ArcoVerde

15/01


2019

PE honra compromisso e efetua pagamento do Garantia-Safra

Boa notícia para os agricultores familiares de Pernambuco. O Governo do Estado honrou o compromisso assumido com os homens e mulheres do campo, efetuando o aporte de valores para as duas regiões do semiárido (Agreste e Sertão) beneficiadas com o Programa Garantia-Safra (Safra 2017/2018). Ao todo, serão injetados na economia das duas regiões um montante de R$ 102 milhões.
 
A assinatura da ordem de pagamento, no valor integral de R$ 12.4 milhões, foi feita ontem pelo secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto. Dessa forma, ao cumprir com as regras do programa e efetuar o pagamento dos aportes necessários, o Governo de Pernambuco se mantém apto a continuar nas próximas safras. No total, deverão ser atendidos 103 municípios, sendo 50 do Agreste e 53 do Sertão, podendo beneficiar até 120 mil famílias da zona rural.
 
A resposta positiva aos agricultores pernambucanos foi possível graças ao empenho do secretário, que assumiu recentemente a gestão da pasta com a missão de avançar na execução de ações e projetos para o fortalecimento da agricultura e da pecuária no Estado, com um olhar especialmente voltado à agricultura familiar, conforme determinação do governador Paulo Câmara. “O Governo do Estado cumpriu com o seu compromisso. Agora, o próximo passo é acompanharmos de perto os trâmites em Brasília a respeito do processo de verificação de perda dos municípios aderidos e a liberação do pagamento por parte do Governo Federal”, assegurou o secretário Dilson Peixoto.
 
O Garantia Safra é um programa estratégico para Pernambuco, construído com a participação do Governo Federal, Estadual, Municipal e agricultores familiares. O programa é um benefício no valor de R$ 850, pago em 5 parcelas, aos agricultores familiares que perderam suas lavouras por conta de catástrofes climáticas, como excesso ou escassez de chuvas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

15/01


2019

Haddad: “Legalização das milícias é o próximo passo”

Na esteira da decisão do governo de ampliar a posse de arma no Brasil, Fernando Haddad previu que a próxima medida a ser adotada na área de Segurança pela administração de Jair Bolsonaro será “a legalização das milícias”.

“Pouca gente sabe, mas segurança é dos primeiros direitos assegurados pelo Estado moderno. A liberação de armas nos remete à pré-modernidade e nos conduzirá à privatização desse serviço público. A legalização das milícias é o próximo passo. Há um PL de Bolsonaro sobre o tema”, escreveu Haddad na sua conta oficial no Twitter.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/01


2019

Bolsonaro escolhe general para ocupar posto de porta-voz

O presidente Jair Bolsonaro escolheu o general de divisão Otávio Santana do Rêgo Barros para a função de porta-voz do governo.

Barros é militar da ativa, com experiência em comunicação social e trato com a imprensa e um currículo que inclui participação na Missão de Paz no Haiti.

Até a semana passada, chefiava o Centro de Comunicação Social do Exército, sob o comando do general Eduardo Villas Boas, sucedido no posto pelo general Edson Leal Pujol.

Segundo informou o blog de Valdo Cruz, Bolsonaro foi aconselhado por auxiliares a acelerar a escolha de um porta-voz, a fim de evitar a repetição do que ocorreu nas duas primeiras semanas de governo, com recuos em informações dadas pelo próprio presidente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/01


2019

Coluna da terça-feira

Pega fogo de vez a briga pela Mesa da Alepe

Por Arthur Cunha – especial para o blog

No mês de recesso, longe dos holofotes, a disputa pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco pegou fogo de vez. E o cargo onde a briga está mais acirrada é o de primeiro-secretário, que administra um orçamento maior do que o de muita prefeitura, e sem as críticas inerentes ao Executivo. Há embates, também, na 1ª Vice-Presidência e em outros postos fora da Mesa, como a liderança da oposição. Enquanto o governador anunciava, ontem, o seu segundo escalão, os deputados passaram o dia articulando pesado na Alepe. O voto está bastante disputado.

Preferido para o cargo de primeiro-secretário, o deputado Clodoaldo Magalhães ainda não está sacramentado no posto. O parlamentar segue na frente, mas Isaltino Nascimento continua forte na corrida. A surpresa ficou por conta de Francismar Pontes, que, dado como fora do páreo, está correndo por fora e conquistando votos onde ninguém está buscando. O jogo para primeiro-secretário está sendo jogado – e vai continuar assim até os 45 do segundo tempo.

Embate semelhante observamos na 1ª Vice-Presidência. O nome de Simone Santana não está pacificado. Diogo Moraes, atual primeiro-secretário, não abriu mão de permanecer na Mesa e ainda mantêm seu nome na corrida – sem falar em Aglailson Victor. Já o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, mesmo sem concorrência, está em campanha assegurando voto atrás de voto, pavimentando a sua reeleição.

Outro posto onde tem mais de um pretendente é a liderança da oposição. Deputado de primeiro mandato, Marco Aurélio Medeiros se lançou no jogo. Mas pesa contra ele o argumento de que, uma vez escolhido, o parlamentar concentraria sua atuação muito no Recife, esquecendo Pernambuco. Sendo assim, Priscila Krause deve mesmo ficar com a função, conforme antecipado por esta coluna.

Perfil técnico – Anunciado, oficialmente, ontem, pelo governador Paulo Câmara, o segundo escalão do Estado teve a mesma lógica de composição aplicada na escolha dos secretários. Prevaleceu, mesmo nas indicações de partidos, o perfil técnico do quadro em questão, avalizado pelo governador. Com a decisão, Paulo quer estar preparado para enfrentar um 2019 difícil e um Governo Federal oposicionista.

Indicações partidárias – Participaram com indicações técnicas no segundo escalão do Estado partidos como o PP (Porto do Recife, Ipem, Lafepe e Administração de Noronha); o SD (Grande Recife, Jucepe e Procon) e o PT (Ipa, Iterpe e EPTI). O nome do Iterpe, Altair Patriota Correia Alves, veio do deputado federal eleito Carlos Veras, comprovando que ele está afinado com o governo.

Ligação – O novo presidente de Suape, Leonardo Cerquinho, apesar de não ter sido indicação direta de Raul Henry, tem ligação com o deputado federal eleito. Porém, para critério de composição, ele entrou na cota do PSB. O MDB ficou com o Detran e a Cehab. Também chamou atenção a indicação do ex-prefeito de Glória do Goitá, Djalma Paes, para a CPRH.

Pague meu dinheiro! – Vejam só que o secretário de Planejamento de Gravatá, o senhor Joeides Pereira, que se apresenta como economista, classificou, em entrevista, como “natural” o não pagamento do 13º salário dos conselheiros tutelares do município. Eu queria ver a mesma conversa se o benefício dele tivesse pendente também. O que a prefeitura deveria fazer era reconhecer o erro e pagar logo as remunerações em atraso.

CURTAS

PAPELÃO – Eu tenho absoluta certeza que a população do Rio de Janeiro não elegeu Wilson Witzel para ele ficar tentando aparecer todo dia. Ontem, o governador exibiu nas suas redes sociais um vídeo onde ele aparece fazendo flexões com policiais. Menos, Witzel, que papelão!

DEVOLVA-ME – O prefeito de Tabira, Sebastião Dias, foi condenado pelo TCU a pagar uma multa de R$ 30 mil e a devolver R$ 305 mil à União, referentes a um convênio que não foi executado pela prefeitura, mesmo o Executivo municipal tendo recebido o dinheiro. 

ATENÇÃO – Reeleito para mais um mandato, o deputado estadual Romário Dias assegurou que Paudalho e a Mata Norte terão atenção especial no seu novo mandato, cujo tema será: “O que é bom para Pernambuco”. “Vamos estar juntos em qualquer situação”, comentou.

Perguntar não ofende: Cadê essa oposição de Olinda que anda tão calada?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Agenda prioritária de Jair Bolsonaro gera interesse em poucos brasileiros. Segundo dados do Datafolha, parcela expressiva da população discorda dos temas centrais de sua plataforma

Fernandes

Aqueles babacas que falavam que que não tinham bandido de estimação, agora tem uma família inteira e até um motorista.

Fernandes

Ao invés do Bolsonaro falar tanto do PT deveria se empenhar em acertar seu governo que comete erros em séries. Mas entendo, falar ml do PT é pra não falar do Queiroz, do caixa dois do Onyx, das nomeações de parentes e amigos.



15/01


2019

Paulo Câmara encontra Maia, mas tem quem aposte no contrário

Rodrigo Maia encontra com o amigo e governador de Pernambuco, Paulo Câmara, um dos nomes de maior força dentro do PSB, na quinta (17).

O partido indicou que ficará na oposição ao democrata, mas há gente que atua para fazê-lo mudar de lado.

Considerados os favoritos nas disputas pelas presidências da Câmara e do Senado, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o senador Renan Calheiros (MDB-AL) jantaram neste fim de semana. Assunto: articulação política.

O democrata nega que as duas candidaturas estejam trabalhando alinhadas. Diz que há diálogo com Renan, mas que “o MDB tem candidato a presidente da Câmara” e que respeita isso.  (FSP - Painel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/01


2019

"Sou da Paz" surge para enfrentar as armas de Bolsonaro

Nesta terça (15), dia em que o presidente Jair Bolsonaro assina decreto para facilitar a posse de armas de fogo, o Instituto Sou da Paz lança nas redes sociais as primeiras campanhas contrárias à medida. A entidade preparou duas peças. A primeira reforça a ideia de que só ricos poderão ter armas em casa. “Com o preço de uma pistola”, diz o Sou da Paz, é possível comprar uma geladeira, um fogão, uma máquina de lavar roupas, uma TV de 32 polegadas e um micro-ondas.

A segunda publicidade afirma que, ao facilitar o acesso a armas, o Planalto está repassando ao cidadão uma responsabilidade que, na verdade, é dele.

“Se você está doente, o governo não te pede para comprar um bisturi e se operar. Então por que se você sofre com o crime tem que se proteger sozinho?”, diz a campanha.

Sou da Paz quer levar a ofensiva publicitária anti-armas para a televisão e para o rádio ainda em janeiro. O instituto acredita que a política adotada por Bolsonaro fará “o número alarmante de 43 mil homicídios anuais cometidos com armas de fogo crescer ainda mais”.  (Painel - FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Campanha boa , feita por pessoas de bem e criticada por cretinos!

lino perrelli

Campanha idiota, feita por idiotas e apoiada por cretinos!

Fernandes

Agenda prioritária de Jair Bolsonaro gera interesse em poucos brasileiros. Segundo dados do Datafolha, parcela expressiva da população discorda dos temas centrais de sua plataforma

Fernandes

Aqueles babacas que falavam que que não tinham bandido de estimação, agora tem uma família inteira e até um motorista.

Fernandes

Ao invés do Bolsonaro falar tanto do PT deveria se empenhar em acertar seu governo que comete erros em séries. Mas entendo, falar ml do PT é pra não falar do Queiroz, do caixa dois do Onyx, das nomeações de parentes e amigos.



15/01


2019

Centrais articulam greve geral contra reforma da Previdência

A primeira reunião das seis maiores centrais sindicais do país após a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) vai começar com um chamado a greve geral.

O presidente da Força, Miguel Torres, defende a articulação de uma grande paralisação, a ser iniciada assim que o governo apresentar sua proposta de reforma da Previdência, o que deve acontecer no início de fevereiro. Torres diz ver indícios de que as mudanças serão feitas de forma a poupar determinadas categorias, em especial os militares.

“Por enquanto está claro que será uma reforma para manter privilégios e prejudicar os mais pobres. Não tem condições de o trabalhador pagar o pato de novo”, diz Torres.  (Daniela Lima - Painel - Folha de S.Paulo)

O dirigente sindical questiona a distinção que vem sendo aventada aos militares. Os sinais, afirma Torres, são de que os integrantes das Forças Armadas continuarão “se aposentando mais cedo e com salários mais altos”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


15/01


2019

Bolsonaro é o Trump da América do Sul, diz o americano

'Dizem que é o Trump da América do Sul, vocês acreditam?', diz presidente dos EUA sobre Bolsonaro

Declaração foi dada em discurso a produtores agropecuários norte-americanos.

Por G1

O presidente dos Estados UnidosDonald Trump, mencionou em discurso nesta segunda-feira (14) a comparação feita entre ele e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

"Eles vão ter um novo grande líder, dizem que é o Donald Trump da América do Sul. Vocês acreditam?", perguntou Trump.

O norte-americano ainda brincou: "E ele [Bolsonaro] está feliz [com a comparação]. Se não estivesse, eu não gostaria do país, mas eu gosto". A declaração arrancou risos e aplausos da plateia.

A brincadeira foi feita durante um evento em Nova Orleans com fazendeiros e agropecuaristas dos Estados Unidos, em que Trump falou sobre o aumento na exportação norte-americanas.

Segundo o presidente dos EUA, a carne produzida no país tem sido vendida ao Brasil "pela primeira vez desde 2003".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Ao invés do Bolsonaro falar tanto do PT deveria se empenhar em acertar seu governo que comete erros em séries. Mas entendo, falar ml do PT é pra não falar do Queiroz, do caixa dois do Onyx, das nomeações de parentes e amigos.


bm4 Marketing 5

15/01


2019

Eleições no Congresso: fracasso da articulação do Planalto

Helena Chagas

Apesar de ainda estar em lua-de-mel com o eleitorado, o governo Bolsonaro vem mostrando, nessas duas semanas, baixíssima capacidade de articulação parlamentar. Os principais candidatos às presidências do Senado e da Câmara já perceberam isso. Além de incorporar a defesa de uma reforma da Previdência profunda a seus discursos, Renan Calheiros e Rodrigo Maia conquistaram as graças do ministro da Economia, Paulo Guedes, com o argumento de que conseguirão formar maiorias em suas Casas para votar a reforma.

É essa hoje a principal moeda de troca nas disputas nas duas Casas, e por isso Jair Bolsonaro mandou os filhos recuarem nos discursos contrários à dupla e está pronto para engolir Renan e Maia. Mas Bolsonaro, embora tenha feito uma bagunça na articulação política do Planalto, tem 28 anos de mandato que lhe deram uma mínima noção de como as coisas se passam. Já entendeu que, com Onyx Lorenzoni, um grupo de generais e o PSL, não formará maioria no Congresso. Nem com Major Olimpio, David Alcolumbre e outros candidatos ao comando do Legislativo.

A lição que deve ficar das eleições no Congresso será o redondo fracasso do novo modelo de articulação política do governo, supostamente sem o toma-lá-dá-cá partidário, substituído pelo atendimento dos grupos de interesses temáticos, mas sem qualquer sinal de protagonismo governista na formação das maiorias parlamentares. O Planalto vai ficar na mão de aliados que prometem a Previdência. Mas depois é depois.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Papel aceita tudo... até serve para ser higiênico. Limpar a bunda do perrelucho, Disto sabe Helena Chagas!

lino perrelli

Papel aceita tudo... até serve para ser higiênico. Disto sabe Helena Chagas!



15/01


2019

Almoço que não existiu com embaixadores da Bolívia e da Itália

Itamarat divulga almoço que não existiu

AFP – O Globo

O Ministério das Relações Exteriores divulgou na manhã desta segunda-feira um almoço do chanceler Ernesto Araújo com os embaixadores da Bolívia e da Itália no Brasil e foi desmentido pelos dois países, envolvidos no caso Césare Battisti. O evento foi realizado no Ministério da Defesa e, além de Araújo, contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro, que não havia divulgado o almoço em sua agenda oficial.

Por telefone, a embaixada da Itália no Brasil informou que o embaixador Antonio Bernardini não estava no país e a embaixada da Bolívia informou que o embaixador José Kinn Franco não foi informado sobre o almoço, que terminou por volta das 14h. A própria assessoria de Bolsonaro também não havia informado sobre sua participação no almoço, que só foi confirmada depois de o presidente deixar o Palácio do Planalto. A assessoria do Ministério da Defesa, por sua vez, também não divulgou nada sobre o almoço, e na agenda do ministro Fernando Azevedo e Silva divulgada no site da pasta só constava para esta segunda uma reunião com os comandantes do Exército e da Marinha e do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas.

Dentre os ministros presentes, Ernesto Araújo foi o último a chegar no encontro. Depois que o evento já havia começado, o Ministério das Relações Exteriores atualizou a agenda em seu site e excluiu o nome dos embaixadores da Itália e da Bolívia do encontro. O embaixador boliviano teria reunião no Planalto no final da tarde, o que ainda não está registrado na agenda de Bolsonaro. Battisti foi preso na Bolívia e embarcou diretamente para a Itália, onde cumprirá prisão. O governo brasileiro chegou a divulgar que ele passaria pelo Brasil antes do destino final, o que não ocorreu. (Jussara Soares e Mateus Coutinho)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/01


2019

Major Vitor Hugo é o novo líder do governo na Câmara

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, hoje, o deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO) como novo líder do governo na Câmara. O anúncio foi feito em uma rede social, e Vitor Hugo exercerá a partir de fevereiro o primeiro mandato parlamentar.

Cabe ao líder do governo articular com as bancadas aliadas a votação de projetos de interesse do Palácio do Planalto.

"Comunico que a Liderança do Governo na Câmara será exercida pelo Deputado Federal Major Vitor Hugo (PSL/GO), advogado e consultor legislativo concursado desde 2015", publicou Bolsonaro.

Em resposta à mensagem do presidente, o novo líder do governo publicou: "Força, Presidente! Vamos, juntos, construir uma nova relação entre o Executivo e o Legislativo. O País precisa avançar nessa direção. Discussões em torno de ideias. Independência e harmonia. Muito obrigado pela confiança. Brasil Acima de Tudo! Deus Acima de Todos!". Antes de ser anunciado como líder, Major Vitor Hugo esteve no Palácio do Planalto para se reunir com o presidente Bolsonaro.

Servidor público federal, Vitor Hugo tem 41 anos e é analista legislativo na Câmara desde 2015. Ele foi eleito em outubro do ano passado ao receber 31.190 votos, segundo a Justiça Eleitoral.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/01


2019

“Bolsonaro começa muito mal e ignora o Nordeste”, diz Humberto

O líder da Oposição ao governo no Senado, Humberto Costa (PT-PE), se reuniu, hoje, com a presidente do partido, deputada eleita Gleisi Hoffmann (PR), e com a bancada do PT na Câmara para traçar estratégias contra as medidas ‘nocivas’ da gestão Bolsonaro.

Humberto fez uma avaliação dos primeiros 14 dias do governo e afirmou que o excesso de erros e tropeços surpreendeu, inclusive, quem já desconfiava de que o capitão reformado do Exército, ao ocupar a Presidência da República, seria um desastre para o País. Várias das medidas adotadas até agora, segundo o parlamentar, atentam contra os interesses da população.

“Aqui no Congresso Nacional, a bancada do PT vai lutar contra a redução dos aumentos legais previstos para o salário mínimo, a flexibilização do armamento, a reforma da Previdência e a ampliação da reforma trabalhista. Conversaremos com todos os partidos de esquerda e centro-esquerda para ampliar essa frente em defesa dos direitos do cidadão”, disse.

O senador ressaltou que o presidente eleito não apresentou absolutamente nada para o Nordeste. E considerou que a falta de políticas públicas frustra qualquer expectativa de melhora do cenário para a região.

“Os estados estão mergulhados numa intensa crise financeira. Estamos diante do momento em que o Nordeste precisa de políticas específicas e estímulos mais fortes para manter um crescimento consistente. Não observamos um cenário que nos contemple”, declarou.

O líder da Oposição também comentou sobre a eleição para a Presidência do Senado, prevista para ocorrer no começo de fevereiro. Ele acredita que a Casa precisa, agora, de alguém que trabalhe por um Legislativo mais forte, independente e autônomo. A bancada do PT no Senado irá se reunir no dia 29 para tratar do assunto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/01


2019

Divulgado o segundo escalão do Governo Paulo Câmara

O governador Paulo Câmara anunciou, há pouco, os nomes que comandarão os órgãos da estrutura descentralizada do Governo de Pernambuco, a partir de 2019, alguns como Roberto Tavares, na Compesa, Tatiana Nóbrega, na Funape, e Ricardo Leitão, Cepe, permanecem nos cargos.

"São pessoas com experiência administrativa e muitos serviços prestados ao povo de Pernambuco. Tenho certeza de que vão colaborar para que a nossa administração continue avançando, reforçando nossas políticas públicas e atuando diariamente para a melhoria da qualidade de vida dos pernambucanos", destacou Paulo. Segue, abaixo, os nomes escolhidos pelo chefe do Executivo estadual e seus respectivos postos:

Governadoria do Estado:

Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado de Pernambuco (ARPE) – Ettore Labanca

Secretaria de Administração:

Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI) – Ila Carrazone

Instituto de Recursos Humanos do Estado de Pernambuco (IRH) – Ruy Bezerra

Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco (FUNAPE) – Tatiana Nóbrega

Pernambuco Participações e Investimentos S/A (PERPART) – Adaílton Feitosa

Secretaria da Casa Civil:

Companhia Editora de Pernambuco (CEPE) – Ricardo Leitão

Arquivo Público – Evaldo Costa

Secretaria de Desenvolvimento Agrário:

Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (ITERPE) -  Altair Patriota Correia Alves

Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) – Odacy Amorim

Secretaria de Saúde:

Laboratório Farmacêutico do Estado de Pernambuco Governador Miguel Arraes S/A - (LAFEPE) – Flávio Gouveia

Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos:

Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC) – Suzana Montenegro

Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco (DER) – Bruno Cabral

Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI) – Jurandir Liberal

Companhia Pernambucana de Saneamento (COMPESA) - Roberto Tavares

Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação:

Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (DETRAN) – Roberto Fontelles

Consórcio de Transportes da Região Metropolitana do Recife (CTM) – Erivaldo Coutinho

Companhia Estadual de Habitação e Obras (CEHAB) – Bruno Lisboa

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação:

Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia (FACEPE) – Abraham Benzaquen Sicsú

Empresa Pernambuco de Comunicação S/A (EPC) – Gustavo Almeida

Secretaria de Cultura:

Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE) – Marcelo Canuto

Secretaria de Desenvolvimento Econômico:

Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Pernambuco (IPEM) – Juliano Martins

SUAPE – Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros -  Leonardo Cerquinho

Porto do Recife S/A – Carlos Vilar

Companhia Pernambucana de Gás (COPERGÁS) – André Campos

Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco S/A (AD-DIPER) – Roberto Abreu

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude:

Fundação de Atendimento Socioeducativo (FUNASE) – Nadja Alencar

Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação:

Junta Comercial do Estado de Pernambuco (JUCEPE) – Taciana Bravo

Agência de Fomento do Estado de Pernambuco (AGEFEPE) – Marcelo Barros

Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade:

Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) – Djalma Paes

Distrito Estadual de Fernando de Noronha – Guilherme Rocha


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/01


2019

Governo apresenta do Programa Pacto pela Vida

O governador Paulo Câmara estará em Caruaru – no Agreste do Estado – amanhã, cumprindo uma agenda toda voltada para a área de segurança pública. Logo pela manhã ele concederá entrevista, no auditório da Escola Técnica Estadual (ETE) Ministro Fernando Lyra, a respeito dos resultados positivos obtidos pelo Programa Pacto Pela Vida (PPV). O balanço será apresentado pelo secretário de Defesa Social Antônio de Pádua, com as mais novas estatísticas sobre roubos e homicídios, referentes ao exercício de 2018.

À tarde, o chefe do Executivo visita a 14ª Área Integrada de Segurança (AIS-14), que reúne sete unidades da Polícia Civil e o 4° Batalhão da Polícia Militar (4° BPM), trabalhando de forma integrada. Inaugurado há cinco meses, o complexo funciona 24 horas, todos os dias da semana, e já atendeu 3.687 ocorrências desde o dia 13 de agosto. No complexo, dividido em três edificações, funcionam a Diretoria Integrada do Interior 1, a Delegacia Seccional de Caruaru, a Divisão de Homicídios do Agreste, duas delegacias de Homicídios (a 19° e 20°), a 90° Delegacia Circunscricional e o plantão 24h, além do 14° BPM.

As estruturas abrigam 115 policiais civis, envolvidos no trabalho de investigação e combate à criminalidade em Caruaru e cidades vizinhas. As novas instalações permitiram a devolução dos imóveis antes alugados para funcionamento das delegacias, representando uma economia de R$ 48 mil anuais aos cofres públicos. O Complexo contribuiu significativamente para que Caruaru registrasse uma das melhores taxas de resolução do Estado, com 106 dos 169 inquéritos que investigam mortes violentas solucionados e remetidos à Justiça, o que representa uma taxa de resolução 62,72%.

Após a visita à AIS-14, Paulo Câmara comandará a cerimônia de comemoração do primeiro ano de funcionamento do 1º Batalhão Integrado Especializado da Polícia Militar de Caruaru (BIEsp). Inaugurado em novembro de 2017, o BIEsp reúne cinco unidades especializadas da PMPE que, antes, só atuavam na Região Metropolitana do Recife: a Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas (Rocam), a Radiopatrulha, o BPChoque, o CIPCães e o Policiamento de Trânsito.

Com 308 policiais militares, a unidade atende a 109 municípios que fazem parte da Diretoria Integrada do Interior 1 (Dinter 1) da PMPE, beneficiando uma população de cerca de 3 milhões de habitantes. O 1º BIEsp cumpre o papel de reforçar o combate às diversas modalidades de crimes, como tráfico de drogas, assaltos, porte ilegal de armas e desarticulação de grupos de extermínio, com atenção especial ao patrulhamento e às ações nas áreas rurais do Agreste e Zona da Mata. A atuação do batalhão também foi fundamental para a redução dos índices de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) e de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) registrados em Caruaru no ano passado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/01


2019

SEDUC anuncia novo secretário executivo de Esportes

O Secretário de Educação e Esportes, Fred Amancio, anunciou, hoje, Diego Pérez como secretário executivo de Esportes, em reunião na sede do órgão. Diante de atletas e demais secretários executivos, foram divulgadas as novidades previstas para os próximos anos que visam a promoção e o fortalecimento das políticas relacionadas aos esportes em todo o Estado.

Participaram do encontro representantes de associações esportivas, projetos sociais, treinadores e atletas, como Joanna Maranhão e Yane Marques, estas representando a Prefeitura da Cidade do Recife. Diego Pérez agradeceu o convite de Fred Amancio e falou da importância da integração das pastas. “Educação e esporte têm o poder de transformar vidas. Agora juntos, do planejamento à execução, a tendência é que a gente consiga avançar ainda mais. A Educação de Pernambuco é reconhecida em todo o Brasil e o esporte local cresceu bastante nos últimos quatro anos. Essa junção só vai beneficiar o cidadão, o atleta e o estudante”, disse.

Entre as novidades da pasta, anunciadas por Fred Amancio, estão: a conclusão da obra do Centro Esportivo Santos Dumont; a criação do Bolsa Técnico e do Passe Livre Esportivo; a aquisição de materiais esportivos para as escolas da Rede; a criação do intercâmbio esportivos para técnicos; e a ampliação do Programa Ganhe o Mundo Esportivo, que passará a beneficiar estudantes paratletas e a contar com os Estados Unidos como novo destino.

“A efetivação desses projetos vai ser possível com essa união entre as duas pastas, onde vamos construir juntos, dialogar, discutir, para que possamos crescer ainda mais. Quero deixar bem claro que essa junção não é um prêmio do governador Paulo Câmara, mas uma missão que nos foi dada. Isso mostra que nós temos capacidade de realizar muito mais em Pernambuco, e é para isso que vamos trabalhar”, frisou o secretário Fred Amancio.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/01


2019

Governo Federal vai gastar R$ 4,5 mi com adesivos e mouse pads

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) vai gastar R$ 4,5 milhões para a confecção de materiais impressos para a Presidência da República em 2019.

Segundo a colunista da Folha de São Paulo Mônica Bergamo, dois editais foram publicados no site da Secretaria da Presidência. As empresas que vencerem as licitações terão que fazer, por exemplo, 70 mil adesivos com a imagem do brasão nacional e outros 70 mil com a bandeira do Brasil. Esses lotes custarão R$ 7.000 cada.

Também estão previstos 900 “mouse pads” que vão custar R$10.990, 5.950 blocos de anotação com 50 páginas cada por R$ 42 mil e 3.000 agendas personalizadas no valor de R$ 135 mil.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/01


2019

Gleisi volta a defender governo de Maduro

Após meses martelando insistentemente na tecla do #LulaLivre, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, parece ter um novo assunto favorito: a defesa do governo de Nicolás Maduro na Venezuela diante da crise gerada pelo início do segundo mandato do líder chavista. Hoffmann publicou um texto, hoje, no site da Fundação Perseu Abramo, onde questiona a “quem interessaria” uma intervenção no governo venezuelano. Para responder ao próprio questionamento a petista saca a velha carta do “imperialismo” dos EUA, que estariam interessados no petróleo do país.

“Não podemos nos iludir: a ação coordenada contra o governo da Venezuela não passa nem de longe por uma suposta defesa da democracia e da liberdade de oposição na Venezuela. O interesse dos Estados Unidos e seus aliados de subjugar esse incômodo vizinho e avançar sobre suas reservas estratégicas é notório”, disse Gleisi. “As dificuldades por que passa o povo da Venezuela só foram agravadas pelas sanções e bloqueios econômicos impostos pelos EUA e seus aliados” completou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha