O Jornal do Poder

18/12


2014

Retomada das relações contagia América Latina

Evo Morales, Jose Mujica, Dilma Rousseff, Cristina Kirchner, Horacio Cartes e Nicolás Maduro  (Foto: Reuters)

Morales, Mujica, Dilma, Cristina, Horacio Cartes e Maduro

‘Imaginamos que nunca veríamos este momento’, diz presidente Dilma, sobre aproximação de Cuba e EUA

A notícia da aproximação entre Washington e Havana foi recebida com entusiasmo por diferentes líderes em toda a América Latina. Na cúpula de presidentes do Mercosul, realizada na cidade argentina de Paraná, a 500 quilômetros de Buenos Aires, que conta com a participação da presidente Dilma Rousseff, os governos do bloco comemoraram na quarta-feira a normalização das relações entre Cuba e os Estados Unidos, durante

— Para nós, lutadores sociais, hoje é um dia histórico. Imaginamos que nunca veríamos este momento. Mando uma saudação ao presidente Raúl Castro, ao presidente Barack Obama e, sobretudo, ao Papa Francisco por ter sido um dos fatores mais importantes nesta histórica aproximação — disse Dilma.

Na opinião da presidente, isto vai marcar uma mudança para a civilização. — Assumo (a presidência pro tempore do Mercosul) com a certeza de que isto vai nos inspirar ainda mais em nossas relações, como países vamos nos comprometer ainda mais (com a integração). Como disse o presidente Mujica: “ou estamos juntos, ou vencidos”.  (De O Globo - Janaína Figueiredo)

Clique aí e leia matéria na íntegra: Retomada das relações contagia América Latina


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ergus

Coisa tipica dos Covardes, criticam os Americanos, mas não sobrevivem sem eles


Abreu no Zap

18/12


2014

Planalto suspeita ser Maia um dos citados na delação

 A súbita mudança de posição do deputado Marco Maia-PT-RS, (Foto) que alterou ontem seu relatório da CPMI da Petrobras, pedindo o indiciamento de 52 pessoas (no anterior não indiciava ninguém), incluindo Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef é vista com extrema desconfiança pelo próprio governo. A avaliação é de Lauro Jardim, na sua coluna de Veja Online.

Diz o colunista que o Planalto acha que Maia é um dos políticos citados nas delações premiadas de PRC e Youssef, e está tentando desviar o foco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Pereira da Silva

As letras maiúsculas são usadas no início das frases, além de petista aprendiz de corrupto, analfabeto...

Nehemias Fernandes Jaques

quem criticou o porto de Mariel, vai ter de engolir. Vai par Cuba, José Pereira da Silva, cagalhão!

José Pereira da Silva

Outro petista ladrão!!!! Grande novidade!!!!!


Banco de Alimentos

18/12


2014

Bolsonaro: não vale a pena perder tempo discutindo

Carlos Brickmann

 O debate sobre as frases indignas do deputado Jair Bolsonaro, a respeito de não estuprar uma ministra porque ela não o merece, parte de uma premissa falsa: a de que Bolsonaro é importante. Bolsonaro é conhecido, elege-se com facilidade, elege os filhos, escolhe palavras radicais para defender golpes e ditaduras, mas não tem articulação política (tanto que não lidera bancadas, nem as que defendem suas teses mais caras, como pena de morte, tortura em casos de sequestro e tráfico; nem se elege para cargos executivos) e sua história política é pobre.

Bolsonaro é paraquedista do Exército e chegou a capitão. Por indisciplina (liderou manifestações por aumento, sem autorização dos chefes) foi preso por 15 dias. Ganhou alguma notoriedade e saiu candidato em seguida, elegendo-se vereador no Rio. Ligações partidárias? Muitas - e, verdadeira, nenhuma: esteve no PDC, PPR, PPB, PTB, PFL e PP. PPR e PPB eram o mesmo partido, que mudou de nome (hoje é o PP), mas mesmo assim ele passou por outras quatro legendas.

Que a Comissão de Ética cuide de seu mandato. Não vale a pena perder tempo discutindo um capitão indisciplinado que defende a disciplina para os outros.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

AUCLEBYO MATIAS

AS OFENSAS QUE ELE SOFREU POR PARTE DA DEPUTADA NINGUÉM FALA. APOIO O DEPUTADO

Crisóstomo Menezes Lima

ESPULSA ESSE CACHORRO, O PLANALTO NÃO "MERECE" ESTE LIXO.

ObservatorioDoPovo

Esse canalha tem de perder esse mandato dele de mer$$ para tomar vergonha na cara . A pressão sobre a "quadrilha" de companheiros dele da câmara pode influir no resultado.

Paulo Robkstikeare

Minha lógica é diferente da petista...Mesmo que o Bolsonaro seja contra Dilma eu não sou a favor dele. Tem idiotas em todos lados e patentes. Os radicais, de ambos os lados, costumam ser os mais desprezíveis: este, a Rozário, o Willis, alguns artistas...É tudo o que eu queria não ver na minha frente

Erivaldo Melo

A indisciplina de Bolsonaro está justificada, ele lutava por melhorias para sua categoria. Assim como se explica o ódio de parte da imprensa, em especial a que mama nas tetas do governo. Ele é honesto e isso hoje soa como uma ofensa no Brasil.



18/12


2014

Petrobras:CPI ouve juiz sobre efeito na imagem do País

 Concluídos os trabalhos da CPI Mista da Petrobras, a Comissão de Legislação Participativa da Câmara pretende convidar o juiz Sérgio Moro para discutir os efeitos das denúncias de corrução sobre a imagem da Petrobras e do Brasil.

Por iniciativa do deputado federal Arnaldo Jordy (PPS-PA), além do responsável por conduzir as investigações da Operação Lava Jato da Polícia Federal também serão convidados para a audiência o procurador da República Carlos Fernando Lima, o ex-diretor de serviços da Petrobras Renato Duque e a ex-coordenadora administrativa do PT, Marice Correia de Lima.

Ao longo das investigações da CPMI, o deputado Carlos Sampaio (PSDB-MG) e outros parlamentares de oposição conseguiram aprovar um requerimento para convidar Moro à Comissão, mas o juiz nunca esteve presente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/12


2014

Advogados estrangeiros vêm faturar com a Lava Jato

 A operação "lava jato" movimenta a ponte aérea de advogados. É o caso do americano Richard Craig Smith, ex-procurador do Departamento de Justiça dos EUA, que veio ao Brasil prospectar clientes. Smith foi inclusive ao escritório de uma empreiteira, no Rio de Janeiro, que, pelo menos por enquanto, não foi indiciada pela Justiça.

A bandeirada de um advogado desse porte, que só pode atuar aqui em parceria com um escritório brasileiro, custa uns US$ 4 mil por hora. As informações são do colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/12


2014

Bancada da bala quer armar mais a população

 Na tentativa de barrar o projeto de lei que revoga o Estatuto do Desarmamento, ativistas da ONG Sou da Paz recorreram aos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em busca do apoio de diferentes setores. Nesta tarde, o grupo divulgará um material em que reúne posicionamentos recentes de ambos os políticos, favoráveis à política de desarmamento, em vigor desde 2003.

Se aprovado, o PL 3722/2012 tornará automática a concessão do porte de armas para quem cumprir as exigências legais e permitirá que as pessoas voltem a circular armadas pelas ruas. A iniciativa é de autoria do deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC), com apoio da bancada da bala.

O objetivo dos ativistas e dos parlamentares contrários à revogação do estatuto é impedir que a votação ocorra antes do fim desta legislatura, para que o projeto seja arquivado e tenha de ser rediscutido no próximo ano.(Do blog Poder Online - Mel Bleil Gallo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jânio Nunes

Parabéns ao deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC)pelo projeto, com certeza um Bandido pensa 100 vezes antes de invadir uma casa ou tentar assaltar um cidadão armado, sou a favor, mas, é preciso antes de armar o cidadão, que ele passe pela mesma preparação da polícia principalmente psicológica.

ObservatorioDoPovo

A renovação da autorização para se ter uma arma em casa é periódica !!! Enquanto isso ouve-se dizer que se compra arma ilegal com muita facilidade. Não é burrice dificultar o registro e deixar que o indivíduo fique com uma arma em casa sem registro pelo absurdo das exigências da PF?

ObservatorioDoPovo

PARA se legalizar uma arma para deixa-lá em casa (não é para porte de arma, a POLÍCIA FEDERAL exige: CONSULTA A um psicologo credenciado $$$!!! Provar que sabe dar um tiro , procurando um instrutor credenciado pela PF ( paga R$ 250,00) e vai dar uns tirinhos no ar) além de um balaio de documentos

ObservatorioDoPovo

Se os canalhas do meus vizinhos sabem que estou sem arma aqui, vão "pintar miséria comigo". Se o indivíduo telefona para o 190, ela só só APARECE em caso de homicídio. O resto eles mandam para o inferno. Os bandidos estão armados...

Erivaldo Melo

Vejam só o Título: Bancada da bala quer armar mais a população. Querem denegrir a imagem dos deputados que apenas cumprem o seu papel e desejam concretizar o que foi decidido por dois terços dos brasileiros no plebiscito em 2005 e não foi respeitado pelo governo. O povo disse: SIM...



18/12


2014

Petrobras: sangrar até quando?

Carlos Brickmann

 Um fato é certo: Graça Foster está tão firme na presidência da Petrobras quanto Guido Mantega no Ministério da Fazenda. A dúvida é saber quem dura mais.

E por que Dilma demora a afastá-la? Digamos que deva ter seus motivos. Quando o aliado mais próximo do presidente Itamar Franco ficou sob suspeita, ele o afastou na hora, para só levá-lo de volta ao Governo quando as investigações o inocentaram. Dilma é diferente, prefere deixar a crise correr. E Graça, que sabe perfeitamente que não vai aguentar muito tempo, por que continua? Por que prefere ficar no olho do furacão? Digamos que também deva ter seus motivos.

Enquanto a pilôta hesita, a investigação continua - e, ainda bem, não há como paralisá-la. Até quando o comando do país deixará a Petrobras sangrar?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ObservatorioDoPovo

Dona Graça deveria se aposentar, e dar uma guaribada no "look" para depois usufruir o resto da vida dela. Deixar para lá essa petrobras que se rouba desde a fundação



17/12


2014

Um sabor de fim de festa

Carlos Chagas

 A presidente Dilma será diplomada no Tribunal Superior Eleitoral. Não está previsto qualquer pronunciamento dela, como praxe para todos os presidentes diplomados. Caso não surjam outras oportunidades, sua palavra será ouvida no primeiro dia de janeiro, quando de sua segunda posse, fora, é claro, as mensagens de Natal e Ano Novo.

O evidente desgaste do governo faz prever um discurso curto, sem maiores explicações a respeito do escândalo na Petrobras. Muito menos sobre as dificuldades para a formação do novo ministério. Aguardam-se referências à situação econômica e à programação administrativa para 2015.

Conseguindo ou não o PT mobilizar forte contingente sindical para assistir o desfile em carro aberto no dia da posse, a verdade é que se tem a impressão de uma festa amorfa, insossa e inodora. Novidades, o país não espera, seja em termos de planos e programas, seja em entusiasmo popular. O novo começo surge com sabor de fim de festa. Merecerá curtos registros na imprensa internacional e junto aos governos estrangeiros, apesar de a mídia, aqui, reservar espaço e tempo para o evento. Provavelmente sob a indiferença nacional, dada a pouca ou nenhuma atenção do cidadão comum.

É esse o retrato do Brasil de hoje, desprovido de emoção e incapaz de ser surpreendido. Um filme velho será apresentado a uma plateia desinteressada e sem motivação. Tanto a reeleição quanto a decepção por quatro anos marcados pela ausência de iniciativas capazes de empolgar o sentimento popular conduzem o cidadão comum a dar de ombros, olhar para o próprio umbigo e conformar-se com a mediocridade verificada à sua volta. Foram-se os tempos de esperança e de ilusão que a memória registra nas posses de Getúlio Vargas, em 1951, de Juscelino Kubitschek em 1956, de Jânio Quadros e de João Goulart em 1961 e até daquela que não aconteceu, de Tancredo Neves, em 1984. Não haverá que esquecer a ascensão do Lula ao poder, há doze anos.

A culpa não é da presidente Dilma, mas de sua falta de carisma, mensagem e capacidade para sensibilizar sequer os clientes do bolsa-família. Sua segunda posse lembra, como a primeira, a aula inaugural do bispo, num seminário onde os noviços cumprem o ritual recatado de aceitação da liturgia que não contestam nem discutem.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

SE ELA TIVESSE VERGONHA BANA CARA ELA RENUNCIAVA, MAS COMO TERRORISTA NÃO AMA NEM OS FILHOS PARA ELA ISSSO É NORMAL.



17/12


2014

''Brasil marcou golaço ao financiar porto de Mariel''

:

Patrícia Campos Mello - Folha de S.Paulo

Com o porto de Mariel e outros inúmeros investimentos em Cuba, o Brasil é um dos países que estão mais bem posicionados para se beneficiar da queda do embargo americano à ilha, cuja negociação foi anunciada hoje.

Alvo de críticas ferrenhas, o porto de Mariel, que recebeu cerca de US$ 800 milhões de financiamento do BNDES e foi tocado pela Odebrecht, está a apenas 200 quilômetros da costa da Florida.

Depois da dragagem, poderá receber navios grandes como os Super Post Panamax, que Dilma citou várias vezes durante a cúpula da Celac este ano, e concorrer com o porto do Panamá.

Mesmo sem a dragagem, já será concorrente de portos como o de Kingston, na Jamaica, e das Bahamas, bastante movimentados.

O raciocínio do governo brasileiro sempre foi o de ''entrar antes da abertura para já estar lá quando caísse o embargo''.

Essa estratégia se provou acertada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulo Ubiratan Vieira da Silva

O entendimento de Porto não esta relacionado só ao país e sua capacidade de importar ou exportar, e sim, muito a sua localização estratégica, a exemplo do Panamá e outros já citados na reportagem. Mas com a devida insistência, quem sabe, algum dia aprenderão.

Paulo Ubiratan Vieira da Silva

O entendimento de Porto não esta relacionado só ao país e sua capacidade de importar ou exportar, e sim, muito a sua localização estratégica, a exemplo do Panamá e outros já citados na reportagem. Mas com a devida insistência, quem sabe, algum dia aprenderão.

Paulo Ubiratan Vieira da Silva

É forçoso reconhecer.

Paulo Ubiratan Vieira da Silva

É forçoso reconhecer.

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Magno, esta "reporte" ou é incompetente ou está comprada. Importar ou exportar o que? O volume de exportação e importação de Cuba, mesmo se estivesse sem embargo, não tem potencial para um terço da capacidade deste porto. É uma imbecil.



17/12


2014

Graça tem total confiança do governo, diz ministro

 Em mais uma tentativa do governo de defender a presidente da Petrobras, Graça Foster, diante das investigações sobre irregularidades na estatal, o ministro Ricardo Berzoini (Relações Institucionais) afirmou nesta quarta-feira (17) que o Planalto tem total confiança na gestão de Foster e da sua diretoria. Ele elogiou ainda os procedimentos adotados pela empresa para investigar as denúncias de corrupção.

A declaração de Berzoini foi motivada pelo comentário do relator da CPI mista da Petrobras, Marco Maia (PT-RS), de que Foster e os demais diretores da estatal não têm mais condições de continuar no comando da empresa. O petista defendeu a demissão dos dirigentes. Segundo a Folha apurou, a presidente Dilma Rousseff ficou irritada com a declaração de Maia e ordenou que Berzoini defendesse Graça Foster.

"[Falei] Em relação a uma declaração que o relator da Petrobras fez como análise política e não com juízo em relação ao seu relatório e que pode evidentemente gerar apreciações equivocadas sobre a opinião que é nossa e de todos que conhecem o desempenho, a competência e o compromisso da Graça Foster com a Petrobras", disse Berzoini.(Da Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Everaldo Aleixo

E agora José, vao pedir impeachment de Obama e do Papa??? Em seu discurso, o presidente norte-americano falou uma frase em espanhol: "Todos somos americanos". E a America "bolivariana"...?!

Everaldo Aleixo

O Brasil tem Presidente eleito Dilma Rousseff, que por direito ortogado pelo povo, nomeia e exonera...