Versão Agreste Meridional

20/10


2017

PSDB descobre que tem vocação para a morte

Blog do Josias de Souza

Finalmente, o PSDB descobriu sua vocação política. O partido está vocacionado para a morte. O tucanato faz tudo para morrer o mais depressa possível. As práticas da legenda, suas ambiguidades, suas contradições mal disfarçam a vontade, a urgência da morte. Protagonista do seu próprio cortejo fúnebre, o PSDB caminha rumo ao fenecimento carregando as alças de dois pesos mortos: o caixão do governo Temer e o caixão de Aécio Neves.

Temer é um defunto com caneta e Diário Oficial. Com a ajuda de um coordenador político tucano, ele compra na Câmara mais um ano de sobrevida. Aécio, trancado em casa e em seus rancores, parecia fora de combate. Mas o Senado deu-lhe uma sacudida. E o personagem, insepulto, tranforma o PSDB no primeiro partido da história a ter como presidente um defunto.

O nome mais cotado para representar o PSDB na disputa presidencial de 2018 é Geraldo Alckmin. Jurado de morte até pelo seu pupilo João Doria, Alckmin se finge de vivo. Mas revela-se um vivo pouco militante. Não consegue se posicionar com clareza sobre o rompimento com Temer e o expurgo de Aécio. Não é à toa que frequenta as pesquisas como um sub-Bolsonaro. É como se Alckmin pedisse aos eleitores não votos, mas coroas de flores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Sertão do São Francisco

20/10


2017

PF: Aécio e Gilmar fizeram 33 ligações em 2 meses

Relatório da PF aponta que uma das ligações ocorreu no mesmo dia em que Gilmar Mendes deu decisão favorável ao senador. Tucano disse que mantém relação institucional com o ministro.

Site BuzzFeed News, Brasil – Filipe Coutinho

Relatório da Polícia Federal aponta que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, fizeram 33 ligações entre março e maio de 2017, período que o tucano passou a ser investigado pela suspeita de receber propina da JBS e alvo de uma operação da PF.

O relatório foi anexado a um dos processos que tramitam no Supremo Tribunal Federal sem sigilo e que tem como parte Aécio, sob a relatoria do ministro Edson Fachin.

Gilmar Mendes é relator de quatro inquéritos que investigam o senador. Todas essas ligações — de 16 de março a 13 de maio — foram feitas pelo WhatsApp, aplicativo que, até onde se sabe, é capaz de realizar conversas imunes aos grampos da PF. Aécio, aliás, chegou a ser interceptado pela PF em ligações normais, via operadora telefônica, durante a investigação. Uma dessas conversas foi justamente com Gilmar Mendes, para tratar de uma votação no Senado.

Essas 33 ligações e tentativas de ligações feitas via WhatsApp, contudo, não foram interceptadas pela Polícia Federal. Como também não houve gravação na memória interna do celular de Aécio, não foi possível saber o conteúdo das conversas.

A PF descobriu essas ligações a partir da análise dos celulares apreendidos com Aécio Neves na operação Patmos, realizada no dia 18 de maio.

Mas uma delas chamou atenção dos investigadores. Foi no dia em que Gilmar Mendes deu uma decisão favorável a Aécio. Por ordem do ministro, o senador não precisou prestar depoimento à PF no dia seguinte.

Em nota, o advogado de Aécio, Alberto Zacharias Toron, disse que o senador mantém relações formais e que as conversas foram sobre reforma política.

Leia reportagem na íntegra clicando aí ao lado: EXCLUSIVO: PF descobre que Aécio e Gilmar Mendes fizeram 33 ...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Mata Sul

20/10


2017

A força de que um poste é dotado

Carlos Brickmann

Lula neste momento lidera as pesquisas, mas ninguém vence a eleição com o nível da rejeição que ostenta: metade dos eleitores diz que não vota nele de jeito nenhum. Mas falta um ano e isso pode mudar. E Lula nem precisa ser candidato: basta que possa proclamar que “a zelite” usa as leis para prejudicá-lo e, por isso, em vez de sair candidato, lança outro. Quem conseguiu eleger Dilma sabe a força de que um poste é dotado.

Lula conta, na campanha para que o eleitor o veja como perseguido, com o valioso apoio dos adversários. Os procuradores da Lava Jato já fizeram o que não deveriam com aquele “power point” segundo o qual, com ou sem investigações, Lula era apontado como ponto central da ladroeira.

Já havia ocorrido, há tempos, o caso “Vavá dois pau”, uma operação contra Genival, irmão de Lula, que teria pedido “dois pau pra eu” para usar sua influência num caso.

Que influência, cara pálida?

Alguém que, entre Petrolão, Mensalão e Quadrilhão, aceita “dois pau”? E agora houve o caso mais obscuro de todos; a pressão sobre o filho de Lula.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Sertão do Pajeú

20/10


2017

Por que adversários de Lula estimulam sua candidatura?

Carlos Brickmann

Vale tudo - Há pouco mais de uma semana, no dia 10, um delegado da Polícia Civil de Paulínia, SP, com três policiais armados, invadiu com ordem judicial a casa do psicólogo Marcos Lula da Silva, o mais velho dos filhos de Lula. Segundo se soube, com base em denúncia anônima, acreditavam que na casa houvesse drogas e armas. Não havia. Recolheram então dois computadores, pendrives, CDs e DVDs; foram a outro endereço, com base na mesma suspeita, e o resultado foi o mesmo: nenhum.

A juíza Marta Pistelli, que dera a ordem de busca e apreensão de “armas e drogas”, disse ter sido enganada pela Polícia Civil. Mandou devolver tudo o que tinha sido ilegitimamente apreendido e foi mais longe: disse que tinha autorizado a busca e apreensão em um endereço, não em dois.

E até agora o governador Geraldo Alckmin, PSDB, que pretende ser candidato à Presidência, talvez contra Lula, ficou mudo. Nada disse – nem ele nem seu secretário da Segurança. Abriu-se uma investigação e o delegado foi afastado do caso – aliás, de qual caso?

Por que adversários de Lula tanto querem estimular sua candidatura?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias

Volte demolidor de senzalas. Semeie novamente a esperança nos corações desse povo sedento por igualdade e cidadania Lula 2018



20/10


2017

Diretor da Claro marca jantar para conselheiro da Anatel

Coluna do Estadão – Andreza Matais

O diretor de relações institucionais da Claro, Fábio Andrade, convidou senadores e deputados para um jantar em sua casa em homenagem ao conselheiro da Anatel Igor Vilas Boas. A Agência Nacional de Telecomunicações fiscaliza operadoras, como a Claro.

À Coluna, Andrade disse que organizou o jantar para “prestigiar” o conselheiro, que conclui o mandato este mês. Ele não vê conflito na relação. “Se fosse na entrada dele na agência, mas na saída não vejo problemas. É uma homenagem.”

Mesmo assim, minutos depois de ter sido procurado, mudou de opinião e cancelou o jantar “para evitar a nota [na Coluna] e interpretações”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura do Ipojuca

20/10


2017

Trabalho escravo: Temer responderá a Dodge em 10 dias

Josias de Souza

Michel Temer mandou dizer à procuradora-geral da República Raquel Dodge que responderá em dez dias o que pretende fazer com a portaria que fragilizou o combate ao trabalho escravo. O prazo foi estipulado em documento no qual o Ministério Público Federal recomendou a revogação da portaria. O recado de Temer foi repassado a Dodge nesta quinta-feira pelo ministro Ronaldo Nogueira (Trabalho), que visitou a sede da Procuradoria, em Brasília.

Nogueira estivera na véspera com Dodge, para receber um ofício e a recomendação número 38/2017 (íntegra disponível aqui). Nela, a Procuradoria sugere ao governo que “revogue a portaria” porque ela contém “vício de ilegalidade”. Fica subentendido que, na falta de providências, o govermo será acionado judicialmente. Sob Temer, o combate ao trabalho escravo deixou de ser uma prioridade.

Temer enfraqueceu as regras da fiscalização do trabalho análogo à escravidão a pedido da bancada ruralista da Câmara, cujos integrantes ameaçavam votar contra o sepultamento da denúncia em que Temer é acusado de organização criminmosa e obstrução à Justiça. Ou seja, para salvar o próprio pescoço, o presidente levou ao balcão das transações fisiológicas o desmonte das regras que protegem trabalhadores  humildes da exploração degradante.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

azevedo

Ele responderá a ela o que quiser, é fica por isso mesmo.


Flamac - 1

20/10


2017

Procuradoria dá dez dias para governo revogar portaria

Blog do Josias de Souza

A Procuradoria-Geral da República abriu um “procedimento” formal sobre a portaria editada pelo governo de Michel Temer em 13 de outubro, para dificultar o combate ao trabalho escravo. A primeira providência foi a elaboração de uma “recomendação” dirigida ao ministro Ronaldo Nogueira (Trabalho). Leva o número 38/2017. Sugere que o governo “revogue a portaria”. Anota que ela contém o “vício da ilegalidade.'' Fixa um prazo para que a recomendação seja acatada: dez dias. Desatendida, a Procuradoria irá à Justiça.

A gestão da nova procuradora-geral Raquel Dodge é regida por um mantra: ''O Ministério Público deve garantir que ninguém esteja acima e ninguém esteja abaixo da lei'', diz a substituta de Rodrigo Janot, para realçar que será implacável com poderosos delinquentes, sem descuidar da defesa dos direitos de brasileiros humildes. Temer pisou no calo da doutora ao avalizar a flexibilização das regras de combate ao trabalho análogo à escravidão. Esse tema é uma das obsessões de Dodge.

Em encontro com o ministro do Trabalho, nesta quarta-feira, a própria procuradora-geral entregou a “recomendação” da Procuradoria ao ministro do Trabalho (leia a íntegra aqui). Repassou também um ofício em que faz considerações pessoais sobre o tema (veja reprodução abaixo). Deve-se a iniciativa de Temer de retroceder na política de combate ao trabalho análogo à escravidão a uma pressão da bancada ruralista.

O presidente da República trocou a proteção aos trabalhadores vulneráveis pelo apoio dos agro-deputados à derrubada da segunda denúncia da Procuradoria contra ele. Ou seja, Temer passou a freqüentar os dois polos do mantra de Raquel Dodge. Para conservar-se acima da lei, entregou na bandeja aos ruralistas  a precarização dos direitos de brasileiros que, tradicionalmente, são mantidos à margem e até abaixo da lei.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner - Hapvida

19/10


2017

Gilmar: fala com Aécio foi sobre abuso de autoridade

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, afirmou nesta quinta-feira, 19, que as 43 chamadas telefônicas via WhatsApp que manteve com o senador Aécio Neves (PSDB) entre 16 de março e 13 de maio deste ano foram para tratar do projeto de lei de abuso de autoridade.

"O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, esclarece que manteve contato constante, desde o início de sua gestão, com todos os presidentes de partidos políticos para tratar da reforma política. Os encontros e conversas do ministro Gilmar Mendes são públicos e institucionais", diz a nota do TSE.

De acordo com duas tabelas anexadas pela Polícia Federal em relatório encaminhado ao STF, referentes a dois celulares de Aécio Neves, teriam sido 38 chamadas com um celular de Aécio, e 5 com outro, dentro desse período de tempo. Do total de 43, 20 tiveram zero segundos de duração, sugerindo que não foram completadas. Outras 23 tiveram duração de tempo que variou entre alguns segundos e oito minutos.

"Especificamente quanto às ligações de abril, ressalta que estava em debate no Senado Federal o projeto de lei de abuso de autoridade, tratado nas referidas conversas e defendido publicamente pelo ministro desde 2009, inclusive em palestras, seminários, artigos e entrevistas", completa a nota.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

19/10


2017

PF: Aécio e Gilmar se falaram 33 vezes de março a maio

Relatório da Polícia Federal encaminhado ao Supremo Tribunal Federal mostra o grau de intimidade entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ministro Gilmar Mendes, do STF. Segundo o relatório da PF, Aécio e Gilmar fizeram 33 ligações de voz pelo WhatsApp entre 16 de março e 13 de maio de 2017, justamente no período que o tucano passou a ser investigado pela suspeita de receber propina da JBS e alvo de uma operação da PF.

 

O relatório foi anexado a um dos processos que tramitam no Supremo sem sigilo e que tem como parte Aécio, sob a relatoria do ministro Edson Fachin. As informações foram divulgadas pelo site BuzzFeed

As 33 ligações não foram interceptadas pela Polícia Federal. Como também não houve gravação na memória interna do celular de Aécio, não foi possível saber o conteúdo das conversas.

A PF descobriu essas ligações a partir da análise dos celulares apreendidos com Aécio Neves na operação Patmos, realizada no dia 18 de maio. Uma delas foi feita no dia em que Gilmar Mendes deu uma decisão favorável a Aécio. Por ordem do ministro, o senador não precisou prestar depoimento à PF no dia seguinte.

No dia da decisão, os registros do celular de Aécio apontam cinco tentativas de ligação e uma conversa de 24 segundos. 

O senador mineiro chegou a ser interceptado pela PF em ligações normais, via operadora telefônica, durante a investigação. Uma dessas conversas foi justamente com Gilmar Mendes, para tratar de uma votação no Senado.

Assim a Polícia Federal resumiu:


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Garanhuns Natal Luz

19/10


2017

Assaltos: 4 mortos em prisão de quadrilha no Sertão

Grupo atuava em Pernambuco, Maranhão, Paraíba e Ceará. Segundo os investigadores, "braço armado" do esquema é PM no Ceará. Diversas armas foram apreendidas.

G1

Quatro mortos, dois presos e diversas armas apreendidas. Esse foi o saldo da operação que desarticulou uma quadrilha especializada em assaltos a carros-fortes e instituições financeiras com atuação em cidades de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Maranhão. Um policial militar do Ceará está entre os presos, apontado como o “braço armado” do esquema.

Os detalhes da operação, que incluiu as polícias Civil, Militar e Federal através da força-tarefa Bancos, foram apresentado no Recife, nesta quinta-feira (19). Comandante do Batalhão Especializado de Polícia do Interior (Bepi), o tenente-coronel Ely Jobson explica trabalhos de inteligência apontaram que a quadrilha estaria na zona rural de Salgueiro, no Sertão.

“Montamos um bloqueio no Sítio Quixaba 1. Os policiais deram ordem de parada, mas os marginais não pararam”, explica o comandante, apontando que houve troca de tiros e dois homens morreram na hora, enquanto os outros fugiram pela caatinga.

Houve, então, perseguição pela caatinga e uma nova troca de tiros, em que um terceiro homem foi morto. Na tarde desta quinta, um quarto suspeito de envolvimento também morreu em confronto com a polícia, em Salgueiro. “Foi feito cerco, tentou-se negociação. Ele reagiu, estava armado com fuzil e ele veio a morrer”, explica Jobson.

Segundo a polícia, este quarto homem havia sido preso cinco vezes, sendo quatro delas por assalto a bancos. Todos os envolvidos, com exceção do policial militar do Ceará, já tinham passagens pela polícia, de acordo com os investigadores.

Pela quantidade de armas apreendidas com a quadrilha, a polícia acredita que eles se preparavam para assaltar um carro-forte que passaria pela BR-232, em direção a Salgueiro, no horário aproximado da operação. “Temos várias investigações em andamento. Aqueles que não se renderam durante a abordagem, morreram no confronto”, aponta o chefe da Polícia Civil, delegado Joselito Kerhle.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2017

Vereador entra na justiça para anular honraria a Lula

O vereador de Petrolina Ronaldo Silva (PSDB) entrou com um pedido de anulação do título de "Doutor Honoris Causa", concedido pelo Conselho Universitário (Conuni), da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Apesar de reconhecer o trabalho do petista, quando em sua gestão contribuiu para implementar a universidade no Vale do São Francisco, ele argumenta que “não é justo a população petrolinense homenagear um homem que foi condenado e considerado chefe de uma facção criminosa”. Para ele, tem homens e mulheres na cidade que tem relevantes trabalhos prestados, porém não são reconhecidos. "Vai lembrar de um bandido, de um homem que surrupiou nosso país? É injustiça", justifica. O parlamentar acredita que o Juiz da 5º região de Petrolina, entenderá que o processo precisa ser barrado.

O advogado Rosembergue Alencar, disse que o pedido de anulação é legítimo, porque o título de Doutor Honoris Causa é concedido por uma questão de honra, que ele não enxerga no ex-presidente. "Qual honra tem o ex-presidente? Aliás ele é ex-presidente. Que honra ele tem para receber um título de doutor por uma Universidade Federal? Ele construiu a Universidade com dinheiro federal. Qual honra tem, para se aproveitar de uma campanha de uma prévia candidatura e receber um título honorífico de uma instituição que é mantida com um dinheiro nosso?", perguntou.

Alencar diz que em várias outras cidades, a concessão do título foi derrubada judicialmente. Para ele, Lula está utilizando a máquina pública para fazer campanha eleitoral. “Nós sabemos infelizmente, que o grande nicho dos partidos comunistas são as universidades”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Crisóstomo Menezes Lima

Deve ser veado esse bosta

Wellington Antunes

Quem é mesmo esse vereadorzinho? Está atrás dos 15 minutos de fama. Pobre diabo, dá pena ver.


Supranor 1

19/10


2017

Dodge vê Geddel como líder de organização criminosa

Do G1

Em ofício enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu a manutenção da prisão preventiva do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) e afirmou que ele parece ter assumido a posição de um "líder de organização criminosa".

Em outro parecer, a PGR pediu a abertura de inquérito para apurar a participação do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão de Geddel, em crimes relacionados ao ex-ministro e disse que "mais do que indícios, há prova" da participação de Lúcio. O inquérito foi autorizado pelo ministro Edson Fachin, do STF.

A manifestação de Raquel Dodge foi enviada após a defesa de Geddel pedir a liberdade provisória do ex-ministro. Ele foi preso no dia 8 de setembro, três dias após a Polícia Federal (PF) apreender mais de R$ 51 milhões em um imóvel que teria sido emprestado por um amigo ao peemedebista.

Após a prisão, a PF encontrou as digitais de Geddel no apartamento e nas malas e caixas onde o dinheiro estava guardado.

À época da prisão relacionada aos mais de R$ 51 milhões, Geddel estava em prisão domiciliar, devido às suspeitas de que estava atuando para obstruir as investigações da Operação Cui Bono, que apura fraudes na Caixa Econômica Federal. O ex-ministro foi vice-presidente do banco público.

Ao defender a manutenção da prisão preventiva (quando não há prazo para a soltura), a procuradora-geral da República afirmou que Geddel "prosseguiu na prática criminosa" ao manter o dinheiro não declarado em um apartamento.

"Sua conduta criminosa violou, a um só tempo, as condições que lhe foram impostas para a concessão da prisão domiciliar e a confiança que o Poder Judiciário lhe depositou", afirmou Raquel Dodge.

"Portanto, em um primeiro momento, Geddel Quadros Vieira Lima violou a ordem pública e pôs em risco a aplicação da lei penal ao embaraçar investigação de crimes praticados de organização criminosa. Num segundo momento, passados nem dois meses do primeiro [crime], reiterou a prática criminosa (reiteração delitiva) ao ocultar mais de cinquenta milhões de reais de origem criminosa", justificou a PGR.

Para Raquel Dodge, Geddel se aproveitou da prisão domiciliar para continuar no cometimento de crimes. "Fez muito em pouco tempo", disse a procuradora.

Ao contestar os argumentos apresentados pela defesa de Geddel para a concessão de liberdade provisória, a PGR disse que "não há registro histórico no Brasil" de apreensão maior do que a dos mais de R$ 51 milhões.

Segundo ela, ao que tudo indica, a quantia é oriunda do desvio de dinheiro público e foi ocultada "ilicitamente".

"Trata-se de valor monumental que explicita a gravidade concreta do crime, em detrimento de bens juridicamente protegidos pelo direito penal: o patrimônio público, a honestidade no trato da coisa pública, a fé publica, a publicidade dos atos administrativos, a higidez do sistema de controle e fiscalização do dinheiro público, a regularidade na administração da justiça e, também, a credibilidade do sistema de justiça", defendeu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Mobi Brasil 5

19/10


2017

Meu editorial no Frente a Frente - 19/10/2017


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

19/10


2017

PE foi quem mais gerou empregos formais em setembro

O Brasil fechou o mês de setembro com nova alta no saldo de empregos formais – a sexta consecutiva e a sétima no ano. O crescimento foi de 34.392 postos de trabalho, aumento de 0,1% em relação ao estoque do mês anterior, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (19) pelo Ministério do Trabalho. Pernambuco foi o grande destaque do levantamento, pois foi o Estado que apresentou o melhor resultado, abrindo 13.992 novos empregos formais.

Os números de Pernambuco foram motivados principalmente pela expansão da Indústria de Transformação (+10.073 postos), Agropecuária (+3.728 postos), Comércio (+824 postos) e Construção Civil (+201 postos). Essas novas vagas de trabalho nas empresas pernambucanas representam 40,6% do total nacional.

“Esses números do Caged mostram aquilo que a gente vem dizendo sempre: Pernambuco está fazendo o seu dever de casa, no momento em que a economia começar a se recuperar, seremos os primeiros a retomar o crescimento, especialmente a geração de empregos”, avaliou o governador Paulo Câmara.

Além de Pernambuco, também se destacaram os estados de Santa Catarina (+8.011 empregos), Alagoas (+7.411), Pará (+3.283), Paraná (+2.801), Bahia (+2.297), e Ceará (+2.161). Por outro lado, o Rio de Janeiro (-4.769 empregos), Minas Gerais (-4.291) e Goiás (-3.493) tiveram as maiores reduções no estoque de empregos em setembro.

O saldo de setembro foi impulsionado pela alta em três regiões, com destaque para a Região Nordeste, que fechou o mês com abertura de +29.644 postos. As regiões Sul (+10.534 postos) e Norte (+5.349 postos) também tiveram números positivos. Já nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste houve redução, respectivamente, de -8.987 postos e -2.148 empregos.

Quem estiver procurando emprego, pode se dirigir a uma das 29 unidades de atendimento da Agência do Trabalho mantidas em todo o Estado pela Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Governo de Pernambuco. A Agência do Trabalho segue as diretrizes do Sistema Nacional de Emprego - SINE, de forma integrada em todas as unidades, mediante aprovação de suas ações pela Comissão Estadual de Emprego (CEE-PE). Além disso, diariamente são divulgadas vagas de emprego no site www.sempetq.pe.gov.br

A Agência oferece à população serviços que proporcionam sua inserção ou reinserção no mercado de trabalho, contemplando desde a emissão de Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS, ao encaminhamento a vagas de emprego e à habilitação ao Seguro Desemprego.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

bm4 Marketing 6

19/10


2017

Carreras apresenta pacote com 17 emendas na Câmara

Eleito o deputado federal mais votado do Recife, Felipe Carreras segue licenciado da função desde que recebeu o convite do governador Paulo Câmara para assumir a pasta de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, em 2015. Embora licenciado das atividades em Brasília, Carreras nunca esteve afastado do cargo conquistado na eleição passada. Ao longo dos últimos dois anos, tem trabalhado com sua equipe de Brasília para desenvolver projetos em diversas áreas. No último domingo, a licença foi inversa. Carreras se afastou por uma semana do trabalho de gestor do Estado para se dedicar, na Câmara dos Deputados, à apresentação de um extenso pacote de 17 emendas parlamentares que tomam como base bandeiras levantadas e defendidas em campanha.

“Durante os últimos dois anos, mesmo licenciado, tenho buscado honrar a votação dos pernambucanos que proporcionou a minha conquista ao cargo parlamentar. Com profundo respeito à confiança depositada em mim pelo governo Paulo Câmara, mantenho a atenção dividida entre minha pasta e a Câmara dos Deputados na intenção de fomentar a plataforma de atuação que defendo. O diálogo tem sido constante com os setores da sociedade e a equipe que mantenho em Brasília, sempre na intenção de dar seguimento aos nossos projetos”, explica Carreras.

Entre as emendas parlamentares apresentadas pelo Deputado Federal Felipe Carreras durante a semana em Brasília, o destaque vai para os projetos nas áreas de ciclomobilidade, esportes, de apoio aos paratletas, em defesa do programa Bolsa Atleta, de exoneração fiscal do setor hoteleiro, no combate ao desperdício de alimentos e pelo direito animal.  As 17 emendas parlamentares apresentadas são medidas impositivas no orçamento geral da União, ou seja, com verba já garantida aos deputados.

“Sempre que julgar relevante a ida a Brasília para dialogar com minha equipe, com os companheiros do PSB e para apresentar novos projetos, irei. O governador Paulo Câmara tem uma visão bastante flexível sobre as atividades parlamentares”, complementa Carreras, que retorna a Pernambuco nesta sexta-feira (20) e reassume o cargo de secretário de Turismo, Esportes e Lazer.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2017

Banco do Brasil: deputada pede reabertura de agências

A deputada estadual Roberta Arraes (PSB) esteve, na manhã de hoje, em reunião com a Superintendência do Banco do Brasil, para solicitar a reabertura das agências que foram fechadas em doze municípios do estado, entre eles Orocó e Ipubi.

Conforme divulgado pelo Sindicato dos Bancários de Pernambuco, o fechamento dessas agências deve atingir em torno de 100 bancários, lesando também a economia local.

Para Roberta, é preciso unir forças com os outros deputados e governo do estado, em busca de soluções para a situação. "A população é a mais prejudicada, pois não tem onde sacar dinheiro, precisa se deslocar para cidades vizinhas, por exemplo. Como deputada estadual, não irei descansar, vamos nos unir para que essas agências sejam reabertas”, afirmou.

Participaram da reunião também, o vereador de Orocó, Ismael Lira, e Rodrigo Amando, ex-candidato a vice-prefeito do município.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

CELSO EVANDERLY DA SILVA VIANA

Parabéns a deputada Roberta Arraes, não se pode deixar um desmando deste com as cidades pequenas , onde muitas vezes só tem a agência do Banco do Brasil para fazerem suas atividades bancarias.



19/10


2017

Oposição apresenta propostas para o Pacto pela Vida

Em audiência pública realizada hoje para discutir o Pacto pela Vida, a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco apresentou um conjunto de propostas e sugestões ao Governo do Estado para fortalecer o combate à criminalidade. O documento foi entregue ao secretário de Planejamento, Márcio Stefani, coordenador do programa. A Bancada aguarda agora que o Governo do Estado avalie as sugestões e não, mais uma vez, adote o silêncio como resposta.

Segundo o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da bancada, o documento apresentado hoje é uma contribuição da Oposição para ajudar no combate à criminalidade e redução da violência em Pernambuco, que infelizmente vem apresentando os piores índices dos últimos dez anos. “O momento é de unidade, de somar os esforços das forças políticas e da sociedade civil na defesa da população pernambucana. Estamos à disposição do Governo para ajudar a construir uma saída para essa realidade”.

Durante o encontro, o parlamentar lembrou que este ano o número de homicídios vem apresentando um crescimento de 32% em relação ao mesmo período de 2016, enquanto Estados como Minas Gerais, Paraíba, Piauí e Goiás, entre outros, vem tendo êxito na redução da criminalidade. “Já tivemos este ano, em apenas nove meses, mais assassinatos e mais crimes contra o patrimônio que em 2015, primeiro ano da gestão Paulo Câmara”, destacou o parlamentar, se referindo aos 3.889 homicídios e aos 84.945 casos de roubos registrados em 2015, ante os 4.145 e 93.851 registrados entre janeiro e setembro deste ano.

Entre as sugestões apresentadas estão a criação do Fórum Estadual de Segurança, reuniões regionalizadas do Pacto pela Vida, Incentivar a criação de Pactos pela Vida municipais, ampliação do programa Atitude, implantação de um programa permanente de combate ao tráfico, valorização profissional dos agentes de segurança e retomada da mesa de negociação com a categoria, entre outras.

No pacote de propostas, Silvio prometeu também apresentar um projeto criando a Lei de Responsabilidade da Segurança, a exemplo da Lei de Responsabilidade da Educação, criando o debate permanente sobre a política estadual de segurança, sem a dependência de convocação de audiência pública para este fim.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2017

Paulo Câmara, o melhor governador do Brasil

Por Karolina Souza*

Parece que não há outro assunto a ser debatido se não a crise em nosso País. Seja ela econômica, financeira, política, ética, enfim, seja ela qual for, vem agredindo de maneira bem considerável a nossa Nação, nosso Estado e nossos Municípios. Entretanto, nosso governador Paulo Câmara (PSB) vem se destacando por sua excelência em gestão, quando, em meio a todo esse caos, é capaz de produzir investimentos seja na área a segurança, saúde, economia, turismo, cultura, mobilidade, rodovias, etc.

Atualmente, nossos principais investimentos ultrapassam mais de R$ 382,5 milhões em estradas, com mais de R$ 30 milhões somente na recuperação da 101; no campo da ciência e tecnologia 111,9 milhões; recursos hídricos 818,5 milhões; desenvolvimento econômico 378,2 milhões; habitação 135,1 milhões; mobilidade 334,4 milhões; saúde, segurança e educação ultrapassam R$ 421,6, onde R$ 300,00 milhões foram para segurança pública.

É válido salientar que Pernambuco é um Estado pobre da Federação brasileira, onde sua participação na macroeconomia é pouca, comparado aos estados sulistas do Brasil. Certo que nossa renda per capta, graças as gestões de desenvoltura de nosso eterno Eduardo Campos, que se estende ao atual Governo, vem ganhando cada vez mais força intensiva Brasil afora.

Nosso Governo é um governo sério, responsável, competente. Onde trabalhamos em prol de toda coletividade e jamais partidarizamos ou politizamos nossa população. Somos a nova política, que trabalha de fato para o povo e pelo povo. Pegamos no serviço de fato, muito estamos fazendo e mais faremos. Seremos o primeiro Estado a sair dessa crise.

Avante, avante nosso Pernambuco, porque nossa marca nada mais é do que nossa capacidade de superação, de nos reinventarmos, de nossa persistência não importando quantas vezes caímos. Pois, nossa força de vencer e lutar uns pelos outros é maior que tudo.

*Advogada


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

N. Power

Brava!!!

arnaldo luciano da luz alencar ferreira

Acho que Karolina devia ver pelo menos as manifestações que estão acontecendo no estado, a comunidade quilombola e indígenas de Conceição das Crioulas Estão a dois dias em uma invasão no predi5 do Ciretran de Salgueiro coveando o asfalto que o Governador ja assinou a ordem de serviço a a empresa não faz porque o estado não paga, aqui o IML esta parado a tempos e as escolas estão precisando se reformas urgente com risco de desabamento, vamisxque a advogada queira babar essa administração mais nen tanto dotoura, ande no sertão Central e a senhora vai ver todas as obras do estado paradas.



19/10


2017

PSB de Olinda fecha sede do Diretório

A Executiva do Diretório Municipal do PSB em Olinda decidiu, há pouco, em reunião, fechar a sede do partido no município. O motivo para esta decisão ser tomada em véspera de ano eleitoral, segundo os membros da legenda, é o descompromisso do presidente estadual do partido, Sileno Guedes, com o diretório olindense. “Fizemos acertos administrativos e políticos com o presidente e eles não foram cumpridos, o que nos deixou sem condições de manter a estrutura administrativa e o espaço político local”, disse um dos líderes do PSB de Olinda.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2017

FBC vai a ministro pedir investimentos em turismo

Vice-líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) foi recebido, hoje, pelo ministro do Turismo, Marx Beltrão (PMDB-AL). Durante a audiência – na sede do ministério, em Brasília – o senador solicitou a Beltrão recursos do governo federal para o desenvolvimento do turismo nos municípios pernambucanos de Paudalho (Mata Norte), Bodocó (Sertão) e Petrolina (Sertão), cidade-natal do parlamentar.

“O ministro demonstrou grande sensibilidade às demandas e sinalizou a liberação dos recursos no menor tempo possível”, contou Fernando Bezerra. Após a audiência no Ministério do Turismo, o vice-líder recebeu, no gabinete do Senado, o prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia (PSD), que solicitou o apoio de Bezerra Coelho em ações de minimização da crise hídrica nas regiões pernambucanas de Mata Norte e Agreste Setentrional.

ÁGUA – As demandas apresentadas pelo prefeito de Paudalho incluem a perfuração de poços artesianos e a construção de açudes e micro-barragens em municípios destas duas regiões. “São soluções consorciadas para a resolução conjunta dos problemas de diferentes localidades”, explicou Marcelo Gouveia, presidente do Consórcio de Municípios da Mata Norte e do Agreste de Pernambuco (Comanas), que abrange 25 cidades do estado. “O senador foi sensível às nossas demandas e, prontamente, colocou-se à disposição para nos ajudar dentro da Bancada de Pernambuco no Congresso e também junto ao governo federal”, acrescentou Gouveia.

UNIÃO – Além do prefeito de Paudalho, Fernando Bezerra Coelho recebeu, nesta semana, outros 11 gestores de seis partidos e quatro regiões do estado. Tiveram audiências com o vice-líder, os gestores dos municípios de Tuparetama (Sertão), Sávio Torres (PTB); Itaíba (Agreste), Regina da Saúde (PTB); Igarassu (Agreste), Mario Ricardo (PTB); Dormentes (Sertão), Josimara Cavalcanti (PTB); Cachoeirinha (Agreste), Ivaldo Almeida (PSB); Santa Cruz (Sertão), Eliane Soares (PR); Ibirajuba (Agreste), Sandro Arandas (PSB); Serra Talhada (Agreste), Luciano Duque (PT); Floresta (São Francisco Pernambucano), Ricardo Ferraz (PRP); Salgueiro (Sertão), Clebel Cordeiro (PMDB); e Camaragibe (Região Metropolitana de Recife), Demóstenes Meira (PTB).

Os prefeitos foram recebidos no gabinete do Senado e pediram o apoio de Fernando Bezerra em diferentes ações; especialmente, nas áreas de saúde, educação e infraestrutura. O senador colocou a estrutura do gabinete à disposição dos gestores e comprometeu-se a ajudar todos os municípios junto ao Executivo federal e também por meio de recursos de emendas parlamentares.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2017

Instituto Histórico de Caruaru ganha Voto de Aplauso

O deputado estadual Tony Gel (PMDB) apresentou, hoje, um Voto de Aplauso ao Instituto Histórico de Caruaru – IHC pela justa iniciativa de homenagear o Centenário do escritor José Condé, através do conjunto de eventos intitulado "Semana Condé", que está sendo realizada de 17 a 22 de outubro, em Caruaru.

Tony Gel destacou que José Ferreira Condé nasceu em Caruaru, no dia 22 de outubro de 1917 e faleceu no Rio de Janeiro, dia 27 de setembro de 1971, e fez parte de uma família de extrema importância para a cultura caruaruense.

O parlamentar lembrou que Condé foi um jornalista e escritor brasileiro que tornou-se conhecido como "o escritor de Caruaru", por ter representado literariamente a cidade, especialmente no romance regionalista "Terra de Caruaru"

"A obra de José Condé retrata simultaneamente o regionalismo e o urbano, numa linha que caminha por diferentes eixos: o dramático, o fantástico, o épico e o pitoresco. Portanto, nada mais justo do que parabenizar o Instituto Histórico de Caruaru – IHC apresentando um Voto de Aplauso pela excelente iniciativa, até porque, é graças ao Instituto Histórico que o Centenário de José Condé não vai passar em branco lá em Caruaru nem em Pernambuco", disse Tony Gel em pronunciamento na Assembleia Legislativa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2017

Governo deve evitar envio de MPs ao Congresso

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), disse, hoje, que o governo "tem que evitar" enviar ao Congresso medidas provisórias. Para ele, uma alternativa seria o envio de projetos de lei em regime de urgência.

A medida provisória é um dispositivo que o presidente da República pode usar em casos de "urgência e relevância" e tem força de lei assim que publicada. Mas possui validade de 60 dias, prorrogáveis por mais 60, e precisa da aprovação de Câmara e Senado para ser efetivada.

Por causa do prazo curto, a análise da medida provisória geralmente é feita às pressas no Congresso, o que gera reclamações dos parlamentares.

"Eu acho que o governo tem que evitar medida provisória [...] O governo pode mandar projeto em regime de urgência, é muito mais fácil para nós fazermos um debate de um projeto de regime de urgência do que de medida provisória", afirmou Eunício, ao ser questionado sobre o tema por jornalistas no Senado.

"Não vamos ficar aqui carimbando medida provisória pra atender o governo A ou governo B, seja do meu partido ou de outro partido político. Eu acho que o melhor caminho ainda é projeto de lei em regime de urgência, e é o que eu vou defender”, completou o senador.

A declaração de Eunício vai ao encontro de uma fala do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Depois que governistas esvaziaram o plenário na votação da MP que permite ao Banco Central fechar acordos de leniência, Maia afirmou que não colocaria mais nenhuma medida provisória em votação.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2017

“Não sou apêndice do Poder Executivo”, diz Maia

Blog do Camarotti

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reagiu a críticas do núcleo do Palácio do Planalto durante conversa com o Blog.

 O grupo mais próximo de Temer tem demonstrado preocupação com atitudes recentes de Maia, que tem feito falas duras em relação ao governo. Segundo revelou o Blog, para o Planalto, Maia está "superdimensionando" episódios considerados do cotidiano da política. Mas ele rebate.

“As minhas atitudes concretas não podem deixar o governo preocupado”, disse Maia.

No governo, há cuidado para evitar um confronto aberto com Maia, principalmente na véspera da votação da segunda denúncia contra o presidente da República no plenário da Câmara. A sessão será presidida por Rodrigo Maia.

“Como você quer que seja o tom do presidente da Câmara quando o presidente da República decide desistir de uma medida provisória que ele dizia que era relevante e urgente? E como você quer o tom do presidente da Câmara quando o advogado do presidente, que não leu os arquivos da denúncia, diz que é um ato criminoso? E explico o que aconteceu, e mesmo assim ele não recua. Eu defendo os servidores ou aceito a denúncia do advogado? Só isso! Enquanto é para defender a instituição, eu defendo a Câmara. Não sou apêndice do Poder Executivo. Apenas isso. Aliado é uma coisa, funcionário é outra”.

Segundo Maia, não há motivos para temor do Planalto. Ele diz que o próprio presidente Michel Temer "desistiu da MP" de interesse do Banco Central que autorizava os acordos de leniência com instituições financeiras.

"A Câmara deu uma solução", lembrou Maia, depois que o governo agiu para esvaziar o quórum da sessão que votaria a medida provisória na semana passada.

Ele também lembrou outro episódio que poderia atrasar a tramitação da denúncia contra Temer na Câmara.

"Na terça, a base não colocou quórum até as 9h30. A sessão da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) poderia ter ficado para quarta. Abri outra sessão às 9h40 para garantir a quinta sessão e o início do debate", recordou Maia.

Segundo apurou o Blog, o presidente Temer demonstrou a interlocutores surpresa e contrariedade com a reação do presidente da Câmara de divulgar uma nota pública para afirmar que o Planalto disseminou uma "falsa versão" sobre o encontro entre os dois. Apesar da irritação, Temer orientou a equipe dele a não polemizar publicamente com Maia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

N. Power

Não , de fato não é apendice.É banha mesmo



19/10


2017

Comissão aprova MP do polo naval

A Comissão Mista que analisa a Medida Provisória (MP) 795 aprovou o texto do relatório que segue para apreciação do plenário da Câmara dos Deputados. A MP pretende desonerar tributos das atividades de exploração e produção de petróleo e de gás natural exercidas por empresas no Brasil. Negociação do governador Paulo Câmara (PSB) e do deputado Fernando Monteiro (PP) garantiu alteração nessa MP para assegurar a manutenção do polo naval brasileiro, incluindo os estaleiros pernambucanos.

Segundo o deputado Fernando Monteiro, a mobilização continua para garantir a aprovação no plenário. “A aprovação desta MP vai garantir o futuro da indústria naval de Pernambuco e a manutenção de milhares de empregos”. Em negociação com o relator da Comissão, deputado Júlio Lopes, foi possível incluir no texto da MP um parágrafo que proíbe a isenção de impostos na importação de embarcações destinadas à navegação de cabotagem e à navegação interior de percurso nacional.

Ao comentar a aprovação da MP na comissão, o deputado Júlio Lopes destacou o empenho de Fernando Monteiro afirmando que “ele contribuiu para o aprimoramento do relatório visando à proteção da indústria naval brasileira”.

Já Fernando Monteiro destacou o empenho do governador Paulo Câmara, que, desde o início da ameaça aos estaleiros, realizou reuniões com o setor naval para evitar o fechamento de polos e a demissão de milhares de pessoas.

A isenção de tributos para a importação de embarcação para navegação de cabotagem significaria o fim da indústria naval brasileira. A frota nacional passaria a ser construída na Coréia, China e Japão. Conforme noticiado na imprensa, caso não houvesse alteração na MP, o Estaleiro Atlântico Sul, em Suape, estaria ameaçado de fechar as portas. “Uma etapa foi vencida. Agora, vamos garantir a aprovação e assegurar os empregos e o desenvolvimento do estado”, disse Fernando Monteiro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2017

STJ solta Nuzman

Lauro Jardim

A Sexta Turma do STJ decidiu há pouco, por unanimidade, soltar o ex-presidente do COB Carlos Arthur Nuzman.

A decisão, porém, inclui medidas cautelares.

A ministra Maria Thereza determinou o comparecimento mensal de Nuzman em juízo para informar e justificar as suas atividades, proibiu o acesso às sedes ou filiais do Comitê Rio 2016 e COB, e o contato com os demais réus.

Também mandou Nuzman entregar seus passaportes e não deixar a comarca do Rio.

O ex-presidente do COB está desde o início do mês em Benfica. Foi acusado pelo MPF-RJ de participar de esquema de compra de votos para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Na semana passada, o desembargador Abel Gomes, do TRF-2, negou um pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de Nuzman.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/10


2017

Tribunal mantém Sérgio Moro em processo de Lula

Do G1

Por unanimidade, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) decidiu manter o juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, na condução do processo que julga o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no âmbito da Operação Lava Jato. O petista responde por recebimento de propina da Odebrecht. O julgamento da 8ª Turma da Corte aconteceu na sede do tribunal, em Porto Alegre, na tarde de hoje.

Foram analisados dois pedidos da defesa de Lula: uma exceção de suspeição e um habeas corpus, ambos com o mesmo argumento.

O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator dos processos da Lava Jato em segunda instância, foi o primeiro a se manifestar. Ele rejeitou os pedidos, baseado em decisões anteriores.

O revisor, Leandro Paulsen, acompanhou o voto. Por fim, o decano Victor Laus concordou. "Voto da mesma forma, não há questão nova", ponderou.

Não foi a primeira tentativa da defesa de afastar Moro do processo. No dia 22 de setembro, o próprio TRF4 negou uma solicitação semelhante.

O pedido havia sido impetrado via habeas corpus, e foi negado porque, segundo o desembargador Gebran, este não era o instrumento jurídico adequado para um caso de suspeição, ou seja, afastamento de juiz da condução de um processo. Em junho, o TRF4 criticou o uso recorrente de habeas corpus pela defesa de Lula, ao negar recurso.

Mesmo assim, a defesa impetrou um novo habeas corpus, mas incluiu também um pedido de exceção de suspeição contra Moro. Ambos foram negados nesta quinta (19).

No caso do habeas corpus, a defesa alega ter havido "ato ilegal" durante o depoimento prestado por Lula na Justiça de Curitiba, em 13 de setembro. A solicitação é pela anulação do processo e pela substituição de Moro, considerado um "juiz suspeito" pela defesa. O pedido ainda contemplou a concessão de uma liminar, com o objetivo de suspender o processo até o fim do julgamento do mérito.

"No final do interrogatório de Lula, realizado em 13 de setembro, o juiz afirmou que o ex-presidente é 'culpado' e na sequência disse, ainda, em tom ameaçador 'se nós fôssemos discutir aqui, não seria bom pro senhor'", cita o advogado de Lula, Cristiano Zanin.

Já o pedido de exceção de suspeição foi feito em nome de Lula e da esposa Marisa Letícia Lula da Silva, falecida este ano. Como argumento, a defesa apresenta que o magistrado "não detém a imparcialidade necessária para julgá-lo diante do deferimento de medidas cautelares que configuram prejulgamento da causa ou mesmo pelo fato de seu modo de agir em todos os feitos criminais no qual o ora excipiente figura como investigado ou réu".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias

LULA, DÉCADAS NOS BRAÇOS DO POVO


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores