FMO


25/01


2020

Coluna do sabadão

Nova Sudene cuida até de segurança

Há tempo num esvaziamento que parecia não ter fim, a velha e surrada Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) deixou de ser um elefante branco, saiu da UTI como doente terminal e, aos poucos, dá sinais de vitalidade. Qualquer gestão pública depende exclusivamente de quem está no seu comando e, principalmente, de decisões políticas.

Lembro que quando o ex-governador Eduardo Campos (PSB) assumiu o Ministério da Ciência e Tecnologia ninguém imaginava, naquela ocasião, que pudesse fazer do limão uma limonada. Inquieto e criativo, especialmente fortalecido pelo apoio integral do ex-presidente Lula, Eduardo aproveitou a então esvaziada pasta que recebeu e a transformou num instrumento poderoso, manifestando ao País a sua faceta de bom gestor.

Cenário semelhante se observa com o empresário caruaruense Douglas Cintra, ex-senador por dois anos, período em que Armando Monteiro Neto, de quem era suplente, assumiu o Ministério do Desenvolvimento Econômico no segundo mandato de Lula. Hábil investidor privado, Cintra ganhou no Senado a experiência política que lhe faltava, fez um bom mandato e agora empresta o seu talento à Sudene.

Em menos de 30 dias à frente da empresa que cuidou a vida inteira do planejamento e desenvolvimento do Nordeste, Cintra fez do seu gabinete o mais concorrido espaço para empresários, políticos e gestores públicos ansiosos em fomentar programas, abrir linhas de crédito e tirar do papel projetos arrojados e inovadores. Sua mais recente ação foi estender, quinta-feira passada, a mão aos grandes e pequenos centros urbanos de olho na redução da violência urbana.

Criou o Conseg, o primeiro consórcio voltado para o combate à violência, já em fase de apresentação a governadores, prefeitos de capitais e de municípios com população acima de 200 mil habitantes. Para o seu start, trouxe ao Recife o ministro da Cidadania, Osmar Terra, e o secretário nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, além do secretário-executivo de gestão do consórcio, Silvio Barbosa de Miranda.

“Pela primeira vez a Sudene cria e oferece uma ferramenta de integração de integração das políticas públicas de segurança e defesa social”, diz o ministro Terra, adiantando que o objetivo é estimular a participação federal em ações do consórcio para prevenção à violência e investimentos na melhoria das condições de trabalho das guardas municipais.

Cenário de polarização – Os partidos de oposição a Geraldo Júlio no Recife estão numa grande torcida para o PT avalizar a candidatura de Marília Arraes na reunião da executiva nacional petista em São Paulo, próxima terça-feira. Tudo porque a confirmação do PT clareia o cenário de uma possível polarização entre PT, com a própria Marília, e PSB, com a candidatura de João Campos. O enfrentamento PT x PSB é ruim, principalmente, para a delegada Patrícia Domingos, ainda sem partido, cobiçada por algumas legendas, porque esvazia o seu balão.

A gleba de Humberto – Mas poucos aliados, entretanto, apostam numa posição favorável para candidatura própria do PT no Recife. O fator contrário mais preponderante é o latifúndio de cargos que o senador Humberto Costa detém nos governos Câmara e Geraldo. Por isso, tem afiado a goela no discurso de manutenção pela aliança com o PSB. Sem espaço no Governo Federal desde que Dilma foi afastada, Humberto alega que não tem aonde abrigar tanta gente que passará a acessar os sites de classificados em busca de emprego.

Olho em Olinda – O presidente do Solidariedade em Pernambuco, Augusto Coutinho, nega que a decisão do partido em não apoiar uma candidatura própria a prefeito do Recife esteja condicionada a reeleição do seu filho vereador na capital. Ressalta que a prioridade é a reeleição do prefeito de Olinda, Professor Lupércio. Quanto à candidatura de Alberto Feitosa a prefeito do Recife, Guga, como é mais conhecido, afirma que não está na pauta da legenda.

Aliança – Os bolsonaristas querem transformar o evento de apoiamento à criação da Aliança pelo Brasil, no próximo sábado, no Centro de Convenções, no maior do Nordeste, mas sem a presença do presidente da República. “Os apoiadores têm que comparecer munidos do título de eleitor e documento com foto autenticado”, adianta o Coronel Meira, coordenador geral do Aliança pelo Brasil no Estado. O evento contará com lideranças nacionais próximas a Bolsonaro, como o presidente da Embratur, Gilson Neto.

CURTAS

ÁGUA E SANEAMENTO – O governador Paulo Câmara entregou o novo sistema de tratamento de água de Garanhuns para levar até Jucati, no Agreste Meridional. São 31 km de tubos a um custo de R$ 6 milhões, beneficiando mais de 15 mil habitantes em Neves, distrito de Jucati, e no povoado de São Pedro, em Garanhuns. Em Caruaru, Câmara assinou a ordem de serviço para o sistema de esgotamento sanitário, totalizando R$ 3 bilhões. Trará benefícios a 90 mil habitantes, 30% da população urbana da capital do forró.

MALASOMBRO SERTANEJO – Empurrado pelos pais – a deputada Roberta Arraes e o ex-prefeito de Araripina, Alexandre Arraes, ambos do PSB, para uma disputa proporcional no Recife pelo PP, o garoto Humberto Arraes tem uma empresa mal-assombrada que presta serviços ao Estado e cargo comissionado no Governo. Ninguém entendeu a maluquice da candidatura dele, nem o fato de não concorrer em Araripina. 

PECADO – O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou, enfim, o que toda sociedade já estava informada, inclusive os leitores deste blog: a criação do chamado “imposto sobre pecados”, cobrados sobre produtos que prejudicam a saúde, como cigarro, bebidas e armas. Já a cobrança do imposto adicional sobre doces se explicaria pelo fato de ser considerado um passo para obesidade, especialmente a infantil, elevando o risco de desenvolver doenças graves, como diabetes.

Perguntar não ofende: Se negar a candidatura de Marília, o PT não estará dando provas de que não tem mais projeto de poder no Recife?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Preguiçoso e ignorante, Lula o carniça confirmou que não lê nem rótulo de cachaça. E uma porra dessa ainda quer ser presidente?

Fernandes

Bolsonaro voltou a defender a política de tortura de Trump que deportou 50 brasileiros dos EUA com algemas nos pés e nas mãos.

Fernandes

Apesar de trégua, crise entre Bolsonaro e Moro continua. Dinâmica da relação entre presidente e ministro é pautada por desconfiança. É um casamento de conveniência, no qual o sócio maioritário tem certeza que será traído pelo minoritário, dai o regime de contenção de tempo em tempo. Moro está com os dias contados.

marcos

Quem mamou, mamou. Quem não mamou, não mama mais. Corrupção nunca mais!

Fernandes

Dono da Band diz que Lava Jato é a principal responsável pela crise no Brasil.


Governo de PE - Redução nos Homicídios


24/01


2020

Coluna da sexta-feira

Marília volta candidata de São Paulo

O PT de Pernambuco – leia-se o manda-chuva Humberto Costa – não tem mais razões que embasem um novo veto ao plano majoritário e viável em torno do potencial eleitoral de Marília Arraes, desta feita na disputa à Prefeitura do Recife. Em 2018, ela teria amplas chances de chegar ao segundo turno e ganhar a eleição para o Governo do Estado, mas o projeto nacional, pelo qual a candidatura de Fernando Haddad ao Planalto precisaria do respaldo do PSB, atrapalhou.

Rifada, só restou a então favorita ao Palácio das Princesas, conforme atestavam todas as pesquisas de intenção de voto, buscar um mandato federal, arrebatado nas urnas com o aval de mais de 193 mil pernambucanos, a segunda mais votada entre os 25 deputados federais eleitos, abaixo apenas de João Campos. Respaldada, Marília buscou se aproximar em Brasília dos cardeais e mandarins do PT. Deu certo.

Ganhou a confiança da presidente Gleisi Hoffman (PR), do líder na Câmara, José Guimarães (CE), e, principalmente, do ex-presidente Lula, personagens com os quais estará frente a frente na próxima terça-feira, em São Paulo, ao lado do senador Humberto Costa, o presidente estadual do PT, Doriel Barros e o presidente do diretório municipal de Recife, Cirilo Mota. Do encontro, não pode sair outra decisão a não ser a de candidatura própria no Recife.

Na última sexta-feira, reunido em São Paulo, o diretório nacional do PT, sob a coordenação do próprio Lula, anunciou candidatura própria em dez capitais, entre elas a própria São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza e Manaus, deixando Recife de fora, o que derivou para interpretações de que Marília estava, novamente, fritada.

Mas não vai acontecer isso. Precisando recuperar espaços de poder arrastados pelas urnas nas últimas eleições, o que respaldaria a direção nacional a impor um novo veto à candidatura de Marília Arraes? Nada. A história não se repete em política. Vetar Marília lá atrás, vereadora do Recife, foi fácil. Deputada federal, são outros quinhentos.

Além disso, Humberto já ganhou o que queria: a renovação do seu mandato, que ameaçava virar letra morta não fosse o casamento com o PSB e o poder das duas máquinas, a do Estado e da Prefeitura do Recife. Humberto não tem mais resistência dialética e voz ativa no diretório nacional para barrar, por conveniências paroquiais, um projeto real de poder para o PT numa das capitais mais importantes do Nordeste.

Fora da disputa – Interlocutores de partidos de oposição que estiveram com o deputado Raul Henry, nos últimos dias, se convenceram de que não será candidato a prefeito num voo solo pelo MDB, tendo arquivado o projeto de se contrapor à aliança que o seu partido mantém no Estado e no Recife com o PSB. Henry não deseja romper o ciclo histórico com os socialistas e tem dito que não tem mais idade para entrar em aventura.

Vice de João – Não se surpreenda, caro leitor, se Raul Henry virar o vice na chapa do pré-candidato do PSB a prefeito do Recife, João Campos. Ele daria um ar de mais maturidade à chapa socialista, pela pouca idade do herdeiro político do ex-governador Eduardo Campos, com apenas 26 anos. Outro fator que tem levado o PSB a se convencer da necessidade de levar Henry a vice de João passa pelo seu currículo – já foi vice de Roberto Magalhães e vice-governador, também, tendo, além disso, perfil de um político urbano, com cara de Recife.

Viés doméstico – O deputado Alberto Feitosa, que tem atuado com viés de oposição, surge na mesa de negociação entre os partidos que combatem o PSB à sucessão do prefeito Geraldo Júlio. É visto como uma boa alternativa, mas pode esbarrar na má vontade do seu partido, o Solidariedade, cujo presidente, Augusto Coutinho, tem dito que a prioridade é reeleger o filho Rodrigo, vereador na capital. O SD é um partido doméstico.

Não quer – Sondado para voltar à Secretaria de Turismo, o deputado Felipe Carreras (PSB) não aceitou e por isso mesmo o governador não encontrou ainda a saída para o imbróglio da gestão na pasta entregue ao deputado licenciado Rodrigo Novaes, escolhido como cota do PSD, mas longe de contar com o respaldo do presidente estadual André de Paula, líder do partido na Câmara Federal.

CURTAS

MUDANÇA NA ILHA – Ao desembarcar, ontem, em Fernando de Noronha, o governador Paulo Câmara se deparou com um protesto de taxistas contra o decreto que proíbe, a partir de 2022, a entrada de carros a diesel na ilha. Câmara inaugurou a área requalificada do porto e entregou o novo centro de imagens do hospital São Lucas. Pode ter sido a última aparição pública ao lado do administrador Guilherme Rocha, ventilado para assumir outro cargo na gestão estadual.

O CONSULTOR – Está envolto num grande mistério o papel que o ex-ministro de Defesa, Raul Jungmann, cumpre na condição de consultor navegando entre os mares do Governo Federal e também estadual. Na passagem do ministro Osmar Terra, ontem pelo Recife, se apresentou como principal conselheiro e assessor. E essa tem sido uma rotina com todos os ministros de Bolsonaro que pisam o solo pernambucano. Até a Dias Toffoli, presidente do STF, o ex-ministro bateu continência, há 15 dias.

O CARONEIRO – Dias após exibir a ficha de filiação ao MDB, o ex-prefeito itinerante da Região Metropolitana, Yves Ribeiro, pega carona na popularidade da deputada estadual bombada de votos Gleide Ângelo. Acertou com ela um evento em Paulista, município que tentará governar pela segunda vez, no combate ao prefeito socialista Júnior Matuto, o até então queridinho do Palácio das Princesas.

Perguntar não ofende: Com Raul Henry fora do páreo, qual candidato no Recife terá o apoio da banda do MDB do senador Fernando Bezerra?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

marluxa, o Queiroz de Flávio que matou Marielle,

marcos

Qual Queiroz mortadela o de Flávio ou o de Lindbergh Farias que matou Marielle?

Fernandes

Agora tá explicado: Rita Lee diz que teve caso com Bolsonaro e que ele não era muito chegado na coisa. Por isso ele só anda o Hélio Negão. Será que agasalha ?

Fernandes

Aparece mais dinheiro do Queiroz na conta de Michelle Bolsonaro - E agora?

Fernandes

Bolsonaro Amarela E Mostra Que Moro É Quem Manda Na Birosca Porque Tem Na Manga Os Casos Marielle E Queiroz


acolher


23/01


2020

Coluna da quinta-feira

Turismo com dinheiro alheio

A justiça pernambucana, devagar quase parando no andamento dos processos que se acumulam nas mãos dos 52 desembargadores do Tribunal de Justiça, foi célere na promoção de uma caravana turística da alegria, com dinheiro do contribuinte. No apagar das luzes do ano passado, nada menos que R$ 2,5 milhões foram torrados em diárias para bancar nos Estados Unidos a farra de duas comitivas de suas excelências e até, pasmem, servidores graduados, segundo reportagem da Folha de São Paulo.

O pretexto do voo da alegria se amparou numa justificativa injustificável: premiar o desempenho de juízes e servidores do primeiro grau. A corte da justiça pernambucana é a mesma que, também em dezembro do ano passado, ocupou manchetes de jornais no País com a polêmica de ter pago a juízes e desembargadores rendimentos líquidos, em novembro, que chegaram a até R$ 853 mil.

Em um dos casos, a quantia bruta paga pela corte a uma juíza foi de R$ 1,2 milhão. A razão para essas altas cifras, segundo o TJ, foi o pagamento de férias acumuladas. Consultado sobre as viagens, o Tribunal não comentou nem forneceu dados sobre a previsão de gastos e os critérios de seleção. Um primeiro grupo participou do curso "Estudo do direito americano e suas influências no direito brasileiro", de 11 a 15 de novembro, na Fordham University The School of Law, em Nova York.

O evento foi incluído no programa "Muito Além das Metas", criado em 2018 para estimular a produtividade da primeira instância, segmento mais sobrecarregado do Judiciário. Essa prioridade, contudo, não foi mantida. Dos 45 participantes, 19 eram desembargadores, ou seja, magistrados da segunda instância e dirigentes da corte. Também viajaram 19 juízes e sete servidores.

A segunda caravana viajou nas férias do Judiciário para um curso de extensão, realizado de 2 a 13 de dezembro, na Universidade da Geórgia, nos EUA. Dos 40 participantes, 22 eram servidores. Embarcaram 14 juízes e apenas quatro desembargadores. Os magistrados e servidores assumiram os gastos com transporte aéreo e terrestre.

O Tribunal cobriu os gastos com hospedagem e alimentação, pagando oito diárias internacionais de US$ 691 para a viagem a Nova York, e 15 diárias, para a Geórgia. O presidente do Tribunal, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, e o 1º vice-presidente, desembargador Cândido José da Fonte Saraiva, viajaram a Nova York, cada um com diárias de R$ 25,2 mil.

O vice de Patrícia – A delegada Patrícia Domingos ainda nem confirmou se será candidata ou mesmo sua filiação partidária, mas a chapa que formaria na disputa pela Prefeitura do Recife já está na rádio corredor do Palácio Capibaribe, sede do Governo municipal, tendo na vice o deputado Silvio Costa Filho, presidente estadual do PRB. Silvinho, como é mais conhecido, ganhou espaço no Congresso Nacional como um dos principais líderes em defesa do Pacto Federativo.

Compromisso – A especulação em torno do nome de Silvinho para vice de Patrícia pode ser historinha de trancoso, até porque o blog apurou que ele já teria admitido retirar sua pré-candidatura a prefeito em favor da construção da unidade das oposições em torno de Raul Henry, do MDB, caso este tomasse gosto pelo desafio. Henry tem falado, nos últimos dias, com mais desenvoltura sobre a possibilidade de sair debaixo do guarda-chuva do PSB.

Vai de Marilia? – Toda a cúpula nacional do PT foi convocada pela presidente Gleisi Hoffman para o encontro com as principais lideranças do partido em Pernambuco na próxima terça-feira, em São Paulo. Em pauta, candidatura própria. O PT está dividido entre apoiar Marília Arraes, no topo das pesquisas, ou manter a aliança com o PSB, fechada na eleição passada para reeleger o governador Paulo Câmara.

O que vale? – O que vai pesar na reunião decisória do PT em São Paulo é a palavra do ex-presidente Lula, que estará presente. Quando esteve no Recife, em novembro do ano passado, almoçou com dirigentes do PSB e jantou com Marília Arraes. A Paulo Câmara e Geraldo Júlio, Lula prometeu o céu e a terra para segurar o PT na aliança. Já a Marília Arraes, depois de molhar o bico, garantiu que ela será candidata.

CURTAS

APEGO A CARGOS – Se depender do senador Humberto Costa, entretanto, o PT fica com o PSB na sucessão de Geraldo Júlio, mantendo, assim, os cargos que ocupa não apenas na Prefeitura do Recife, mas, sobretudo, no Governo do Estado. Entre os puxas de Humberto, o ex-deputado Dílson Peixoto, que virou secretário de Agricultura, mesmo sem saber distinguir um jerimum de uma melancia.

ZÉ CAPACETE – Capital do gesso, Trindade, no Sertão do Araripe, a 649 km do Recife, tem um candidato com nome popular e cheiro de povo: Zé Capacete (PSL), o José Lopes Benício. Vereador de primeiro mandato, Capacete tem origem humilde, saindo de vendedor de picolé nas ruas a um dos mais bem-sucedidos empresários do setor de transporte, com maior demanda em gesso exportando para São Paulo. Nas pesquisas, já aparece como bicho papão para os adversários.

GARANTIA-SAFRA – Saiu a lista dos municípios no Estado contemplados com o primeiro desembolso do Garantia-Safra, beneficiando mais de 13 mil agricultores. Espalhados entre o Agreste e o Sertão, cada produtor receberá R$ 850 em cinco parcelas de R$ 170. Quem ficou de fora deve tomar satisfação ao IBGE, que exige a real verificação de perdas das safras. Dos 185 municípios, apenas 25 foram incluídos na primeira leva.

Perguntar não ofende: Como o Brasil vai conviver com um presidente mudo, sem dar entrevistas, conforme anunciou, ontem, o próprio Jair Bolsonaro?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O Reinaldo Azevedo cantou a pedra: Moro vai fazer de tudo para que Flávio Bolsonaro seja preso, assim Bolsonaro chegará fraco à disputa presidencial. Moro está com os dias contados.

Fernandes

A pedido do Carluxo, Bolsonaro decidiu esvaziar pasta de Moro depois da entrevista no Roda Viva. Moro está com os dias contados.

Fernandes

Bolsonaro articula recriação de ministério que esvazia poder de Moro. Ideia que reacendeu a fritura do ministro no governo não constava de reunião de secretários. Moro está com os dias contados.

Fernandes

Com Moro E Bolsonaro, Brasil Atinge Pior Posição No Ranking De Combate À Corrupção. Moro está com os dias contados.

Fernandes

Governo Bolsonaro já responde a 17 ações judiciais após erros no Enem.


Prefeitura de Serra Talhada


22/01


2020

Coluna da quarta-feira

Patrícia pode ser o fato novo

A sucessão do prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), está pintando para ter um fato novo. Os pré-candidatos que se apresentam já são velhas caras conhecidas da política pernambucana. Embora jovens, os deputados João Campos e Marília Arraes, respectivamente do PSB e PT, nunca disputaram uma eleição majoritária, mas se apresentam amparados por velhas estruturas.

O novo ainda está por vir e atende pelo nome de Patrícia Domingos, que dirigiu a Decasp – Delegacia de Crimes Contra a Administração e Serviços Públicos, extinta em novembro de 2018 pelo governador Paulo Câmara (PSB) quando ia fisgar peixes graúdos da política. Coordenou 15 operações, que culminaram na prisão de 49 gestores públicos e empresários, R$ 3 milhões em espécie apreendidos e R$ 10 milhões em bens bloqueados.

Só não foi à frente porque, inexplicavelmente, a Delegacia foi rifada do mapa e a Patrícia não restou outra alternativa a não ser a de requerer uma licença prêmio, não sabendo ainda onde atuar quando esgotar o prazo de seis meses. Um lote de partidos está de olho no seu potencial eleitoral. A delegada nem assumiu ainda o protagonismo de pré-candidata e já aparece bem situada nas pesquisas de intenção de voto.

Entre os partidos que tentam laçar Patrícia está o Podemos, do senador Álvaro Dias. Os entendimentos até que avançaram, mas recai sobre ela uma grande dúvida se entra de fato na política partidária oferecendo-se como alternativa à Prefeitura ou volta a exercer a sua carreira de delegada investigativa, premiada nacionalmente.

A segunda saia – Se Patrícia se dobrar as pressões, na prática será a segunda mulher a entrar na briga pela Prefeitura do Recife. A primeira, a petista Marília Arraes, depende da boa vontade do senador Humberto Costa, que manda no PT. Quando esteve no Recife, o ex-presidente Lula encheu a cara num jantar na casa de Marília e saiu de lá dizendo que ela seria a candidata, mas, estranhamente, em entrevista ao Estadão, não incluiu Recife entre as capitais com candidatura própria.

O cangaceiro – No debate com a delegada Patrícia Domingos, na última segunda-feira na CBN, ancorado pelo competente Aldo Vilela, o secretário de Segurança Pública do Recife, Murilo Cavalcanti, não conseguiu se desvencilhar da faceta agressiva e machista de Lampião, herdado de sua Cabrobó, no Sertão. Ao tentar vender uma paz que não existe no Recife, contestada pela delegada, pegou ar e por pouco não agride a fina e elegante Patrícia.

Olhar brilhante – Líder do Governo no Senado, o pernambucano Fernando Bezerra Coelho (MDB) prestigiou, ontem, a filiação do ex-prefeito Yves Ribeiro, que volta a disputar a Prefeitura de Paulista. “O que a gente percebe em Paulista está presente no olhar das pessoas, mostrando que a esperança está voltando ao coração do povo”, disse FBC, em discurso no ato de assinatura do novo aliado ao MDB.

Vice descartada – A vice-prefeita de Igarassu, Elcione Ramos (PTB), está perdendo a queda de braço para o ex-secretário de Finanças, Péricles Rocha (sem partido), na escolha pelo prefeito Mário Ricardo (PTB) candidato oficial à sua sucessão. Por uma razão muito simples: bolsonarista de carteirinha, Elcione entraria na disputa enfraquecida num território marcado pelo lulismo-petismo. Mas Ricardo ainda não bateu o martelo, o que só deve fazer após o carnaval.

CURTAS

O MELHOR – Em entrevista ao Frente a Frente de ontem, agora com a Nova Recife FM 98,7 como cabeça de rede da Rede Nordeste de Rádio, o líder do PSD na Câmara, André de Paula, deixou o prefeito Geraldo Júlio enciumado ao afirmar, sem arrodeios, que ACM Neto, de Salvador, é o melhor prefeito do País. De Paula disse, inclusive, que a capital baiana, sob a batuta do neto de Antônio Carlos Magalhães, o Toninho Malvadeza, virou referência nacional.

CANDIDATO – Após seis meses sem dar declarações sobre a sucessão em Caruaru, o deputado Tony Gel (MDB) rompeu o silêncio, ontem, no blog, ao afirmar que não será Miriam Lacerda a candidata do seu grupo, mas ele próprio. Gel, entretanto, não tem pressa. Diz que vai esperar o afunilamento do processo. Com razão, até porque não se sabe ainda se Raul Henry será ou não candidato no Recife.

FLORESTA – Para desespero do grupo do secretário de Turismo, Rodrigo Novaes, a ex-prefeita de Floresta, Rorró Maniçoba (PSB), já acendeu a chama da sua candidatura, aparecendo na liderança de todas as pesquisas de intenção de voto no município. Primo do secretário, Gustavo Novaes, o candidato de Rodrigo, não é nem de longe páreo para a imbatível Rorró.

Perguntar não ofende: Por que o deputado João Campos tomou Doril depois da entrevista da sua avó Ana Arraes ao blog?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Agora tá explicado: Rita Lee diz que teve caso com Bolsonaro e que ele não era muito chegado na coisa. Por isso ele só anda o Hélio Negão. Será que agasalha ?

marcos

Tchau alemãs, boa noite.

marcos

Potências e comércio tem acento, Mobral. Vai no cola/cópia pra não continuar fazendo merda.

marcos

Cadê o môco, tá sumido!

marcos

Oba, agora com esse tipo de nudismo revelado por anemia todo mundo vai ver o tamanho do grelo de Dilma.




21/01


2020

Coluna da terça-feira

Minhas trincheiras não terão fim

Desde ontem, esta coluna deixa de ser publicada na Folha de Pernambuco, jornal do empresário Eduardo Monteiro, do qual participei, com muita alegria, do seu alicerce, abrindo novo paradigma na comunicação do Estado, quebrando, ao mesmo tempo, o velho tabu de que não havia espaço para uma chamada terceira via na mídia impressa do Estado, refém da dicotomia Diário de Pernambuco x Jornal do Commercio.

A Folha veio, inovou e venceu. Emprestei minha modesta colaboração em duas etapas, uma delas interrompida bruscamente, outra pela ida a Brasília como editor do Jornal de Brasília, arrendado também por Eduardo. A ele, só tenho que agradecer pelas oportunidades, mas a coluna vai continuar neste espaço, como sempre esteve, à meia noite e depois respostada às seis da manhã.

Até porque se traduz no carro chefe deste blog, trazendo análise isenta, com boa dose de pimenta, sem perder meu estilo de defensor de grandes causas e bandeiras da sociedade.

Encaro o Jornalismo como missão cidadã, trincheira e tribuna dos que não têm voz, vivem penando num País com o traço perverso das desigualdades sociais. Não tolero injustiças, mas são regra ao invés de exceção nesta região relegada à sorte e ao abandono.

Nesse tempo todo, perdi o número de causas que defendi. Pela minha pena, a luz se acendeu no final do túnel em muitas jornadas que pareciam adormecidas ou inquebrantáveis. No dia em que não puder mais fazer jornalismo assim, não sirvo à sociedade, não honro o juramento do diploma de bacharel em Jornalismo, vocação que Deus me deu, aperfeiçoada ao longo do tempo sob inspiração do meu amado pai Gastão Cequinha, com raízes nas barrancas do Rio Pajeú.

Estrela bolsonarista – Regina Duarte virou secretária de Cultura de Bolsonaro. O apelido de namoradinha do Brasil vem dos anos 70 quando encantou o País em novelas e peças de teatro. Seu ingresso na vida pública deixa pairar no ar muitas dúvidas. Passa a servir um Governo que não tem lá essas coisas de compromissos com a cultura e pode ser mais uma estrela para gerar apenas mídia como foram Pelé e Gilberto Gil no passado.

Caiu fora – Em Araripina, o ex-prefeito Alexandre Arraes (PSB) não conseguiu segurar o vereador João Dias, o mais influente do seu grupo de dois, em apoio à candidatura de Bringel Filho (PSDB) à sucessão do prefeito Raimundo Pimentel (PSL). O parlamentar debandou para o grupo de Tião, o chamado “Barão do Gesso”, por ser o maior donatário de imensas glebas de gipsita do Araripe.

Aliança e sanfona – Presidente da Embratur, o pernambucano Gilson Neto recebeu a missão de Bolsonaro para estruturar o novo partido Aliança pelo Brasil em território nordestino. No último fim de semana, mobilizou uma multidão em João Pessoa colhendo assinaturas de apoio ao registro da legenda, com direito a uma canjinha em sua sanfona. A próxima etapa inclui Pernambuco e Ceará.

A favor e contra – No Rio de Janeiro, porque ninguém é de ferro, o deputado Felipe Carreras garante que, ao contrário de Gonzaga Patriota, votará em Danilo Cabral para líder do partido na Câmara. Como Patriota, entretanto, o atual líder Tadeu Alencar vota no carioca Alessandro Molon, nome, aliás, forçadamente apoiado por ele por causa de um entendimento fechado lá atrás em apoio à sua escolha como líder para o exercício que está sendo encerrado.

CURTAS

UNIDADE – As oposições começam a despertar para a necessidade de unidade na sucessão do prefeito Geraldo Júlio no Recife. Líder da oposição na Assembleia, Marco Aurélio, do PRTB, ainda está no páreo, mas ontem deu indicativos de que pode liderar um movimento em favor de um bloco conciso em torno do nome da delegada Patrícia Domingos, ainda sem filiação partidária.

O ARREPENDIDO – Em Carpina, o Palácio acena em apoio à reeleição do prefeito Manoel Botafogo (PDT) contrariando o chefe de gabinete do governador, Milton Coelho. Suplente de deputado federal pela Frente Popular, Coelho tem compromisso velado com a oposição, apoiando o trabalhista Joaquim Lapa, que lidera todas as pesquisas de intenção de voto para prefeito. Pavio curto, Botafogo tem mania de romper com o Governo e depois se arrepender.

BRIGA DAS SAIAS – Já em Caruaru, a surpresa da fase pré-campanha pela Prefeitura pode se revelar no grupo do deputado Tony Gel (MDB). O que corre nos bastidores é que ele não será o candidato, mas apresentará a esposa Miriam Lacerda para um duelo saia contra saia – a adversária é Raquel Lyra (PSDB). Miriam já disputou em 2012 e perdeu para José Queiroz, novamente candidato.

Perguntar não ofende: Joaquim Francisco está no páreo para valer na corrida sucessória do Recife?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Agora tá explicado: Rita Lee diz que teve caso com Bolsonaro e que ele não era muito chegado na coisa. Por isso ele só anda o Hélio Negão.

marcos

Ô mortadela, imagina uma disputa presidencial entre Dr Sérgio Moro e o nosso kit gay. Kkkkkkkkk

marcos

Dr Sérgio Moro dá show no roda viva. O nosso futuro presidente.

marcos

O choro é livre e a Fake mortadela também!

Fernandes

Bolsonaro é a tragédia brasileira.


Prefeitura de Limoeiro


20/01


2020

Coluna desta segunda na Folha

Pernambuco já viveu o boom baiano

O boom que a Bahia vive, hoje, revelado numa série de postagens no meu blog, Pernambuco já viveu também com Eduardo Campos (PSB). Seus dois mandatos abriram um novo paradigma em gestão pública. Aproveitando o momento político e econômico que o País vivia, o apoio de Lula e a alta das commoditeis, o ex-governador investiu R$ 18 bilhões em obras no Estado, com recursos azul e branco, operações de crédito nacionais e internacionais e repasses da União.

Com ele, o Estado pulou para o quarto do País a receber mais investimentos e sua economia subiu para a 10ª posição no ranking nacional. Abriu quatro novos grandes hospitais, três na RMR e um em Caruaru, 25 UPAS e UPAES. Fez o Estado a ter a melhor educação pública do País abrindo escolas em tempo integral e escolas técnicas. Levou estudantes para aprender línguas no Exterior, abriu cursos de Medicina na UPE em Garanhuns e Serra Talhada e criou o Pacto pela Vida, premiado pela ONU.

Mais água – Na era Eduardo, Pernambuco foi destaque pela maior obra hídrica do País, à frente o competente ex-presidente da Compesa, Roberto Tavares. Construiu a rede de distribuição de água de Pirapama, reduzindo o racionamento de água no Grande Recife. Tirou do papel a Adutora do Pajeú e fez o maior conjunto de adutoras do País. Em Suape, investiu R$ 2 bilhões em sua infraestrutura.

Estrada da Batalha – No trânsito, o Governo Eduardo transformou a vergonhosa saída do Recife para o litoral Sul com a Estrada da Batalha e abriu uma via pedagiada para Porto de Galinhas e Suape, a chamada Rota do Atlântico. Em sua gestão, Suape foi a China brasileira, atraindo bilhões de reais em investimentos, como refinaria, polo petroquímico, estaleiro e empresas de energia eólica.

Industrialização – No pico das obras em Suape, 60 mil trabalhadores se deslocavam diariamente no Grande Recife para trabalhar em Suape. A interiorização da indústria virou realidade. Vitória de Santo Antão atraiu a Sadia, hoje BRF, a Metalfrio, a Rocca, dentre outras. Goiana virou centro cosmopolita com a Fiat/Jeep, hoje maior item de exportação do Estado, gerando 12 mil empregos.

Novo polo – Goiana também recebeu um investimento bilionário: a fábrica de vidros Vivix. Igarassu e Itapissuma viraram polos cervejeiros com a instalação da Ambev e a ampliação da Heineken, à época Brasil Kirin. Eduardo abriu o Gasoduto e outras cidades ganharam investimentos, como Limoeiro, Glória e São Lourenço.

Lado ruim – Eduardo duplicou as estradas de Caruaru a Toritama e de Recife a Carpina, mas cometeu erros também. O presídio de Itaquitinga virou assombração, o BRT, ao contrário da Bahia, não obteve resultado, o pólo farmoquímico se resumiu a Hemobrás e a Arena virou um problemão.

QUADROS – Mas como Moura Cavalcanti, Eduardo sabia montar equipe e revelar quadros. Quem eram Geraldo e Paulo? Danilo, Tadeu e Carreras entraram na política pelas mãos dele. Eduardo teve a capacidade de descobrir Fred Amâncio, Roberto Tavares, Ricardo Dantas, Milton Coelho e Márcio Stefanni, coringas dele.

Perguntar não ofende: Quando Pernambuco voltará a ter um novo Eduardo Campos?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Escândalo: Paulo Guedes falsificou cálculos da Previdência. Estudo de pesquisadores mostra como o governo falsificou dados para aprovar a reforma da Previdência.

marcos

Lula o carniça manda Gleisi a amante Coxa abrir uma igreja de crente, e dá nome a nova congregação. PTcostal.

marcos

O choro é livre e a Fake mortadela também.

Fernandes

Escândalo: Paulo Guedes falsificou cálculos da Previdência. Estudo de pesquisadores mostra como o governo falsificou dados para aprovar a reforma da Previdência.

Fernandes

Cliente do chefe da Secom vira líder em recebimento do governo. A agência de publicidade Artplan recebeu da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) R$ 70 milhões entre 12 de abril e 31 de dezembro de 2019. A quantia é 36% superior ao que a empresa recebeu em 2018. A agência é cliente da empresa do responsável pela pasta, Fabio Wajngarten. As informações foram publicadas pela Folha de S. Paulo.


Banner de Arcoverde


18/01


2020

Coluna deste sabadão na Folha

Danilo não une nem Pernambuco

Se o deputado Danilo Cabral não consegue nem o apoio fechado da bancada do PSB, formada por cinco parlanentares, como se atreve a bater chapa com Alexandre Molon (RJ) pela liderança do partido na Câmara?

Falando, ontem, no Frente a Frente, o deputado Gonzaga Patriota, o decano da bancada, disse que seu voto é de Molon por já ter assumido compromisso pela sua indicação. Não quis duvidar da disposição de Danilo em enfrentar Molon, mas afirmou que não seria salutar uma disputa neste momento.

Segundo apurei, a escolha do deputado carioca se deu de forma consensual e já havia sido objeto de acordo logo após a eleição, também sem disputa, do próprio Tadeu.

Se tudo se deu assim, as razões de Danilo botar a cara são de natureza essencialmente pessoal, podendo correr o risco de sofrer uma derrota acachapante. Já curtido pelo tempo, Danilo tende a desistir, porque sabe que é uma aventura.

ARRUMANDO A CASA - Se houver reforma no secretariado, existe indicativos de que Felipe Carreras assuma Infraestrutura no lugar de Fernandha Batista, esta deslocada para presidência da Compesa, enquanto Rodrigo Novaes, de Turismo, ficaria onde está para atender ao secretário especial Antônio Figueira. Se isso ocorrer, Milton Coelho, primeiro suplente, assumiria mandato federal.

SE A MODA PEGA... - Em Pombos, o Ministério Público exige que o prefeito Manoel Marcos Ferreira (PSB) preste contas da destinação dos R$ 1, 121 milhão que entraram nos cofres do municípios decorrentes da cessão onerosa do pré-sal. O pedido foi feito pelo promotor de justiça José da Costa Soares. “Qualquer omissão se configura ato de improbidade administrativa”, alerta o promotor.

CONVITE – O Podemos, do deputado federal Ricardo Teobaldo, ronda a delegada Patrícia Domingos para que se filie à legenda com o propósito de concorrer a Prefeitura do Recife. Responsável pelos processos que levaram 49 politicos ao xadrez, por atos de corrupção, Patrícia não sabe ainda se entra na disputa nem muito menos avançou na direção da sigla que faça a sua cabeça.

TERNURADO – Dez dias após incentivar a candidatura de Raul Henry à Prefeitura do Recife, numa entrevista à Folha, o senador Jarbas Vasconcelos (MDB) recebeu, ontem, no Debate, seu escritório político, a visita do prefeito Geraldo Júlio (PSB), que costura, por 24 horas, a unidade da Frente Popular em apoio a João Campos.

ANIMADO – Com data de posse na presidência do Tribunal de Justiça de Pernambuco para o próximo dia 3, o desembargador Fernando Cerqueira fez questão de entregar, ontem, em mãos, o convite ao novo presidente do Tribunal de Contas, Dirceu Rodolfo. Bom camarada, Cerqueira está com tesão de noivo.

VOLTA E OBRAS – A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), já voltou ao batente depois de uma semana refrescando a cuca no Exterior com a família. Candidata à reeleição, seu grande desafio é cumprir o calendário de inauguração das obras em fase de conclusão até junho, prazo permitido por lei.

Perguntar não ofende: Quando Geraldo Júlio vai deixar de entregar creches e inaugurar uma obra estruturadora no Recife?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Pega o beco marluxo Carluxo.. KKKK

marcos

Beca as alemãs mortadela. kkk

Fernandes

Muitos judeus brasileiros elegeram o desgoverno nazista do Bozo. Parece que alguns, agora, se arrependeram.

Fernandes

Pega o beco marluxa. KKKKK

marcos

Beca o Beco, marluxa. .................... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk




17/01


2020

Coluna desta sexta na Folha

Tudo a ver com o Galo da Madrugada

Repórter do batente da política, vez por outra me aventuro a entrar na pauta de outras temáticas. Pernambucano, nunca cobri o Galo da Madrugada, o maior arrastão de carnaval do planeta. Sempre estive na festa, mas nas coberturas de camarotes, onde aparecem os políticos.

Por isso mesmo, não foi fácil pegar um solzão de 40 graus, ontem, em Salvador, no meio de uma multidão estimada em dois milhões de fiéis, para retratar, em tempo real, a procissão do Senhor do Bonfim, que culmina com a Lavagem na Igreja da Colina Sagrada.

São nada menos que 8 km percorridos a pé, em meio a uma multidão rezando, cantando e dançado axé e frevo; Grande parte faz prece ao Senhor Bonfim, pedindo um ano de graça e bênçãos.

Confesso que fui puxado e dei conta do recado, mesmo fervendo no calor como uma chaleira, graças a energia e a magia da gente baiana, a mais carioca de todo raça nordestina. Quem nunca esteve no Bonfim, que cuide de um dia aparecer por lá. O axé enche de luz.

Recorde baiano – No meio da multidão que se espremia pelas ladeiras de Salvador em direção à Igreja do Bonfim me deparei com muitos políticos baianos, entre eles o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), eufórico com tantos beijos e abraços recebidos pelos soteropolitanos. Em entrevista ao colunista, ele disse que a festa de ontem bateu um recorde: mais de dois milhões de pessoas.

Mensagem – Já o governador da Bahia, Rui Costa (PT), roeu em casa por ter ficado fora da festa do Bonfim pela primeira vez. Submetido a uma pequena cirurgia, o petista se rendeu às recomendações médicas. Emocionado com a cobertura do meu blog em tempo real, sacou pelo celular uma mensagem de agradecimento e de reverência a maior festa religiosa da Bahia.

Candidato global – Com total anuência das Organizações Globo, que enxerga nele a oportunidade de rifar a reeleição de Bolsonaro, o apresentador Luciano Huck foi uma das estrelas do Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, bombardeando o presidente da República. Afirmou que o Brasil carece de políticas direcionadas ao combate das desigualdades.

Impossível – A chapa no Recife que seria imbatível, segundo marqueteiros ouvidos pelo blog, teria Gleide Ângelo (PSB) na cabeça e a também delegada Patrícia Domingos, ainda sem filiação partidária, na vice. Esquecem que existem dois impedimentos: o PSB vai de João Campos e Patrícia não quer conversa com Gleide.

Cumaru – Quem tem esposa prefeita tem que se desdobrar. É o caso do presidente da Assembleia Legislativa, Eriberto Medeiros (PP). Casado com a manda-chuva de Cumaru, Mariana Medeiros, entregou, ontem, naquele município, 90 títulos de propriedade a moradores da zona rural e periferia.

DNOCS – O deputado Rogério Leão comemorou, ontem, a posse do novo coordenador estadual do DNOCS, Marcos Leão Filho, indicado pelo deputado Sebastião Oliveira. Em seu discurso, Leão destacou o compromisso do presidente Bolsonaro na ampliação da oferta de água nas regiões do semiárido.

Perguntar não ofende: Se o presidente Bolsonaro foi para o confronto com a mídia em defesa do jornalista que controla a sua mídia, o que será da TV Globo?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Desaprovação a Bolsonaro sobe a 64%, diz Ipsos. Como disse o general Heleno, é um despreparado.

Fernandes

Despenca expectativa dos brasileiros com o governo Bolsonaro, aponta pesquisa. Levantamento de opinião pública da XP Investimentos mostra que caiu em três pontos percentuais o índice de aprovação ao governo Bolsonaro. Os que classificam a gestão Bolsonaro como boa ou ótima passaram de 35% para 21%

marcos

Em entrevista ao blog 247 Lula diz, porra esse bolsonaro não vai roubar não é? Cumpanheiros tamo fundido.

marcos

Joice Hasselman vai se filiar ao PT para disputa municipal em Sampa. Pedido dela aos idiotas úteis, esqueçam o que falei de Lula.

marcos

Lula passa mal em hotel após tomar 5 Azulsinhos. Cuidado ladrão, use a língua. Kkkkk




16/01


2020

Coluna desta quinta na Folha

Na Bahia, PT e DEM brigam para fazer mais

Na Bahia desde a última segunda-feira, foi fácil identificar uma diferença gritante em relação a Pernambuco. Enquanto Pernambuco é governado pela hegemonia do PSB, Estado e Prefeitura do Recife, a régua e compasso na Bahia não foram entregues apenas a um partido nem a um grupo.

O governador Rui Costa, cria do ex-governador petista Jacques Wagner, de quem foi secretário da Casa Civil, saindo para ser eleito o deputado federal mais votado do Estado, é tão aprovado na gestão quanto o prefeito ACM Neto, da calibragem democrática, o DEM. Ambos brigam para fazer muito e mais. Rui quer ser firmar como um dos melhores governadores da última safra.

ACM, o melhor prefeito do País, tanto que sua mídia na TV baiana tem esse direcionamento. Melhor para a Bahia, melhor para Salvador, que saem ganhando numa disputa que, no final, ergue o troféu o povo baiano, beneficiado por obras estruturadores e de efeitos sociais.

Voz pernambucana – Os dois principais pilares da gestão ACM Neto em Salvador são pernambucanos: o deputado João Roma Neto e o vice-prefeito Bruno Reis. Natural do Recife e neto do tabelião João Roma, Roma Neto foi chefe de gabinete de ACM Neto na primeira gestão. Teve tamanho êxito que emplacou mandato federal. Já Bruno, já anunciado candidato à sucessão do prefeito, é sertanejo de Petrolina.

No estaleiro – Em fase de restabelecimento de uma cirurgia, feita no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), só deve voltar às atividades em dez dias. Passou por uma ginecomastia, que é a retirada das glândulas mamárias. A necessidade da cirurgia havia sido identificada em dezembro, depois dele se queixar de dores, segundo a assessoria.

Os gulosos – Mais uma vez, o senador Humberto Costa (PT) deu exemplo que não tem limites quando se trata de gastar o dinheiro meu, seu, do contribuinte brasileiro. Aparece na liderança dos congressistas mais gulosos no uso da verba apelidada de “cotão”, com despesas da ordem de R$ 607,4 mil. Na Câmara, entre os que mais utilizaram a verba está Daniel Coelho, com R$ 1,3 milhão.

Atraso geral – Não é apenas Pernambuco ou Recife que pagam em atraso os cachês de artistas da terra contratados para grandes eventos, como Carnaval e São João. Na Bahia e Salvador não tem sido diferente, segundo depoimento que colhi de artistas do axé durante minha passagem pela capital baiana.

Pegou mal – O presidente do PT no Recife, Cirilo Mota, é um lambe botas do senador gastador Humberto Costa. Deixou isso bem claro, ontem, ao inventar uma reunião para sinalizar que o partido, ao invés de disputar Recife com Marília Arraes, deve continuar sendo sublegenda do PSB.

DENTES – Nicolás Maduro, o ditador venezuelano, prometeu arrebentar os dentes de Bolsonaro em discurso para milicianos chavistas. “Conheço os planos imperiais, conheço em detalhes os planos da oligarquia colombiana e de Bolsonaro. Se atreverem a atacar, arrebento os dentes deles”, ameaçou.

Perguntar não ofende: Se não fosse o portal da transparência, como Pernambuco saberia que Humberto e Daniel são campões em gastos de verba pública?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Desaprovação a Bolsonaro sobe a 64%, diz pesquisa Ipsos. Como disse o general Heleno, é um despreparado.

marcos

Bebiano ficou bebo e só derrubou o litro de pitu. Kkkkk

marcos

Bebiano, Santos Cruz, Queiroz, Frota, Bivar, Joice, Lula, Gleisi, Humberto Ladram e a Caravana passa. Dá lhes Mito!

marcos

Cedê Glenn o viadinho do IntercePT, acalmou as penas? Será que ele vai derrubar Dr Sérgio Moro? kkkkkkkkkkkkkkkkkk

marcos

Lula candidato a prefeitura de São Paulo, tá aí essa eu quero ver. kkkkkkkkkkkkkk




15/01


2020

Coluna desta quarta na Folha

Edinho detona Câmara e Geraldo Júlio

Os recados que o publicitário Edson Barbosa mandou, ontem, em entrevista ao Frente a Frente direto de Salvador, são de gente do ramo da engenharia política. Edinho, como é mais conhecido, talvez tenha sido o profissional de comunicação mais próximo ao ex-governador Eduardo Campos, a quem foi apresentado pelo também célebre Duda Mendonça.

Não há sentimento de rancor de sua parte por não integrar mais o pool de agências que servem ao Governo do Estado e ao PSB, até porque sua influência e seu poder extrapolam as fronteiras de Pernambuco e da Bahia, onde mora, sendo uma voz das mais sensatas ouvidas por grandes lideranças políticas do País.

O que há nele, de verdade, é um sentimento de frustração com Paulo Câmara, por este ter jogado fora a oportunidade dada por Eduardo para se transformar numa grande liderança e por Geraldo Júlio insistir numa gestão cosmética à frente da Prefeitura do Recife.

Venda casada – A presidente do Procon Recife, Ana Paula Jardim, fiscaliza com rigor as denúncias que chegaram ao seu conhecimento de venda casada de barracas ao longo da praia de Boa Viagem. Como isso se daria? O comerciante alugaria a cadeira para o consumidor e o condicionaria a consumir na barraca dele a venda do balde de cerveja ao invés da unidade da cerveja.

Caindo fora – O presidente do PSD, André de Paula, retorna ao Recife na próxima sexta-feira depois de refrescar a cuca no recesso parlamentar nos Estados Unidos por 15 dias. Deve ter aproveitado a distância para amadurecer a ideia de se afastar, definitivamente, das bases que do Governo Paulo Câmara. Entre ele e Rodrigo Novaes, sabe que Câmara optou pelo desafeto.

Convenções – Ao ler, ontem, aqui, que Salvador está inaugurando um novo Centro de Convenções, o deputado Alberto Feitosa (SD) lamentou que o prefeito Geraldo Júlio não transforme a extensa área desocupada no Aeroclube, no Pina, num equipamento semelhante. “A Prefeitura quer construir casas populares, o que não cai bem para aquela área tão privilegiada”, afirmou.

Mau pagador – O prefeito de São José da Coroa Grande, Pell Lajes (PEN), já fechou praticamente a grade das atrações do Carnaval, mas esqueceu um detalhe: não pagou ainda os cachês dos artistas que se apresentaram na festa do momo, ano passado. Os convidados estão desconfiados de calote.

Carnaval – O maestro Edson Rodrigues e o Bloco das Flores foram escolhidos pelo prefeito Geraldo Júlio para serem homenageados no carnaval deste ano, que ele já profetiza o maior da história. Em Salvador, a rede hoteleira já está praticamente reservada para os quatro dias de folia. A cidade tem 37 mil leitos.

SAÚDE – O governador Paulo Câmara nomeou, ontem, mais 389 concursados da última seleção da área de saúde. São médicos de diversas especialidades, além de biomédicos, farmacêuticos e 112 profissionais de nível técnico. Desde 2015, quando começaram as nomeações, são 7,9 mil contratados.

Perguntar não ofende: Até quando Sérgio Moro resiste as conspirações do presidente Bolsonaro?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Lula diz que se voltar a prisão em segunda instância ele foge do Brasil. Canalha.

Fernandes

Bolsonaro mergulhou o Brasil na ignorância e mediocridade.

Fernandes

Bolsonaro foge de entrevista ao perguntarem sobre corrupção na SECOM. Bolsonaro como sempre se esquivou e fugiu de entrevista em que foi questionado um sobre escândalo de corrupção envolvendo seu secretário da SECOM .

Fernandes

Auditoria aponta desvios do DPVAT para o PSL, que elegeu Bolsonaro.

Fernandes

Que pena né? Vestiu a camisa da CBF, bateu panela, seguiu o pato da Fiesp...aí vem um tal de Democracia em Vertigem mostrar pro mundo que vc é apenas um idiota. Força aí guerreiro bozolóide!




14/01


2020

Coluna desta terça na Folha

Até bicicleta flui no trânsito de Salvador

Em visita a Salvador desde ontem, passei o dia conhecendo as intervenções viárias para fluidez do trânsito numa cidade de 2,9 milhões de habitantes, que passam pela concessão à iniciativa privada da estação única de passageiros, na Lapa, onde transitam 500 mil passageiros/dia, às linhas de ônibus com ar-refrigerado, câmaras de segurança, wi-fi e bilhete único de R$ 4 interligado ao metrô.

Desde que assumiu em 2013, estando agora no início do último ano da segunda gestão, o prefeito ACM Neto (DEM) priorizou a desobstrução do até então terrível trânsito da capital baiana. Construiu viadutos, pontes, anéis viários e com a inauguração do metrô pelo Governo do Estado, parado há 14 anos, os ônibus quase sumiram em algumas áreas, principalmente na Paralela do aeroporto em direção ao centro, desafogando o trânsito.

Abriu ciclovias nos canteiros e nas laterais, onde é possível se chegar ao trabalho de bicicleta, como na China, uma verdadeira revolução em se tratando de uma cidade que, há pouco tempo, era considerada a mais engarrafada do País, principalmente no Centro Histórico, o mais visitado pelos turistas.

BRT é realidade – O grande foco da gestão ACM Neto para livrar Salvador do caos de outrora no trânsito é o BRT Salvador (Bus Rapid Transit), sistema rápido de transporte público que já existe em mais de 200 cidades de todos os continentes. Com tecnologia 100% nacional, já concluiu sua primeira etapa para atender bairros onde o metrô não chega. Liga os dois principais polos econômicos da capital – o Centro e a região do Iguatemi.

Estação – O que impressiona em Salvador é o novo conceito de terminal de passageiros, também entregue à iniciativa privada. Conhecida como Estação da Lapa por ele circulam 500 mil pessoas por dia, que têm 48 linhas em operação com a circulação de 174 coletivos por hora. A estação tem lojas, escadas rolantes, serviços bancários e deve ganhar, em breve, um shopping.

Primeira etapa – O trecho de 2,9 km da primeira etapa do BRT Salvador (do Parque da Cidade até a Rodoviária) faz parte de uma área por onde passam cerca de 340 mil pessoas por dia no transporte público. O corredor terá, ainda, mais duas etapas para o trecho da primeira linha. A capacidade de um ônibus em Salvador é para 42 pessoas sentados. Um BRT pode levar 170 passageiros.

Roubalheira – A suposta organização criminosa montada na Paraíba pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) teria pago mais de R$ 60 milhões em propina a políticos e agentes públicos envolvidos na roubalheira, segundo depoimento do então operador do esquema, apelidado de Cruz Vermelha, Daniel Gomes.

É fake – Não passa de fake news a suposta vinda do presidente Bolsonaro a Pernambuco para estimular assinaturas à formalização do partido Aliança pelo Brasil. “O que o presidente fará é uma live, ele não irá ao Recife”, afirma o presidente da Embratur, Gilson Neto, que está organizando a legenda no Estado.

VAI DE TUCANO – Por falar em partido bolsonarista, o Estadão trouxe, ontem, que o candidato da preferência do presidente no Recife seria o ex-governador Joaquim Francisco, hoje filiado ao PSDB. Como até as eleições não há mais tempo hábil para se criar a Aliança pelo Brasil, no Recife o candidato seria tucano.

Perguntar não ofende: Os partidos do chamado “Corredor Bolsonaro” apoiariam a indicação de Joaquim para prefeito do Recife?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Juiz rejeita denúncia do MPF contra presidente da OAB por críticas a Moro. O juiz Rodrigo Parente Paiva Bentemuller, da 15ª Vara Federal do Distrito Federal, rejeitou a denúncia apresentada pelo MPF (Ministério Público Federal) contra o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Felipe Santa Cruz. Tomo bozolóide. KKKK

marcos

Vergonha foi o mundo assistir um ex presidente preso por Roubo Corrupção, lavagem de dinheiro e mandar matar Celso Daniel.

marcos

Felipe Santa Cruz da OAB coloca o rabo entre as pernas e pede desculpas ao Dr Sérgio Moro.

marcos

Lula tá fufu, pesquisa para prefeito de São Paulo ele fica em segundo lugar. Ui acabou carniça.

Fernandes

Democracia em vertigem desperta os instintos mais primitivos em Bolsonaro e ministros,e bozolóides.




13/01


2020

Coluna desta segunda na Folha

O que é que Salvador tem?

Empresários investidores no Nordeste olham para a região em três direções: Recife, Salvador e Fortaleza. Natal e Maceió têm crescido fortemente na última década, alavancadas pelo turismo de negócios e a invasão de gringos e argentinos. Comparando as três principais capitais, as diferenças são gritantes.

Salvador, por exemplo, é o centro de maior atração de turistas do Nordeste, mas seu IDH – Índice de Desenvolvimento Humano – é o sétimo, enquanto Recife é o segundo, abaixo, no índice geral, apenas de Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal. Já Fortaleza fez a maior intervenção em termos de mobilidade urbana entre as capitais, mas é campeã em taxas de homicídio.

Na tentativa de levantar as conquistas de Salvador e Fortaleza, tidas hoje como referenciais, faço, a partir de hoje, uma peregrinação iniciando pela capital baiana, cujo principal mudança é de conceito. Lá, o metrô é referência e as ciclovias são nos canteiros das vias de acesso e não tomam o espaço dos carros. O mais, começo a contar amanhã.

Recife na frente – Não encontrei nada atual, mas um estudo de 2014, do IBGE, aponta Recife como sede do aglomerado urbano mais rico do Nordeste, um PIB de R$ 97,589 bilhões, seguida por Salvador, com R$ 94,996 bilhões e Fortaleza, a menor das três, com R$ 75,528 bilhões. Resta saber se nos últimos seis anos Salvador passou Recife, resultado que não encontrei no pai dos burros, o Google.

Pobreza – Excelente o artigo do ex-senador Cristovam Buarque (Cidadania), ontem, nas suas redes sociais. Fala da falta de coesão e de rumo ao País. O Governo mudou de muitas mãos e partidos, mas o Brasil continua com 12 milhões de adultos analfabetos e 100 milhões sem saneamento, daí a razão de tantas doenças. Diz que é reflexo do aparelhamento do Estado e do endividamento.

A virada – Cristovam dá a mão a palmatória e faz uma autocrítica: “Falhamos ao não entender que a bandeira progressista de hoje não está mais na ideia de a economia rica educar o povo, mas na educação de qualidade fazer a economia rica. Não vimos que as transformações sociais virão da equidade no acesso à educação de base”. Buarque foi ministro da Educação de Lula.

Vice de Lula – Visto como imbatível na disputa pela reeleição, o prefeito do Cabo, Lula Cabral (PSB), já conta com uma penca de nomes para compor a sua chapa. A surpresa pode ser o dentista Bruno Villar, proprietário de uma clínica na praia de Gaibu. É um craque em cirurgias de implantes dentários.

Estupro – O caso de um suposto estupro de uma menor de idade no CAIC de Garanhuns, tornado público pela mãe num depoimento a Genuo Ventura, o “Fiscal do Povo”, gerou um problema político. A Polícia Civil está investigando e tudo caminha para um grande escândalo. O caso é gravíssimo!

BARÃO ATRAPALHADO – Por pouco, Araripina não foi palco de uma tragédia, sexta-feira passada, na mina comprada por Tião, o “Barão de Gesso”, ao pai da deputada Roberta Arraes. Um operador quase morre soterrado, prova de que o “Barão” não cuida da segurança do seu exército de trabalhadores.

Perguntar não ofende: É correto governador brigar com presidente, mesmo que não esteja no seu campo de batalha?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Receita Federal confirma conta de Bolsonaro o Miliciano tem na Suíça. Detalhe, 385 milhões de euros. Pode isso, bozolóide?

marcos

Receita Federal confirma conta de Lula em Singapura. Detalhe, 384 milhões de euros. Pode?

Fernandes

Em resposta a pressão popular, Chile reduz salários de políticos à metade Medidas tentam aplacar descontentamento da população com desigualdade social. Chile foi palco de violentos protestos contra o governo em 2019

Fernandes

Lula parabeniza Petra Costa pela indicação de “Democracia em Vertigem” ao Oscar. A direita tá surtando e os Petistas tão vibrando. O mundo tá de olho no Brasil.

Fernandes

Bolsonaro afirma que concursos públicos selecionam pessoas de esquerda Ô capeta, os da esquerda tem o hábito de ler muitas coisas escrita. É isso, trem ruim!




11/01


2020

Coluna deste sabadão na Folha

Vinho a R$ 990 é um acinte

Quem é rico pode e deve usar a sua dinheirama como bem queira, sem prestar contas de seus atos a quem quer seja, mas não convém, nem tampouco é aceitável, um presidente da corte da suprema justiça brasileira, o STF, esbanjar sua dinheirama numa região pobre como o Nordeste, com 17 milhões de pessoas abaixo da linha da pobreza, pagando R$ 840 por uma garrafa de vinho.

O fino e palatável português Incógnito, preferido do presidente da Corte, Dias Toffoli, chega a custar a bagatela de 700 euros, ou seja, R$ 3,5 mil na moeda corrente brasileira, se a escolha se der pela safra 2012. O ministro tem, portanto, um gosto extremamente refinado, mas a exibição de riqueza numa região fortemente abalada pelas desigualdades sociais soa como provocação.

O Nordeste tem sua elite também, é verdade, mas o grosso da sua população se mantém com renda inferior a metade do preço pago por uma garrafa do Incógnito.

Pobreza crescente – A pobreza extrema no Nordeste cresceu 11,2%, de 6,09 milhões de pessoas em 2016 para 6,77 milhões no ano passado. Nesse período, o número de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza extrema cresceu 9,2% nas regiões metropolitanas das nove capitais da região: de 1,7 milhão para 1,39 milhão, segundo levantamento da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad).

Novo nordeste – Em oportuno artigo, ontem, no meu blog, o presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Antônio Campos, afirmou que o presidente Bolsonaro já deu demonstração de que tem compromisso com “um novo Nordeste”. Citou a injeção de recursos na região, através do pré-sal, dos recursos do FGTS e de parcerias que estão surgindo através da Sudene e Fundaj.

Página virada – Para Antônio Campos, o Brasil, em 2020, abre mais uma nova página. “E o Nordeste mostrará seu grande potencial nesse contexto. A Fundaj e a Sudene, órgãos do Governo Federal, serão incansáveis nesse desafio, de trazer mais desenvolvimento para a Região, promovendo, assim, a redução da desigualdade regional e social”, prega, empolgado.

Igreja – Jair Bolsonaro decidiu conceder subsídios nas contas de energia de templos religiosos de grande porte. A minuta já está pronta no Ministério de Minas e Energia, mas a equipe econômica, para surpresa do presidente, provocou forte atrito no Governo, na contramão do ministro Paulo Guedes.

Impedido – Pré-candidato do PSB a prefeito de Gravatá, o ex-padre Joselito pode ficar impedido de entrar na disputa. Na condição de conselheiro tutelar, empossado, ontem, fica impedido de fazer política partidária. Se quiser de fato se dobrar as pressões dos caciques do PSB terá que renunciar à função.

MEDITAÇÃO – Ex-prefeito do Recife e deputado estadual no exercício do mandato, João Paulo, que trocou o PT pelo PCdoB, está à frente da primeira meditação da lua cheia de 2020, hoje, 20 horas, na praia de Boa Viagem. A concentração é em frente da Padaria Boa Viagem. Pede para levar canga, toalha ou almofada.

Perguntar não ofende: Até outubro, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, terá fôlego e espaço na agenda para entregar 1,5 mil obras?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Frota chama Bolsonaro de \"lixo humano\" e diz que presidente não sabe ler. E agora, bozolóides?

marcos

WhatsApp o aplicativo que botou no cu dos petistas, a mentira jamais será a mesma! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

marcos

Lula o Alcoólatra carniça que faz piadas com o nome de Deus!

marcos

O governo venezuelano elevou o salário mínimo para 250.000 bolívares por mês, cerca de 3,71 dólares, na taxa de câmbio oficial vigente de uma economia que há dois anos sofre com uma hiperinflação que destrói o valor da moeda local. Só dá pra comprar 2 quilos de Mortadela!

marcos

O Brasil está ha um ano e um mês SEM corrupção no governo Federal.A esquerda corrupta fica Arretada!




10/01


2020

Coluna desta sexta na Folha

Toffoli evita confronto com Moro

Na entrevista vapt-vupt ao Frente a Frente, ontem, o presidente do STF, Dias Toffoli, que cumpriu agenda por dois dias em Pernambuco, encheu os pulmões para afirmar que, se não fora o papel desempenhado pela corte, a Lava Jato, conduzida pelo então juiz Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça, não tinha ido a lugar algum.

Toffoli interrompeu a entrevista, no entanto, quando quis saber dele as razões das divergências com Moro quanto à proposta do juiz das garantias incluída no pacote anticrime enviado para apreciação do Congresso. Toffoli certamente nada quis responder porque é fiador de uma medida que afasta Bolsonaro de parte do seu eleitorado.

Os bolsonaristas são fiéis ao presidente, independente do que ela faça. Já os lavajatistas são fiéis a Sérgio Moro. Há uma briga nas redes sociais entre os dois grupos, porque os bolsonaristas acreditaram no discurso de endurecimento do combate à corrupção do então candidato Jair Bolsonaro.

Viés esquerdista – Lavajatistas dizem que Bolsonaro traiu o povo ao adotar uma medida identificada com a esquerda (um dos defensores da novidade no Congresso é o deputado federal Marcelo Freixo, do PSol-RJ). Bolsonaristas desdobram-se em argumentos para provar que os lavajatistas é que são esquerdistas disfarçados, pois ficam tentando achar pelo em ovo em tudo o que Bolsonaro faz.

Pessoal – O juiz das garantias beneficiaria o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente enrolado no caso das “rachadinhas” da Assembleia Legislativa do Rio. Se for instituído para os processos já em andamento, um juiz de garantias substituiria o atual magistrado linha-dura que conduz o caso de Flávio. A motivação do presidente, portanto, seria de ordem pessoal.

NOVOS PROCESSOS – O presidente do Supremo garante, porém, que a figura do juiz de garantias só passaria a vigorar nos processos futuros, não nos que já estão em abertos, como é o caso do de Flávio Bolsonaro, que não seria beneficiado. A questão é que, como o próprio Toffoli afirmou, foi ele que deu o “aval” para Bolsonaro sancionar a medida, em vez de vetá-la, como queria Moro.

Elogios – Disposto a levar projetos aos mais longínquos rincões, o secretário de Trabalho, Alberes Lopes, comprou uma bota de sete léguas. Varreu, nos últimos dias, os sertões do São Francisco e Araripe, ganhando elogios até de prefeitas que apoiaram a oposição em 2014, como Josimara Cavalcanti, de Dormentes.

Nem aí – O presidente do Detran, Roberto Fonteles, faz vista grossa às decisões do Tribunal de Contas do Estado de acabar com o monopólio no registro de contratos de financiamentos de veículos. Hoje, só uma empresa responde por esse milionário mercado. Para Fonteles, não existem autoridades no Estado para dobrá-lo.

E Recife? – Os deputados da bancada pernambucana na Câmara Federal prestam contas das emendas impositivas já liberadas. Líder do SD, Augusto Coutinho saiu na frente informando que em 2019 liberou R$ 8,6 milhões para diversos municípios do Interior e Região Metropolitana. Só esqueceu Recife, onde teve 10,5 mil votos.

Perguntar não ofende: Por que o presidente do STF, Dias Toffoli, evita o enfrentamento com Sérgio Moro?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Assessor de Paulo Guedes é denunciado por esquema com fundos de pensão. E o capacho Moro diz que não há corrupção no governo. KKKK

Fernandes

Carne sobe 32,4%, feijão fica 55,99% mais caro e governo Bolsonaro diz que inflação é de 4%

Fernandes

Tudo no governo é falso.

Fernandes

Escândalo: Paulo Guedes falsificou cálculos da Previdência. Estudo de pesquisadores mostra como o governo falsificou dados para aprovar a reforma da Previdência.

Fernandes

Brasil a casa do terrorismo evangélico.




09/01


2020

Coluna desta quinta na Folha

Ana e Múcio na roda para 2022

Dois nomes fora da política formal – os ministros José Múcio Monteiro e Ana Arraes, ambos do Tribunal de Contas da União – andam longe do cenário da sucessão estadual em 2022, mas podem se aproximar por uma questão circunstancial: Pernambuco anda muito pobre em quadros políticos.

A morte do ex-governador Eduardo Campos, em agosto de 2013, no ápice na incursão dele ao Palácio do Planalto, abriu um vácuo irrefutável na cena política estadual. Paradoxalmente, no campo da oposição não surgiram nomes competitivos, deixando a base governista traçando cenários em cima do samba de uma nota só – a provável candidatura do prefeito Geraldo Júlio, mesmo assim na condição dele emplacar o sucessor nas eleições deste ano.

José Múcio, presidente do TCU até dezembro, será sucedido por Ana Arraes. A filha de Arraes já admite disputar o Governo, enquanto Múcio anda na muda, embora seja um nome bastante palatável.

Segundo escalão – Aos poucos, o presidente Bolsonaro começa a nomear o segundo escalão em Pernambuco. Depois de Douglas Cintra, na Sudene, ontem foi a vez do engenheiro Marcos Alberto Leão Filho no Dnocs, indicado pelo deputado Sebastião Oliveira, que está trocando o PL pelo Avante, ambos da base governista. Tem muita gente ainda esperando ocupar os espaços dos petistas resistentes.

Batina – Em Gravatá, a oposição está mais perdida do que cego em tiroteio na escolha do candidato para enfrentar o prefeito Joaquim Neto (PSDB). Depois de desistir do deputado Waldemar Borges, o PSB caminha para colocar o ex-padre Joselito como alternativa de poder. Na eleição para conselheiro tutelar, ele foi o mais votado, obtendo 1.826 votos. É o ex-pároco-conselheiro.

Na jugular – Do pré-candidato do DEM a prefeito do Recife, Mendonça Filho, ao ser informado que o prefeito Geraldo Júlio teria 1,5 mil obras para inaugurar até as eleições de outubro: “Trata-se de uma verdadeira cortina de fumaça para esconder a incompetência da gestão PSB/PT e transformar a Prefeitura num comitê eleitoral do candidato João Campos”.

Embarque – O secretário estadual de Educação, Fred Amâncio, o coringa da equipe de Paulo Câmara, embarcou, ontem, a primeira turma de 2020 do programa Ganhe o Mundo. São 47 estudantes da rede estadual que viajaram para estudar a língua inglesa nos Estados Unidos durante todo o semestre.

Marionete – Pré-candidato do PSL a prefeito de Olinda, o presidente da Câmara, Jorge Federal, diz que a gestão Lupércio é fofa e que o prefeito mais parece uma marionete. “Ele não tem o poder da caneta. É, verdadeiramente, uma rainha da Inglaterra”, afirma, referindo-se aos dois grupos políticos inseridos na gestão.

CANDIDATO – Diretor do Arquivo Público Estadual, o jornalista Evaldo Costa resolveu disputar um mandato para a Câmara de Vereadores do Recife. Paraibano, tendo já disputado um mandato federal pelo Estado de origem, é filiado ao PSB, partido com uma chapa robusta de vereadores de mandato.

Perguntar não ofende: Por que Tadeu Alencar, atual líder do PSB na Câmara, não apoia Danilo Cabral para sucedê-lo?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Abraham estudou com haddad quando postou caçar. Ui kkkkk

Fernandes

O mundo já sabe quem matou e mandou matar Marielle e Anderson

marcos

Vamos continuar esticando vento., diz Dilma Jumenta.

Fernandes

Será que Abraham estudou com o Bozolóide-mor e a Micheque?

Fernandes

Nos EUA, o capitalismo fez com que os jovens agora prefiram o socialismo. KKKK


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores