FMO janeiro 2020

07/09


2006

Justiça decide manter Jaime Amorim preso

 O Tribunal de Justiça de Pernambuco decidiu ontem, por dois votos a um, negar o pedido de manutenção do habeas corpus a favor do coordenador nacional do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) Jaime Amorim.

Um novo pedido de prisão foi expedido, mas, segundo o movimento, o líder sem-terra está em Roraima, participando da invasão de uma fazenda no Estado. Amorim foi preso no dia 21 de agosto, acusado de liderar, no ano passado, a depredação do Consulado dos EUA no Recife. Ele foi solto sete dias depois.

O também coordenador nacional do MST Edilson Barbosa disse que a decisão da Justiça não vai alterar a programação do ''Grito dos Excluídos'', hoje no Recife. Segundo ele, o movimento vai cumprir o roteiro, que prevê uma manifestação ''pacífica'' e sem interferência na programação oficial do Dia da Independência. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Flavio Campos Neto

O problema é que ele e o MST tem incomodado muita gente influente nesse país e as velhas oligarquias do estado preferem mante-lo preso que tentar se unir para resolver o problema da reforma agrária. Lugar de bandido é na cadeia, mas é melhor começar pelos de terno e gravata....

Só esperamos que o Ministro petista Thomas Bastos não interceda por esse cidadão.

Pedro Araújo

Helder e Paulo, este cidadão, se assim podemos chamá-lo, é filho de um coronel do Exercíto brasileiro, é gaucho e foi esculhambar em Pernambuco. Tem horas que acredito na justiça dos homens, espero que não venham a querer rever esta situação. Como disse Paulo, lugar de bandido é na cadeia.

paulo

Lugar de bandido é na cadeia.

Esse rapaz é um "LADRÃO",da inocência dos cerebros desprotegidos,um aproveitador,vive criando "ASSENTAMENTOS"que não existem,Invasões de mentiras,tudo pré planejado, não sei se o que ele faz é dentro ou fora da lei, mas, q é um fato Lamentável,mas no BRASIL, tudo é assim memsmo, não é.........


Abreu e Lima

07/09


2006

Espetáculo do crescimento

 Da coluna de Cláudio Humberto: ”Espetáculo do crescimento” é a campanha de Lula: gastou quase R$ 20 milhões no segundo mês. Dos R$ 22 milhões arrecadados, R$ 448.200,00 foram depositados em espécie. Doações em dinheiro vivo são ilegais. A campanha de Lula declarou à Justiça eleitoral gastos de R$ 6.612,70 com combustíveis. Nessa conta não está o querosene do Air Force 51.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Se doação em dinheiro é ilegal, ontem,lí a notícia no blog que Mendonça tinha arrecado R$ 2.400.000,00(dois milhões e quatrocentos mil reais) em espécie.Então tá tudo igual,,caro Claudio Humberto( especialista nesse trato quando habitava o planalto).Da série recordar é viver.

Pedro Araújo

Pois é, é muito dinheiro, e olha que proibiram os gastos de campanhas. O que é extremamente errado é a lei não permitir que um governador, um secretário de Estado ou um funcionário em cargo comissionado sejam candidatos em seus cargos e permitir que um presidente da República seja. Uma contradição.



07/09


2006

Ministério Público aciona prefeito

A promotora de Justiça Alice de Oliveira Morais entrou com uma ação civil pública, na última terça-feira, contra o prefeito de Palmeirina, no Agreste de Pernambuco, Severino Edson Catão Ferreira, para que reestruture fisicamente as escolas públicas e garanta uma educação de qualidade. Para isso, ele terá um prazo até o fim de janeiro do ano que vem.

A promotora havia proposto termo de ajustamento de conduta no último dia 24 de agosto para resolução dos problemas detectados em inspeções da equipe técnica do Ministério Público, mas o gestor se negou a assiná-lo. O MPPE constatou a existência de escolas em grave estado de deterioração, inclusive com risco de desabamento.

Na ação, Alice Morais pede liminarmente que o Município garanta: iluminação apropriada; segurança nas instalações elétricas; tampas nas caixas d''água; solução dos problemas de goteiras e infiltrações; conserto dos sanitários; funcionamento adequado de instalações hidráulicas e a eliminação de todos os focos de cupins, morcegos e outros animais. As informações são do site do MPPE.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

É bom essa zelosa promotora mandar alguém da uma passadinha la em Olinda, precisamente na av:Joaquim Nabuco,tem uma escola lá, que ensina tecnícas industriaís(COLÉGIO GIGA), poís bem fazem 8 anos(gov. JARBAS/MENDONÇA),q a escola agoniza, o mato la tá maior,do q a DIVIDA DO MENDONÇA NO BNB


Prefeitura de Serra Talhada

07/09


2006

Candidatos fazem campanha na parada militar

 Metade dos candidatos ao Governo de Pernambuco participa, hoje, da caminhada do Grito dos Excluídos, na avenida Conde da Boa Vista. O candidato Mendonça Filho (PFL) começa o dia como governador, partipando, às 8h, da Parada Cívica, em comemoração à passagem do dia Sete de Setembro.

No final da tarde segue em campanha para o Sertão e visita o município de Santa Cruz da Baixa Verde. À noite, inaugura comitê em Serra Talhada e, ainda nesse município, participa, às 22h, da festa de Nossa Senhora da Penha, padroeira da cidade.

Eduardo Campos (PSB), às 9h, irá cumprimentar as tropas, no desfile da Independência do Brasil. Às 10h, participa do Grito dos Excluídos e depois segue para Olinda para realizar caminhada na praia. O postulante também estará em Serra Talhada, às 17h, na festa da padroeira.

O candidato petista, Humberto Costa, participa, às 15h, das festividades do Sete de Setembro em Buíque e da inauguração da Praça Central e do Anfiteatro desta cidade. A partir das 20h, Humberto estará em Serra Talhada, participando de reunião com lideranças locais no Salão Paroquial, e, também, da festa da cidade.

O 12º Grito dos Excluídos, que será realizado hoje, terá como tema este ano “Brasil: na força da indignação, sementes de transformação”. O ato é promovido por movimentos sociais e pastorais ligados à Igreja Católica em todas as capitais do País além de cidades do interior. O Grito é realizado, anualmente, em 7 de setembro, desde 1995, com objetivo de “denunciar todas as formas de exclusão e suas causas profundas que levam o povo a viver em condições precárias”.  As informações são da Folha de Pernambuco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

tô sentindo a falta do Rodovalho, tdo ano ele fazia uma "parada civica",exclusiva la em Jaboatão, por falar nele hem, ta tão sumidinho, será q a ana rodovalho ganha eleiçao?



07/09


2006

Mendonça e Eduardo perdem tempo no guia

 A briga judicial entre a União Por Pernambuco e a Frente Popular teve seu desfecho ontem. O Tribunal Regional Eleitoral determinou que a coligação do governador-candidato, Mendonça Filho (PFL), perderá dois minutos e dezoito segundos de seu guia eleitoral.

O tempo será usado para que a coligação socialista se defenda das acusações - julgadas pelo pleno, por unanimidade, como “sabidamente inverídica” - no caso do empréstimo que o pai do governador adquiriu junto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB). 

Depois que o PSB entrou com a denúncia do empréstimo em seu guia eleitoral, a União, além de acionar a justiça, veiculou resposta no horário eleitoral de Mendonça. Foi essa peça que os desembargadores analisaram e constataram  veiculação inverídica.

Para o advogado Ricardo Soriano, a decisão era esperada, uma vez que já havia sido concedida liminar proibindo o uso das imagens. “Foi um sopro de coerência, haja vista que eles concederam também perda de tempo para nós por uma situação semelhante”, avaliou.

Isso porque a União Por Pernambuco ganhou ontem, na Justiça Eleitoral, o direito de responder às acusações do empréstimo, de aproximadamente R$ 375 milhões, feitas pela Frente. Os pefelitas terão um minuto e quarenta segundos para responder às críticas, consideradas pelo desembargador-relator, Bartolomeu Bueno, que também relatou o processo em que os socialistas ganharam resposta, como caluniosas. As informações são da Folha de Pernambuco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Em entrevista ontem à rádio folha fm, o candidato mendonça filho, "prometeu", que se reeleito irá tirar os presidíos da ilha de Itamaracá, mas, que não sabe ainda onde coloca-los, eu tenho uma sugestão:ali pertinho de Caruaru, é la mesmo, BELO JARDIM, com o primeiro preso sendo o MENDONÇA MEIO BI.

Antes de qualquer coisa, eu gostaria de saber quando é que vai ser pago este débito.


O Jornal do Poder

07/09


2006

Requião pode ganhar no primeiro turno no Paraná

 O candidato à reeleição no Paraná, governador licenciado Roberto Requião (PMDB), vencerá as eleições já no primeiro turno, segundo os números divulgados ontem pelo Ibope e pelo Datafolha. As duas pesquisas, encomendadas pela Rede Paranaense de Comunicação e pela Gazeta do Povo, resultaram em números praticamente iguais. Requião aparece com 46% das intenções de voto, pelo Ibope e, 47%, pelo Datafolha.

Na última pesquisa do Ibope, Requião tinha índice de 43%. Osmar Dias, candidato pelo PDT, está em segundo lugar com 25%. Ele teve uma queda de 1 ponto porcentual em relação à última pesquisa, divulgada no dia 24 de agosto.

O candidato Rubens Bueno (PPS) está em terceiro lugar com os mesmos 5% da pesquisa anterior. Flávio Arns, do PT, estava com 3% e subiu para 4% das intenções. A candidata do PRTB, Ana Lúcia Pires, tem 1%. Brancos e nulos somam 6% e indecisos ou que não responderam, 13%. Os demais candidatos não atingiram 1%.

Esta foi a primeira pesquisa do Datafolha no Estado. Osmar Dias está em segundo lugar, com 26% das intenções de votos. A terceira colocação é de Bueno, com 8%. Arns aparece com 3%. Os brancos e nulos somam 3%, enquanto os que se declararam indecisos ou não quiseram responder ficaram em 10%. Luis Felipe (PSOL) e Ana Lúcia tiveram 1%. Os demais não alcançaram 1%.

O Ibope ouviu, entre os dias 3 e 5, 1.008 eleitores, em 56 municípios. O Datafolha ouviu 1.258, em 65 municípios, entre os dias 4 e 5. Ambas têm margem de erro de 3 pontos porcentuais para mais ou para menos. As informações são da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

07/09


2006

Lula: "Os adversários babam de raiva"

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT, respondeu, ontem, aos ataques da oposição, que decidiu aumentar o ofensiva na tentativa de recuperar a candidatura ao Palácio do Planalto do tucano Geraldo Alckmin.

Em discurso na cidade-satélite de Ceilândia (30 km de Brasília), Lula afirmou que seus adversários ''estão tão nervosos que chegam até a babar de raiva''.O candidato também respondeu diretamente ao presidente nacional do PFL, senador Jorge Bornhausen (PFL-SC), que recentemente convocou a oposição a ''acabar com esta raça'' do governo petista. Lula disse aos militantes que ''esta raça somos nós.''

O presidente afirmou ainda que, se for reeleito, os oposicionistas vão perceber que seu governo fez mais em quatro anos que o deles em oito. ''Com quatro anos vamos fazer mais do que eles fariam em 20 ou 30 anos'', afirmou o candidato em relação ao governo da coligação PSDB/PFL que o antecedeu.

Lula convocou a militância para sair às ruas na tentativa de recuperar candidaturas de petistas que estão mal colocados em pesquisas de intenções de voto. Lula pediu voto em especial para a candidata do PT ao governo do DF (Distrito Federal), Arlete Sampaio.  Pediu ainda voto para o candidato do PCdoB ao Senado pelo DF, o ex-ministro dos Esportes Agnelo Queiroz.

Segundo estimativas dos organizadores do evento, cerca de três mil pessoas participaram do comício em Ceilândia. Lula aproveitou a forte chuva que atingiu o DF na noite de hoje para mobilizar as pessoas presentes ao comício. ''A hora que começou a chover eu pensei que não iria sobrar ninguém. O que faz com que pessoas como vocês fiquem tomando chuva? É que a política quando é feita com seriedade tem seguidores''. disse. As informações são da Folha Onl
ine.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Não há o que comparar basta citar que FHC só em hidroelétricas foram 28 ,número impossível de alacançar pelo barbudo.

Surgiro ao amigos + intimos do Jarbas, tipo assim:Tesoureiro Edgar:sumidade Lavareda:Terezinha Nula:que a proxíma caixinha q promoverem pra presentear o chefe, não fiquem + em duvida comprem pra ele uma carrada de AVENTAL, pra ele poder babar bem muito, com bem muita raiva.


Prefeitura de Limoeiro

07/09


2006

Filho diz que pai tem organização criminosa no Tocantins

 O empresário José Wilson Siqueira Campos Júnior, 49, filho do candidato ao governo do Tocantins José Wilson Siqueira Campos (PSDB), 78, na foto, entregou ontem ao Ministério Público Federal documentos que, segundo ele, comprovam que seu pai comanda uma ''organização criminosa'' no Estado.

De acordo com Júnior, entre os documentos estão papéis que indicam como uma propriedade de 1.004 hectares próxima a Palmas foi repassada a um ''laranja'' de seu pai cerca de dois anos depois de ser desapropriada pelo governo do Estado, além de supostas provas de ligação de sua família com o que classifica como um ''império de comunicação'' no Tocantins.

Ainda segundo o filho do ex-governador, os bens de seu pai em nome de terceiros somam dezenas de milhões de reais. À Justiça Eleitoral, Siqueira Campos declarou um patrimônio de R$ 431 mil, do qual não faz parte nenhuma empresa. Apesar disso, o candidato declarou ser empresário em seu registro de candidatura.

''Ele apresentou elementos concretos que demandam apuração'', disse Adrian Ziemba, procurador da República no Tocantins. De acordo com o procurador, as acusações não se restringem à Justiça Eleitoral e contribuem com outros materiais já em posse do Ministério Público.

Júnior aguarda intimação da Polícia Federal para prestar depoimento formal sobre o caso. Ele diz não ser esta a primeira vez que encaminha documentos ao MP, nem a última. ''Tenho 32,7 quilos de documentos.''

Contatada, a assessoria de Siqueira Campos disse que o candidato estava em campanha no interior do Estado e que, por se tratar de tema delicado por envolver membro da família, a resposta seria estudada com cuidado. Até o fechamento desta edição, nenhuma resposta foi encaminhada à reportagem. A assessoria também classificou as críticas de oportunistas por terem sido feitas na reta final do processo eleitoral.

Júnior nega qualquer motivação política ou interesse em herança. ''Não quero nada, só a verdade'', afirmou ele. Em março, Júnior organizou uma invasão de moradores de áreas pobres de Palmas à área supostamente grilada por seu pai.

Siqueira Campos tenta chegar ao seu quarto mandato como governador. Em 2002, foi o principal cabo eleitoral do atual governador, Marcelo Miranda (PMDB), que concorre à reeleição depois de romper com o tucano durante o governo. Os dois polarizam a disputa. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

Eu acho também que o Magno errou, essa matéria não existe, deve ter sido engano,pois nunca ouvi dizer que na epoca de FHC houvesse qualquer tipo de falcatrua por parte dos seus membros,porque é um partido que nasceu para não errar,portanto a matéria é falsa.

guilherme alves

E no ninho tucano tem gente dessa espécie. Deve tá havendo engano nessa notícia, ou o filho precisa ser internado como louco. Os tucanos são ascéticos.

Isso é o que pode se chama com todas as letras de FILHA DA....

São esses aliados do FHC que no passado ninguém sabia de nada, precisa o seu filho denunciar para ser do conhecimento público. Gostaria que o governo verificasse se muitos latifindiários tem condições de serem realmente proprietários de terras.


Shopping Aragão

07/09


2006

Candidatos a presidente já arrecadaram R$ 46 milhões

 Os candidatos à Presidência da República que fizeram a segunda prestação parcial de contas das campanhas eleitorais ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) até às 22h de ontem arrecadaram R$ 45, 6 milhões. Até este horário, ainda não havia apresentado as informações sobre receitas e despesas da campanha a candidata do PRP, Ana Maria Rangel.

Heloísa Helena, candidata do PSOL ao Palácio do Planalto, informou ao tribunal ter arrecadado R$ 62,2 mil e gasto R$ 52,2 até esta quarta-feira. O candidato à Presidência pelo PCO, Rui Pimenta, informou ter arrecado R$ 200 e não tido despesas em setembro nem em agosto, quando venceu o prazo para a primeira prestação parcial de contas das campanhas eleitorais.

O prazo para prestação terminou às 22h de ontem. O candidato que apresentou a maior arrecadação em setembro foi o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tenta se reeleger para a Presidência pelo PT, com R$ 22 milhões de receita e R$ 20 milhões de gastos.

Geraldo Alckmin, candidato do PSDB, informou ter arrecadado R$ 21 milhões e gasto R$ 20,2 milhões até ontem. O candidato do PDT, Cristovam Buarque, ficou em terceiro lugar entre as maiores arrecadações nas campanhas à Presidência, com R$ 950 mil de receita e gastos de R$ 914.502 mil. Luciano Bivar, candidato do PSL, informou ao TSE ter arrecadado R$ 289 mil e gasto R$ 173.877 mil. O candidato do PSDC, José Maria Eymael, informou ter tido uma receita de R$ 267 mil e gastos de R$ 101,8 mil.

A prestação parcial de contas das campanhas eleitorais passou a ser exigida pela minirreforma eleitoral e prevê declarações em 6 de agosto e 6 de setembro. Não há julgamento das contas nesse primeiro momento, somente na prestação final das contas, que deve ser feita até 30 dias depois das eleições, no primeiro ou segundo turno caso haja. Somente poderão tomar posse os candidatos eleitos que tiverem as contas aprovadas pela Justiça Eleitoral. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ta rolando pouco dinheiro nessa campanha, poís pelo q tô vendo, não conseguiram arrecadar ainda nem 10%do que o MENDONÇA MEIO BI, deve ao BNB.



07/09


2006

Alckmin muda discurso e já combate reeleição

 O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, adotou pela primeira vez, ontem, em Brasília, uma posição clara quanto à tese da reeleição. Em discurso na Associação dos Magistrados do Brasil, Alckmin se disse contrário a disputar um segundo mandato, caso seja eleito.

''No que eu puder, ajudarei para acabar com a reeleição'', afirmou, para insistir que reformas não executadas pelo governo no primeiro mandato dificilmente são feitas em segunda gestão. ''Se o Lula não fez reforma tributária, reforma política e reforma fiscal, como vou acreditar que fará num segundo mandato'', alfinetou.

A declaração de Alckmin, que vinha mostrando um posicionamento dúbio sobre o tema, foi interpretada pelo comando de campanha de Alckmin como um afago ao governador tucano de Minas Gerais e candidato à reeleição, Aécio Neves - possível nome para disputar a Presidência em 2010.

Aécio é franco favorito na disputa pelo governo mineiro. Alckmin estaria apostando na força política de Aécio para ganhar mais votos em Minas e tentar forçar a realização de segundo turno, apesar da franca vantagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas pesquisas de intenção de voto, que sinalizam vitória petista já no primeiro turno. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Tou começando a achar que esse Geraldo não gira bem. Um dia diz uma coisa outro dia diz outra. Quando a reeleição o beneficiou era tudo legal, agora não presta mais. Quando fez a campanha não deixou o mcargo, mistura agenda política com administrativa, e era tudo legal. Toma tento Geraldo.

Chuchuzeiro, tens que se decidir, se és contra ou favor da reeleição, embora nós vamos acabar com esse absurdo criado pelo Mendoncinha, que aliás vai provar do seu próprio veneno. É Lula lá e Eduardo cá.


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores