FMO janeiro 2020

10/02


2020

Alcolumbre define esta semana relator sobre cassação de juíza Selma

Foto: Agência Senado

Por Agência Brasil

O destino da senadora juíza Selma (Podemos-MT) no Senado vai começar a ser discutido esta semana pela Mesa Diretora da Casa. Em dezembro do ano passado, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu cassar o mandato da parlamentar por caixa dois e abuso de poder econômico na campanha eleitoral de 2018.

O Tribunal também convocou nova eleição para o Senado em Mato Grosso para abril deste ano. Apesar da decisão da Justiça Eleitoral, a cassação do mandato precisa ser analisada pelo Senado. Por causa do recesso parlamentar, a decisão ficou para este ano. Enquanto a Casa não decide sua decisão, mesmo cassada pelo TSE, Selma Arruda segue com apartamento funcional em Brasília e recebendo salário de R$ 33,7 mil.

Próximos passos

Por orientação da Advocacia-Geral da Casa, segundo o próprio presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), até quarta-feira (12) será designado um relator para o caso. A partir daí, a parlamentar tem prazo de 10 dias úteis para apresentar sua defesa e então será aberto prazo de até cinco dias úteis para que o relator profira o seu voto nos termos do Código de Ética. A mesa, composta por sete senadores, marcará uma reunião para apreciar o relatório. Por último, o plenário será comunicado da decisão tomada pela Mesa e se reúne para tomar sua decisão final.

O resultado é comunicado no plenário e publicado no Diário Oficial da União. O rito será idêntico ao aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e aplicado em caso semelhante ocorrido em 2005, na perda do mandato do ex-senador João Capiberibe.

Celeridade

Para técnicos da Casa, ouvidos pela Agência Brasil, é improvável que a Mesa, decida algo na contramão do TSE. Seria algo inédito. Mesmo assim, no plenário, vários senadores reagiram à decisão de Alcolumbre de definir um calendário para a situação. Os senadores Lasier Martins (Podemos-RS), Alvaro Dias (Podemos-PR), do partido de juíza Selma, além de Major Olímpio (PSL -SP) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO) saíram em defesa da senadora e questionaram a rapidez no julgamento do processo dela.

“Quem conhece o rito que foi imposto para a apreciação do caso da desconsideração de provas, nós que acompanhamos o julgamento do TSE [Tribunal Superior Eleitoral], a maioria dos ministros não conseguiu nos olhar nos olhos. Vergonhoso, lamento demais”, disse Major Olímpio.

O senador Álvaro Dias disse que o Brasil é o único país do mundo com quádruplo grau de jurisdição em benefício de marginais perigosos, criminosos que praticam crime hediondo e que acabam impunes em razão da lentidão dos procedimentos judicias.

“No entanto, neste caso [da senadora juíza Selma] há uma inusitada celeridade. O rito é o mais célere possível e imaginável. Estou me referindo ao Poder Judiciário, desde o Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Mato Grosso. O que nós queremos nesta hora é que se confira à senadora Selma amplo direito de defesa. Ampla oportunidade de se defender, não só aqui como no Supremo Tribunal Federal [STF]”, disse.

Suplente

No fim de janeiro, o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). determinou que o terceiro colocado nas eleições, Carlos Fávaro (PSD), assuma imediatamente o mandato no lugar de juíza Selma até nova eleição para o cargo em abril. A posse só pode ser realizada depois que o Senado reconhecer oficialmente a decisão da Justiça Eleitoral.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

IPTU Cabo

10/02


2020

Os maus modos do governo de Rondônia

Loucura
Por Carlos Brickmann


A tolerância aos maus modos chegou ao ponto de levar ao inacreditável: em Rondônia, a secretaria da Educação queria recolher das escolas uma lista de livros “com conteúdo inadequado”. Por exemplo, Os Sertões, de Euclides da Cunha, ou Memórias Póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis. E livros de Nelson Rodrigues, Carlos Heitor Cony, Edgar Allan Poe. Pior foi a explicação do secretário da Educação de Rondônia: a ordem foi escrita por técnicos, sem seu conhecimento – ele apenas a assinou. Nem demitido foi!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE - Decimo Terceiro

10/02


2020

Um exemplo do monopólio da Petrobras

Guilherme LeporaceGuilherme Leporace | Agência O Globo
O Globo Por Lauro Jardim

Em 2006, a Petrobras refinou 1,75 milhão de barris por dia.

A partir daí, o governo fez um bilionário programa de ampliação e reformas das refinarias existentes, novas refinarias entraram em funcionamento, o volume subiu nos anos seguintes, mas... no ano passado, a estatal refinou os mesmos 1,75 milhão de barris diários.

Por que?

Porque a monopolista Petrobras opera o refino nas condições econômicas ideais para ela própria.

Não foi à toa que no ano passado o Cade obrigou a Petrobras a vender suas refinarias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

acolher

09/02


2020

El Salvador: militares fiéis a presidente ocupam Congresso

País da América Central mergulha em crise constitucional, com presidente intimidando oposição para aprovar plano policial

Reprodução do Twitter

O Globo


SAN SALVADOR - Militares fiéis ao presidente de El Salvador, Nayib Bukele, ocuparam a Assembleia Legislativa do país no começo da noite deste domingo, para pressionar os parlamentares a aprovarem um plano presidencial na área de segurança. O país enfrenta uma crise constitucional, que levou observadores internacionais a denunciarem violações ao Estado de Direito.

Na sexta-feira, Bukele ameaçara os deputados ao afirmar que cidadãos têm o direito “à insurreição”. Ele em seguida convocou seus defensores para que se reunissem do lado de fora do Congresso, para que fosse aprovada sua lei, chamada “Plano de Controle Territorial”, que equipa melhor as forças policiais, ao custo de US$ 109 milhões.

O entrevero político evoluiu para uma crise democrática, pois as Forças Armadas juraram lealdade ao presidente Bukele. “Reiteramos aos bons cidadãos  que honraremos o juramento de obedecer ao presidente da República e comandante geral da Força Armadas em todas ocasiões e riscos”, disse no sábado o ministro da Defesa, René Merino.

Neste domingo, centenas de apoiadores de Bukele atenderam ao chamado e se reuniram em frente ao Congresso. Mas apenas 20 dos 84 parlamentares compareceram à sessão extraordinária convocada pelo próprio presidente, a partir de um controverso recurso constitucional, que não teve quórum para seguir. O mesmo já acontecera no sábado, quando a sessão foi convocada pelo presidente da Assembleia. Discursando em um palanque na frente do edifício neste domingo, Bukele voltou a intimidar a oposição:

— Estes delinquentes da Assembleia Legislativa não querem aprovar um dinheiro que não é deles, mas sim para garantir a segurança do povo salvadorenho — disse. — É inconstitucional que o presidente fale ao seu povo? Os que violaram a ordem constitucional são os delinquentes que fizeram pactos com as quadrilhas, estes sem-vergonha que não vieram trabalhar hoje.

Pouco após discursar, Bukele, empresário de marketing de 38 anos que assumiu o cargo em junho, entrou na Câmara e sentou-se na cadeira de seu presidente. Lá dentro, cercado de militares, ele afirmou que “está muito claro quem tem o controle da situação”. Ele deu um ultimato de uma semana para os parlamentares aprovarem a lei.

Confira a reportagem completa clicando aqui: Militares fiéis a presidente ocupam Congresso de El Salvador


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/02


2020

MP que reduz autonomia na escolha de reitores pode ser derrubada

Câmara vai derrubar MP que reduz autonomia das universidades para escolha de reitores.

Câmara dos DeputadosCâmara dos Deputados | Jorge William

O Globo - Por Lauro Jardim

A Câmara vai derrubar a MP editada em dezembro que reduziu a autonomia das universidades para a escolha dos reitores.

É mais um carinho que o parlamento fará em Abraham Weintraub, que recentemente foi definido por Rodrigo Maia como "um desastre".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cúpula Hemisférica

09/02


2020

Moradores fecham fronteira com Venezuela

IGO ESTRELA/METRÓPOLES

Por Estadão Conteúdo

Moradores de Pacaraima (RR) bloquearam a passagem na fronteira entre o Brasil e a Venezuela em protesto contra o estupro de uma adolescente, crime que teria sido cometido por um refugiado venezuelano na cidade, na manhã de sexta-feira, dia 7. O suspeito foi preso. A vítima também é venezuelana, mas estuda e reside em Pacaraima.

Dezenas de moradores, revoltados com o crime, desceram a bandeira nacional a meio mastro no marco BV-8, monumento na linha de fronteira onde ficam hasteados os pavilhões dos dois países. O ato ocorreu na noite de sábado, dia 8. Com cones e carros, os brasileiros ocuparam a rodovia BR 174, que vai de Roraima à cidade de Santa Elena do Uairén, a primeira em território venezuelano.

Os protestos começaram na sexta-feira, dia 7, se repetiram no sábado e devem continuar pelo menos até a segunda-feira, dia 10, quando há uma nova convocação para tentar fechar a fronteira.

Na sexta-feira, os moradores haviam realizado uma caminhada improvisada até a zona de fronteira e deixaram o local a pedido do Exército, sem confrontos.

Neste domingo, dia 9, em outra tentativa de bloquear a passagem, uma multidão foi dispersada com bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo pelas forças de segurança. A Polícia Rodoviária Federal estacionou viaturas e bloqueou, com a tropa de choque, a aproximação de moradores das estruturas de órgãos como a Polícia Federal e a Receita Federal, instalados metros antes da faixa de fronteira.

Em vídeos a que o Estado teve acesso, é possível ver vereadores e o prefeito Juliano Torquato (PRB) discutindo com um policial rodoviário federal. O policial exige que o prefeito e a população deixem o em local em “meia hora” – o agente ameaça usar a força se não for atendido. “Foi uma situação horrível, tacaram (sic) bombas de gás e balas de borracha, havia famílias e crianças”, disse Torquato.

Em outra gravação, o prefeito pede a remoção de uma vez por todas dos acampamentos de refugiados montados pela Operação Acolhida. O Exército também reforçou o policiamento próximo à entrada da sede da operação.

Torquato reclama não ter obtido nenhuma resposta das forças de segurança quanto aos pleitos de ajuda ao município. “Não conseguimos nenhuma resposta do governo federal nem estadual”, disse o prefeito à reportagem.

O clima é de tensão na cidade, porta de entrada de venezuelanos no País. Em 2018, um assalto violento a um comerciante desencadeou uma onda de ataques e protestos cometidos por centenas de moradores brasileiros, que expulsaram os venezuelanos e incendiaram acampamentos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

09/02


2020

Ministério: repatriados estão sem sintomas de coronavírus

Boletim aponta que repatriados estão sem sintomas de coronavírus, diz Ministério da Defesa. Primeiro boletim desde que os brasileiros chegaram a Anápolis foi divulgado na noite deste domingo (9).

Por G1

O Ministério da Defesa divulgou boletim na noite deste domingo (9) informando que os brasileiros repatriados da China devido ao surto do coronavírus continuam sem qualquer sintoma da doença. As avaliações foram feitas pelo Ministério da Saúde. Esse foi o primeiro boletim divulgado desde que o grupo chegou à Base Aérea de Anápolis na manhã deste domingo.

Segundo o boletim, os 58 hóspedes - 34 repatriados e os 24 membros da tripulação que realizou o resgate - que estão no Hotel de Trânsito passaram por todas as avaliações clínicas protocolares e mantiveram o quadro assintomático.

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) coletou neste domingo secreções dos 58 hóspedes. Todo o material será analisado pelo Laboratório de Saúde Pública de Goiás (Lacen). Foram retiradas amostras do nariz e da garganta de todas as 58 pessoas que estavam no avião. Elas serão examinadas para constatar a existência ou não do coronavírus bem como de outros 21 tipos de vírus.

De acordo com a SES-GO, o resultado para o novo coronavírus está previsto para quarta-feira (12). Para os demais, as datas de divulgação serão definidas nesta segunda-feira (10), segundo a Secretaria.

Além dessa coleta, o grupo será monitorado e terá os sinais vitais e temperatura medidos três vezes ao dia. No entanto, esse acompanhamento será feito pelos 14 médicos que participaram da missão que resgatou os brasileiros em Wuhan, epicentro do coronavírus.

Confira mais aqui: Boletim aponta que repatriados estão sem sintomas de ...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

09/02


2020

Maia a favor da taxação das grandes fortunas

Reforma tributária

Foto: Jorge WilliamJorge William | Agência O Globo
O Globo Por Lauro Jardim

O imposto sobre grandes fortunas e a taxação de lucros e dividendos está na agenda de Rodrigo Maia para a reforma tributária.

É uma agenda, aliás, que une a esquerda e parte do Centrão.

E, para a felicidade de Paulo Guedes, Maia deve trabalhar também para começar a desmontar os benefícios fiscais da Zona Franca de Manaus.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

09/02


2020

Eduardo chegou na Bahia dois dias antes da morte de Adriano

O deputado esteve na Câmara Municipal de Salvador, na sexta-feira, e segundo fotos em suas redes sociais, ainda estaria na capital da Bahia, no mesmo dia em que o miliciano Adriano da Nóbrega, ligado ao seu irmão Flávio, foi assassinado.

Eduardo Bolsonaro (Reprodução/Flickr)

Revista Forum - O Colunista
Por Cleber Lourenço

O deputado federal e líder do Partido Social Liberal (PSL) na Câmara dos Deputados, Eduardo Bolsonaro, esteve na manhã da última sexta-feira (7), na Câmara Municipal de Salvador, na sessão especial em homenagem aos combatentes da segunda guerra mundial, proposta pelo vereador Alexandre Aleluia (DEM).

Eduardo ainda permanece em Salvador, vale frisar, porém, que dois dias após sua chegada na capital baiana, o miliciano Adriano Magalhães de Nóbrega foi morto em uma operação da polícia na cidade de Esplanada, na região rural do Estado da Bahia, que está a cerca de 4h de distância da capital Salvador.

O miliciano possuía ligações com o Flávio Bolsonaro, irmão de Eduardo, e também estava envolvido no caso de assassinato da vereadora Marielle Franco, e seu motorista, Anderson Gomes.

Segundo uma reportagem do jornal Estadão, Adriano estava convencido de que queriam matá-lo, não prendê-lo. Nos últimos dias, tanto ele quanto sua esposa relataram ao advogado de ambos que tinham certeza de que havia um plano de “queima de arquivo” em curso contra o ex-policial militar.

A defesa do miliciano ainda nega que ele estivesse armado no momento em que foi morto.

Ao que tudo consta, Eduardo permanece na Bahia. Uma hora antes da publicação dessa nota ele publicou alguns stories em seu Facebook e Instagram caminhando pelas praias da região.

Eduardo inclusive suspendeu, na mesma sexta-feira, sua agenda pela região Nordeste, conforme vídeo divulgado para seus apoiadores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/02


2020

"Polarização não leva a lugar nenhum; ideologias atrapalham"

Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva. .Foto: Assecom/SC

Do Terra - Por Estadão Conteúdo


Eleito governador de Santa Catarina em 2018 com 71% dos votos válidos, o bombeiro Carlos Moisés da Silva, o Comandante Moisés, surfou na onda de Jair Bolsonaro, mas se afastou do presidente e foi o único dos três governadores do PSL que não embarcou no projeto de criação do partido Aliança pelo Brasil.

Enquanto seus antigos aliados mantêm um discurso ideológico radical e antiesquerda, Moisés dialoga com agricultores do Movimento dos Sem Terra (MST), tem o PDT em sua base e aprovou projeto para registrar a carteira de identidade de transexuais com nome social. Para ele, o gestor público não deve ficar preso a ideologias.

Por que o sr. decidiu ficar no PSL em vez de entrar no projeto do Aliança pelo Brasil?

Quando houve esse movimento, eu tive a convicção de que deveria permanecer, porque nós temos uma linha de conversar com todos os setores, ter flexibilidade e não assumir pautas radicais. Nos primeiros meses do meu governo havia alguns políticos do PSL de Santa Catarina que tinham essa visão mais radical e extremista. Como eles saíram, eu decidi ficar. Fui criticado por eles por ter recebido movimentos indígenas, agricultores ligados ao MST e as Mães pela Diversidade. Percebi que eu não queria ficar nesse espaço beligerante. Fui construir um partido mais equilibrado, do meu jeito. A gente respeita as diferenças e os diferentes.

O discurso dos bolsonaristas é muito beligerante?

Não se pode generalizar. Em Santa Catarina alguns são equilibrados, mas outros têm atitudes que chamam a atenção. Alguns se afastaram do governo. Enquanto a gente defendia algumas bandeiras de entrega de obras, alguns diziam que elas não podiam ser entregues porque começaram no governo anterior. Esse radicalismo não cabe no governo.

Confira a entrevista na íntegra aqui: 'Polarização não leva a lugar nenhum; ideologias atrapalham'


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/02


2020

CNJ fará auditoria nas férias acumuladas de juízes do TJPE

Auditoria do CNJ vai conferir férias acumuladas pagas a juízes e desembargadores

Em novembro último, magistrados receberam rendimentos líquidos que chegam a até R$ 853 mil.

Foto: Flickr

FolhaPress - Por Frederico Vasconcelos

O ministro Humberto Martins, corregedor nacional de Justiça, pediu à Secretaria de Auditoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) uma nova conferência dos cálculos informados pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco sobre pagamentos a desembargadores e juízes, a título de verba indenizatória de férias.

Reportagem da Folha de S.Paulo revelou que, em novembro último, juízes e desembargadores receberam rendimentos líquidos que chegam a até R$ 853 mil. Os beneficiários receberam até 23 períodos de férias acumulados nos últimos 25 anos.

O presidente do TJ-PE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, recebeu naquele mês R$ 331,1 mil líquidos.

O desembargador Ricardo de Oliveira Paes Barreto, assessor especial de Humberto Martins no CNJ, recebeu R$ 109,4 mil líquidos.

O presidente do CNJ, ministro Dias Toffoli, não incluiu na pauta da primeira sessão plenária, no último dia 4, o exame do pagamento retroativo -não autorizado- de férias acumuladas por juízes e desembargadores daquele tribunal.

Em nota, o TJ-PE havia informado que o pagamento dos períodos de férias não gozadas e acumuladas no decorrer do tempo foi autorizado por resolução da corte, aprovada pelo CNJ em setembro. O CNJ, contudo, confirmou que autorizou o TJ-PE a pagar indenização por férias não gozadas, mas que isso não incluía valores retroativos.

Segundo o CNJ, nas informações prestadas à corregedoria nacional, o TJ-PE afirmou que fez dois tipos de pagamentos: férias vencidas e não gozadas de magistrados e valores atrasados referentes a salário, férias e 13º salário à juíza Marylusia Pereira Feitosa de Araújo.

Foi pago à magistrada indenização reconhecida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), decorrente da reintegração ao Poder Judiciário depois de 11 anos de afastamento.

Quanto ao pagamento das férias, o TJ-PE afirmou ao CNJ que não incluiu juros, nem correção monetária. Com relação à magistrada, houve a inclusão dos encargos legais.

O corregedor nacional entendeu ser necessária uma nova apuração dos valores, para conferir como foram feitos esses pagamentos.

Humberto Martins deu prazo de 40 dias para a conclusão da auditoria.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/02


2020

Weintraub não quer desistir de carteirinha estudantil

Dificuldade na relação com o Congresso, porém, torna pouco provável que tema seja levado adiante

O ministro da Educação, Abraham Weintraub Foto: EVARISTO SA/AFP

Por O Globo

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, não quer desistir de seu projeto da nova carteirinha de estudante, a ID Estudantil. A iniciativa foi criada por medida provisória no ano passado, mas como o Congresso nem sequer instalou a comissão mista para debater o tema, a proposta perderá validade no próximo domingo, 16 de fevereiro.

Em entrevista a um canal do Youtube, republicada em sua conta no Twitter, o ministro afirma que o governo insistirá no tema com o envio de um projeto de lei ao Congresso.

— Estamos pensando em uma solução, que não é ótima. Eu não posso encaminhar outra MP este ano. Vamos encaminhar um projeto de lei. Vai demorar algum tempo pra tramitar, não vai ser rápido. Estamos pensando em alguma ação para mitigar — afirmou o ministro.

Na entrevista, Weintraub faz ataques à União Nacional dos Estudantes (UNE), órgão que tem na emissão de carteirinhas uma de suas fontes de renda. O ministro diz que não há transparência da entidade e usa o termo "tigrada" a se referir à organização.

— Vamos tentar mitigar isso, tirar essa grana da tigrada. Primeiro, porque não tem transparência. Segundo porque são de centenas de milhões de reais que a gente está falando. A gente nem tem transparência de saber quantas pessoas tiram essas carteirinhas — afirmou.

Weintraub conclui a entrevista recomendando aos estudantes utilizarem até o dia 16 o aplicativo disponibilizado pelo governo para solicitar sua carteirinha. De acordo com os ministros, quem conseguir obter a nova ID até esta data poderá utilizá-la o ano todo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/02


2020

Miliciano estava escondido em sítio de vereador do PSL

Miliciano Adriano Nóbrega estava escondido em sítio de vereador do PSL. Gilsinho da Dedé afirma que foi surpreendido pela notícia de que morte aconteceu em sua propriedade.

Adriano Magalhães da Nóbrega, miliciano e chefe do Escritório do Crime — Foto: Reprodução

O ex-capitão da PM do RJ Adriano Nóbrega, morto em um confronto com policiais militares na manhã deste domingo (9), na zona rural da cidade de Esplanada (BA), estava escondido no sítio do vereador do PSL Gilsinho da Dedé.

Em entrevista ao G1, Gilsinho afirmou que foi surpreendido ao saber que o miliciano estava em seu sítio, negou conhecer o ex-PM e disse que o terreno deve ter sido invadido. Disse ainda que a propriedade não tem caseiro e é cercada de arame.

"Na realidade fui informado por um vizinho, me informando que estava tendo uma operação e perguntando se estava sabendo de alguma coisa, achando que era até assalto. Estou viajando e não tinha informação nenhuma, recebi apenas isso [inicialmente]", disse.

O vereador afirma que entrou em contato com um delegado da região e ficou sabendo que era uma operação da Secretaria de Segurança Pública da Bahia com equipes do Rio. Dilsinho disse ainda que aguarda mais esclarecimentos da Secretaria. Perguntado se conhecia o miliciano, Gilsinho foi enfático:

"Nunca [conheci] na minha vida. Nunca falei, além das fotos que sairam na mídia nunca nem vi, nem falei, nunca tive nenhum contato, nem fui apresentado", disse.

Confira a íntegra da reportagem aqui Miliciano Adriano Nóbrega estava escondido em sítio de ...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Será que o Flávio e o Jair Bolsonaro irão ao enterro do amigo miliciano Adriano da Nóbrega? Sérgio Moro deve estar triste também, não tinha colocado ele como um dos criminosos mais procurados do país e mesmo assim ele foi localizado. Se bem que foi uma bela queima de arquivo.



09/02


2020

Aliança reúne militantes em São Paulo

Integrandes do novo partido de Jair Bolsonaro tiraram dúvidas sobre coleta de assinaturas e prometeram um filtro de filiação para impedir traidores na sigla.

Aliança pelo Brasil reúne militantes em São Paulo Foto: Reprodução
O Globo - Por Guilherme Caetano

Numa tentativa de realinhar a tropa bolsonarista no estado de São Paulo, o Aliança pelo Brasil realizou um evento na noite deste sábado na capital paulista. Embalada pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), que aproveitou o momento para dar um puxão de orelha nos apoiadores paulistas pelos desencontros na mobilização, a reunião teve coro contra "traidores", como Júnior Bozzella, Joice Hasselmann e Alexandre Frota, e promessa de maior alinhamento para evitar um "novo PSL".

Bozzella e Hasselmann romperam com o governo Jair Bolsonaro em outubro, quando resolveram ficar ao lado do presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, na briga com Bolsonaro. Frota, por sua vez, foi expulso da sigla bem antes e migrou para o PSDB. Desde então, ele tem feito das críticas ao governo seu passatempo preferido.

A advogada do novo partido de Jair Bolsonaro, Karina Kufa, usou boa parte de sua fala para esclarecer dúvidas dos apoiadores sobre a coleta das assinaturas para a criação da sigla e deu um prognóstico. Para ela, o Aliança tem 50% de chance de se viabilizar a tempo das eleições municipais.

O evento, chamado 1º Encontro de Lideranças em São Paulo, foi convocado por apoiadores e lideranças de direita do estado e contou com a presença dos deputados federais Guiga Peixoto (PSL-SP), Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP) e Aline Sleutjes (PSL-PR), além de Zambelli e Kufa.

Confira a íntegra aqui: Aliança reúne militantes em SP para 'puxão de orelha' e alerta ...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/02


2020

Montagem do camarote do Galo interdita trecho de avenida

Trecho da Avenida Dantas Barreto é interditado para montagem de camarote do Galo da Madrugada. Três paradas de ônibus foram desativadas para a montagem da estrutura. Mudanças realizadas neste domingo (9) permanecem até o fim do carnaval.

Avenida Dantas Barreto fica no Centro do Recife — Foto: Reprodução/Google Maps

Por G1 PE

Um trecho da Avenida Dantas Barreto, no Centro do Recife, foi interditado hoje e três paradas de ônibus foram desativadas temporariamente, para a montagem do camarote do Galo da Madrugada. A via fica bloqueada entre a agência do Banco do Brasil e o início da Avenida Nossa Senhora do Carmo até o fim do carnaval.

As paradas desativadas estão localizadas no canteiro central da Avenida Dantas Barreto. Elas atendem a quatro linhas: 185 - TI Cabo, 1973 - Casa Caiada, 1993 - Conjunto Praia do Janga e 1967 - TI Igarassu (Dantas Barreto). Durante o bloqueio, as linhas acessam a pista oeste (direita) da via pela alça localizada em frente à Igreja de Santo Antônio.

Quem tiver dúvidas ou reclamações pode entrar em contato com o Grande Recife Consórcio de Transporte por meio da Central de Atendimento ao Cliente, através de uma ligação gratuita para o número 0800 081 0158. Há, ainda, um número de WhatsApp exclusivo para reclamações: (81) 99488-3999.

Opções de parada para os passageiros

. 1973 - Casa Caiada
. 1993 - Conjunto Praia do Janga

Parada seletiva nº 180214, localizada na pista leste da Avenida Dantas Barreto, em frente à Rua Marquês do Recife, onde já param as linhas 822 - Jardim Brasil I (Cruz Cabugá) e 824 - Jardim Brasil II (Cruz Cabugá).

. 185 - TI Cabo
. 1967 - TI Igarassu (Dantas Barreto)

Parada seletiva nº 180215, localizada na pista leste da Avenida Dantas Barreto, em frente à Rua Marquês do Recife, onde já param as linhas 1921 - Ouro Preto (Jatobá I) e 1926 - Ouro Preto (Jatobá II).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


09/02


2020

Coronavirus no Cinemark

Ao tentar assistir ao filme 1917 no Riomar, há pouco, tive a sensação dos velhos tempos em que no melhor do filme a máquina quebrava e não voltava mais.

Pois é, deu uma pane agora na sala 8. Ninguém viu a película, como assim se dizia em Afogados da Ingazeira. Lá, a peça para repor demorava até um mês.

Aqui, informaram que ocorrera um probleminha no projetor e logo seria resolvido. Até agora, uma hora já se passou do horário da projeção, e o probleminha não teve solução.

Foi um coronavirus no sistema Cinemark!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores