FMO janeiro 2020

13/02


2008

Ouça Magno Martins na Rádio Olinda

Clicando aqui , você escuta, sempre de segunda-feira à sexta-feira, o
comentário deste blogueiro no programa do radialista Edivaldo Moraes, um dos maiores comunicadores de Pernambuco, na Rádio Olinda. Meu comentário vai ao ar por volta das sete da manhã.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Detra maio 2020 CNH

13/02


2008

Bringel reage e empata com socialista em Araripina

O candidato do PSDB a prefeito de Araripina, Emanuel Bringel, reagiu na enquete do blog e ameaça a liderança do socialista Ricardo Arraes, com quem está empatado tecnicamente. Arraes tem 34,09% dos votos contra 31.82% de Bringel. A briga promete! Lembrando que enquete não é pesquisa eleitoral, conforme ressalta a resolução do TSE. Para votar, entretanto, você precisa se cadastrar no blog. Clique em Cadastro e bom voto!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima

13/02


2008

Henrique Queiroz mantém liderança em Vitória

Já em Vitória de Santo Antão, o candidato do PR, Henrique Queiroz, mantém a dianteira com 32% dos votos, enquanto Elias Lira, do DEM, está em segundo, com 25%. Vamos votar, gente! Lembrando que enquete não é pesquisa eleitoral e que é necessário fazer antes o seu cadastro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Vitória não tem sorte assim como Jaboatão. As vezes me lembro daquela história dAs moscas de Lázaro.Ele não tangia as que lhe estavam consumindo para não virem as famintas que lhe consumiria muito mais...


Prefeitura do Ipojuca

13/02


2008

Artigo especial

   Chega de ultraje às vítimas do caso Serrambi

   Miguel Sales

   Promotor de Justiça

Durante esta semana, de forma ultrajante à dignidade da pessoa humana e em desrespeito aos mortos, sobretudo por se tratar de adolescentes, o programa de Cardinot, da TV Jornal, vem exibindo escritos dos diários particulares de Tarsila Gusmão e Maria Eduarda que estão contidos no processo criminal em que se apura a autoria do crime pelo qual elas foram barbaramente assassinadas. O ultraje não só atinge o sentimento humano que se deve ter por elas, mas também constitui uma indignidade contra aos seus familiares, às pessoas com quem elas conviveram e ao público em geral.

O Código Penal ao tratar do ultraje público ao pudor, em seu art. 234, diz que é crime, com pena de até dois anos, a exposição pública de escrito, desenho, pintura, estampa ou qualquer objeto obsceno, inclusive se veiculado pelo rádio ou televisão. Todos sabem, e os comunicadores mais ainda, que devemos ter sentimento de respeito aos mortos.

Repita-se, mormente quando se trata de adolescentes, ainda mais, ao que se noticia, drogadas por adultos, abusadas sexualmente e, depois, mortas com requintes de crueldade. Só falta, nessa desrespeitosa inversão de valores, querer se justificar o crime pela conduta das indefesas infantes, quando ainda estavam em processo de desenvolvimento físico, mental, moral e espiritual, não tendo, portanto, responsabilidade pelas suas condutas, mas contrário devendo merecer todo respeito e proteção da família, da sociedade e do Estado, constituindo para estes entes a prioridade das prioridades, como enfatiza a Constituição da República e o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Mesmo quando se trata de adolescente infrator - o que não fora o caso -, o Estatuto da Criança e do Adolescente, em proteção ao ser em formação, tipifica em seu art. 247 como ilícito, o ato de divulgar, total ou parcialmente, sem a autorização devida, por qualquer meio de comunicação, nome, ato ou documento de procedimento policial, administrativo ou judicial relativo à criança ou adolescente. E se o fato for praticado por órgão de imprensa ou emissora de rádio ou televisão, além da penalidade, a autoridade judiciária poderá determinar a apreensão da publicação ou a suspensão do programa da emissora.
 
Por sua vez, a Declaração Universal dos Direitos Humanos - que neste ano se comemora os seus sessenta anos - enumera, entre outras proteções, que ninguém será sujeito a interferências na sua vida privada ou na sua correspondência, esta com a garantia de sigilo e inviolabilidade.

Indiscutivelmente, as vítimas que não poderão mais se defender, a não ser por entes queridos, mesmo depois de tragicamente assassinadas, estão sendo, e por via reflexa os seus familiares, tratadas de forma desumana e degradante, o que é repelido por tal diploma universal de garantia de direitos fundamentais da pessoa humana.

Registre-se que a atitude inconseqüente do Senhor Cardinot não reflete a posição da direção da conceituada TV Jornal, que tem um elenco de editores que muito engrandece o nosso jornalismo, e entre os quais destaco a ilustre Graça Araújo, que sempre apresentou o seu jornalismo com ética e imparcialidade, como devem proceder todos aqueles que lidam com a imprensa.

Curioso é que os autos do processo noticiam que várias pessoas com que as adolescentes mantinham relacionamento eram ou são usuárias de drogas, além de outras condutas anti-sociais, inclusive de natureza criminal, porém tais fatos não foram divulgados no referido programa. E aí não merece crítica, pois não há certeza se tais condutas tem relação com o crime em si.

De qualquer sorte deve ser se preservar, ao menos, o sentimento daquelas que partiram dessa vida no alvorecer da juventude, deixando enlutados os seus familiares, amigos e conhecidos, razão pela qual, ao longo de quase cinco anos, nunca fiz menção a tais fatos.

Em busca da elevação do nível de audiência, aproveitando-se de uma população carente e desinformada, não se devem banalizar o jornalismo da televisão, pois além desta ser uma concessão do poder público, a Constituição da República estabelece em seu art. 221 que a produção e a programação das emissoras de rádio e televisão, além de ter finalidade educativa, deve ter respeito aos valores éticos e sociais da pessoa e da família.

Entendo que para cessar o espalhafatoso ultraje cabe aos familiares das vítimas e ao Ministério Público, por se tratar de direito fundamental condizente à pessoa humana e o respeito ao sentimento da morte das adolescentes, adotar, na maior brevidade possível, as medidas adequadas que o caso requer.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jan

Eu, como mãe, acho um absurdo o que estão fazendo com essas duas meninas, elas são as vítimas de um bárbaro assassinato e não estão no banco dos réus! Mas como sempre, o Promotor Miguel Sales muito digno e humano está a favor das vítimas e de suas famílias que devem estar sofrendo horrores!

Beatriz

O Promotor Miguel Sales está certíssimo, é um absurdo o que estão fazendo com as duas vítimas de um brutal assassinato! Está parecendo que querem justificar o assassinato dessas duas crianças! Só tiraram o Promotor do caso porque ele queria investigar muito bem TUDO, alguém deve estar com muito medo

Beatriz

Como sempre, o promotor Dr. Miguel Sales muito íntegro e ético demonstra a postura de um profissional competente e sério! Indiscutivelmente, o Promotor foi a pessoa mais coerente e que quis realmente achar a verdade nesse caso que parece estar muito encoberto!

Raimundo Eleno dos Santos

Dr. Miguel Sales está coberto de razão. Mas, é como se diz: a lei é dura mas é mole. Depende de quem está na berlinda. Para preto, pobre, prostituta e pirobo ( aumentei um p ) DURA LEX SED LEX. e ponto final.

Tarcísio Anunciação

Em vez de se divulgar os nomes dos marmanjos da casa de serambi que deram bebidas alcólicas e as deixaram desamparadas, para não falar outras coisas, divulgam situações da vida privada delas. Isso é um absurdo! Parabéns Dr. Miguel Sales.



13/02


2008

Gaudenzi deve cair da Infraero

Da coluna de Cláudio Humberto: "Sete meses após sua posse, o presidente da Infraero, Sérgio Gaudenzi, deve ser substituído e convidado a reassumir a Agência Espacial Brasileira (AEB). Embora oficialmente ela não admita, a decisão foi da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), que esperava mais de Gaudenzi. O ex-governador do Ceará Lúcio Alcântara é cotado para o cargo.

A notícia foi divulgada ontem, em primeira mão, neste site. Lúcio Alcântara se filiou ao PRB, do vice José Alencar, sob a promessa de cargo importante no governo. Agora só depende da sua vontade. Como Dilma Rousseff tem sempre um indicado para qualquer cargo, seu chapinha Mauricio Tomalsquim também estáno páreo para a Infraero. Fizeram fuxico de Sérgio Gaudenzi junto a Dilma Rousseff: ele estaria “operando” para a campanha de Nelson Jobim em 2010. Mas é lorota".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

13/02


2008

Inocêncio pode apoiar Cadoca ou Luciano Siqueira

Na condição de não lançar candidato próprio a prefeito do Recife, o PR estaria mais próximo de subir no mesmo palanque do PSC, que aposta no deputado federal Carlos Eduardo Cadoca, ou no do PCdoB, que apóia a candidatura do vice-prefeito Luciano Siqueira. Essa é a visão do presidente estadual do partido, o deputado federal Inocêncio Oliveira (PR).

Ontem, ele admitiu que o apoio ao pré-candidato do PT, João da Costa, é algo “distante” de acontecer por conta da pouca visibilidade eleitoral do petista nas mais recentes pesquisas. De toda forma, ele diz que não tem pressa para formalizar qualquer adesão e, por isso, programa uma decisão somente a partir de abril deste ano.

“Estou conversando com os dois com muita freqüência e acho que estamos mais próximos de consolidar uma aliança com esses postulantes. O fato de o governador Eduardo Campos apoiar o PT pode ser um indício importante, mas não é tudo. Eduardo sabe que eu sou um democrata e que só posso apostar em algo que eu acredito”, comentou.

Oliveira disse, entretanto, que o PR não abrirá mão da chapa proporcional própria. Embora a legenda não conte com adeptos na Câmara do Recife, o partido apresentará 54 candidatos a vereador. E avisou que a viabilidade eleitoral testada nas pesquisas de intenção de voto e a plataforma de governo serão fatores determinantes para a decisão dos republicanos. (Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Inocêncio é um ORNITORRINCO da política pernambucana.Tem bico de pato, o corpo coberto de pêlo, cauda achatada, nada como um peixe e tem patas com membranas entre os dedos... O mais estranho é que, das cerca de cinco mil espécies de mamíferos, o ornitorrinco é uma das únicas que põe ovos!

O apoio do Gago no Recife é igual a carne de porco emn hospital: mata qualquer candidato.


Prefeitura de Serra Talhada

13/02


2008

Reforma pode levar Milton Coelho ao Governo em PE

A primeira reunião de 2008 do secretariado do Estado poderá servir para rearrumar as “peças”. No encontro de prestação de contas entre o governador Eduardo Campos (PSB) e a sua equipe - marcado para os dias 22 e 23 de fevereiro - as possíveis “saídas” deverão ser discutidas.

Três secretários - Ettore Labanca (PTB), Articulação Parlamentar; Antônio João Dourado (PTB), Articulação Regional; e Nelson Pereira (PCdoB), Esportes - deixarão os cargos para disputar, respectivamente, as prefeituras de São Lourenço da Mata, Lajedo e Mirandiba.

Outra baixa será a do secretário-chefe da Assessoria Especial, Izael Nóbrega (PSB), que disputará uma vaga de desembargador do Tribunal de Justiça. Nos bastidores palacianos, o cotado para ocupar as lacunas deixadas por Labanca ou Nóbrega é o presidente estadual do PSB, Milton Coelho. Para a vaga de Pereira, a previsão é de um substituto com currículo técnico.

O secretário de Justiça e de Direitos Humanos, Roldão Joaquim (PDT), e de Saúde, Jorge Gomes (PSB), estariam no alvo da “reforma” prevista para abril, prazo final para desincompatibilizações. A mudança de “peça” do socialista caruaruense envolve um longo contorno político. Com as pré-candidaturas da vereadora Laura Gomes (PSB) e de José Queiroz (PDT) em Caruaru, Gomes seria o “ponto comum” para zerar o processo e unificar as forças no município do Agreste.

O pedetista seria “obrigado” a abrir mão do pleito por dois motivos: a resistência em apoiar Campos de imediato nas negociações partidárias de 2006 e a ajuda do PSB, que retirou a candidatura de Laura Gomes para deputada federal nessa mesma eleição, possibilitando a entrada de Wolney Queiroz (PDT) no Congresso.

O líder pedetista ainda teria uma “recompensa”: a candidatura do atual presidente da Casa, Guilherme Uchoa (PDT), para a Prefeitura de Igarassu. Na semana passada, o governador teria conversado com o prefeito, Severino Ninho (PSB), para unificar o bloco de forças no município. Com a saída de Uchoa, Queiroz ganharia o apoio do Governo para assumir o comando da Assembléia Legislativa.

O secretário de Articulação Política, Aluisio Lessa, só acredita em mudanças partidárias provenientes da desincompatibilização. Milton Coelho também afastou a possibilidade de integrar o Governo neste momento. “O governador jamais trataria disso sem tratar comigo primeiro”, desconversou. ( Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

13/02


2008

Jefferson reafirma que Lula sabia do mensalão

O ex-deputado federal Roberto Jefferson reafirmou, em depoimento prestado ontem à 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, que por duas vezes avisou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o mensalão; que se reuniu diversas vezes para tratar de acordos financeiros entre seu partido e o PT; e que tudo o que era decidido tinha o que chamou de “chancela” do então ministro da Casa Civil, José Dirceu.

O presidente do PTB se recusou a aderir ao sistema de delação premiada. Ao juiz Marcelo Granado, autor da sugestão, Jefferson afirmou considerar a questão inegociável. Após a audiência, em entrevista, ele definiu a delação premiada como um recurso “para vagabundo”.

De acordo com a defesa de Jefferson, foi a primeira vez que uma autoridade do Judiciário propôs a seu cliente contar tudo o que sabe a respeito do mensalão em troca de um abrandamento de sentença, caso venha a ser condenado. “Nunca ninguém tinha ousado fazer essa proposta e jamais pensamos nisso. Não é a nossa linha de defesa”, disse o advogado Antônio Barbosa.

A sugestão do juiz aconteceu quando, pela terceira vez, Jefferson recusou-se a responder sobre qual teria sido a participação de dirigentes petistas em episódios relatados no processo do mensalão. Jefferson invocou a condição de acusado para se negar a responder. Fosse apenas testemunha, não teria como fugir da pergunta. “Agora, (só) falo sobre fatos a mim atribuídos, não a terceiros”, afirmou o ex-deputado. (Folha online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sérgio J. Cadena Bandeira de Melo

SE O LULA NÃO SABIA!! PAPAI NOEL NA MENTE DAS CRIANÇAS NÃO EGISTE. FAZ MEDO QUE O PRESIDENTE SE ASSUSTE COM O BICHO -PAPÃO E TER MEDO DE VOAR DE AVIÃO. KKKKKKK KKKKKKKK KKKKKKK

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Éramos nós enganados? Será que um povo que costuma eleger políticos como Jefferson, Maluf, Severinos e outros quetais de fato se sente enganado? O que um povo que elege esses personagens pode esperar da política? Seriedade? Os políticos nada mais são que reflexo do próprio povo que os elege.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Saber ou não saber, eis a questão! Jefferson primeiro disse que o presidente Lula era vítima, de nada sabia, agora diz que o presidente de tudo sabia. Quando Jefferson falou a verdade ou quando ele mentiu? Nós, o povo brasileiro, com certeza, é que não sabemos de nada.

Cátia Santos

Claro que sabia, e alguém duvida disso??? SOMENTE QUEM NÃO SABIA ERA NÓS, POVO BRASILEIRO!!!!


Shopping Aragão

13/02


2008

Serra põe na internet gastos com cartões

Os gastos do governo do Estado de São Paulo com cartões de débito foram disponibilizados na Internet ontem. Desde a implantação do sistema de pagamento, em 2001, até agora, o acesso poderia ser feito apenas por bancadas de deputados da Assembléia Legislativa. As informações são da Folha de S.Paulo. No último ano, segundo informação divulgada pelo PT, o governo gastou 108 milhões com cartões. Do total, 44,5% representam valores sacados em dinheiro.

O sistema apresentado pelo governo de São Paulo para tornar os gastos públicos não permite, entretanto, que se identifique o nome do servidor responsável pela compra. Para o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, isso seria uma "exposição desnecessária do servidor". (Portal Terra)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


13/02


2008

Oposição investiga outros 3 funcionários da ABIN

Além dos maiores saques realizados diretamente no caixa, a oposição já escolheu outros três alvos quando a investigação começar a abranger a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN). São agentes que têm uma regularidade nas despesas e gastos elevados quando são comparados com os demais. Um dos agentes que deverá ser investigado tem a matrícula número 9390. Em 2003 ele fez despesas de R$ 26 mil. Já em 2004 os gastos do mesmo agente subiram para R$ 116, 4 mil.

Um outro araponga que pode ser investigado pela Comissão tem a matrícula 14768. No ano de 2003 ele fez despesas no valor de R$ 53,5 mil e no ano seguinte manteve os gastos nos mesmos patamares, R$ 52 mil. Além deles, o terceiro agente secreto da ABIN que pode entra na alça de mira é o dono da matrícula 43504. As despesas dele em 2003 totalizaram R$ 60 mil e em 2005 outros R$ 50 mil.

Além de investigar os arapongas, os integrantes da oposição na CPI também pretendem pedir imediatamente os dados completos com os gastos secretos da Agência Brasileira de Inteligência.

Os dados disponíveis até o momento atingem o ano de 2003, 2004 e o primeiro semeste de 2005. Restam ainda as despesas detalhada de metade de 2005, todo o ano de 2006 e o de 2007, quando houve o maior crescimento com gastos secretos da ABIN. O Diretor da ABIN, Paulo Lacerda, apesar da garantia de sua assessoria, não respondeu às perguntas da reportagem até o fechamento da ediçãod e hoje do JB. ( JB online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha