Flamac - 2

28/03


2017

PF deflagra a 39ª fase da Operação Lava Jato

Do G1

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã de hoje, a 39ª fase da Lava Jato, batizada de Operação Paralelo. Todos os mandados seriam cumpridos na cidade do Rio de Janeiro; um deles é de prisão preventiva e os outros cinco, de busca e apreensão.

Entretanto, na coletiva de imprensa, realizada nesta manhã em Curitiba, a PF informou que o investigado foi preso em Boa Vista (RR), pouco antes das 10h. Roberto Gonçalves é ex-gerente executivo da Petrobras. Ele sucedeu Pedro Barusco – ex-gerente de Serviços da estatal e já condenado na Lava Jato – nos "negócios".

As ordens judiciais foram expedidas pelo juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba, ou seja, pelo juiz federal Sérgio Moro, que é o responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância. O nome da operação foi dado em razão da ação clandestina no mercado financeiro por parte dos investigados.

Segundo a PF, a investigação procura apurar a atuação de operadores no mercado financeiro em benefício de investigados no âmbito da Operação Lava Jato.

A atuação teria se dado no âmbito de uma corretora de valores, que é suspeita de ter realizado a movimentação de recursos de origem ilícita para viabilizar pagamentos indevidos de funcionários e executivos da Petrobras.

A investigação ainda tem como objetivo apurar a responsabilidade criminal de um ex-executivo da Diretoria de Engenharia e Serviços da Petrobras, apontado como o beneficiário de diversos pagamentos em contas clandestinas no exterior, feitos por empreiteiras que contrataram com a empresa.

O termo "paralelo" é utilizado em uma simples alusão a atuação clandestina à margem dos órgãos de controles oficiais do mercado financeiro por parte dos investigados.

O advogado de defesa de Roberto Gonçalves, James Walker, afirmou que não vai se manifestar sobre as acusações feitas ainda em razão de não ter tido acesso a todas as peças dos autos do caso. Segundo ele, Gonçalves estava visitando familiares em Roraima e foi surpreendido pela operação. A defesa informou que estará Curitiba na quarta-feira (29) para ter acesso aos autos. Só depois, se manifestará.

38ª fase da Lava Jato

A fase anterior da Lava Jato, deflagrada no dia 23 de fevereiro e batizada de Blackout, apura o pagamento de US$ 40 milhões de propinas durante 10 anos. Jorge Luz e o filho dele Bruno Luz são suspeitos de facilitar o pagamento de propinas.

Ainda conforme a força-tarefa da Lava Jato, entre os beneficiários, há senadores e outros políticos, além de diretores e gerentes da Petrobras.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Paixão de Cristo

28/03


2017

OAB: presidente da comissão de direitos sociais renuncia

Por não concordar com as diretrizes traçadas pelo atual presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia, o advogado Mauricio Gentil entregou, hoje, a sua carta de renúncia da presidência da Comissão Nacional de Direitos Sociais da entidade. Em sua carta, Mauricio Gentil critica duramente os direcionamentos, “as posições e as estratégias pensadas e utilizadas pela direção do Conselho Federal, notadamente no que se refere à PEC nº 241, à reforma trabalhista como um todo e à terceirização em particular.

Segundo Gentil, a Comissão produziu material e pediu que o Conselho Federal se posicionasse formalmente e rapidamente, para a resistência a esses terríveis retrocessos nos direitos sociais. Porém, ainda não foram sequer pautados para debate em plenário. Isso evidencia a incontornável divergência de pensamento e de posição, no que se refere à atuação da OAB em tema de direitos sociais.

Segue a íntegra da carta:

Ao receber do Presidente do Conselho Federal o honroso convite, depositei a expectativa de que o trabalho da Comissão pudesse auxiliar proativamente a diretoria no enfrentamento dos grandes temas relacionados aos direitos sociais, notadamente nessa conjuntura de tantas ameaças e retrocessos.

Contudo, os direcionamentos, as posições e as estratégias pensadas e utilizadas pela direção do Conselho Federal, notadamente no que se refere à PEC nº 241, à reforma trabalhista como um todo e à terceirização em particular (temas nos quais a Comissão produziu material e pediu que o Conselho Federal se posicionasse formalmente e rapidamente, para a resistência a esses terríveis retrocessos nos direitos sociais, mas que sequer ainda foram pautados para debate em plenário), evidenciaram a incontornável divergência de pensamento e de posição no que se refere à atuação da OAB em tema de direitos sociais.

Por essas divergências frontais, agradeci a confiança depositada, mas não tinha mais como permanecer à frente da Comissão Nacional de Direitos Sociais da OAB.

Continuarei nas lutas por essas e outras causas, ao lado dos valorosos colegas da bancada sergipana no Conselho Federal – representando a advocacia sergipana – e ao lado de outros valorosos colegas de outras bancadas, sempre procurando travar os bons debates e defender as missões institucionais da OAB:

"I - defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado democrático de direito, os direitos humanos, a justiça social, e pugnar pela boa aplicação das leis, pela rápida administração da justiça e pelo aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas;

II - promover, com exclusividade, a representação, a defesa, a seleção e a disciplina dos advogados em toda a República Federativa do Brasil." (Art. 44, I e II da Lei nº 8.906/1994).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Mobi Brasil 2

28/03


2017

Eletrobrás tem prejuízo líquido de R$ 6,26 bi

A estatal federal de energia Eletrobrás teve prejuízo líquido atribuído aos controladores de 6,26 bilhões de reais no quarto trimestre, ante resultado líquido negativo de 10,33 bilhões no mesmo período de 2015.

No ano, entretanto, a elétrica totalizou um lucro líquido de R$ 3,43 bilhões, revertendo um prejuízo líquido de R$ 14,4 bilhões em 2015.

Os resultados foram afetados por ajustes contábeis de R$ 2,71 bilhões no último trimestre do ano passado. Somente no setor de transmissão as baixas somaram R$ 2,89 bilhões, sendo compensadas por pequenos ajustes positivos em outros setores da empresa.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou negativo em R$ 4,78 bilhões, ante R$ 8,47 bilhões negativos no último trimestre de 2015.

Já a dívida líquida subiu para R$ 23,4 bilhões no final de 2016 ante R$ 17 bilhões no término de 2015.

A estatal pretende levantar cerca de R$ 5,5 bilhões com vendas de ativos até o final de 2017. A Eletrobrás já conseguiu R$ 1,07 bilhão com a privatização da distribuidora goiana Celg-D. O restante viria da venda de imóveis, como terrenos e prédios administrativos, e participações acionárias em usinas e linhas de energia.

O Plano de Negócios da Eletrobrás para o período de 2017 a 2021 prevê investimentos de R$ 35,8 bilhões, valor 29% menor do que o plano anterior (2015 a 2019), em meio a uma estratégia da companhia para se reerguer após anos de prejuízos bilionários.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

FMO

28/03


2017

Lula reforça campanha de Célia em Ipojuca


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ivanildo Carvalho

Perguntar não ofende: e o resultado da pesquisa de intensão de voto para a eleição em Ipojuca registrada por esse blog no TRE e que o resultado era pra sair na quinta feira passada. Será que os números não agradou???



28/03


2017

Frente das emendas impositivas é votada na Alepe

Proposta pela deputada estadual Socorro Pimentel (PSL), a Frente Parlamentar de Acompanhamento às Emendas Impositivas será votada, na tarde de hoje, no plenário da Assembleia Legislativa, após ter sido retirada de pauta por duas vezes a pedido da Bancada do Governo.

De acordo com a parlamentar, a proposta é que essa Frente, suprapartidária¸ seja instalada na Alepe com a finalidade de acompanhar o trâmite e promover a liberação das emendas junto ao Poder Executivo, mas que aceitará de maneira cordial a decisão da maioria: “Aceito de forma tranquila qualquer resultado, mas faço questão de ressaltar que o funcionamento da Frente irá dignificar a atuação da Alepe e colaborar de forma significativa para o equilíbrio e manutenção da isonomia entre os Poderes; o respeito ao papel dos parlamentares; e, acima de tudo, garantiria à transparência das ações dos agentes públicos”, disse.

No ano passado, o valor consignado no orçamento para cada deputado estadual foi de 1 milhão e 430 mil reais e segundo dados apresentados pela deputada Socorro Pimentel, nenhum dos 49 deputados teve 100% das suas emendas executadas.

Socorro Pimentel ainda ressaltou que esses recursos integram o denominado “Orçamento Impositivo”, destinados a projetos, obras ou serviços em áreas como saúde, educação e recursos hídricos, que é de execução obrigatória pelo Poder Executivo, e não têm sido liberados: “Em 2016, nenhuma das nossas emendas foi executada totalmente. No meu caso, até hoje, o que temos como justificativa são as informações colhidas de servidores, que ratificam a postura centralizadora e tirana da Secretaria da Casa Civil, com o apoio do Governador. Tenho minha consciência tranquila, destinei os valores que me cabem à implantação de uma UTI no Hospital e Maternidade Santa Maria, construção de abatedouros, aquisição de 02 tratores para associações de pequenos produtores rurais, instalação de bicicletário na Casa do Estudante de Pernambuco, perfuração de poços nas zonas rurais de municípios sertanejos, recuperação de açudes, à Fundação Altino Ventura, aquisição de computadores para Escola da Agrovila de Orocó e para um projeto de reciclagem em unidades prisionais”, afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner - Hapvida

28/03


2017

Paulo participa de aniversário da Secretaria da Mulher

Para comemorar os 10 anos da Secretaria da Mulher, o governador Paulo Câmara participará, hoje, de evento comemorativo, realizado no auditório Tabocas, no Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon), em Olinda. Na ocasião, serão feitos anúncios estratégicos para as pernambucanas e o lançamento do Anuário 8 de Março – instrumento de prestação de contas de 2016 e planejamento para 2017. Também serão feitas homenagens a mulheres que contribuíram para a construção dessa política que mudou a vida de muitas pernambucanas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Supranor 1

28/03


2017

Minha cidade é linda

Barra de Guabiraba, no Agreste pernambucano, a 117 km do Recife, é destacada neste quadro, hoje, em foto de arquivo deste blog. Na imagem, a Igreja Matriz de São João Batista e a Praça que embeleza a sua fachada.

As terras onde se localiza o município pertenciam ao sítio Guabiraba. A formação do povoado ocorreu após a construção da capela de São João pelo proprietário do sítio, Manuel Laurentino dos Santos, em 1905. A fertilidade do solo, propício à cultura da cana-de-açúcar, concorreu para o povoamento, que logo passou a contar com uma feira.

Inicialmente o local foi denominado São João da Barra. O distrito de Barra de São João foi criado pela lei municipal nº 59, de 25 de junho de 1915. Pelo decreto-lei estadual nº 235, de 9 de dezembro de 1938, o distrito de Barra de São João passou a denominar-se Itapecó. Passou a denominar-se Guabiraba pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31 de dezembro de 1943. Pertencia ao município de Bonito. Foi elevado à categoria de município com a denominação Barra de Guabiraba, pela lei estadual nº 3340, de 31 de dezembro de 1958.

O município dispõe de uma linda paisagem que cerca toda a cidade, a área é bastante propícia ao turismo ecológico. Os principais pontos turísticos de Barra de Guabiraba são as cachoeiras do Galo, da Onça e do Chapadão, a Pedra Dourada e o Casarão da Burarema. Faça uma foto bonita da sua cidade e nos envie para postagem neste quadro pelo [email protected] ou [email protected].


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/03


2017

Raquel aumenta custo com pessoal e MP questiona

Do G1/Caruaru

Foi publicado, hoje, no Diário Oficial do Ministério Público de Pernambuco, uma recomendação à prefeita de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, Raquel Lyra. A intenção é que ela promova a edição de ato normativo que estabeleça critérios objetivos para a nomeação dos cargos comissionados, especialmente o requisito de escolaridade para investidura, lotação e descrição das atividades desempenhadas por cada um dos 523 cargos da nova Lei da Reforma Administrativa.

A reportagem entrou em contato com a secretaria de imprensa da prefeitura de Caruaru, mas até o momento não foi enviada nenhuma resposta. De acordo com o MPPE, a publicação da Lei criando 523 cargos em comissão de livre nomeação e nenhum cargo efetivo, aumenta a despesa de pessoal do município, contrariamente ao que se propunha, em janeiro de 2017, recomendação à prefeita Raquel Lyra.

Para o promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Caruaru, Marcus Tieppo, o Poder Executivo poderia extinguir os cargos em comissão desnecessários, prescindindo de lei para tal, caso este fosse o interesse da Administração Municipal em diminuir a despesa com pessoal.

O que se observou, segundo o MPPE, com a publicação da nova Lei, foi um aumento da despesa pública, com substancial aumento dos salários dos comissionados e “a gravíssima situação decorrente da criação de cargos comissionados de gerente, coordenadores, assistentes e assessores sem qualquer descrição de suas atividades, dos elementos ensejadores de suas necessidades individuais, ou até mesmo do pré-requisito para a investidura”, diz o texto.

Para o MP, diminuiu o número de cargos em comissão, mas aumentou os salários de um jeito que elevou a despesa com o pessoal. “A forma em que a Lei Municipal n°5.843/2017 foi redigida se torna impossível mensurar a necessidade de tal força de trabalho e mesmo as atividades que os cargos criados desempenharão no município, constituindo tal norma, de forma que se apresenta, em verdadeiro cheque em branco para a Administração”, destacou Tieppo nas considerações da recomendação.

Recomenda-se ainda que a gestora municipal deve garantir a ampla publicidade da medida contida na recomendação, na Administração Direta e Indireta Municipal, a fim de dar ciência aos servidores. A prefeita Raquel Lyra tem 10 dias para informar ao MPPE se acata ou não a recomendação, remetendo cópia de todos os atos administrativos e das providências tomadas para o fiel cumprimento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Adalberto

SUGIRO MP COM 30 DIAS OBSERVAR SE ESTES COMISSIONADOS BATEM O PONTO OU SE ESTÃO NA AVENIDA BOA VIAGEM.


ArcoVerde

28/03


2017

A charge do dia


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Garanhuns

28/03


2017

Coluna da terça-feira

     Armando quer preservar direitos 

Falando, ontem, num evento no Recife sobre reformas que tramitam no Congresso, o senador Armando Monteiro, pré-candidato ao Governo do Estado, fez um alerta em relação à proposta do Governo que trata da reforma trabalhista. Para ele, o texto tem que ser reformulado e amplamente discutido, de modo que possa gerar mais empregos, assegurando, consequentemente, a retomada do desenvolvimento econômico, mas sem retirar direitos dos trabalhadores.

Armando Monteiro defende que o Brasil precisa moldar as instituições para que o mercado de trabalho seja mais dinâmico, gere empregos e possa assegurar o crescimento econômico. “Mas tudo isso sem ferir os direitos dos trabalhadores. Isso é um ponto fundamental. Não é possível promover reformas para precarizar ou para subtrair direitos dos trabalhadores”, advertiu.

O senador entende que é preciso promover mudanças na legislação de modo a oferecer um marco jurídico e ambiente de maior flexibilidade, de forma que o Brasil possa ter um sistema mais dinâmico. “No ambiente das relações do trabalho, todos reconhecem que o País precisa promover uma modernização das relações porque o mundo do trabalho mudou em função do impacto de novas tecnologias, das novas formas de trabalho, da especialização crescente, da fragmentação do trabalho”, afirmou.

Para acrescentar: “É evidente que temos que atualizar o marco legal. O que se constata é que a lei não tem mais a capacidade de poder se moldar às mudanças que ocorrem com grande velocidade no mundo do trabalho. Eu considero absolutamente necessário que o Brasil avance nessa agenda”. 

Armando está convencido de que o Congresso terá um papel fundamental na agenda de reformas, para aperfeiçoar as propostas e promover um amplo debate. O evento, promovido pelo LIDE-PE, à frente Drayton Nejaim Filho, contou com a presença do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que ministrou palestra sobre os desafios de uma nova legislação trabalhista no Brasil.

JULGAMENTO– O relator da ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, ministro Herman Benjamin, pediu, ontem, para a Corte marcar o julgamento do processo. Benjamin também deu 48 horas para o Ministério Público se manifestar na ação. Na última sexta-feira (24), a Procuradoria-Geral Eleitoral enviou petição informando que o MP estava abrindo mão de se manifestar na janela reservada às alegações finais das defesas e da acusação. O vice-procurador-geral eleitoral, Nicolau Dino, justificou na ocasião que iria aguardar os partidos entregarem as alegações finais para, então, se manifestar.

Maurílio está internadoO ex-deputado federal Maurílio Ferreira Lima, que voltou a morar no Recife e colabora com emissoras de rádio comentando sobre política nacional, teve uma discreta melhora no seu estado de saúde. Entubado há mais de 30 dias na UTI do hospital Português, foi transferido, no último fim de semana, para a unidade semi-intensiva, mas mesmo assim continua respirando com ajuda de aparelhos. Maurílio, hoje aos 76 anos, foi internado por conta de uma infecção urinária e apresentou ao longo do tratamento problemas cardíacos decorrentes da debilidade do seu organismo.

 

Vem aí o 3º Compaz– O Recife vai ganhar uma nova unidade do Centro Comunitário da Paz (Compaz) até março de 2018, segundo anunciou, ontem, o prefeito Geraldo Júlio (PSB) ao entregar, ao lado do governador Paulo Câmara (PSB), o segundo Compaz, no bairro do Cordeiro, voltado para um público estimado em 150 mil pessoas, dos bairros do Cordeiro, Torrões, Prado, San Martin e Bongi. "Vamos oferecer esportes, cultura, lazer e acima de tudo educação cidadã pra gente construir uma cidade com cultura de paz, uma sociedade mais igual, para que a gente possa dar oportunidades a quem encontrou portas fechadas”, disse Geraldo.

O contra tudoDepois de detonar a proposta da reforma da Previdência, o deputado Danilo Cabral (PSB) vira sua metralhadora para a reforma trabalhista. “O momento é de preservar o trabalhador e não de fragilizá-lo. Vivemos uma crise sem precedentes, com mais de 12 milhões de desempregados e temos que lutar pela preservação dos direitos trabalhistas”, diz. Para ele, é preciso evitar o que ocorreu com a votação da terceirização, aprovada na semana passada. “Como foi aprovado, o projeto abriu a possibilidade para a precarização dos trabalhadores terceirizados”, alertou. Pelo visto, Danilo, que retomou seu mandato depois de passar pela Secretaria estadual de Planejamento, virou o mais ferrenho opositor das reformas.

CURTAS

BRENNAND– Em comemoração aos 100 anos de fundação do Grupo Cornélio Brennand, a Assembleia Legislativa realiza, hoje, sessão solene, às 18h, no plenário do Palácio Joaquim Nabuco. A homenagem é de autoria do deputado Antônio Moraes (PSDB). O empreendimento foi fundado em 1917 quando Ricardo Lacerda de Almeida Brennand, pai de Cornélio, iniciou o primeiro negócio da família com a empresa R.L. de Almeida Brennand e Irmão, conhecida como Cerâmica São João.

CURADOS– Ligado ao segmento evangélico, o jovem Ivanildo Silva disputou um mandato para a Câmara de Vereadores de Jaboatão obtendo 2,3 mil votos, mas não foi eleito. Na primeira suplência da coligação do seu partido, o PMN, acabou sendo nomeado pelo prefeito Anderson Ferreira (PR) gerente regional dos Curados. Em pouco tempo, seu trabalho está sendo bem avaliado pela comunidade.

Perguntar não ofende: Vem uma CPMF ai de cara nova no Governo Temer para cobrir o rombo das contas públicas? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias

Só lembrando: Estão escondendo as pesquisas que dá. Lula presidente 2018 primeiro turno.

Nehemias

Deferido por ministro do STF mandado do senador Randolfe contra a terceirização.

Nehemias

Se a Chapa Dilma/Temer for cassada o Aécio assume?kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

marcos

MAIS UM PTISTA NA CADEIA///////// Roberto Gonçalves homem da quadrilha de Zé Dirceu foi recolhido a PF de Curitiba. Foi fazer companhia ao chefe Zé e a Palocci, Vacarri, Renato Duque, Odebrecht, Leo Pinheiro, e os outros bandidos PTistas presos. Bate duas Panelinhas!!!!!!!!

marcos

Atenção todos limpem suas panelas, pois dia 03 de maio Lula vai ficar frente a frente com Doutor Sérgio Moro. Vamos fazer panelaço!


Naipes

28/03


2017

Motel em Brasília oferece quarto inspirado na Lava Jato

Folha de S.Paulo - Bela Megale

Com grades na porta e em volta da cama, além de ilustrações de presos comuns ao lado de engravatados, um quarto de motel em Brasília resolveu usar a Operação Lava Jato como inspiração.

Inaugurada há cerca de três meses, a suíte número oito é uma aposta do motel Altana, que produz ambientes temáticos para atrair público.

Antes de chegar ao quarto, o cliente passa por uma entrada com paredes revestidas de cimento, grades e recortes de reportagens sobre envolvidos na operação, remetendo à prisão.

As notícias estampam fotos de investigados, como os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, além do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), detido em Curitiba. O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força tarefa da Lava Jato no Paraná, também está retratado na parede.

O valor de duas horas no local varia de R$ 126 a 156, conforme o dia da semana.

"A nossa proposta era fazer uma cela sofisticada para que o ato de amor fosse dentro de ambiente especial, um fetiche né?!", explica a arquiteta Cristina Bertozzi, que assina o projeto e já decorou mais de 150 suítes de motéis de Brasília e Rio de Janeiro.

"Mediante os acontecimentos, essa Lava Jato na orelha da gente há mais de dois anos, unimos [na decoração] a parte dos crimes, de corrupção e da cela", disse.

O ambiente, porém, já despertou algumas reclamações. "As pessoas falaram 'como vou ter tesão com esse pessoal na parede?' Mas não é para ter tesão aqui, é uma transição até o quarto. A ideia é proporcionar essa entrada para a pessoa entender que é uma cela e lá dentro usufruir do luxo", explicou Cristina.

Ao chegar no quarto, o cliente se depara com lustres de cristal, móveis cobertos por pele de crocodilo sintética, papel de parede com simulação de couro, espelhos com bordas douradas "para remeter a ouro, riqueza" e uma banheira de hidrom...

Continue lendo aqui: Motel em Brasília oferece quarto inspirado na Operação Lava Jato


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/03


2017

Selfie: Temer à FHC e Lula

Michel Temer reativou técnica usada à exaustão por Fernando Henrique Cardoso e Lula, mas abandonada por Dilma Rousseff. Sempre convida deputados e senadores da base para voar com ele no avião presidencial. Não raro, fazem selfie para registrar o momento. Quem revela é Daniela Lima, na coluna Painel da Folha de S.Paulo.

Enquanto isso, ministros que saíram do Congresso para o governo terão de apresentar ao Planalto até o fim desta semana sua lista com os votos que conseguiram angariar em suas bancadas a favor da reforma da Previdência. Os números serão tabulados pelo chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. A operação faz parte de ofensiva deflagrada após o placar da terceirização na Câmara mostrar que a maioria no Parlamento não é confortável o suficiente para aprovar mudanças na Constituição.

A ordem do Planalto é pressionar a base ao máximo, para evitar traições. Deputados dizem que o clima se iguala ao período pré-impeachment. O governo não esconde mais que ameaça cortar cargos de quem não cumprir o que está combinado.  


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

bm4 Marketing 6

28/03


2017

EUA faz campanha no Brasil e promove carne americana

Em meio ao escândalo da carne no Brasil, o Departamento de Agricultura dos EUA faz nesta terça (28) um jantar em SP para promover ingredientes e pratos americanos.

O evento estava agendado desde o início do mês e marca o lançamento da campanha #USFoodExperience.

Deve reunir "chefs, donos de restaurantes, importadores de alimentos, representantes da mídia e líderes de opinião", segundo o consulado. A informação é de Mônica Bergamo, na sua coluna da Folha de S.Paulo desta terça-feira.

Ao divulgar a campanha, -- revela a colunista,-- a representação diplomática já publicou em uma rede social que "cortes de carne americanos, como prime rib, t-bone e top sirloin em breve estarão à venda em restaurantes e supermercados brasileiros", graças a um acordo bilateral assinado no ano passado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/03


2017

Que crise? revista de João Doria fatura alto

A primeira revista mensal do grupo Lide, fundado por João Doria, chega às bancas recheada de anúncios. Além de empresas como Audi, Vivo e Ultrafarma, fazem publicidade nela restaurantes paulistanos como o Piselli e o Rodeio. O governo de Goiás, comandado pelo tucano Marconi Perillo, também pagou por propaganda. São, no total, 21 anunciantes.

A Galeria Bia Doria, da primeira-dama de SP, também fez publicidade na revista "Lide", que não sentiu a crise no mercado editorial: ela era bimestral, mas, com "a ótima aceitação" dos anunciantes, segundo divulga a Doria Editora, passou a ser mensal. Entre os textos estão entrevistas, artigos sobre economia brasileira e análises sobre a era Trump.  (Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/03


2017

A hora da verdade no TSE

Bernardo Mello Franco - Folha de S.Paulo

O ministro Herman Benjamin prometeu e cumpriu. Depois de dois anos, o processo que pode levar à cassação da chapa Dilma-Temer está pronto para ser julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

A conta pela demora não pode ser debitada ao ministro. Ele assumiu o caso há apenas seis meses, quando o cheiro de pizza já podia ser farejado a quilômetros de Brasília.

Em vez de saborear sua fatia, Benjamin devolveu o prato e foi ao trabalho. Colheu novas provas, encontrou fraudes em notas que já haviam sido aprovadas e decidiu ouvir pessoalmente os delatores da Odebrecht.

O esforço deu resultado. Os executivos destrincharam o funcionamento do caixa dois e confirmaram o elo entre o dinheiro da campanha e o pagamento por obras públicas.

Os depoimentos de Marcelo Odebrecht e Cláudio Melo Filho foram os mais comprometedores. O empreiteiro disse que Dilma sabia do caixa dois, e o lobista confirmou que Temer pediu pessoalmente o patrocínio da construtora. Segundo o relato, parte do dinheiro foi entregue em espécie a mando de Eliseu Padilha, principal ministro do novo regime.

Com a entrega do relatório de Benjamin, o TSE chega à hora da verdade. O tribunal terá que escolher entre julgar com independência ou se dobrar às pressões do governo.

A bola agora está nos pés do ministro Gilmar Mendes, que poderá levá-la à marca do pênalti ou chutá-la para o mato. Ele tem sido criticado pela proximidade excessiva com o Planalto e será cobrado para não adiar ainda mais o julgamento.

Uma nova demora será interpretada como manobra para proteger o governo e impedir o voto dos ministros Henrique Neves e Luciana Lóssio, que estão prestes a deixar a corte.

Depois o TSE terá que decidir se aceita o pedido do PMDB para dividir a chapa. Neste caso, a corte teria que rasgar sua jurisprudência em nome de uma tese exótica: os votos de Dilma valeram para eleger Temer, mas deixariam de valer para cassá-lo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/03


2017

TSE se predispõe a engolir um gorila por Temer

Josias de Souza

O Tribunal Superior Eleitoral está prestes a promover em Brasília um espetáculo circense. A Corte máxima da Justiça Eleitoral vai engolir um gorila diante do público. Fará isso ao ceder às manobras para salvar Michel Temer da cassação do mandato. Relator do processo que poderia resultar na interrupção da presidência de Temer, o ministro Herman Benjamin concluiu o seu relatório final. O texto contém o conjunto de revelações feitas pelos delatores da Odebrecht.

Como todos já sabem, são revelações devastadoras. Não deixam dúvidas quanto aos abusos cometidos na campanha vitoriosa na eleição presidencial de 2014. É esse King Kong metafórico representado pelas delações que o TSE terá de diferir para preservar o mandato de Michel Temer.

Além de Temer, Dilma Rousseff também está sujeita a punição. Pode ser declarada inelegível, o que a impediria de disputar eleições. Em suas defesas finais, Temer e Dilma pediram ao relator que anulasse os depoimentos dos delatores da Odebrecht. Queriam abater o gorila antes que ele chegasse ao plenário do TSE. Mas não apresentaram argumentos convincentes. Autor do processo que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, o PSDB revela-se capaz de tudo, menos de admitir em público que se arrependeu de ter protocolado a ação.

Hoje, o PSDB integra o governo Temer. E seu presidente, Aécio Neves, também mencionado nas delações, sente o hálito do gorila na nuca.

Continue lendo aqui:  TSE se predispõe a engolir um gorila por Temer


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/03


2017

Moro pede que PF explique vídeo de coercitiva de Lula

Marcelo Antunez e Antonio Calloni, diretor e ator, respectivamente, de ‘Polícia Federal – A lei é para todos’, filme sobre a Operação Lava-Jato - Divulgação/Ique Esteves

O Globo - Gustavo Schmitt

Em despacho na última sexta-feira, o juiz federal Sérgio Moro pediu que a Polícia Federal se manifeste sobre um suposto vídeo feito durante a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em março do ano passado. A gravação, de cerca de duas horas, que incluiria desde a chegada ao edifício onde mora o ex-presidente, teria sido usada pelos produtores do filme Polícia Federal - a lei é para todos”, sobre a Operação Lava-Jato para reconstituir as cenas da condução coercitiva.

Em petição na última quinta-feira, a defesa de Lula pediu a Moro que determine investigações a respeito do uso indevido das imagens da ação por parte da PF. Os advogados acusam a polícia de ter cedido a gravação para os produtores. A polícia ainda não se manifestou sobre o caso porque alega ainda não ter sido notificada.

Ao analisar a petição da defesa de Lula, Moro escreveu que não cabe ao juízo “impor censura a veículos de comunicação ou mesmo à produção de algum filme”.

Leia mais: Moro pede que PF se manifeste sobre vídeo de coercitiva de Lula


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores