Ipojuca

14/02


2007

Governo quer impedir votação do projeto da maioridade

Em ação coordenada com o Palácio do Planalto, parlamentares governistas vão tentar impedir que a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado vote a proposta de emenda à Constituição que permite a redução da maioridade penal para os 16 anos.

''O governo é contra a redução da maioridade penal. Isso tem de ser discutido com calma'', argumentou o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

A proposta de redução abre a possibilidade de condenação apenas para jovens acima dessa idade que tenham praticado crime hediondo (estupro, homicídio qualificado e seqüestro), tráfico de drogas e tortura.

A estratégia do governo é pedir vistas ao parecer do senador Demóstenes Torres (PFL-GO) sobre as propostas de emenda constitucional relativas ao tema. ''Para os outros tipos de crime, o juiz aplica penas alternativas para os menores. A maioridade penal aos 16 anos é só quando for crime violento'', diz o parecer de Torres.

O pedido de vistas deverá ser feito pelo senador Aloizio Mercadante (PT-SP). ''Seguramente se houver qualquer projeto de redução de maioridade vou pedir vistas'', disse Mercadante.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), defendeu que o Congresso dê resposta sempre que houver comoção nacional. ''O Estatuto da Criança e do Adolescente não é intocável'', disse. ''O debate sobre redução da maioridade é inevitável.'' Informações Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

GAMALIEL LOURENÇO MARQUES

É precisa acabar com a demagogia, o fato esta eveidenciado o ECA - Estatuto da Criança e Adolescente tem que ser revisto. Os nobres DEPUTADOS que vivem em uma redoma (outro mundo), precisa enchergar o que o POVO quer. Foram eleitos para isto.

Janise Carvalho

É... parece ser mais fácil impedir a redução da maior idade do que custear as despesas. Mas, sabemos que não é falta de recursos é de vergonha na cara não só do Presidente, mas de todos que se colocam contra a renovação e atualização da já caduca constituição.


Versão Sertão do São Francisco

14/02


2007

A verdadeira grande derrota

A seqüência de crimes com requinte de total crueldade ( e impunidade, diga-se), verificados de modo crescente de norte a sul, está levando a que muitos perguntem se já não estamos diante da derrota de nosso sistema político-institucional. Afinal, pergunta-se com propriedade, a quem está servindo este modelo, marcado principalmente pelo corporativismo?

Esta questão estava presa na garganta de muita gente, até o momento em que o país ficou assustado e escandalizado com o estraçalhamento do corpo do menino João Hélio Fernandes, no Rio de Janeiro. Há quem negue que uma coisa como essa não tem nada a ver com política.

Essa negaça está redondamente enganada. Existe, sim, relação direta, na medida em que o padrão de vida no país é fruto do funcionamento de nossas instituições. A avaliação é do jornalista Sérgio Augusto Silveira, colaborador deste blog, em oportuna avaliação sobre a relação da impunidade no Brasil e a violência com o modelo político vigente. A íntegra do texto está no menu Opinião, aí ao lado. Boa leitura!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

GAMALIEL LOURENÇO MARQUES

Realmente existe uma correlação, um sistema político representativo, sem a participação do Povo nas suas principais decisões, o resultado é este. O Congresso ainda não enchergou isto é o caso da maior idade penal para adolescente.


Versão Sertão de Itaparica

14/02


2007

A polêmica redução da idade penal

Infelizmente, a segurança pública passa a fazer parte da agenda da mídia e dos membros do Poder Legislativo quando uma tragédia ocorre. Nesta tragédia a vítima pertence aos segmentos com média ou alta condição econômica. Caso não pertencesse, a tragédia não existiria, muito menos manifestações. Lembro, e isto é importante frisar, que recentemente oito jovens foram encontrados na mala de um veículo na cidade do Rio de Janeiro. Todos estavam mortos. Infelizmente, ninguém, muito menos o governador do estado fluminense, se manifestou.

A atenção diferenciada dada pela mídia, pelos parlamentares e pelo governador do Rio de Janeiro nos casos da morte da criança – perversamente arrastada por um carro guiado por atores ilícitos; e na chacina de oitos jovens, me faz temer a redução da idade penal. Tenho receio que a redução sirva apenas para fortalecer o controle social, o qual solidifica o apartheid social, exercido pelas instituições de controle do Estado. O texto é do cientista político Adriano Oliveira, colaborador deste blog, cuja íntegra acabei de postar em Opinião. Boa leitura!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

GAMALIEL LOURENÇO MARQUES

Concordo em parte, mais é preciso começar a fazer alguma coisa quer seja por conta deste trágico homicídio, ou vamos esperar até quando? Agora é preciso a mobilização e participação do POVO na estrutura de controle do Estado, denunciando, exigindo, discutindo e dicidindo, começando uma real mudança.

Angela Vauthier

Sábias palavras. Todos os dias morrem centenas de crianças e jovens paupérrimos e ninguém faz campanha nacional por eles. Por que não levar o caso Láis de Limoeiro para se fazer uma votação popular para não se dar condicional a psicopata como foi o caso do MALHADO?


Versão Mata Sul

14/02


2007

Bloqueio de verba para segurança é proibido pelo Senado

Numa reação ao choque provocado pelo assassinato de João Hélio Fernandes, de 6 anos, há uma semana, o Senado aprovou ontem projeto de lei que proíbe o bloqueio de verbas do Orçamento da União para a segurança pública. A proposta foi aprovada por unanimidade, por 65 senadores presentes, e agora terá de ser avaliada pela Câmara.

Segundo dados do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva aplicou pouco mais de R$ 2,4 bilhões na área de segurança pública em seus quatro primeiros anos de governo. Esse valor - atualizado pela inflação - corresponde a 62% do que estava previsto nos Orçamentos de 2003, 2004, 2005 e 2006. Ou seja, mais de um terço das verbas autorizadas por lei acabou não sendo utilizado, por causa dos sucessivos bloqueios que atingiram o Ministério da Justiça.

O projeto prevê que os ministros da Fazenda e da Justiça sejam responsabilizados, caso ocorra o congelamento de recursos voltados para a segurança, mas a aplicação dessa punição dependeria de lei específica. Pela proposta, que se refere apenas a verbas da União, o governo só poderá bloquear dinheiro dos programas de segurança em casos extremos: calamidade pública, impossibilidade de execução orçamentária e redução de arrecadação.

“Estamos sugerindo que as Assembléias de cada Estado apresentem um projeto semelhante, pois isso respeita a autonomia dos Estados”, disse o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), autor do projeto, que também proíbe a retenção de verbas do Fundo Nacional de Segurança Pública (Fusp). O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ontem que é contra a proposta. “Não tenho simpatia por um projeto que amarra ainda mais um orçamento, que já é todo amarrado”, disse. Informações Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/02


2007

Bastidores da política e do poder

 

  Oposição faz-de-conta a João Paulo

 

É ridículo, vergonhoso e estranho o comportamento da bancada de oposição ao prefeito do Recife, João Paulo (PT), na Câmara de Vereadores. Ninguém ali tomou uma iniciativa para barrar em qualquer instância judicial o aumento descabido e imoral dado ao prefeito, ao vice e seus secretários, de quase 50%, enquanto os servidores municipais vivem de salários congelados, tendo recebido 5% há dois anos.

 

Igualmente vergonhoso é que não se levantou nenhuma voz firme contra a medida. Até adversários de quem a população esperava mais firmeza e determinação, como o deputado Carlos Eduardo Cadoca (PMDB), aprovaram o reajuste. Não sabe ele, que, aliás, foi derrotado pelo prefeito petista, que João Paulo passa a ter o maior salário do País, acima do presidente da República. Isso é inaceitável, principalmente em se tratando de uma cidade pobre como o Recife, onde mais de 70% da sua população consegue o milagre da sobrevivência com uma renda de salário mínimo.

 

Não apareceu, também, nenhuma instituição para barrar essa imoralidade na instância judicial. Cadê a OAB, que nada fez? Cadoca acha justo o prefeito embolsar quase R$ 15 mil, mas se fosse ele o prefeito, o PT, liderado pelo próprio João Paulo, já teria feito o maior barulho diante dessa vergonha. Mas, acostumados com a inhaca do poder, os aliados de Jarbas nunca conseguiram aprender a fazer oposição. Só o PT é mestre nessa arte.

 

Não julgo alto um salário de R$ 15 mil para o prefeito. Não é isso! O que revolta foi a forma como o aumento foi dado, na surdina, sem discussão, na véspera do Carnaval, quando o povo já está contaminado pelo espírito da alegria e desligado do seu quotidiano. O que revolta mais ainda é João Paulo ter se lembrado apenas do seu secretariado. Os servidores, coitados, estão penando com o salário de fome pago pelo prefeito petista. E mereciam, igualmente, 46%. Mas o prefeito só olha do seu umbigo para baixo. É elitista, um falso profeta.

 

Memória fraca – O vereador Liberato Costa Júnior (PMDB), o decano da Câmara do Recife, disse, ontem, que não se lembra se havia votado ou não o aumento dos 46% para o prefeito do Recife e sua elite do primeiro escalão. Veterano e sabido como ele, dá para desconfiar que vem alguma coisa por aí para beneficiar os vereadores. Afinal, a oposição está engessada.

 

Bateu fofo – Um dos principais líderes oposicionistas de mentirinha na Câmara do Recife, o deputado Daniel Coelho (PV), até que vinha se saindo bem, mas com o episódio do aumento imoral do salário do prefeito se revelou uma liderança pífia e despreparada. Sem discurso para justificar o injustificável – sua postura dócil com o prefeito – passou a atacar a Imprensa. Daniel deveria assumir seu lado governista e aderir de vez ao governo, reforçando a bancada do prefeito na Câmara. Sua oposição é para inglês ver.

 

O novo líder – José Múcio Monteiro ganhou a parada para Beto Albuquerque e já é o novo líder do Governo, conforme antecipei na minha coluna publicado no Diário de Pernambuco, segunda-feira passada. E chega sem abandonar o PTB. Deve fazer um bom trabalho em razão do trânsito fácil que tem na Casa e a amizade que consolidou em tão pouco tempo com o presidente Lula.

 

Insegurança – O Governo está anunciando um mega-esquema de segurança para o Carnaval. Oxalá funcione! Mas, quem tem ido ao Recife Antigo nos últimos dias não tem se divertido com segurança, porque a presença de policiais nas proximidades é mínima. E ali está um dos principais QGs da agitação carnavalesca, foco de turistas e que precisa de um policiamento, portanto, bem mais ostensivo.

 

Imagem arranhada – Quando voltar da Espanha, amanhã, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho, ficará o tempo todo dando explicações para a derrota que sofreu, ontem, no Tribunal de Contas, sendo obrigado a devolver R$ 55 mil aos cofres da Prefeitura de Petrolina. O recurso, acatado por aquela corte, é fruto de uma pendenga dele com o ex-prefeito Guilherme Coelho (PFL).

 

Vapt-Vupt

 

* Que falta está fazendo ao bloco de oposição na Câmara do Recife o ex-vereador Heráclito Cavalcanti (PFL). Não reeleito por causa do voto de legenda, Cavalcanti foi, na verdade, um parlamentar que não deu um minuto de sossego a João Paulo.

 

* Está sendo bastante produtiva a passagem do governador Eduardo Campos pela Espanha. Diferente de Lula, que só sabe fazer turismo, Eduardo pelo menos já fechou alguns negócios para o Estado na área privada.

 

* O prefeito Maninho, de Triunfo, ganhou apoio do Estado para fazer o melhor Carnaval do Pajeú. A cidade, charmosa por natureza, com seu friozinho gostoso em pleno semi-árido nordestino, está com todos os hotéis lotados. E o destaque, como sempre, será o desfile do bloco dos papangus.

 

* Severino Cavalcanti voltou a sorrir com a confirmação, ontem, do ministro Márcio Fortes na pasta de Cidades. O homem é cria do ex-presidente da Câmara, que despacha numa sala ao lado, quando está em Brasília.

 

*  Três governadores – Sérgio Cabral, do Rio; Marcelo Deda, de Sergipe; e Jacques Wagner, na Bahia, confirmaram presença no desfile do Galo da Madrugada, no próximo sábado. Eduardo Campos ficou também de dar um pulinho no Rio e na Bahia. Só não vai a Aracaju, porque lá não tem tradição de carnaval.

 

* A frase do dia: “Eu devo ter votado, mas não me lembro”. (Liberato Costa Júnior, da bancada do PMDB na Câmara do Recife, ao ser perguntado, ontem, se havia contribuído com o seu voto para os 46% do aumento dado ao prefeito João Paulo). 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Goretti

O êxito do Governador hoje, é fruto das viagens que fez antes o Presidente ao exterior, apresentando as potencialidades do Brasil. Quem acredita que a iniciativa privada espanhola foi convencida, tão rápido, a vir para PE? Fernando Henrique é quem viajava só de olho em comendas, prêmios, dinheiro...

Mariana

Liba está sofendo de aminesia...

magno bravo dantas

Obs: "Tenho certeza de que não esqueceria"

magno bravo dantas

Se vereador Liberato Costa Júnior já não consegue se lembrar o que vota deve começar a pensar em se aposentar, afinal se o dinheiro fosse dele tenho certeza de que esqueceria. Pergunte a ele se ele sabe quanto paga a sua empregada?

alan

Estado de Pernambuco ficam fixados em R$ 9.600,00 (nove mil e seiscentos reais), R$ 8.900,00 (oito mil e novecentos reais) e R$ 7.000,00 (sete mil reais), respectivamente. Wagner quer botar papa na minha língua.


Versão Agreste Meridional

14/02


2007

Reforma quer cartão vermelho aos maus parlamentares

(Do blog de Josias de Souza)

 Ficou pronto o documento que contém as sugestões do governo para a reforma política. Será entregue aos presidentes da Câmara e do Senado. Propõe a regulamentação dos dispositivos constitucionais que prevêem a realização de consultas diretas à sociedade –plebiscitos e referendos. A iniciativa da convocação deixaria de ser exclusiva do Congresso Nacional.

O plebiscito é o mecanismo que permite a manifestação dos eleitores, por meio de voto sim ou não, sobre uma determinada proposta que lhe seja apresentada. O referendo é o direito concedido aos cidadãos de se pronunciar diretamente, quando provocados, a respeito de questões de interesse geral.

O texto preparado pelo governo inclui também, conforme antecipado aqui no blog, a proposta de que o Congresso aprove o “recall.” Vem a ser a possibilidade de que, por meio de referendo convocado por iniciativa da própria sociedade, os eleitores imponham aos congressistas o voto revogatório, interrompendo-lhes os mandatos pelo meio.

Também a sugestão de que os mandatos parlamentares possam ser revogados diretamente pelos eleitores foi objeto de consenso entre o CDES e a OAB. Há no Congresso fortes resistências à idéia, que submeteria a permanência dos congressistas no Legislativo à avaliação que o eleitorado fizesse do desempenho de cada um.

O documento contempla outras propostas polêmicas. É o caso de duas sugestões da OAB: a redução do mandato dos senadores de oito para quatro anos e a eliminação dos suplentes. Se aprovada, a medida acabaria com a possibilidade de que pessoas sem um mísero voto assumissem mandatos de senador. Deve gerar controvérsia também a sugestâo, feita pelo CDES, de limitar a imunidade parlamentar, restringindo o direito a foro privilegiado aos casos de delitos cometidos no exercício do mandato parlamentar.

Propõe-se, de resto: financiamento público ou misto (público e privado) de campanhas; proibição do troca-troca partidário; fim das coligações partidárias proporcionais; e votação em lista fechada –modelo em que os eleitores votam em partidos, não em pessoas, elegendo os candidatos que estiverem nas primeiras colocações de uma lista elaborada previamente pelas cúpulas partidárias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

GAMALIEL LOURENÇO MARQUES

Este projeto tem alguns avanços, mais, muito retrocesso, lista fechada, é mesmo que perpetuar os maus políticos no poder. Financiamento público, já não basta o que é tirado do Estado?


Gravatá

14/02


2007

Flórida e não Recife: capital mundial de ataque de tubarão

 O Estado da Flórida, nos EUA, liderou os ataques de tubarões em 2006, ano em que foram registrados 62 ataques não provocados destes predadores em todo o mundo, segundo o relatório anual dos Expedientes Internacionais de Ataques de Tubarões, com sede na Universidade da Flórida. Entre os países, o Brasil aparece em quarto lugar na lista, liderada pelos EUA. Mas, dos quatro ataques em todo o mundo que resultaram em morte, um ocorreu no Brasil.

Segundo os números, dos 62 ataques confirmados em todo o mundo em 2006, 38 foram nos EUA (23 na Flórida), sete na Austrália, quatro na África do Sul, três no Brasil, dois nas ilhas Bahamas, e um em Fiji, Guam, México, Nova Zelândia, Porto Rico, La Reunión, Espanha e Tonga. Os ataques fatais foram registrados na Áustralia, no Brasil, em La Reunión e Tonga.

O número de 62 ataques ''foi similar aos 61 ataques não provocados em 2005 e continua a queda em relação aos ataques de cinco anos atrás, visto que em 2000 chegaram a 79'', afirma o relatório. (Dinformações da Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

TÁ BOM MAGNO.... MAS RECIFE GANHA DA FLÓRIDA... NO SALÁRIO DE PREFEITO... TÁ?


ArcoVerde

14/02


2007

Deputado retorna à Secretaria de Planejamento da PCR

 O deputado João da Costa (PT) confirmou que voltará a comandar a Secretaria de Planejamento Participativo, Obras e Desenvolvimento Urbano e Ambiental da Prefeitura do Recife, pasta onde ganhou visibilidade e garantiu uma cadeira na Assembléia Legislativa. Costa, que perdeu a Comissão de Cidadania da Assembléia Legislativa  para a deputada Terezinha Nunes, resolveu voltar à Prefeitura, e disse que falta apenas definir o momento ideal para o seu retorno.

O deputado aguarda uma brecha na agenda do prefeito João Paulo (PT) para conversar sobre o assunto e acertar os detalhes, ainda esta semana. Mas acredita que possa ficar para depois do Carnaval, devido aos compromissos de João Paulo com a festa.  (Informações da Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Janise Carvalho

O apaninguado de João Paulo, virou carta fora do baralho. Não teve cacife para conseguir sua indicação para uma comissão na AL e ainda sonha com a PCR em 2008. Vai sonhando.......

Ivan Câmara de Andrade

Faltou informar que com a saída de João da Costa assume a primeira suplente, a Isabel Cristina (PT), que tem suas bases em Petrolina e região do Vale do S. Francisco. Menos um ponto para Coelhos & Cia. Vai lá Isabel.

Drácula

COM ESSA CARA DE QUEM ESTÁ SEGURANDO PEIDO.... ACHO DIFÍCIL ELE PLANEJAR ALGO....PARTICIPAR DE ALGO..... MAS COM CERTEZA...... VAI OBRAR .....SERÁ UMA BELEZA.....

Paulin de Caruaru.

Um grande desrespeito ao eleitor que votou num candidato e elegeu o suplente.Todos eles não têm o mínimo respeito com quem é obrigado a sair de casa para votar.



14/02


2007

Bolsa Família vai promover também capacitação do jovem

 O pacote social que o governo deverá apresentar no próximo mês vai incluir um programa de capacitação para jovens do Bolsa Família. A intenção é integrar os Consórcios da Juventude, do Ministério do Trabalho, ao programa. Além disso, o governo vai fazer uma campanha nacional de registro civil, como já foi feito na gestão de Fernando Henrique Cardoso.

O pacote social deverá ser apresentado até o fim deste mês para o presidente Lula e envolve ações de quase todos os ministérios da área social, incluindo Educação, Saúde e Desenvolvimento Agrário. Um dos pontos principais, exigido pelo presidente, é que as ações sociais sejam integradas e passem a funcionar em conjunto.

Os Consórcios da Juventude são programas de capacitação para o trabalho direcionados a jovens de baixa renda de 16 a 24 anos, justamente a faixa etária que hoje fica fora do Bolsa Família. Com a integração, a idéia é justamente incluir o jovem que sai do programa nos consórcios. 

O foco na juventude, especialmente na periferia das grandes cidades, é uma das exigências de Lula para o pacote social. O crescimento da violência e os resultados sofríveis da educação estão entre as razões para ampliar as ações para a juventude.

(Do Diario de Pernambuco}


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

CAPACITAÇÃO EM VIRAR POBRINHO DESDE JOVEM....PARA GANHAR DIMDIM ATÉ FICAR VELHINHO....



14/02


2007

CNJ libera promoção de desembargador por merecimento


 O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) reconsiderou a decisão de suspender a promoção por merecimento de juízes para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). A liminar concedida pelo relator conselheiro Paulo Lobo, na segunda-feira passada, foi derrubada por sete votos a três na tarde de ontem. De acordo com o presidente do tribunal, o desembargador Fausto Freitas, a sessão que elegerá os cinco novos membros da corte será no dia 8 de março.

Os novos desembargadores serão escolhidos por merecimento e por antiguidade. No primeiro caso, 24 juízes concorrem a três vagas. Eles serão analisados por um elenco de critérios, como produtividade e qualificação técnica. A eleição será em sessão aberta e cada votante deverá fundamentar sua opção. Para as outras duas vagas, constam os juízes com maior tempo de serviço no tribunal - Antenor Cardoso Soares e José Carlos Malta Patriota, ambos da vara da fazenda pública da capital. Os dois só deixarão de ser promovidos se 2/3 dos desembargadores rejeitarem a indicação.

(Do Diario de Pernambuco) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Janise Carvalho

É o velho corporativismo campeando nos poderes públicos.

Drácula

ÚNICA COISA QUE MERECIA ERA UMA BOA PISA......DAQUELAS DE GEMER BAIXINHO.......



14/02


2007

Adolescente de PE morto por namorada alemã em Munique

Um namoro entre um adolescente pernambucano com apenas 16 anos e uma alemã, com 27, terminou de forma trágica, em Munique, na Alemanha. Há oito anos morando com a mãe naquele país, o estudante Emerson Leandro Goes morreu após receber um golpe de faca no coração desferido pela namorada estrangeira Anne Franciska Matzka. O crime teve grande repercussão na Alemanha, mas os motivos da agressão ainda não estão claros para a família de Emerson, cujo corpo foi sepultado na última segunda-feira, no Cemitério Parque das Flores, no Curado, Recife. A mãe do adolescente, Maria Aparecida Leandro Goes, 36, é natural de Jaboatão dos Guararapes e conta que há onze anos deixou o filho com a avó materna e viajou para a Alemanha em busca de uma vida melhor para a família. Emerson juntou-se a ela somente três anos depois. Hoje se diz decepcionada com o país.

Aparecida chegou ao Recife no último sábado, depois de dez horas de viagem. Ela contou que o filho conhecia a alemã há apenas seis semanas, mas estavam mantendo um relacionamento firme. "Sabia que ele tinha uma namorada, mas não imaginava que era bem mais velha e que tinha um bebê de 15 meses. Ele nunca me apresentou a garota. Vivia com ar de apaixonado", explicou. Segundo Aparecida, a mulher morava há pouco tempo na vizinhança, no bairro de Am Hart, onde praticamente era desconhecida.

O crime aconteceu na madrugada do último dia 2, quando Emerson saiu de casa para ir ao apartamento da namorada junto com um amigo português de 20 anos, que estava de férias na Alemanha. "Ele saiu escondido porque sabia que eu não gostava que saísse à noite. Peguei no sono e só acordei com a notícia da morte do meu filho", lembrou a mãe, que trabalhava no comércio e também fazia faxinas em Munique.

O amigo de Emerson contou à família da vítima que, antes do crime, a alemã, muito nervosa, insistia em encontrar as chaves da casa e o cartão bancário. "Depois de perguntar várias vezes para eles onde estavam os objetos, a mulher foi na cozinha, pegou duas facas e atacou os dois. O amigo de Emerson deu um salto para trás e só foi ferido de raspão. Meu filho terminou morrendo", lamentou. Na hora do crime, havia um alemão com cerca de 30 anos no apartamento, mas ele está foragido.

De acordo com as informações colhidas por Aparecida junto aos amigos de Emerson, Anne era desempregada, vivia com ajuda do governo alemão e costumava se prostituir. A mulher foi presa logo após o assassinato denunciada pelos vizinhos.

Aparecida foi morar naquele país depois de conhecer um alemão em Boa Viagem. Antes disso, comercializava na feira de Prazeres, para onde costumava levar o filho. Depois de dois anos vivendo com o estrangeiro na Alemanha, Aparecida se separou. Ela somente deve voltar à Alemanha para retomar a filha de dez anos, fruto do relacionamento com o estrangeiro

(Do Diario de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

bm4 Marketing 5

14/02


2007

Eduardo, Wagner e Cabral: carnaval entre PE, BA e RJ

 Três governadores que foram eleitos com o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva estão dispostos a acabar com a ''rivalidade'' entre Salvador, Recife e Rio de Janeiro, cidades que dizem fazer o ''melhor Carnaval do mundo''.

Jaques Wagner (PT-BA), Sérgio Cabral Filho (PMDB-RJ) e Eduardo Campos (PSB-PE) vão permanecer durante três dias juntos, acompanhando a folia nas ''cidades rivais''. De acordo com o Palácio de Ondina (residência oficial do governo baiano), o ''pacote turístico'' envolvendo os três governadores já foi montado.

No sábado, Jaques Wagner e Sérgio Cabral Filho serão recepcionados pelo governador Eduardo Campos, em Recife. Juntos, os três vão percorrer as principais ruas e avenidas da capital pernambucana para conhecer melhor o frevo.

Na segunda-feira, Wagner e Eduardo Campos acompanham o desfile das escolas de samba no Rio --inicialmente, os dois governadores nordestinos deveriam embarcar para o Rio no domingo.

O projeto foi alterado porque, em seu primeiro Carnaval depois de desbancar uma hegemonia de 16 anos do PFL na Bahia, Wagner preferiu ficar em Salvador para acompanhar os desfiles dos principais blocos e trios no Campo Grande (centro), onde está localizado o camarote do governo estadual.

Na terça-feira, os três governadores estarão em Salvador para acompanhar os trios elétricos. À noite, devem percorrer os dois principais camarotes da folia baiana, comandados pelo ministro Gilberto Gil (Cultura) e pela cantora Daniela Mercury. Informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

EITA POVO FARRISTA....

José Rodrigues da Silva

depois querem o secretário de Turismo da Prefeitura e o prefeitinho que cheguem os turistas. O governo do Estado e a Prefeitura do Recife com os atuais gestores "escolhidos" pouco farão no benefício desta cidade. Um por que não conhece, o outro por já ter sido e mostrado que não prestou!

José Rodrigues da Silva

Certamente que Eduardo vai assistir como se traz turístas ao carnaval. Afora o Galo, nada mais resta no Recife deste folguedo. Olinda com aquela alucinada multidão e o Recife com a cara enfiada nos palcos assistindo o que agora chamam de carnaval. O carnaval do Recife resume-se a rua Bom Jesus, e


Asfaltos

13/02


2007

Oposição perde para Lula um de seus maiores destaques

 A oposição perdeu hoje um de seus principais representantes no Senado. Depois de participar de um encontro do seu partido com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o senador Jefferson Peres (PDT-AM) anunciou que não está mais na oposição e que agora terá um comportamento de ''apoio crítico'' ao governo. A reunião com Lula foi para tratar do espaço que o PDT deve ter neste segundo mandato de Lula.

O senador justificou que a mudança de posição obedece a uma ''questão partidária''. O PDT, que rompeu com Lula no primeiro mandato, reatou os laços com o governo. ''Mudei porque agora o partido não está mais na oposição'', disse.

No encontro com Lula, Peres ressaltou que passou quatro anos fazendo oposição ao governo, mas que concordava com dois pontos fundamentais da gestão petista: as políticas econômica e a social. ''Quando todo mundo gritava pela aceleração da queda de juros, eu dizia que ele estava certo. Lula teve a lucidez de entregar a política econômica ao Banco Central e hoje ele sinalizou que isso não vai mudar. O Bolsa Família é um bom programa, embora ache que deveria ter uma porta de saída'', afirmou. Segundo presentes na reunião, Lula teria se levantado e apertado a mão do senador em retribuição.

Peres negou que tenha mudado de posição visando ocupar cargos no governo. ''Eu sempre fui contra que o PDT participasse do governo para que isso não parecesse barganha. Eu não quero cargos e nunca quis, nem quando fui senador pelo PSDB no governo Fernando Henrique'', disse. (Informações da Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Asln

Confeco estar estarrecido e decepsionado com o Sr, Perez, que chegou ate a dizer que estava tao desiludido como a pratica da politica estava sendo exercida, que ameacou a abandonar a vida publica, agora entendo porque nao o fez, o problema he que nao estava comendo nenhuma fatia do bolo.

Drácula

APOIO CRÍTICO... É AQUELE QUE O SUJEITO ESPERNEIA...ESPERNEIA.....MAS DEPOIS SOSSEGA.....QUANDO CHEGA UMA VERBINHA PARA AS BASES....

milton tenorio pinto junior

Correção:Perez.

milton tenorio pinto junior

Que decepção esse Peres!

José Carlos-Serra Talhada

Se existe um homem de moral ainda no Brasil ele chama-se Jefferson Perez, por ele está ao lado de lula não o desabona sua conduta como politico em nada, ele sempre sabe o que faz.



13/02


2007

Juristas: é legal prefeito ganhar mais que governador

O reajuste aprovado pela Câmara dos Vereadores ampliou a diferença salarial entre o prefeito do Recife, João Paulo, e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Apesar da disparidade, especialistas em Direito Constitucional afirmam que não é ilegal o prefeito ganhar mais do que o governador.

O professor de Direito Constitucional Marcelo Labanca lembra que não há nenhuma lei que proíba um prefeito de ganhar mais que um governador ou presidente da República. Ele explica ainda que esses salários não estariam atrelados e, de acordo com a Constituição, o reajuste é legal.

O que pode ser questionado, destaca o professor, é se os vereadores do Recife e o prefeito João Paulo, que poderia ter vetado o projeto, seguiram o princípio da moralidade, que também está na Constituição.

“Há uma falsa percepção no Brasil de que existe uma hierarquia entre prefeito, que deveria estar abaixo do governador, que deveria estar abaixo do presidente. Mas o Brasil é uma federação e como federação, existe o princípio da igualdade entre as unidades federativas e não há nenhum problema o prefeito ganhar mais do que o governador”, enfatiza Labanca.

Os novos salários do prefeito do Recife, do vice, e dos secretários municipais foram propostos pela Comissão Executiva da Câmara de Vereadores, num projeto de lei aprovado por unanimidade em dezembro do ano passado. Pelo projeto publicado na semana passada no Diário Oficial e retroativo ao dia 1º de janeiro, João Paulo passará a ganhar R$ 14.635 mil por mês.

Para o presidente da Câmara dos Vereadores do Recife, Josenildo Sinésio, o aumento é uma questão de justiça. “O prefeito não tem gratificação. O prefeito não tem nenhum outro tipo de ajuda. Ele vive daquilo ali. Então, pelo trabalho que ele desempenha, pela qualidade do trabalho que ele exerce e pelo que a população vem acompanhando, a Câmara Municipal achou melhor fazer uma certa justiça. Então, a avaliação partiu desses argumentos e resolvemos aplicar o reajuste”.

Com o salário que tinha antes, de R$ 10 mil, o prefeito João Paulo já ganhava mais que o governador do Estado, Eduardo Campos, que recebe R$ 9 mil por mês. Agora, com o reajuste de 46,35%, essa diferença será ainda maior.

O salário do prefeito passou de R$ 10 mil para R$ 14.635 mil. O do vice Luciano Siqueira, que antes era R$ 9,5 mil, foi para R$ 13,9 mil. Já os secretários da Prefeitura do Recife, que recebiam R$ 8,5 mil, passaram a receber R$ 12,9 mil. Eles também recebem mais do que os secretários estaduais, que têm salário mensal de R$ 7,7 mil.

Na segunda-feira passada (12), o secretário de Finanças da Prefeitura do Recife, Elísio Carvalho, disse que é preciso deixar bem claro que o prefeito, o vice e os secretários não recebem salário e sim subsídios. Carvalho disse ainda que a média de reajuste salarial dos servidores da Prefeitura do Recife, de 2001 até agora, é de 66%.

Sobre o fato de o prefeito João Paulo receber mais do que o governador Eduardo Campos, o secretário Elísio Carvalho disse ainda que essa questão é de competência da Assembléia Legislativa de Pernambuco.

O prefeito do Recife, João Paulo, foi procurado pela equipe de reportagem da TV Globo, mas a assessoria de imprensa alegou que ele está com uma crise de sinusite e que não falará sobre o assunto.

NOTA
A assessoria de imprensa esclareceu ainda que o ajuste do subsídio do prefeito, vice e dos secretários foi decidido por unanimidade pela Câmara Municipal do Recife, em consonância com o Artigo 23, inciso 7, da Lei Orgânica do Município, combinado com o Artigo 5, do Inciso 5, da Constituição Federal, que concede à Câmara prerrogativa para se pronunciar de forma privativa e exclusiva sobre a matéria. “Prefeitura do Recife reitera seu respeito à autonomia do poder legislativo para atuar sobre esse assunto”, enfatizou em nota. (Informações do site pe360graus)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

A verdade factual é: o governador de pernambuco ganha uma ninharia para administrar um estado tão complexo. ´Como pode um governador de estado, maior autoridade do mesmo, ganhar menos do que um juiz, procurador, delegado, auditor fiscal etc. Há algo de errado. Deve ser um governador bem remunerado.



13/02


2007

Múcio defende jogo limpo para tratar de aumento

O deputado José Múcio Monteiro(PTB) argumenta que o aumento de salário dado ao prefeito João Paulo deve ter seguido os trâmites na Câmara, submetido a uma exposição de motivos para  que o legislativo municipal concedesse a vantagem. No debate da Melodia FM o deputado não se sente a vontade para discutir o assunto, mas defende um jogo aberto quando se tratar de subsídios de parlamentares e políticos em geral.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues da Silva

Deste atual grupo de deputados federais, creio que são poucos os que mantém respeito por sí próprio. No máximo três, são os respeitados. Cito o nome de um deles e acrescento que jamais fui seu eleitor: Armando Monteiro. Embora parente, cheira bem diverso do José Múcio!!!

milton tenorio pinto junior

Trâmite para Mucio significa exemplo,não é Deputado?Por sinal o exemplo tinha que vir de Brasilia,não poderia ser diferente.

Gostaria de saber por que o José Múcio foi parar no PTB. Por que será José?

adriano da mota silveira

jose mucio e cadoca tambem defendem o aumento do prefeito. A imoralidade é geral. tá tudo dominado.

Paulin de Caruaru.

E o comunista Luciano papando 13 paus e uns quebrados por mês não dá nem um pio? Será que defende o mesmo percentual para o resto do funcionalismo?Já não se fazem mais comunistas como antigamente!!



13/02


2007

Vereador diz que executivos ganham mais que prefeito

O vereador Henrique Leite(PT) também defende o aumento salarial de seu correligionário João Paulo, prefeito do Recife, argumentando que executivos da inicativa privada ganham muito  mais. O vereador defende o prefeito no debate político da Melodia FM.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

EXECUTIVO TEM PELO MENOS PRIMÁRIO.... E NÃO É RÉU PRIMÁRIO.....

adelson w. souza

comparar um executivo de um bradesco,unibanco,etc.com uma besta dessa-o prefeito do recife-é um disparate.só um deputado da policia civil,pt,é que poderia sair com um besteira dessa.

José Rodrigues da Silva

Quem é Henrique Leite?



13/02


2007

Liberato justifica aumento do prefeito

O vereador Liberato Costa Júnior (PMDB) revela que o governador do Estado tem muito mais mordomias que o prefeito João Paulo, e admite que a Câmara teria que conceder o aumento agora anunciado, já que, no seu entender, o prefeito recifense obteve a vantagem concedida pela Câmara após pesquisa que indicou que o Recife era a capital que menos pagava ao seu prefeito. O vereador está no debate da Rádio Melodia FM.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

EMANOEL BERNARDINO CHA,NIEL

Recife em primeiro lugar. ás circusnstãncias mim leva a dizer que este nóbre vereador.Liberato Costa Junior. é o maior vereador vivo deste planeta. com 88 anos. tem uma história passada e presente e futura.sempre que fala passa ser palavras abalizadas. viva Liba.viva Liba. o maio vereador da terr

Mariana

É uma vegonha esse vereador Liberato achar natural 40% DE AUMENTO deve vir algo por ai...Os vereadores devem ter alguma vantagem...



13/02


2007

Debate Político na Melodia começa daqui a pouco

Já estou nos estúdios da Rádio Melodia, na Agamenon Magalhães, no Recife, para apresentar o Debate Político, que agora começa às 19 horas, com duração de uma hora. Enquanto isso, o blog passa a ser atualizado pela minha equipe de plantão. Se você está fora de Pernambuco ou no Interior e quer acompanhar o programa, basta entrar no site da Melodia aí ao lado e clicar em Ouça Agora.  E se quiser, também, fazer perguntas aos nossos entrevistados anote aí os fones: 32071069 ( opção 8), 32312166 ou 32210270. Obrigado pela audiência!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues da Silva

Absolutamente vergonhoso que um homem da idade de Liberato ainda não tenha entendido que sua vivência lhe dá prerogativas de se ser isento! Eita baita de vergonha!!!

guilherme alves

Todo santo dia eu não entendo essa nota. É postada às 19:56 e às 19 horas local anucia uma progama que começa às 18:00. Desse jeito não dar para ouví-lo.



13/02


2007

Microsof apresenta ao Governo planos para Pernambuco

A direção nacional da Microsoft vai apresentar nesta quarta-feira (14/02), às 09 horas, durante visita de cortesia ao Governo de Pernambuco, os projetos da empresa em execução no estado. Eles serão recebidos em audiência pelo Governador em Exercício João Lyra Neto, juntamente com o Secretário de
Ciência Tecnologia e Meio Ambiente, Aristides Monteiro.

Participam do encontro o presidente da Microsoft Brasil, Michel Levy; o vice-presidente da empresa no Brasil, Eugênio Beaufrand; o diretor de Marketing, Afonso Lamounier; o gerente de parcerias, Luis Pinto; e o diretor de relacionamentos e estudos da Meios Comunicação/Meios Future Consulting, André Resende.

Um dos projetos da Microsoft em andamento em Pernambuco foi iniciado na gestão do então ministro da Ciência e Tecnologia Eduardo Campos. É um convênio assinado em dezembro de 2005 com o Centro de Estudos e Sistemas Avançados de Pernambuco - C.E.S.A.R, para estruturar o primeiro Centro de Web Service da empresa na América Latina. As informações são da Secretaria de Imprensa do Governo do Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/02


2007

Que País (Estado) é esse?

(Do Blog do Noblat)

319 --> mulheres foram assassinadas no ano passado em  Pernambuco, Estado recordista em violência contra mulheres. Só em janeiro de 2007,

27 --> moradoras do Recife sangraram até a morte. O número de assassinatos de mulheres em Pernambuco aumentou 30% em apenas quatro anos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues da Silva

concretas do estado!

José Rodrigues da Silva

A Polícia Federal foi elevada à uma importância que não lhe cabe funcionalmente. Romancearam suas tarefas como houvesse pairar acima da canalha que atua neste país. Aqui em Pernambuco seu concurso no gov. estadual será de mediocre para baixo, serve sim para projetar elementos, nunca as necessidades


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores