O Jornal do Poder

31/10


2006

Debate Político na Melodia começa daqui a pouco

Já estou nos estúdios da Rádio Melodia 106.9 FM, no Recife, na Agamenon Magalhães. Daqui a pouco, passo a apresentar o Debate Político, que vai ao ar das 18 às 19 horas, de segunda-feira à sexta-feira. Se você está em outro Estado, no Interior ou em qualquer parte do mundo, acesse o banner da Melodia aí ao lado e passe a ouvir o nosso programa. Enquanto comando o Debate Político, minha equipe de plantão passa a atualizar o blog. Fique ligado no blog e no programa ao mesmo tempo!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

Caro Roberto Santos,sou ouvinte da melodia e o fone é o 81- 32312166,falou!?

Roberto Santos

Sugestão: Informar no blog o Telefone da Melodia para participa~ções no debate


Potencial Pesquisa & Informação

31/10


2006

Eduardo diz que Lula defenderá distensão hoje na TV

Depois de almoçar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governador eleito de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), disse que Lula, no pronunciamento que fará hoje à noite, vai agradecer os 58 milhões de votos recebidos e falar da relação que quer construir com os governadores e com os partidos, no Congresso. ''O presidente quer transformar a vitória em distensão'', relatou Eduardo Campos. Ele lembrou que os últimos 18 meses foram de disputas sucessivas que precisam ser deixadas de lado agora que a eleição passou.

''O Brasil quer que os palanques sejam desmontados, porque o País viveu a mais longa campanha da sua história. Agora, é hora de pensar na Nação, pensar no crescimento econômico e pensar em baixar essa temperatura'', pregou o governador eleito. Ele repetiu que Lula, no pronunciamento de hoje, vai deixar claro que quer baixar essa temperatura e cuidar da governabilidade, dialogando não só com aliados, mas também com a oposição.

''Ele vai dar a sua contribuição, porque, ganhando a eleição como ganhou, ele poderia elevar a temperatura dizendo isso aos adversários, mas não vai fazê-lo.'' Campos lembrou que, apesar de Lula ter ganho um novo mandato com enorme margem de votos, vencendo em 16 Estados, a oposição ganhou uma dezena de governos. ''Agora, interessa a todos, sobretudo ao povo, que se desmontem os palanques e se entenda que não é hora mais de campanha, é hora de administrar'', concluiu o governador eleito de Pernambuco. Informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

É ingenuidade Lula achar que essa oposição conservadora e golpista vá querer algum tipo de diálogo com o governo. O tipo de diálogo que eles querem é aquele mesmo da UDN contra Getúlio e JK. Lula tem que tocar o barco sem contar com esses vendilhões do Brasil.

roberto lima

Eles confundem "cobrança" com "palanque". É hora da oposição começar a fiscalizar e cobrar com todo o rigor possivel as promessas de campanha. A tensão faz parte do jogo democrático. Distensão só em casa na espreguiçadeira.Essa conversa mole já se ouviu outras vezes.

Paulin de Caruaru.

Desmontar o palanque se pode e se deve.Não se pode é desmontar a justiça.


Banco de Alimentos

31/10


2006

Eduardo diz que fica na presidência do PSB

O governador eleito de Pernambuco, Eduardo Campos, disse esta tarde depois de encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva que pretende ficar na presidência do PSB mesmo com a vitória em Pernambuco. Eduardo disse à repórter do blog em Brasília, Ana Silveira, que não há “incompatibilidade” entre as duas funções.

 

“Acho que não incompatibilidade, mas se houver algum problema, passo o cargo para o Roberto Amaral sem qualquer questionamento”, disse. Eduardo afirmou que ele e Amaral têm “sintonia” nas questões referentes ao PSB.

 

Eduardo reafirmou ao presidente Lula o apoio do PSB ao seu segundo mandato. “O presidente sabe do apoio e solidariedade do PSB”, enfatizou.

 

Ele confirmou que Lula vai chamar governadores eleitos, mesmo da oposição, para uma conversa amigável na semana que vem. Lula também vai se reunir, segundo Eduardo, com os presidentes de partidos em busca de uma coalizão de forças para o seu segundo mandato.

 

O governador negou, no entanto, que já tenha apresentado pedidos de cargos para o PSB no segundo governo Lula. “Os partidos devem deixar o presidente à vontade para manter a sua equipe. Não discutimos cargos nesse primeiro momento. Ele quer interpretar o resultado das eleições, ouvir as direções de cada partido, visualizar o cenário e se fechar para um momento de reflexão”, disse o governador.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Tá certo Eduardo. A força é a dele que restaurará o PSB e fará a sua glória . e do partido...



31/10


2006

Eduardo anuncia secretariado depois de Lula

Depois do encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília, o governador eleito de Pernambuco, Eduardo Campos, evitou revelar quando pretende anunciar seu secretariado para o governo pernambucano. A repórter do blog em Brasília, Ana Silveira, conta que Eduardo apenas brincou com os jornalistas ao dizer que vai anunciar os nomes ''depois que o presidente Lula também anunciar a reforma ministerial''.

Eduardo confirmou que Lula vai tirar alguns dias de descanso no feriadão de Finados, mas o presidente preferiu manter o destino em segredo. O governador eleito convidou Lula para descansar em Porto de Galinhas (PE), mas ele não aceitou dizendo que já decidiu o destino. ''Ele não quis me dizer para não causar ciúmes. Mas para o Sul, eu sei que ele não vai'', revelou Eduardo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Marcos Arraes de Alencar

e 21 milhões de votos de vantagem para o Presidente, é muito pouco. Geraldo, na cidade dele teve 60%, o Presidente, na cidade dele s´teve quase 90%, é muito chato!

Marcos Arraes de Alencar

mais de um milhão de votos não bastam? ele já anunciou que só vai anunciar o secretariado em dezembro, pronto!´Basta de baboseira.

José Rodrigues da Silva

Que tal que seja a PQP, o seu destino! Seria ótimo!!! Viva Dudu! Fora Luiz!



31/10


2006

Por que tanta tensão?

Pela cara de tensão do presidente Lula, dá para concluir que ele não conseguiu relaxar durante a longa conversa que teve, hoje em Brasília, com o governador eleito de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Tem muita coisa tirando o sono de Lula. Chegou uma informação ao blog de que ele teria pedido para que todos os seus ministros colocassem seus cargos à disposição a partir de hoje, para facilitar a montagem da sua nova equipe. Isso pode ter tirado o humor do presidente, que quer pressa na montagem da sua base de sustentação no Congresso, com vistas a garantir estabilidade política para a governabilidade no seu segundo mandato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Hugo Moura

Não tem nada de tensão, essa é mais uma bravata do magno Martirio de derrota. tensão quem sai com mais de 20 milhoes de votos de diferença, QUERIA a direita, ter esse capital eleitoral e aqui a maior surra de todos os tempos.

Hugo Moura

Não sei se este senhor que se intitula osvaldo barreto guimaraes é um antigo vereador de Olinda e filho de um ex-prefeito, me parece que essa opinião exalada nâo cabe a um politico que um dia quis ser prefeito de Olinda. Muito pequeno, minusculo igual as letras que escrevi seu nome.

Fernando Vieira

Gete!! a Ana voltou!!! coitada, deve estar com a boquinha (ou é bico de Tucano?) amarga... não adianta rezar para os seus "deuses" Ana, eles tiraram férias há muito tempo!!!

Muito bem, Barreto! Que sacada!

Oswaldo Barreto Guimarães

Raimundo, descançar de que? Se nunca deu 1 dia de serviço a ninguém! No dia que foi, tirou o dedo mínimo, que não faz falta, para entrar em benefício!



31/10


2006

Eduardo discute com Lula refinaria de Pernambuco

O governador eleito de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), deixou há pouco o Palácio do Planalto após reunião de trabalho com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A repórter do blog em Brasília, Ana Silveira, acompanhou a visita de Eduardo ao presidente reeleito. Antes de reunir-se com Lula no Planalto, Eduardo almoçou com o presidente em sua residência oficial. Além de discutir por mais de três horas com Lula assuntos de interesse de Pernambuco, também conversou sobre o cenário político nacional.

 

Ao deixar o Planalto, Eduardo disse que vai integrar a comitiva de Lula em viagem à Venezuela no dia 12/11 para discutir a instalação da refinaria de petróleo no Nordeste brasileiro. Eduardo afirmou que vai tomar frente da negociação com os venezuelanos para a instalação da refinaria em Pernambuco. O estado foi escolhido para sediar a nova refinaria de petróleo do país numa parceria da Petrobras com a empresa venezuelana PDVSA, no Complexo Industrial e Portuário de Suape.

 

“Nosso objetivo é garantir o cronograma de instalação da refinaria”, disse o governador eleito.

 

Eduardo também conversou com o presidente sobre a renegociação das dívidas do governo de Pernambuco com a Caixa Econômica Federal, da ordem de R$ 240 milhões.  Ele disse que deseja resolver o impasse já que, com a dívida, Pernambuco não pode conseguir linha de crédito de financiamento junto à Caixa para saúde e educação. “O presidente disse que há uma boa vontade do governo em resolver isso, até porque o meu antecessor participou de várias reuniões”, afirmou Eduardo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Querida Renata Lima, concordaria em gênero, número e grau se o Presidente da República fosse FHC ou Alckmin.

renata lima

Aposto um ovo que a refinaria não sai, só passou de toque publicitário para as campanhas estadual e federal. Já sei a desculpa foi o sócio chaves não está com condicões agora fica para proximo das eleições municipais. Pobre Brasil Pobre Pernambuco

Raimundo Eleno dos Santos

cALMA, CALMA, O BRASIL NÃO VAI ACABAR. O LULA PODE SE ACABAR. CALMA GENTE, DEIXE O HOMEM DESCANSAR...

Essa refinaria é uma estorinha de trancoso, é para quem acredita em Papai Noel. Foi criada como obra eleitoreira, apenas para reeleger Lula.

Ana B. Holanda

Vamos rezar. A coisa é séria.... Quando um falha.... Mas quando os dois começarem a falhar , é rezar para os Deuses.....



31/10


2006

Berzoini poderá voltar à presidência do PT

O deputado estadual Jilmar Tatto (PT-SP), recém-eleito para a Câmara Federal, que participará da reunião da Executiva Nacional do partido, em Brasília, na tarde desta terça-feira (31), disse acreditar que o presidente licenciado do PT, Ricardo Berzoini, deve voltar à presidência do partido o mais rápido possível.
 
"É o caminho natural. Ele foi eleito, escolhido para ser o presidente", declarou Tatto, que é 3º vice-presdente da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores. Ricardo Berzoini, que se licenciou do cargo depois de ver seu nome envolvido no casso do suposto dossiê contra candidatos tucanos, não participará da reunião desta tarde na capital federal. Informações do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LMVC

Não so o Berzoini, mais todos os Lalaus do PT que se afastaram temporariamente para Lula se reeleger voltaram e por cima, com mais moral do que tinham antes. Assim é o verdadeiro modo do PT governar!!!!

Esse rapaz, só deveria ter acesso a alguma função no partido, após ser avaliado como não responsável pelas acusações, e se for comprovado, tem que ficar de fora. Só assim Lula conseguirá limpar os picaretas do PT, e dessa forma as patuscadas talvez acabem.



31/10


2006

PFL espera que Roseana “jogue a tolha”

A cúpula do PFL espera que a senadora Roseana Sarney (PFL-MA), candidata derrotada pelo adversário Jackson Lago (PDT) ao Governo do Maranhão, tome a iniciativa de deixar o PFL antes que seja concluído o processo disciplinar que prevê expulsão dela do partido por infidelidade. Roseana apoiou a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo uma liderança do PFL, a idéia é “que o constrangimento seja tamanho que ela saia espontaneamente”.

De acordo com outra liderança, “o PFL deverá deixar Roseana como um cadáver dependurado”. O objetivo é impingir à filha do senador José Sarney (PMDB-AM) um desgaste cada vez maior que a obrigue “jogar a tolha”.

A Executiva Nacional do PFL não deve discutir hoje a situação da senadora Roseana Sarney (PFL-MA), no entanto, inevitavelmente o assunto deverá ser tratado na próxima semana.

“A (saída) vai acabar sendo o caminho natural. Ela divergiu do partido durante quatro anos”, afirmou o líder do PFL na Câmara, deputado Rodrigo Maia (RJ) que afirma ter “boas relações” com a senadora.

“Fica difícil o partido aceitar um parlamentar, com a importância de Roseana, votar contra (o PFL) e se aliar ao adversário”, condenou Maia. Informações da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

O PFL, também, imitará o partido do suplente, ou seja, ficará esperneando em cima de Roseane Sarney. Porém não tomará, por tibieza, nenhuma atitude com o conjunto de prefeitos que apoiaram Lula tanto no primeiro como no segundo turno.

roberto lima

Lula sabidamente tinha ao seu lado uma "quadrilha" segundo o procurador. Ele (há alguns anos) fez sérias acusações à familia sarney. O que mudou? Sua opinião sobre os sarney, ou pretende formar um outro grupo sememelhante ao que foi defenestrado pelo povo (dirceu, jefferso do cheque em branco, ...)

merecia passar, também pelo processo de avaliação ético partidário do PFL?

Embora eu não tenha absolutamente nada com isso, pois sou vitorioso nessas eleições com Eduardo Campos, porém não posso deixar de dar minha opinião nesse absurdo. O Mendonça se deixassem faria o mesmo que roseane depois de muita pressão ele falou que apoiaaria o Alckmin. Será que ele também não

Raimundo Eleno dos Santos

Sairá do PFL se tiver garantida um Ministério, ou pelo menos uma Secretaria. Tem qualificações. Isso poderia resultar no enteirrio do PFL. Apesar de derrotada no Maranhão tem força suficiente para conquistar esse espaço. Creio que seria bem-vinda ao PMDB governista...o pai já é.



31/10


2006

Presidente da Petrobras nega ida para a Fazenda

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, negou hoje que vai ocupar o Ministério da Fazenda, no lugar de Guido Mantega, no segundo mandato do presidente do Luiz Inácio Lula da Silva.

A mudança do titular do Ministério da Fazenda começou a ser cogitada antes mesmo da reeleição do presidente Lula. Segundo rumores do mercado, entre os nomes cotados para ocupar a pasta estariam Gabrielli e o prefeito de Belo Horizonte (MG), Fernando Pimentel.

"Isso é tudo especulação. Não há nenhum fundamento real. Não há nenhuma realidade no que está saindo na imprensa", afirmou Gabrielli, durante almoço para apresentar dados sobre a Petrobras no Rio de Janeiro.

O presidente da Petrobras respondeu a um gracejo do presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Olavo Monteiro de Carvalho, que disse ser mais útil ao Estado a continuidade de Gabrielli à frente estatal no Rio. Informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lula coloque o Mecadante, no Minisatério da Fazenda, que vai ser show de bola.



31/10


2006

Bola cheia

Uma prova do prestígio do governador eleito de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB): acabou de deixar o Palácio do Alvorada, onde almoçou com o presidente, no mesmo carro de Lula. Seguiram para o Palácio do Planalto. Lá, o encontro prossegue. Depois, Eduardo fará um relato da conversa para os jornalistas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

inclusives todos vocês da oposição. Aguardem.

Aí, Ana Holanda meus Pêsames, gostaria que fizesse uma oposição coerente, pois não a queremos no nosso quadro. Agora vocês vão ver como se governa para o povo quando temos condições, porque o que fizeram com Dr. Arraes, foi um absurdo, agora com Lula e João Paulo sintonizados, todos vão ganhar,

Ana B. Holanda

Vamos ver no que dá essses passeios palacianos.....

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Ainda exsite almas penadas de Mendonça por aqui? Ainda tem a cara de pau pra vir falar baboseira? Faça como seu guru Jarbas. Viaje pra Lisboa (o que deve ter lá de tão interssante?!) e fique a semana toda passando Hipoglós no seu "monossílabo" que deve tá ardendo!

Se isso resultar em verbas para PE, tudo bem. Mas se ficar só no lero-lero?