FMO

26/10


2006

Confiantes na vitória, petistas evitam comemorar

Apesar de não esconderem o clima de ''já ganhou'', a ordem entre os petistas é evitar comemorar a vitória do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto até o final da apuração dos votos no domingo. A repórter do blog em Brasília, Ana Silveira, conversou hoje com o coordenador da campanha de Lula à reeleição, Marco Aurélio Garcia, que se mostrou otimista, porém cauteloso, sobre a vitória de Lula.

''As pesquisas nos reconfortam, mas estamos atentos aos resultados de domingo'', disse. Garcia atribui o aumento da vantagem de Lula sobre Geraldo Alckmin (PSDB) à mudança no tom da campanha petista. Demos maior nitidez programática à campanha, expressando de forma mais clara o programa e chamando a atenção do povo sobre as questões que estavam em jogo”, disse.

Segundo Garcia, a oposição não vai conseguir virar o jogo lançando novas denúncias contra Lula até domingo. ''A oposição confunde eleição com delegacia de polícia. Eu não estou preocupado com nenhum fato novo''.

Garcia criticou a estratégia da oposição de tentar dividir os eleitores de Lula em duas classes: ricos e pobres. O coordenador da campanha disse que a vantagem de Lula se reflete também na classe média e letrada do país. ''Não existe cidadania de primeira ou segunda classe. Essa tentativa de desqualificar o eleitorado de Lula não se confirma nem nas pesquisas'', disse.

Apesar do endurecimento das discussões com a oposição na campanha, Garcia acredita em diálogo com o PSDB e o PFL se Lula for reeleito domingo. ''Infeliz do país que não tem oposição'', reconheceu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues da Silva

Manoel, com Dudu você é sabido por um bom pernambucano, mas com o Luiz você não será um socialista, quando muito, um frustrado!!! Viva Dudu! Fora Luiz!

José Rodrigues da Silva

Não será pela obtenção da maioria que o "governo" (?) do Luiz conquistará o respeito dos brasileiros. Por sermos uma jovem democracia, e ainda sem os peitinhos, alguns encontraram lugares mais confortáveis de fazerem a mamação. Esse é o grande mérito do Luiz, ele descobriu o "lugar"!!!

Romero

Acesse: www.eduardoesconde.vai.la

José Manoel de Souza

NÃO SOU PETISTA, SOU SOCIALISTA, MAS TAMBÉM SOU LULISTA E VOU COMEMORAR SIM É LULA, É EDUARDO, É LULA É EDUARDO, É LULA, É EDUARDO. É 13 E 40 SÓ DÁ LULA E EDUARDO.


Prefeitura de Abreu e Lima

26/10


2006

Pesquisa Grupon aponta viarada de Lula em Goiás

Pesquisa de intenções de voto feita pelo instituto de pesquisa Grupon, de Goiás, aponta uma virada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na preferência dos eleitores do Estado, onde ele perdeu, no primeiro turno, para o candidato da coligação PSDB-PFL, Geraldo Alckmin. A sondagem, divulgada nesta quinta-feira, atribui a Lula 54,5% dos votos válidos e a Alckmin, 45,5%.

Em Goiás, Alckmin tem o apoio, no segundo turno, do governador e candidato à reeleição Alcides Rodrigues (PP), líder nas pesquisas, com 59,3% das intenções de votos, contra 40,7% atribuídos ao candidato do PMDB, senador Maguito Vilela, que apóia Lula. As informações são do Estadão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Romero

Acesse: www.eduardoesconde.vai.la

José Manoel de Souza

É LULA DE NOVO COM A FORÇA DO POVO.


Prefeitura de Paulista

26/10


2006

Maia acredita que Alckmin pode reverter resultado

Ainda dá para o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) reverter a tendência de reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, apontada nas pesquisas eleitorais, e vencer, segundo o prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL). Aliado do tucano, Maia defendeu essa posição em seu comentário diário por e-mail, que chama de ''ex-blog'', em texto escrito antes da divulgação da pesquisa CNT/Sensus desta quinta-feira.

A pesquisa dá 63,2% de votos válidos para Lula e 36,8% para Alckmin, uma diferença de 26,4 pontos percentuais. ''Este Ex-Blog com mais de 30 anos de estudos de pesquisas pode afirmar que no Brasil, 3 dias antes das eleições majoritárias, 35% dos eleitores ainda estão dispostos a mudar de voto se surgir alguma razão de fundo'', diz Maia no texto.

''Quanto maior a vantagem de um candidato, menor a probabilidade que estes 35% se descolem dele'', ressalva. Por isso, diz, ''mais contundente terá que ser o argumento''. Mas considera possível. ''Poucas mensagens fortes e que elevem a importância do voto podem produzir uma leve inversão de tendência. Daí para frente dependerá da aceleração do multiplicador do boca a boca entre eleitores. Mas para isso tem que haver aquela leve inversão para que se conte com um acelerador.'' As informações são do Estadão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Romero

Acesse: www.eduardoesconde.vai.la

Renata Suassuna

oxi quem e Juçará?

Raimundo Eleno dos Santos

Há um propósito das autoridades neuro-psiquiátricas em fazer retornar os pacientes para suas residências,concordando que assim é melhor para eles.É por isso que estamos sujeitos a esse tipo de comportamento em sociedade.Louco governando.

José Manoel de Souza

Ela ama Ariano SUASSUNA e RENATA, a esposa de Eduardo.

José Manoel de Souza

Jussara hoje mudou o nome prá Renata Suassuna, sabe porque né?


Prefeitura de Serra Talhada

26/10


2006

RS: coligação do PT pede busca nos comitês de Yeda

A coligação (PT-PC do B-PRB) que apóia a candidatura à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ajuizou representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra a coligação da candidata ao governo do Rio Grande do Sul do PSDB, Yeda Crusius.

Segundo a representação, a coligação de Yeda estaria programando uma manifestação para esta quinta-feira em que seriam distribuídos brindes aos eleitores e panfletos de propaganda negativa ao presidente Lula.

A coligação que apóia a reeleição de Lula alega que já foram apreendidos, no comitê de campanha de Yeda panfletos contra Lula, adesivos que exploravam a falta de um dedo do candidato e que na manifestação desta quinta seriam distribuídas camisetas com os dizeres "Acorda Brasil - Fora Lula".

A coligação pede que seja feita uma busca nos comitês da coligação de Yeda para que seja apreendido o suposto material ilícito. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Manoel de Souza

ESSAS ESTRATÉGIAS PRÁ NÃO DIZER BAIXARIAS, É A CARA DO PEFELÊ. ME POUPE.



26/10


2006

Pesquisa: Lula cresce no Sul e abre vantagem no NE

A Região Nordeste continua sendo a grande alavancadora de votos do presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo pesquisa CNT/Sensus divulgada hoje, o petista tem 74,8% da preferência do eleitorado na Região, enquanto o seu adversário, Geraldo Alckmin (PSDB), tem 18,6%, o que dá uma diferença 56,2 pontos percentuais para o petista. Os votos brancos e nulos somam 1,1%. Eleitores indecisos são 5,5%. A pesquisa também revela uma recuperação do presidente Lula nas regiões Sul e Sudeste do País. No Sudeste, o presidente Lula também está dianteira, com 50,9%, contra 36,7% dos votos de Alckmin. Brancos e nulos são 6%. Eleitores indecisos são 6,3%.

 

No Sul, onde o tucano teve ampla vantagem no primeiro turno, agora já existe um empate técnico. Lula aparece com 45,5%, enquanto Alckmin tem 45,2%. Brancos e nulos somam 1,6%. Eleitores indecisos são 7,7%. No Norte/Centro-Oeste, o petista tem 58,3%, enquanto o tucano possui 38,4%. Brancos e nulos são 0,4%. Eleitores indecisos são 2,9%.

 

“Isso (a recuperação do presidente no Sul e no Sudeste) muda a tese de divisão do País”, afirma o presidente do Instituto Sensus, Ricardo Guedes. Segundo ele, a grande vantagem que o presidente Lula tem no Nordeste se dá por conta da melhoria de vida da população na Região. “Houve um maior benefício para a população pobre e a maior parte da população pobre está no Nordeste”, argumentou. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Romero

Acesse: www.eduardoesconde.vai.la

José Manoel de Souza

DÁ-LHE LULA.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Do jeito que vai o candidato Alckmin vai terminar perdendo a eleição não para Lula, mas para a soma dos votos brancos e nulos. Mas não sofrerá após a eleição, pois poderá ser aproveitado no próximo filme do Batman fazendo o papel de Pinguin.


Prefeitura de Limoeiro

26/10


2006

PE: Coordenadores avaliam campanhas

Os coordenadores das campanhas ao Governo de Pernambuco dos candidatos Mendonça Filho (PFL) e Eduardo Campos (PSB), respectivamente Charles Ribeiro e o vereador Danilo Cabral (PSB), foram entrevistados hoje pela Rádio Folha 96.7 FM e comentaram sobre as suas expectativas nesses três dias que antecedem o pleito. Com mais motivo para estar tranqüilo com os possíveis resultados eleitorais, já que as últimas pesquisas apontam uma vantagem de cerca de 25 pontos percentuais de Campos em cima de seu adversário, Danilo Cabral previu uma vitória “bonita” de Campos no dia 29 de outubro.

 

“Temos feito pesquisas recentemente em que a gente já cresceu mais um pouquinho. No primeiro turno foram 4 milhões de votos para Eduardo, e se você colocar uma diferença de 25% nisso aí, dá mais 1,5 milhão”, afirmou, concordando com a expectativa de Fernando Bezerra Coelho, um dos coordenadores da campanha de Lula (PT) à reeleição no Estado, que aponta uma vantagem de 1,5 milhão de votos de Campos para Mendonça Filho.

 

Já Charles Ribeiro mostrou confiança na virada de Mendonça Filho nas urnas, além de alegar que o governador dará um “show” hoje à noite, no debate da TV Globo. “A eleição não terminou e, até lá, muitas coisas podem acontecer. Mendonça está tranqüilo e não tenho dúvida de que ele dará um show”, afirmou. A diferença entre os votos obtidos por Mendonça Filho no primeiro turno e pelo senador eleito e ex-governador Jarbas Vasconcelos (PMDB), segundo Charles, foi motivada pelos fortes adversários enfrentados pelo governador. “Jarbas estava praticamente sozinho. Mendonça estava concorrendo com candidatos fortes”, disse, considerando que não era sua pretensão “desconsiderar” os demais adversários de Jarbas. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Romero

Acesse: www.eduardoesconde.vai.la

Ana B. Holanda

Charles ninguém conhece. E Manoel de Souza? ha, ha, ha, ha.... Te orienta cara...

José Manoel de Souza

ESSE TAL DE CHARLES RIBEIRO. ALGUEM CONHECE ESSE CARA? É O COVEIRO DA CAMAPNHA DE MENDONÇA.

cristiano lins de amorim

continuação: DÊ SUA OPINIÃO.EXPRESSE SUA REVOLTA.UNA-SE A NÓS E JUNTOS VAMOS TENTAR MORALIZAR TUDO ISSO. http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=6811668

cristiano lins de amorim

ESTE ESPAÇO FOI CRIADO PARA PROMOVER UM DEBATE VIRTUAL ENTRE TODAS AS PESSOAS QUE REALMENTE TRABALHAM NA AREA CULTURAL DE PERNAMBUCO E ESTÃO INDIGNADAS COM O RUMO TOMADO PELA ATUAL POLITICA DE INCENTIVO A CULTURA.SE VOCE NÃO FOR LARANJA,NEM PARTICIPA DE PANELINHAS E GUETOS PRIVILEGIADOS,DÊ SUA OPINI


Capacitação de Candidatos

26/10


2006

Alckmin minimiza desvantagem e acredita na vitória

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, minimizou nesta quinta-feira sua desvantagem em relação ao presidente e candidato à reeleição, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), apontada nas recentes pesquisas de intenção de voto, e afirmou que acredita ainda na vitória no segundo turno das eleições. Durante sabatina promovida pelo Grupo Estado, o ex-governador paulista estimou que a diferença de Lula sobre ele está em "um dígito", diferentemente do que apontam as pesquisas - em torno de 20 pontos porcentuais - e destacou que viradas ocorrem sempre no período final do pleito.

"Eu acho que nós vamos ter uma votação bem maior (no segundo turno). Acho que a diferença hoje é de um dígito e perfeitamente possível de ser alterada", comentou Alckmin. "As viradas na eleição ocorrem sempre no final. Nós tivemos um crescimento no final da campanha de primeiro turno de quase 10 pontos", acrescentou.

De acordo com Alckmin, o intervalo de 12 dias sem propaganda eleitoral na televisão, por conta da proclamação dos resultados oficiais do primeiro turno, também pode ter atrapalhado sua candidatura, que vinha crescendo nas pesquisas de intenção de voto até o dia da eleição da primeira etapa. As informações são do Estadão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Manoel de Souza

Alckmim só vê um dígito. Ele acredita no vidente.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Raimundo Eleno dos Santos

Alckmin está precisando urgentemente de um tratamento psiquátrico. Ele está vendo fantasmas. Verdadeiras alucinações. Alteração desse nivel já dá para os assesseres levarem na bagagem alguns exemplares de camisa-de-força.Não dá para sair de casa sem ela.Vai que ele tenha um ataque inopinado...


Magno coloca pimenta folha

26/10


2006

Eduardo vai interpelar judicialmente Mendonça

O candidato ao Governo de Pernambuco pelo PSB, Eduardo Campos, líder nas pesquisas de intenção de voto, promete ingressar hoje a tarde no Superior Tribunal de Justiça (STJ) com uma interpelação judicial contra o adversário, o atual governador Mendonça Filho (PFL), que disputa a reeleição para o cargo. Segundo o advogado José Antônio Almeida, a interpelação questiona o governador e exige provas sobre acusações de “fraude e assalto aos cofres públicos” que têm sido usadas por Mendonça contra Eduardo Campos no guia eleitoral. “Mendonça terá que provar as insinuações levianas e sem base em fatos que tem feito contra Eduardo Campos no guia”, explicou o advogado.

 

De acordo com Almeida, a interpelação se baseia em dispositivo da Lei de Imprensa 5250/67 que trata dos crimes de calúnia, injúria e difamação, cujas penas variam de seis meses a três anos de detenção mais multa.

 

O advogado explica que a reação ocorre em decorrência do governador Mendonça Filho insistir em mostrar Eduardo Campos como um político não confiável, que contribuiu para a estagnação econômica de Pernambuco quando foi secretário de Fazenda do seu avô, o ex-governador Miguel Arraes. O caso dos precatórios, uma operação de empréstimo para pagamento das dívidas determinadas pela Justiça, considerada fraudulenta pela coligação de Mendonça Filho e comandada por Eduardo Campos em 1996, se mantém com destaque no horário gratuito da televisão e do rádio. Mendonça Filho cobra, diariamente, explicação para o destino dos recursos conseguidos com o empréstimo dos precatórios - R$ 1 milhão atualizados. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Romero

"Recordar é viver", conforme já citado pelo nobre Magno em determinada notícia de seu blog, sendo assim... RELEMBRE OS FATOS. ACESSE: WWW.EDUARDOESCONDE.VAI.LA. Eduardo provavelmente dirá que a imprensa "divulgou inverdades", como já fez no último debate. www.eduardoesconde.vai.la

Romero

José Manoel, não estou aqui falando besteira, assim como você e outros tantos, portanto o babaca deste blog não sou eu. São fatos públicos e notórios veiculados pela imprensa à época que "Dudu Beleza", de fato, governava o Estado. Somente trago tais fatos para o saber daqueles que não se lembram.

Gabriel

Eita que eles estão desesperados!!!!! Eita que eles estão desesperados!!!!! É 13 É 40 , só da Lula e Eduardo!!!

Renata Suassuna

oxi, oxi, rebai de homi bestado

Ana B. Holanda

Olha as agressões... Magno vai bloquear sua senha. Malcriado.......


Banner de Arcoverde

26/10


2006

Pesquisa: Lula tem 24 pontos de vantagem

Pesquisa CNT/Sensus divulgada há pouco revela que o presidente e candidato à reeleição, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), aparece 24 pontos à frente do seu adversário, o tucano Geraldo Alckmin, na pesquisa estimulada. Lula tem 57,5% das intenções de voto, enquanto Geraldo Alckmin possui 33,5%. Votos brancos e nulos somam 3,3% e eleitores indecisos são 5,9%. A pesquisa também revela que no levantamento espontâneo os números são muito parecidos, o que, segundo o presidente do Instituto Sensus, Ricardo Guedes, mostra uma consolidação do quadro. “Esta é uma eleição definida. Em verdade, as diferenças estão se alargando”. No levantamento espontâneo, Lula tem 53,9% dos votos, e Alckmin tem 31,4%. Votos brancos e nulos somam 3,5%. Eleitores indecisos são 11,3%.

 

Ricardo Guedes definiu três pontos que levaram à grande margem de vantagem do presidente Lula. O primeiro seria a consolidação da imagem das ações que o presidente Lula realizou pelo País. O segundo seria a falta de propostas consistentes apresentadas pelo candidato Alckmin. E a terceira é que, nos grupos de discussão analisados, as críticas em relação à questão ética não foram tidas como consistentes.

 

A pesquisa CNT/Sensus ouviu 2 mil pessoas no período de 23 a 25 de outubro de 2006, em 24 estados, das cinco regiões brasileiras. Está registrada pelo número 23.029/2006, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A margem de erro admitida é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Manoel de Souza

Ana vc, até ontem era uma das mais baixas das internautas, o que te arrefeceu foi a ONDA AMARELA? ou a bronca do Magno?

Severino Isidoro Fernandes Guedes

O meu amigo Ernani pode até ter falado uma bobagem ao reduzir a eleição presidencial ao maniqueisto bem contra mal. Mas o seu pensamento não é isolado não. O problema é que a oposição a Lula também não inspira confiança e o eleitor está entrando está mesmo entrando em parafusos.

Ana B. Holanda

O QUE PREOCUPA E POSIÇÕES COMO ESSAS. ESCOLHER ENTRE O BOM E O MAU.. MEU DEUS. A COISA É MUITO MAIS ´SERIA. ISSO NÃO É PASTORIL. ESTÁ EM JOGO O FUTURO DO ESTADO E FICAM FALANDO BOBAGENS.... MAGNO ONTEM DEU UMA BRONCA NOS INTERNAUTAS.. MAS PARECE QUE NÃO VINGOU....

Ana B. Holanda

o QUE ACHO QUE NÃO VIRA É A APURAÇÃO DOS FATOS SOBRE OS DESMANDOS DO gOVERNO LULA. ELE VAI LÁ INSISTIR. E AINDA DIZ QUE VAI APURAR OS FATOS , QUE NÃO VAI JOGAR PARA DEBAIXO DO TAPETE... lULA ESTÁ TRATANDO TODOS NÓS BRASILEIROS COMO IMBECIS...

Fernando Vieira

A ANA HOLLANDA ainda acha que Geraldo vai virar!!!


Shopping Aragão

26/10


2006

Ferro presta desserviço à radiodifusão, diz Feitosa

O presidente da Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Radio e Televisão), Oscar Luis Piconez, em entrevista a este Blog, afirma que se o deputado do PT-PE Fernando Ferro se diz apoiador  das minorias, ele deveria apoiar as rádios regulamentadas, que hoje são minoria. Fernando Ferro é autor de vários projetos que pretendem regulamentar rádios piratas e proibir comerciais, como de agrotóxicos, nas rádios e TVs. O presidente da Asserpe (Associação das Emissoras de Radiodifusão de Pernambuco) Ivan Feitosa, acrescenta que o deputado do PT presta um desserviço as rádios legais do Brasil, e, por ser um parlamentar de Pernambuco, deixa muito triste a classe da radiodifusão do estado. Essas entrevistas captadas no Seminário de Rádio e TV Digital, no Mar Hotel, estarão sendo veiculadas no Debate Melodia, logo mais às 18h.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores