FMO janeiro 2020

14/09


2006

Quem mente: Lupa ou Mendonça?

O deputado estadual Fernando Lupa, do PSDB de Pernambuco, fez, há pouco, um contato por telefone com o signatário deste blog, para negar que tenha pedido voto para o candidato do PFL a governador, Mendonça Filho, terça-feira passada, em Itambé, Agreste do Estado.

''Eu fui participar da inauguração do comitê de campanha. É verdade que tenha encontrado com o pai do governador, o deputado José Mendonça, a quem elogiei, mas, em nenhum momento, pedi voto para Mendonça, porque meu candidato é Eduardo Campos(PSB)'', afirmou.

Localizado por telefone, José Mendonça reafirmou que, no seu discurso, Lupa pediu voto para o seu filho. Quem é o mentiroso?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Taí um escolha difícil. Só tirando no par ou ímpar.

REVERENDO

BRASILEIROS: MENTIR É O QUE SEMPRE FEZ ESTE TAL DE LUPA. PERGUNTA P/ EDUARDO CAMPOS QUE FOI QUE O TRAIU DEPOIS QUE ARRAES PERDEU?

Drácula

HAHAHAHA... NÃO...... SÉRIO????... LIVROS?????? DO JEITO QUE VC ESCREVE.... VOCÊ NÃO VÊ UM LIVRO HÁ MUITO TEMPO...HAHAHAHAHAHAHJAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Drácula

IHHHH,, COMENTÁRIO VELHO E REQUENTADO....

prudencio godoy de melo galvao

Meu caro luíz, pelas agresões, que voçê, direcionou pra Ana, diz bem o nivél do seu fraco CARATÉR,te recolhes a tua insignificância,poís dialogar com gente da tua LAIA,é está dentro da sargeta, tenho + é q me dedicar aos bons livros, aos meus discos, pq pra teu LATIDO, meus ouvidos, SÃO MOCOS,tchau.


Prefeitura de Jaboatão

14/09


2006

Freire: "Lula tem voto. Eu tenho decência e caráter"

 O presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (PE), reagiu às críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que o condenou por ter levantado a hipótese de impeachment do seu mandato. "Voto não dá caráter e decência para ninguém. Lula pode até ter voto. Eu tenho caráter e decência", disse.

Numa conversa informal com jornalistas no Itamaraty, Lula disse que Freire "nem é candidato a deputado federal". E complementou: "Você acha que ele teria coragem de ser candidato a deputado? Ele se pendurou como suplente do Jarbas [Vasconcelos, governador de Pernambuco pelo PMDB]".

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também foi alvo de Lula. Sobre a carta pública de FHC divulgada na última semana, com críticas ao governo atual, o presidente Luiz disse que não leu porque "não tem tempo a perder com FHC".
A sugestão de Freire sobre o impeachment foi feita com base na denúncia do TCU (Tribunal de Contas da União) de que houve superfaturamento na compra de cartilhas pelo governo e partidarização do material.

O tribunal encontrou indícios de que R$ 11 milhões foram utilizados pela Secom (Secretaria de Comunicação do Governo) de forma irregular. O ministro Tarso Genro (Relações Institucionais) disse que falar em impeachment é "golpismo". As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

ESTE NÃO TEM VOTO NEM PRA VEREADOR, VIVE NA CONTRAMÃO DA ESQUERDA. CRIOU UMA SIGLA DE ALUGUEL, QUE ACM LOGO LOGO VAI ESTÁ FILIADI A ELA

Ivan Câmara de Andrade

Esse Freire, há dois anos atrás falava numa aliança de esquerda e hoje é aliado de 1ª hora do PFL. Cala boca seu Freire, tu só serve pra ser suplente.

José Carlos-Serra Talhada

Roberto Freire, vc não tem Carater nem moral, vc é um traidor da dignidade alheia, com suas posições me fez votar por 3 vezes.

guilherme alves

Senador Roberto Freira, respeite o povo brasileiro que tem decência e caráter e vota em Lula, como demonstra as pesquisas. Político em decadência e sem voto, vivendo das migalhas oferecida pelo campeão de votos Jarbas, é dado a tiradas senís. O poveo que noutras vezes já o sufragou merece respeito.

josé arnaldo amaral

FREIRE SE ALIOU AO CORONÉ CIRO GOMES PARA DAR SUSTENTAÇÃO À DEGENERAÇÃO DO ESTADO PELO LULLISMO... COSPE NO PRATO QUE COMEU... E PAGA POR SER VACILANTE. NÃO POR FALTA DE AVISO.45 NELLE$ !!!!


Cabo de Santo Agostinho

14/09


2006

Tarso Genro diz que oposição é golpista

O ministro de Relações Institucionais, Tarso Genro, voltou hoje a chamar a oposição de "golpista" ao tentar politizar a decisão do TCU (Tribunal de Contas da União) de investigar o governo sobre a confecção de cartilhas que foram distribuídas pelo PT.

"O que nós não podemos é admitir que um ato rotineiro do TCU seja usado de maneira eleitoreira ou rebaixada, de maneira golpista como estão fazendo alguns líderes da oposição", criticou o ministro.

Genro disse que a oposição está tentando "desconstruir" a soberania popular ao se aproveitar do episódio contra o governo. "O inaceitável é a tentativa de instrumentalização política do tribunal. É utilizada de maneira rebaixada por conveniência eleitoreira", enfatizou.

Segundo o ministro, o governo vai colaborar com as investigações do TCU. Tarso Genro afirmou que, desde a primeira auditoria realizada pelo tribunal, a Secretaria de Comunicação do Governo se mobilizou para corrigir possíveis irregularidades na elaboração das cartilhas. "A Secom tomou medidas antes das investigações preliminares", disse.

Genro afirmou que o trabalho do TCU deve ser respeitado pela competência técnica do órgão. "É um ato normal [do TCU]. No último ano do governo Fernando Henrique Cardoso, foram 902 tomadas de contas especiais pelo tribunal", disse.

Nesta quarta-feira, o TCU aprovou relatório que denuncia irregularidades na execução e destinação de cartilhas feitas a pedido do governo. O relatório diz que o governo não conseguiu comprovar R$ 11,7 milhões de gastos feitos pela Secom com a produção de cartilhas. O relatório diz, ainda, que há indícios de superfaturamento na confecção do material e de serviços não-prestados. O PT confirmou o recebimento de 929.940 cartilhas, que tinham propaganda do governo federal. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Pelo que depreendí o Tasso achou normal, no último ano do governo FHC, as 902 tomadas de contas, porém acha coisa de extra-terrestre as do governo Lula. Mas, como temos memória e passado, essa recaída ascética udenista não nos toca mais. Já conhecemos todos os políticos brasileiros e seus métodos.

josé arnaldo amaral

O FUNDAMENTALISMO RELIGIOSO DE BIN LADEN NÃO SERIA TÃO EFICIENTE NA LIQUIDAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO COMO O PATRIMONIALISMO DO MULLA E CATERVA ESTÁ SENDO. É A FARRA DOS CRIMES DE LESA-PÁTRIA. E O PREÇO DA DEMOCRACIA LIBERAL. ENQUANTO O POVO CONSCIENTE ACEITAR. 45 NELLES !!!!

Raimundo Eleno dos Santos

Não disse nada de novo essa é a reedição da UDN. Lembro-me de 1964. Fizeram tanta futrica que depois não souberam o que fazer e foram quase todos defenestrados, banidos e sepultados pelos aventureiros de ocasião. Tem sempre os espertos que ficam em cima do muro. Esses é que se dão de bem.

Drácula

GOLPISTA É ESSA BOLSA "FAMÍGLIA".....


Prefeitura de Serra Talhada

14/09


2006

Tem boi na linha

 A partir desta eleição, os candidatos são obrigados a fazer prestação de contas da campanha à justiça eleitoral de dois em dois meses. Em Pernambuco, a última dos postulantes a governador, entregue ao Tribunal Regional Eleitoral há dois dias, tem algumas coisinhas que despertam curiosidades.

Em transportes - avião, carro, ônibus, kombis, etc - o candidato do PFL a governador, Mendonça Filho, gastou R$ 207 mil, enquanto Eduardo Campos, do PSB, declarou R$ 19 mil e o petista Humberto Costa menos ainda - R$ 17 mil.

Com material de publicidade - bandeiras, estandartes, cartazes, etc, - Mendonça gastou R$ 323 mil. O material de Eduardo foi bem mais barato, pois desembolsou apenas R$ 40 mil, enquanto o petista Humberto Costa foi ainda mais tímido - R$ 21 mil.

Eduardo Campos, segundo o TRE, não gastou um tostão nos últimos dois meses com carro de som. Dá para acreditar? Alguma coisa anda errada. Ou então... Bom, não precisa ser tão claro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Flavio Campos Neto

Tcs tcs tcs... Mas é muita cara de pau Sr. Magno... Se nem o tribunal Eleitoral, que é totalemente governista, questionou as prestações de contas dos candidatos. Vem vc para colocar em dúvida apenas os dois candidatos da oposição... Declara logo teu voto pq tua parcialidade assusta...

Irandir Alves de Almeida

Caro Amigo o sangssuga do Eduardo junto com o Vampirinho do Humbertinho... com certez estão com as malas lotadas com o seu e nosso dinheiro,p enganar gente como vc!!!

Drácula

TEM BOI NA LINHA... E MORCEGO E SANGUESSUGA NA CAMPANHA.......

prudencio godoy de melo galvao

O Mendonça, pode muito bem gastar + do q qualquer candidato, até eu aqui em CORRENTES, se tivesse com toda aquela grana, que o PAPAI, pegou lá no BNB, e "esqueceu de pagar", me lançaria, candidato a DEPUTADO FEDERAL, só pra fazer frente com o eterno pres. da assembléia RAMÁRIO DIAS.

Irandir Alves de Almeida

Magno isso n é só Boi é uma Boiada!!!!!!!!!!!!! não tem logica Dudu eo vampiro so gastaram este valores!!! que Mentira que lorota boa....que mentira que lorota boa....eles so enganam os troxas...



14/09


2006

Ministro nega irregularidades na Operação Mão-de-Obra

O Ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, negou hoje qualquer irregularidade em ação da Polícia Federal no caso das investigações no Senado da Operação Mão-de-Obra. ''Quero ressaltar o grande êxito da operação, que terminou brilhantemente'', disse.

A afirmação do Ministro vai contra a do Ministério Público Federal, que ontem disse que a operação foi fracassada devido ao aviso antecipado, por parte da PF, da realização de um mandado de busca e apreensão no Senado. O MP também cobrou explicações da polícia.

Márcio Thomaz Bastos criticou o ato e disse que o assunto tem que ser discutido de uma maneira ''fraterna e não pela televisão e pela mídia''. ''Isso tem que ser discutido entre as entidades que se incubem de combater o crime no Brasil. Quero lembrar que estão todos do mesmo lado - MP e PF combatem o crime. O nosso inimigo é o crime, não é uma instituição nem a outra'', afirmou o ministro, tentando minimizar o clima de rivalidade entre os dois órgãos.

Bastos também fez questão de lembrar que não recebeu nenhum pedido formal de explicações sobre o episódio, mas que quando receber, fornecerá os subsídios necessários. A Operação Mão-de-Obra deflagra fraude em licitações no Senado. Ao realizar o mandado, a Polícia Federal avisou ao presidente da casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), que por sua vez teria avisado ao Diretor Geral, Agaciel Maia - um dos principais investigados no caso. As informações são do Portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LandRover

Pense num santo honesto é esse ministro!

josé arnaldo amaral

BASTOS SE TRANFORMOU NO ADVOGADO DAS CHICANAS DO LULLISMO. 45 NELLE !!!!

Drácula

MÃO-DE-OBRA É JOGAR ESCÂNDALOS PARA DEBAIXO DO TAPETE....ESSE MINISTRO JÁ DEVE ESTAR CANSADO DE TANTA TRAPALHADA...


Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

14/09


2006

Brasil vê decisão da Bolívia com "cuidado", diz ministra

A ministra chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, disse nesta quinta-feira que o governo brasileiro olha ''com muito cuidado'' a decisão da Bolívia, de tomar as refinarias de empresas estrangeiras instaladas no País, como as da Petrobras. Segundo a ministra, o governo está preocupado.

Dilma informou que o presidente Lula solicitou ao ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau e ao assessor de Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, que entrem em contato com o governo boliviano. ''O que aconteceu é grave'', afirmou a ministra. Segundo ela, o governo considera que a decisão da Bolívia não está dentro dos acertos feitos anteriormente.

De acordo com a ministra, a questão anterior foi de nacionalização do petróleo e derivados. Agora está envolvendo bens da Petrobras. ''Há uma determinação do presidente Lula para que Rondeau e Marco Aurélio falem com o governo boliviano para saber qual é a posição. Achamos que o decreto não está adequado com as tratativas que vinham sendo feitas. Não posso dizer que houve uma quebra de confiança, mas o decreto não está adequado'', disse a ministra.

Segundo ela, o governo brasileiro precisa saber se a decisão foi uma posição do governo boliviano ou do ministério de Hidrocarbonetos. A posição da Bolívia não se coaduna com a posição anterior, não tem coerência com posições assumidas anteriormente. Queremos é saber qual a posição do governo boliviano'', afirmou Dilma. Segundo a ministra, o governo brasileiro deve ter até o final da tarde uma posição objetiva sobre a questão. Com informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

ESSA SENHORA RENEGOU SEU PATRIÓTICO PASSADO, INCLUSIVE. 45 NELLA !!!!!!

Raimundo Eleno dos Santos

O Brasil no século XIX pegou ár dos ingleses e em conjunto c/o Uruguai e Argentina massacraram o Paraguai.Poucas almas foram salvas crianças, mulheres e velhos caquéticos.Certamente a direita revanchista quer q Lula se atire contra os índios bolivianos.Agora não dá. Índio é inimputavel,são tutelados

Drácula

É A CASA DA MÃE JOANA... ESSA MINISTRA DIZ QUE O GOVERNO "VÊ COM CUIDADO" A SITUAÇÃO NA BOLÍVIA... JÁ O DE MINAS E ENERGIA DIZ QUE O LULA MANDOU DAR UMA "RESPOSTA FIRME".....O PRES. DA PETROBRÁS... DIZ QUE VAI PARA A JUSTIÇA...TODO MUNDO PERDIDINHO... ESSA DECISÃO DO EVO ERA PARA DEPOIS DA ELEIÇÃO..


Banco de Alimentos

14/09


2006

Mendonça: "Temos que ter distância de vampiros"

 O indiciamento do ex-ministro da Saúde e candidato ao Governo de Pernambuco, Humberto Costa (PT), foi usado como mote por seu principal adversário, o governador e candidato à reeleição, Mendonça Filho (PFL), em discurso durante o almoço de adesão à candidatura do deputado federal Carlos Eduardo Cadoca (PMDB), hoje no Recife.

O pefelista não citou o nome de Humberto, mas usou o escândalo do superfaturamento na compra de hemodevirados para falar do seu apoio a Cadoca. “Temos que afastar, manter distância de sanguessugas e vampiros. E Cadoca é o contrário disso tudo”, afirmou Mendonça. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

helenosilva

mendocinha,deixa os vampiros em paz.cuida da barragem de nazaré da marta,que o povo tanto reclama,e que teu padrinho nao concluiu. teu deputado antonio moraes nem tá ai.cade a turma de plantao do pfl que nao se manifesta:?o hospital teu prefeito também acaboul.depois redclama que xuxu nao vai ganha

José Carlos-Serra Talhada

Queiram distância com quem não Gosta de Saúde, Segurança, e gosta de Mendonção o sócio do BNB.

Ivan Câmara de Andrade

Distância também de quem dá calote em dinheiro público do BNB

LandRover

Ei, Mendinha e Jarbinhas, você podem me dizer a quem serve a sanguessuga denominada Marcos de Jesus? Aquele da Igreja Universal do Reino de Deus que sempre patrocinava os grandes almoços de vocês dois?

Irandir Alves de Almeida

SIM ESQUEÇI DOS PRECATORIOS......... DO DUDU!!!! NOSSA FOI TANTO QUE AINDA SOBROU UM POUQUINHO...PARA INJETAR NA CAMPANHA HEM DUDU!!!!


O Jornal do Poder

14/09


2006

"Popular" do guia de Lula é ouvidor da Anatel


O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, defendeu esta quinta-feira a participação do ouvidor da Anatel, Aristóteles dos Santos no programa eleitoral na televisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na última terça-feira.

Em entrevista no Palácio do Planalto, Genro disse que a opinião do ouvidor não pode ser impugnada. ''Ninguém pode impedir qualquer cidadão de manifestar sua opinião política'', disse o ministro. ''A não ser que estivéssemos num regime stalinista ou fascista.''

A Participação no Horário Eleitoral:
No programa eleitoral do presidente Lula de terça-feira foi exibida uma seqüência em que eleitores davam depoimentos ''espontâneos'' apontando razões para votar pela reeleição. Um deles, identificado apenas como Aristóteles dos Santos, ''do Setor Comercial Sul de Brasília'', defendeu o trabalho do governo na área de transportes. ''Olha as estradas. As estradas tinham acabado. As estradas começam a existir de novo'', disse o eleitor em cena gravada nas ruas da capital.

O que não foi contado na propaganda é que Aristóteles ocupa desde junho de 2004 um alto cargo do serviço público: é ouvidor-geral da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Ele é ligado à ala sindical do governo e foi nomeado com o apoio da Federação Interestadual dos Trabalhadores em Telecomunicações (Fittel), da qual foi presidente. Técnico em eletrônica, Aristóteles fez carreira na Telemig, participou da fundação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e integrou sua executiva nacional.

Dono de calva acentuada, cabelos compridos e barba branca, Aristóteles acabou sendo reconhecido e sua atividade profissional foi revelada pelo Blog do Noblat, hospedado no Portal do Estadão. Procurado por jornalistas para se explicar, disse ter dado o depoimento como cidadão, sem constrangimento por ocupar um cargo público: ''Seria terrível se tivesse de perder o direito de cidadão. Extrapolando essa visão, seria como me cassar o direito ao voto''.(Do Correio Braziliense)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LandRover

Se estvéssemos num regime stalinista ou fascista, com certeza você, Tarso Genro, e toda a cúpula do PT e mais o presidente já teriam sido executados, pois eles não admitiam a corrupção como praticada nas estruturas palacianas de Brasília.

Drácula

E O SUJEITO É MUITO RUIM....FAÇAM UM TESTE TENTANDO FALAR COM ELE... SE CONSEGUIREM... NOBRES CONSUMIDORES DE TELEFONIA...MÓVEL OU FIXA....


Potencial Pesquisa & Informação

14/09


2006

Petrobras: Só Lula acreditava no conto da Bolívia

Deu no site de Cláudio Humberto; ''A notícia estava na página da agência oficial de informação do governo na internet, a agência boliviana de notícias, ontem, às 21h44: a estatal YPFB anuncia que “formalmente assume a propriedade das refinarias e o controle de toda a cadeia produtiva de gás e óleo cru e gás liquefeito (GLP)”. A informação foi antecipada por esta coluna. A decisão, continua a agência do governo, “foi transmitida pelo ministério de Hidrocarbonetos, que “estabelece que a partir desta data as refinarias administradas por Petrobras, Abdina e Total passam para a YPFB (...) já que começou a receber recursos correspondentes ao 32% de participação prevista no artigo 4, decreto 28701”. 

Se o governo de Evo Morales não mente, as refinarias, como a Petrobras, conheciam e assumiam o estabelecido em decreto. O ministro dos Hidrocarbonetos, Andrés Soliz, o “Bocão”, alega que a estatal brasileira “teve ganhos extraordinários” e vai ficar a ver navios.  Dia 6, esta coluna reproduziu o “anúncio” de Soliz de que a Petrobras “aceitou” a nacionalização após pagar a primeira parcela do acordo.  Alguém entra de Pinóquio nessa história.

O bobo da corte somos nós. E Lula, bem, vai perder um pouco o gás com essa agora, a dias da eleição.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

SOBERANIA BRASILEIRA ESTUPRADA PELO COCALEIRO MORALES SOB BENÇÃO DO MULLA E CATERVA.... "AQUI A ONDA TÁ MAIS PRO HAITI DO QUE PRO HAVAI.... O QUE FAZER AGORA ? (J.BOSCO/WALY SALOMÃO)". ....... 45 NELLES!!!!!

REVERENDO

BRASILEROS: PRECISA MAIS DE ALGUMA COISA PARA NOS INDIGNARMOS COM ESTE GOVERNO. CADÊ A NOSSO SOBERANIA QUE TANTO FOI DEFENDIDA POR LULA. EVO MORALES DEVE ESTAR DIZENDO A PETROBRÁS É NOSSA TAMBÉM E DE GRAÇA!

Drácula

SUJEITO QUE ACREDITA ATÉ EM VAMPIRO.......NÃO PODIA DAR NOUTRA COISA MESMO....



14/09


2006

Lula divide palanque na Paraíba com sanguessuga

 O senador sanguessuga Ney Suassuna (PMDB-PB) vai dividir o palanque com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), durante o comício do próximo  sábado, em João Pessoa, apesar das acusações de envolvimento com a compra de ambulâncias superfaturadas na chamada máfia das sanguessugas. De acordo com o coordenador estadual da campanha do presidenciável, na Paraíba, Anselmo Castilho, não haverá nenhum impedimento para que isso aconteça.

 

A postura é diferente da adotada durante a visita do vice-presidente da República, José Alencar (PRP), no mês passado, quando o senador ficou de fora da mesa durante evento promovido pelos prefeitos aliados de Lula. Na oportunidade, apenas o candidato do PMDB ao Governo, o senador licenciado José Maranhão, ficou ao lado do vice-presidente. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LandRover

E por acaso o nosso amado presidentezinho é melhor que a sanguessuga do Ney Suassuna?

guilherme alves

De acordo com o Habeas Gabeira o único inocente é o senador Antero Paes de Barros.

Drácula

SÓ O PALANQUE???