FMO janeiro 2020

07/04


2008

Santa Maria da Boa Vista também decreta calamidade

As fortes chuvas que cairam nos últimos no Vale do São Francisco levaram o prefeito de Santa Maria da Boa Vista, Leandro Duarte, a decretar estado de calamidade.  Várias casas foram destruídas e muitas outras danificadas. Quatro famílias estão abrigadas no prédio da antiga escola Florêncio  e os demais em casas de parentes e amigos.

Várias estradas estão intransitáveis e o acesso à zona rural praticamente interrompido, deixando várias comunidades ilhadas, segundo relata de Santa Maria da Boa Vista Josélia Maria, correspondente do blog no Vale do São Francisco. A Comissão de Defesa Civil foi acionada e começou a prestar assistência aos desabrigados.

O prefeito passa o dia, hoje, nop Recife. Pedirá ao Governo do Estado ajuda financeira para recuperar os estragos das chuvas no município. ''Sem estradas, os alunos não podem chegar às escolas e com isso vamos ter uma mudança no calendário escolar. Vou solicitar também algumas cestas básicas, pois a situação não é boa e falta o alimento na mesa dos moradores da região de sequeiro, que já perderam suas plantações'' , disse Duarte


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima

07/04


2008

Jarbas e a proposta de João Paulo: "Isso é um golpe"

 Uma das principais lideranças de oposição do Estado, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) voltou a classificar como “um golpe” qualquer iniciativa de articulação para um terceiro mandato, e disse que o posicionamento de João Paulo (PT) é apenas “mais uma voz” das muitas que já defendem a medida. “Eu sou contra a tudo isso e vou continuar a batalhar e a denunciar essa manobra. A luta não deve se resumir ao âmbito do Congresso. Deve ir às ruas e procurar as instituições (de Justiça). Isso é um golpe”, enfatizou o senador. (Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

É fácil condenar, sem provas, as pessoas. É fácil acusar e levantar falso testemunho sem apresentar nada de concreto. Só não é fácil se deparar com verdades que incomodam: como a bem querer do povo a brasileiros decentes e que governam para os masi pobres, como Miguel Arraes.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... não o homem que, com os olhos marejados, se esforçou para não chorar diante de um sertanejo, pés descalços, que lhe chamava de "pai Arraia", e agradecia a luz, a água, o banheiro e a cisterna que chegou em seu sitiozinho. É fácil pra quem tem conforto e banheiro em casa criticar esse homem.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Doutor Arraes com certeza tinha defeitos, mas com certeza, se há inferno, não é para lá que ele merece ir. Não o homem que eu presenciei levantar uma mulher que tentava se ajoelhar a seus pés e agradecer a água que chegava em suas torneiras...

Roberval Dias de Oliveira Sobrinho

Esse seu João Daniel não tem argumentos e só vive de baixarias.

joao daniel neto

Infelizmente não tem mais como prender o veio Arraes,ele já foi pro inferno...Lá sata vai usar toda a jurema preta pra quiemar o velho...



07/04


2008

Humberto: Tese continuista de João Paulo prejudica Lula

 As declarações do prefeito do Recife, João Paulo (PT), na defesa do direito de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disputar um terceiro mandato, em 2010, gerou reação até entre os aliados. Ontem, o secretário estadual das Cidades, Humberto Costa, considerou como “intempestiva” a posição do correligionário, que foi a quarta personagem, em menos de uma semana, a defender a bandeira. Na última sexta-feira, ao participar da reunião da Frente Nacional dos Prefeitos - da qual é presidente -, no Rio de Janeiro, João Paulo afirmou que o terceiro mandato de Lula é “o Plano A”. “Dilma é o plano B; e o plano C é quem Lula indicar”, prosseguiu. “Vamos apoiar um terceiro mandato para o presidente Lula para dar continuidade à grande revolução social que ele está fazendo”, defendeu o prefeito.

Para Humberto Costa, esse tipo de discussão com tanto tempo de antecedência só prejudica a atuação do presidente Lula. “A disputa de 2010 está muito longe. E levantar esse tema agora é fazer com que a oposição venha ainda mais pesada contra Lula”, argumentou.

O secretário também mostrou-se contrário à opinião do prefeito, quando se trata de uma possível disposição do presidente em aceitar a manobra. Segundo João Paulo, “Lula até hoje tem se colocado como um soldado do partido e tem o sentido de missão... Ele será sensível ao clamor não apenas do PT, mas dos partidos que formam sua frente”. Mas Humberto lembrou que o presidente já colocou-se, inclusive, contra a reeleição.(Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Sobre corrupção o DEMO ainda continua a ser um PhD, de know-how imbatível. No tempo da ditadura do prendo (torturo, mato...) e da mídia amordaçada ela corria frouxo. Na Era FHC, com os engavetadores-gerais da República (tipo Brindeiro) ela existia, mas ninguém era sequer citado, quanto mais punido

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... todas agradecias com a burrice dos milicos, que pensando em humilhar os prisioneiros de consciência, acabaram dando uma forcinha para o surgimento de megacorporações do crime.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... por sinal a "Redentora" muito contribuiu para que ela ficasse ainda mais caótica, ao misturar presos políticos com presos comuns. Deu no que deu... e Comando Vermelho, PCC, Terceiro Comando e outras facções do crime organizado que aí estão não param de crescer...

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... afinal o SUS não depende só do Governo Federal, e o problema é que muitas estados e municípios investem perto de zero no quesito saúde, assim como também o fazem em relação a educação. Já com relação a Segurança Pública ela é um descalabro desde os tempos da "Redentora de 64"...

Severino Isidoro Fernandes Guedes

A escola pública ainda está longe de ser uma escola pública de qualidade. Mas a Unesco recentemente já detectou melhoria, ainda que tímida, no rendimento escolar das nossas crianças e adolescentes. Na Saúde se estados e municípios fizessem sua parte, ela bem que poderia ser melhor...


Prefeitura de Serra Talhada

07/04


2008

Mendonça critica 3º mandato: "É antidemocrático"

 A declaração do prefeito João Paulo (PT) de que “um terceiro mandato de Lula é plano A” causou rebuliço na política local nesse fim de semana. Ontem, o pré-candidato a prefeito do Recife, Mendonça Filho (DEM), garantiu ser contra qualquer tentativa de “perpetuação” no poder. “Não existe paralelo no mundo em um regime de presidencialismo. O princípio da reeleição obedece a uma lógica própria da administração. Isso seria uma atitude antidemocrática e uma forma de aniquilar a base democrática do Brasil”, protestou. Enquanto deputado, foi de Mendonça Filho a proposta de emenda constitucional que permitiu a reeleição em cargos majoritários.

Ele disse, entretanto, que a idéia não foi para beneficiar o seu aliado, o então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). “Não foi para atendê-lo, mas para ajudar a todos os mandatários  do executivo, inclusive Arraes (que era governador à época)”, detalhou.  Mendonça Filho discordou de João Paulo ao fim de um encontro no Curado.(Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

... Não a conheço, nem quero fazer pré-julgamentos, algo tão comum as elites. Mais a julgar pelos seus posicionamentos odiosos, e as vezes sem nexo, parece-me ser a senhora saudosista das benesses do gov. passado, principalmente "daquele senador". Se estiver enganado, minhas mais sinceras desculpas.

Pedro Batista Filho

Sra.Cátia, pela primeira vez me dirijo a sua pessoa, e vou tentar ser respeitoso. Já disse antes aqui que não tenho filiação partidária nem emprego ou ajuda de politicos. O único emprego publico que tive na vida foi conquistado através de concurso público no falecido(Digo)assassinado Bandepe...

Pedro Batista Filho

Sra.Cátia, pela primeira vez me dirijo a sua pessoa, e vou tentar ser respeitoso. Já disse antes aqui que não tenho filiação partidária nem emprego ou ajuda de politicos. O único emprego publico que tive na vida foi conquistado através de concurso público no falecido(Digo)assassinado Bandepe...

Raimundo Eleno dos Santos

Francklin Roosevelt 32º presidente norte-americano, ganhou um terceiro mandato e teve o direito de governar por 12 anos, graças à Emenda 22 feita à Constituição dos EUA. "Os EUA precisavam que ele continuasse". Essa atitude não foi anti-democratica. O Brasil precisa que Lula continue.É isso.

Raimundo Eleno dos Santos

A dita maior democracia da terra, os EUA, já demonstrou ser viável um terceiro mandato, quando elegeu pela terceira vez Franklin Delano Roosevelt 32º presidente norte-americano, ganhou um terceiro mandato e teve o direito de governar por 12 anos, graças à Emenda 22 feita à Constituição dos EUA.



07/04


2008

Eduardo admite procurar Jarbas se o Estado necessitar

 Em entrevista exclusiva cedida pelo governador Eduardo Campos (PSB) à Folha de Pernambuco  - a primeira a um jornal de grande circulação após um ano e três meses de Governo -, após extensa agenda no Sertão do Araripe, na quarta-feira passada, o líder socialista não fugiu da sua posição democrática. Mas foi enfático ao comentar as declarações corriqueiras sobre a “herança” recebida da gestão anterior, classificando-as como “fatos”. Apesar de não rebater de forma incisiva às críticas feitas pelo arquiinimigo político, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), e de não ter sido procurado pelo mesmo, Eduardo garantiu que, se necessário, em prol de Pernambuco, não descartaria buscar auxílio do peemedebista. Quanto ao “apoio oficial” à candidatura petista no Recife, ele garante: “A posição oficial do PSB está tomada desde o ano passado, quando eu reuni o PSB e pedi para não ter pré-candidatura à Prefeitura do Recife”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

07/04


2008

Jornalista acusa Planalto de censurar TV pública

 Primeiro âncora da TV Brasil, o jornalista Luiz Lobo, 42, afirma que o Palácio do Planalto interfere no jornalismo praticado pela TV pública federal, lançada pelo governo Lula, em dezembro, com a promessa de que não seria uma emissora chapa-branca. "Existe, sim, interferência do Planalto lá dentro. Há um cuidado que vai além do jornalístico", afirma. Lobo foi demitido na última sexta-feira, segundo ele, por ter resistido às interferências.

Afirma que o Planalto controla o conteúdo das reportagens por meio da jornalista Jaqueline Paiva, mulher do também jornalista Nelson Breve, assessor de imprensa da Presidência da República. Lobo era também editor-chefe do "Repórter Brasil", primeiro e único, até agora, programa da TV Brasil. Jaqueline ocupa o cargo de coordenadora de telejornais.Lobo diz que a "pressão" aumentou nas últimas duas semanas, quando a crise dos cartões corporativos atingiu a ministra Dilma Rousseff, com o vazamento de um dossiê, elaborado pela Casa Civil, de gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e de sua mulher, Ruth Cardoso. "Não podíamos falar em dossiê, mas em "levantamento sobre uso dos cartões". Depois, a orientação era falar "suposto dossiê''", relata Lobo.(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

07/04


2008

Só o PT quer o terceiro mandato para Lula

Blog dos Blogs - Tales Faria

 O PT não morre de amores pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Mas quando Lula apresentou a mãe do PAC como sua provável candidata à sucessão, os petistas não viram outra saída. Afinal, bem ou mal, Dilma é do partido. Eles bem que preferiam algo como José Dirceu, Marta Suplicy. Mas -- vá lá! -- Dilma é do partido. Aí vem a oposição e aparece com o suposto dossiê da Casa Civil. Dilma não é lá muito boa de palanque. Menos ainda de TV. Parece ter enfraquecida a sua candidatura, que já era fraca.

Aí o PT não aguenta. Em entrevista ao jornal "Correio Braziliense", o prefeito de Recife (PE), João Paulo Lima e Silva, que também é membro do Diretório Nacional do PT, logo empunha a bandeira do terceiro mandato:

"O terceiro mandato de Lula é o plano A; Dilma é o plano B; e o plano C é quem Lula indicar". Segundo João, basta que seja apresentada – e aprovada no Congresso – uma proposta de emenda à Constituição que possibilite a Lula entrar na disputa eleitoral à Presidência da República em 2010.

Mas, graças a Deus, Lula parece não ter-se encantado com a idéia que --acredito -- enterraria seu passado de democrata.

E há outro motivo para diminuir os nossos temores: É que só o PT se empolga com esta tese. Fora os petistas, tem o vice-presidente José Alencar (PRB) que também declarou simpatia pela história. Mas o Alencar não conta. Se ele tivesse peso mesmo, o Henrique Meirelles já estava fora do Banco Central há muito tempo.

Os demais partidos da base governista não apóiam a tese porque não precisam de terceiro mandato. Qualquer que venha a ser o presidente, eles têm como se arranjar no futuro governo. Incluindo se o governo for do PSDB ou do DEM. Com a diferença de que -- sabe-se lá as voltas que o destino dá? -- ainda dispõem de nomes com alguma expectativa de poder. O PMDB com Sérgio Cabral, ou Aécio Neves; o PSB com Ciro Gomes...

E, na verdade, são esses "demais partidos da base governista" que dão a maioria no Congresso para qualquer lado. Para o governo ou para a oposição. Então não há chances de aprovação da proposta de terceiro mandato no Congresso. Pelo menos por enquanto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Plano "A" Lula, Plano "b" Dilma, Plano "C" C I R O - Tem sentido. Por que não? Ciro Gomes é um homem preparado. O povo cearense, em sua maioria, o aprova. Ciro Gomes conhece o Brasil. Creio que trará nos planos para o desenvolvimento e progresso do País, montado na infra-estrutura já implantada

joao daniel neto

Lógico,eles não querem perder a boquinha de roubar durante 8 anos sem o cego do Lula vê...


Prefeitura de Limoeiro

07/04


2008

"Para os pessimistas, quem sabe talvez até o 4º mandato"

Carlos Chagas - Tribuna da Imprensa

 Torna-se cada dia mais fascinante a discussão sobre o terceiro mandato para o presidente Lula. Depois da intervenção do vice-presidente José Alencar, a favor, acaba de botar sua colher na panela o novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Esta semana, indagado a respeito, ele acentuou que a mais alta corte nacional de justiça será fatalmente chamada a opinar, caso o Congresso vote emenda constitucional permitindo mais uma reeleição para o chefe do governo.

Trata-se de um alerta, nas aparências, uma espécie de aviso de que o terceiro mandato, para viabilizar-se, precisará ser apreciado pelo Supremo. Algo como ''não contem com o ovo enquanto estiver na barriga da galinha''.

O STF é um tribunal político, por excelência. Seu novo presidente, jurista de méritos reconhecidos, foi indicado pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, hoje um óbvio adversário do terceiro mandato. Só que tem um problema: quando o sociólogo atropelou a Constituição, em 1997, impondo ao Legislativo o segundo mandato, o Supremo não se pronunciou, ou, se examinou algum recurso, concluiu dispor o Congresso da prerrogativa de promover a mudança.

Mesmo tendo sido as regras do jogo alteradas depois do jogo começado, e com o agravante de dar ao então presidente o direito de disputar a reeleição no exercício do poder. Não há de ser por filigranas jurídicas que se impedirá o terceiro mandato, até porque, dos onze ministros do STF, sete foram indicados pelo presidente Lula. Até o ano que vem serão oito.

Para impedir o golpe branco que será a permanência do Lula no Palácio do Planalto, só por métodos políticos. Pela mobilização dos setores contrários a esse novo casuísmo, travando-se o debate no âmbito dos plenários da Câmara e do Senado. Não será fácil, tendo em vista dois fatores principais: a popularidade ampla do presidente Lula e o fato de o PT carecer de um nome eleitoralmente forte, a não ser o próprio. Como perder o poder parece hipótese fora de propósito, para os companheiros, basta somar dois e dois e concluir que dá quatro. Para os pessimistas, quem sabe até o quarto mandato...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

BRUNO

Pra que terceiro mandato se o Presidente Lula tem um candidato a sua altura e ao seu nivel e por incrivel q pareça é da mesma terra... O nosso querido e eterno Severino Cavalcante


Shopping Aragão

06/04


2008

Mais devagar

Carlos Chagas - Tribuna da Imprensa

 De vez em quando a oposição extrapola. Foi o que fez o presidente do Democratas, Rodrigo Maia, ao entrar com ação no Supremo Tribunal Federal pedindo que o presidente Lula interrompa suas viagens pelo País, sob a alegação de estar fazendo campanha em ano de eleições municipais. Em campanha o presidente está, não se duvida, mas voltado para a sucessão de 2010, até com Dilma Rousseff a tiracolo. Nos palanques, não se ouviu até agora uma só recomendação do Lula em favor de candidatos a prefeito. Proibi-lo de fiscalizar obras do PAC, porém, é demais.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/04


2008

Lançada campanha de incentivo à Atividade Física

 O Ministério da Saúde lançou neste domingo, em Brasília, a campanha nacional ''Entre para o time onde atividade física e o meio ambiente jogam juntos'', em comemoração ao Dia Mundial da Atividade Física e ao Dia Mundial da Saúde.

O lançamento será realizado de forma simultânea, em 286 municípios e estados que compõem a Rede Nacional de Promoção da Atividade Física. Em Brasília, o evento acontece no parque da cidade.

Das 8h às 17h, no parque da cidade em Brasília estão programadas diversas atividades abertas ao público. Serão montadas 18 tendas, com atividades variadas como palestras, teatro, shows das bandas Trio Siridó e Nega Maluca, apresentação de hip hop, exposição de alimentos orgânicos, oficina de reaproveitamento de alimentos e reciclagem de papéis, massagens, jogos esportivos e populares, aulas de yoga, tai chi chuan, ginástica (laboral, postural, spinning, steps) e defesa pessoal.

O tema escolhido para a campanha de 2008 alerta para a necessidade de preservação do meio ambiente, articulada com a prática da atividade física, planejamento urbano, mobilidade e acesso aos espaços públicos de lazer como fatores promotores da saúde da coletividade humana.

- Você pode correr, andar com o cachorro, deixar o carro em um local mais longe e caminhar, andar de bicicleta e dançar. Tudo isso usufruindo os espaços públicos e aproveitando para preservá-los - explica Deborah Carvalho Malta, do Departamento de Análise da Situação da Saúde e coordenadora da ação.

O evento é resultado de uma parceria com o Governo do Distrito Federal, a Universidade de Brasília, Universidade Católica, Unieuro, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Coca Cola e Ministérios da Defesa, Cultura, Cidades e Meio Ambiente, Associação Brasil China, ONG Rodas da Paz, Movimento Calango, Sesc-DF, Instituto Brasileiro de Qualidade de Vida, Conselho Regional de Educação Física – CREF-7, Cassi, Geap, Instituto Chico Mendes, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente, Agência Nacional de Saúde, CREFITO, Comitê Paraolímpico Brasileiro, CEB, CAESB, Administração Parque das Cidades, INCA e Sesi.

Participam os atletas, Carlão e Adriana Beahr, do Vôlei, Claudinei Quirino, Robson Caetano e Joaquim Cruz, do atletismo, o coreógrafo, Carlinhos de Jesus, e o ator,e Marcos Frota.

Sedentarismo

Pesquisa realizada pelo Sistema de Vigilância de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) mostrou que a inatividade física atinge 29% da população das 26 capitais brasileiras e Distrito Federal. Com a campanha, o Ministério da Saúde pretende diminuir esses índices em 0,5% ao ano. O maior percentual por faixa etária é entre os idosos (56%). Segundo a mesma pesquisa, o percentual de adultos que fazem atividade física no lazer é de 15,5%, a intenção é alcançar 19% em 2010. Do JB Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

..Com o meu e o seu dinheiro. Dinheiro público. Esses petistas são especialistas nisso.

milton tenorio pinto junior

Daqui pra frente só vai ser CAMPANHA.