Faculdade de Medicina de Olinda 2

22/09


2013

Cala que eu te escuto

 O ministro do Trabalho, Manuel Dias, do PDT, andou balançando no cargo, depois que várias pessoas bem colocadas no Ministério, ou bem relacionadas com ele, viraram alvo da Polícia Federal, por acusações diversas, todas ligadas a enfiar a mão onde não deviam (uma das acusadas é a esposa do ministro, Dalva Dias). O ministro ameaçou, caso fosse afastado do cargo, tomar providências ''impublicáveis''. Logo depois o Governo reafirmou sua confiança em Dias.

Mas, se o ministro sabe de algo irregular, tem obrigação legal de fazer a denúncia. Ou estará prevaricando, violando a lei. A ameaça que fez para manter-se no cargo também é estranha à legalidade e ao comportamento que se espera de um político. Os franceses poderiam até, fazendo biquinho, chamá-la de chantage.(Carlos Brickmann)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

enoque viana de oliveira filho

Alguém conhece esse seu Mané ? Eu nunca vi mais gordo.

andre regidwitz

esse velhinho tá até de boquinha troncha de tanto mamar


Detran

22/09


2013

Mercadante e Falcão: centro da hostilidade a Eduardo

 Presidente do PSB, o governador Eduardo Campos (PE) atribui ao ministro Aloizio Mercadante (Educação), braço-direito de Dilma, e ao presidente do PT, Rui Falcão, a responsabilidade pelo processo de hostilização que o teria levado a entregar os ministérios da Integração Nacional e dos Portos, além de cargos de segundo escalão, e dar um passo concreto para o lançamento de sua candidatura à Presidência da República no ano que vem.

— Agora vai cair a ficha lá que quem estava articulando isso jogou a presidente em uma esparrela. Ela foi indo em quando viu, estava na beira do boqueirão — disse Campos a correligionários após encontro com Dilma.

Enquanto Lula recomendava ao PT e à Dilma que não “satanizassem” Campos, de olho em uma aliança no provável segundo turno das próximas eleições, a presidente teria sido aconselhada por Mercadante, dirigentes do PMDB e Falcão a tirar do governo o ministro Fernando Bezerra, afilhado político de Campos, já que o socialista vai disputar com ela no ano que vem. (O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Marluce Peixoto de Albuquerque

Raposas políticas hoje no Brasil só existem dois, Lula e Campos. Os demais são meros amadores.


13° Bolsa Familia

22/09


2013

Ciao belas. Passem bem todas quatro

 JÂNIO DE FREITAS - FOLHA DE S.PAULO

 Vista pela ótica da história das relações internacionais, as americanas Exxon (ainda Esso, para nós) e Chevron e as britânicas BP e BG fizeram uma gentileza ao Brasil, com sua desistência de participar dos leilões do pré-sal. Preferem investir para a desnacionalização do petróleo mexicano.

As três primeiras são o que se pode definir como empresas geradoras de problemas, onde quer que estejam. A Exxon ou Esso ou Standard Oil tem um histórico de presença no centro de conflitos armados, inclusive entre países, sem equivalente. E seus interesses sempre se tornaram interesses do governo americano, para todo e qualquer efeito.

Passem bem todas quatro, o que não acontecerá ao México.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

22/09


2013

O porquê do desembarque de Eduardo do governo Dilma

 Além da pressão de PT e PMDB, um cálculo eleitoral contribuiu para precipitar o desembarque do PSB do governo Dilma Rousseff: o partido de Eduardo Campos negocia alianças com o PSDB de Aécio Neves em 21 unidades da federação em 2014. O alinhamento com os tucanos ocorre em colégios eleitorais importantes, como São Paulo, Minas e Rio Grande do Sul, e em 3 dos 6 Estados que o PSB governa: Pernambuco, Paraíba e Piauí. Só em seis praças a aliança preferencial é com o PT.

Os acenos de Dilma e Lula para reverter a entrega dos cargos do PSB no governo aumentaram a irritação de Campos. O governador de Pernambuco fez chegar a petistas que considerava essa mais uma iniciativa para tentar desgastá-lo.

Convencido a deixar a pasta da Integração Nacional por seu padrinho, a quem se manteve fiel apesar do assédio do PT, Fernando Bezerra assumiu leve dianteira na lista de cotados a ser o candidato de Campos à sucessão pernambucana. (Da Folha de S.Paulo - Vera Magalhães)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Diego da Silva Araújo

PSDB e PSB alinhados em Pernambuco? Parece que ninguém conhece o Daniel Coelho. Sérgio Guerra, presidente estadual da sigla, é amigo do governador, mas o PSDB é a única força da fraca oposição pernambucana.

Nehemias Fernandes Jaques

Jarbas foi candidato dizendo "defendam meu nome contra Eduardo Campos. Eu e cerca de 500.000 pernambucanos fomos enganados por esse senhor.

Quero Ver

a pedida de Pernambuco, nesse eu acredito!

Quero Ver

Danilo Cabral é um forte, e excelente candidato, pra o governo do estado. tem experiência administrativa, está atuando em todo estado através da secretaria da cidade e é um excelente articulador político, além do carisma por sua simplicidade em falar com opovo, o que FBC não tem. Danilo Cabral a



22/09


2013

PSB: PT-PE devolve na mesma moeda? Amanhã se sabe

TEREZA CRUVINEL

Devolvendo os cargos no governo federal, Eduardo Campos deixou principalmente o PT pernambucano em saia justa. Amanhã, diz o senador Humberto Costa, a executiva regional se reunirá para
decidir se responde na mesma moeda, devolvendo os cargos que ocupa no governo estadual.
“Vamos discutir, mas evitando rompantes e hostilidades”, diz ele.

Na verdade, os petistas devem estar confusos com os sinais emitidos por Dilma e Campos ao acertarem novo encontro, depois de ela ter pedido ao ministro do PSB Fernando Bezerra para ficar no cargo até o dia 29. Há quem veja nisso algum movimento de Lula. Seja o que for, melhor ir devagar com o andor. E se, lá na frente, ele desistir da candidatura? E se concorrer, mas não chegar ao segundo turno, quando seu apoio será valioso?

Mesmo assim, os petistas já se preparam para a disputa estadual. Se Eduardo apoiasse Dilma, eles apoiariam o candidato dele. Como isso agora é improvável, podem lançar a candidatura do ex-prefeito João Paulo ou apoiar o senador Armando Monteiro. O PSDB, embora torça pela candidatura Campos, precisará de palanque no Estado. O candidato deve ser Daniel Coelho, segundo colocado na eleição municipal do ano passado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOSÉ EVARISTO ALVES FILHO

É MAIS DE QUE JUSTO O PT DEIXAR O GOVERNO MUNICIPAL E ESTADUAL, FAÇA COMO NÓS PEÇA PRA SAIR E NÃO FIQUE OSTILIZANDO O GOVERNO. NÃO CUSPA NO PRATO QUE COMEU.

luciano araujo

VAMOS VISITAR OS HOSPITAIS: HR, MIGUEL ARRAES, PELOPIDAS, D. HELDER, AS UPAS E VER SE REALMENTE ESTE SENHOR É O MELHOR PRA O BRASIL.

luciano araujo

VAMOS VISITAR OS HOSPITAIS: HR, MIGUEL ARRAES, PELOPIDAS, D. HELDER, AS UPAS E VER SE REALMENTE ESTE SENHOR É O MELHOR PRA O BRASIL.

luciano araujo

EDUARDO MELHOR PARA O BRASIL? TRATAMENTO A EDUCAÇÃO, AOS PROFESSORES, SAÚDE, E OUTROS DESMANDOS,MAS SE A ÓTICA FOR OS INVESTIMENTOS DO GOVERNO FEDERAL TD BEM. HÁ NÃO PODEMOS ESQUECER QUE AS BRS O RECURSO FOI REPASSADO AO ESTADO E SÃO VERDADEIRAS CRATERAS.

EDSON ALVES LEITE

Esse caminho que o PSB tomou, é um caminho sem volta agora é esperar 2014. Eduardo é o melhor para o Brasil , seria bom que o PT fizesse o mesmo e seguisse seu rumo. Na política não existe meio termo ou você é ou não é.


Magno coloca pimenta folha

22/09


2013

As brasas ressurgem

 Delúbio Soares, um dos condenados do Mensalão, pretende festejar a aceitação dos embargos infringentes com um churrasco na fazenda da família, em Buriti Alegre, Goiás. Festa assim não ocorria faz tempo, desde antes da descoberta do escândalo.

Quando Delúbio era ainda tesoureiro do PT, seu churrasco de aniversário atraiu 18 jatinhos a festa na fazenda. Um deles, ao levar a São Paulo o deputado do PR Valdemar Costa Neto (hoje também condenado pelo Mensalão), derrapou na pista de Congonhas e acertou um carrinho de pipoca fora do aeroporto.

Foi assim que os não iniciados souberam da grande festa companheira. (Carlos Brickmann)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

COM CERTEZA NESSE CHURRASCO ESTARÃO ALGUNS MINISTROS DO STF....


Banner de Arcoverde

22/09


2013

Ceará: Um empurrão de Eduardo nos irmãos Gomes

 Principal liderança do PT no Ceará, a ex-prefeita Luizianne Lins analisa a hipótese de trocar de partido. Recebeu um convite para entrar no PSB, partido dos seus arquirrivais, o governador cearense Cid Gomes e o irmão dele Ciro Gomes. Se Luizianne entrar por uma porta, os Gomes terá de sair por outra. O PSB é um partido pequeno demais para os três.

Cid e Ciro Gomes torcem o nariz para o projeto presidencial de Eduardo Campos. Preferem apoiar a reeleição de Dilma. Ao convidar a inimiga Luizianne para engrossar suas fileiras, o PSB de Eduardo Campos dá um empurrão nos irmãos Gomes. É como se dissessem: “Que não seja por falta de adeus”. Como se fosse pouco,Luizianne informou que, se trocar de partido, será para disputar o governo do Ceará em 2014.

Quer dizer: além de deixar o PT, Luizianne cogita comandar no Ceará o palanque de Eduardo Campos, o presidenciável do PSB. “Não sei o que pode acontecer”, disse a quase-ex-petista. “Estou discutindo, conversando. Vou apresentar a proposta que me fizeram para meu grupo político. Até o fim desse mês e começo do próximo, a gente vai discutindo.”  (De Josias de Souza)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sandro de lima

Seja bem vinda,Luizianne ao PSB.



22/09


2013

Castelos no ar. Ministro morreu na praia

 O ministro demissionário Fernando Bezerra (Integração Nacional), estava cheio de planos. Pretendia lançar em outubro o Fundo Nacional de Desenvolvimento Regional, estudo sobre as diferenças econômicas e sociais dentro de cada estado para melhor distribuir recursos. Usava como exemplo programa da União Européia.

O presidente da Nuclep (Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A), Jaime Cardoso, está desolado. Quer permanecer no cargo, mas foi indicado pelo presidente do PSB, Roberto Amaral, e pelo governador Eduardo Campos (PE).(O Globo - Ilimar Franco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/09


2013

É para valer mesmo

 Mesmo saindo do governo, muitos colocam em dúvida a candidatura do PSB ao Planalto avalia Ilimar Franco, na sua coluna do GLOBO. Mas, pondera: Com a palavra Eduardo Campos: “Com 35%, a presidente Dilma não consegue expressar nosso campo político. Há espaço para outra alternativa nesse campo. E, os outros 65%?”. O diagnóstico de Campos: “Dilma não vende utopia nem esperança na vida das pessoas”. Como ele resume: “O jogo tá jogado”.

Por maior que seja o esforço da presidente Dilma, do ex-presidente Lula e do governador Eduardo Campos para não fechar as portas, assessores no Planalto estão babando com a saída do PSB do governo. Os socialistas viraram alvo de zombaria e ironia de petistas autossuficientes que cobram que o PSB deixe também cargos na prefeitura de São Paulo e no governo do Rio Grande do Sul.

Líderes do PT e do PMDB na Câmara não temem prejuízos com a mudança no PSB. Lembram que este anunciou que não fará oposição e destacam que o PMDB e o PT estão muito unidos no apoio ao governo e que, por isso, vão liderar os aliados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

EDSON ALVES LEITE

Espero que os petista também deixem 100% os cargos das Prefeituras e do Estado de Pernambuco afinal, não podemos ter em nossos governos, pessoas que não comungue com nossos projetos.