prefeito Geraldo Julio (PSB) e do vice-prefeito Luciano Siqueira (PCdoB). O evento contará com a presença do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, do dirigente estadual Sileno Guedes, e do governador Paulo Câmara, além de lideranças dos partidos que formam a Frente Popular e da militância.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ObservatorioDoPovo

O infeliz da zona oeste da cidade que se vê obrigado a passar todos os dias Caxangá engarrafada vai votar nesse senhor? Vai cair na sua conversa. ?


Márcio Calheiros

29/07


2016

Temer se diz “preparadíssimo” para receber vaias

Do G1

O presidente em exercício Michel Temer afirmou, hoje, em entrevista ao Grupo RBS, do Rio Grande do Sul, que está “preparadíssimo” para ser vaiado na abertura da Olimpíada. Segundo reportagem publicada no site do jornal do gaúcho Zero Hora, Temer disse que tem de cumprir o “dever institucional” de estar presente no evento.

“Estou preparadíssimo para as vaias. No Maracanã, como dizia o Nelson Rodrigues, se vaia até minuto de silêncio. Estou preparadíssimo, não tenho a menor dúvida disso. E tenho de cumprir esse dever institucional. Aliás, eu soube que os ex-presidentes nem vão. A brincadeira é que eles estão reservando as vaias só para o presidente”, afirmou Temer.

A presidente afastada Dilma Rousseff foi alvo de vaias e xingamentos durante a abertura da Copa das Confederações, em 2013, e da Copa do Mundo, em 2014.

Com o governo interino de Michel Temer, a expectativa no Palácio do Planalto é que o presidente em exercício faça uma declaração protocolar de abertura dos Jogos Olímpicos, no próximo dia 5. De acordo com a reportagem do jornal, Temer disse acreditar que a imagem do país não será afetada pelo fato de estar tramitando no Senado processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

Temer também comentou a preparação das forças de segurança para conter ameaças de ataque terrorista. “Antes dos jogos mundiais (Copa do Mundo de 2014), também havia a mesma preocupação, e foi um sucesso. Espero que na Olimpíada aconteça o mesmo”, afirmou o presidente em exercício.

Na entrevista, Temer também defendeu as ações recentes da Polícia Federal, que prendeu 12 suspeitos de ligação com terrorismo. Ele comentou o caso do homem preso no interior do Rio Grande do Sul, que, segundo a família era criador e vendedor de galinhas e usava o celular e a internet para negociar as aves. Segundo a PF, ele trocou mensagens com integrantes de um grupo que estaria planejando um ataque terrorista durante os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

"Pode ser até que esse criador de galinhas só cuide de galinhas, mas pelo WhatsApp, se comunicava com companheiros. A prisão é temporária, apenas para prevenir, não significa que ele vai ficar preso eternamente. Como a segurança é rigorosa com essas coisas, é melhor prevenir do que remediar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ObservatorioDoPovo

Claro.Não tem muito que esperar da vida. O futuro para ele foi ontem. .Quando deveria se aposentar , dá o golpe e tenta aproveitar esse fim de festa.



29/07


2016

Cleiton já recebe apoio em Jaboatão

No mesmo dia em que anunciou sua candidatura a prefeito de Jaboatão pelo PP, o deputado Cleiton Collins recebeu, há pouco, o apoio do primeiro partido para compor sua coligação: o PMN, liderado no município pelo vereador Melque Almeida. Juntos, já farão a convenção, podendo o PMN indicar o vice.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Por que será que os Pastores e afins são tão gordos, é comendo dos idiotas que acreditam na salvação via pastor e detona a mincharia que tem para esses malas terem vida de Marajá!


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores