FMO janeiro 2020

08/04


2008

Alkmin descarta saída de Aécio Neves do PSDB

 Informações divulgadas há pouco pelo site “Último Segundo” revelam que o ex-governador e provável candidato a prefeito de São Paulo, Geraldo Alckmin, tratou como ''mera especulação'' informações de que o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, pode deixar o PSDB para se filiar ao PMDB, na condição de ser candidato à Presidência da República. Alckmin lembrou que Aécio é também um dos fundadores do PSDB, tem uma história e que não vai abandoná-la ''sem mais nem menos''.

Sobre o suposto dossiê que teria saído da Casa Civil da Presidência com levantamento das contas do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Alckmin defendeu que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve também abrir os seus dados. ''Deve igualmente dar explicações à sociedade sobre a razão pela qual fez o dossiê e porque só informa os dados do ex-presidente Fernando Henrique'', afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

Só se for presidente do PSDB, no lugar de Sergio Guerra.

joao daniel neto

Acorda galera 2010 José Serra Presidente...

Roberval Dias de Oliveira Sobrinho

Xúxú, fica na tua, não tens moral pra falar de corrupação...ai meu Deus, tenho que tirar férias do Brasil.

guilherme alves

Esquece Alckim que o Aécio é originário do PMDB.

Pedro Batista Filho

Concordo com o Sr.Alckmin,mais acho que ele também deveria falar e apoiar a CPI dos cartões em SP e falar sobre a atuação do aloprado Senador Alváro Dias no caso, e não fazer de conta que isto não existe. Se bem que a própria mídia o está fazendo isso.


Abreu e Lima

08/04


2008

Deputado diz que não leva mais sorvete para CPI

O deputado Vic Pires Franco (DEM-PA) decidiu parar de oferecer sorvete de tapioca aos colegas da CPI dos Cartões Corporativos. Ele fez as contas e concluiu que em cada reunião gastava R$ 200 para levar 40 bolas de sorvete trazido do Pará e ainda era criticado pelos colegas. Agora, avisa, quem quiser que compre. O sorvete foi consumido numa das primeiras reuniões da CPI, o que gerou polêmica, pois Vic só avisou que o sabor era de tapioca depois de os deputados e senadores da base terem sido flagrados consumindo a iguaria, informa a repórter do blog em Brasília, Vanessa Pinheiro.  


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose carlos da silva

O desvio de dinheiro público ocorrido desde o descobrimento(quinhentos anos) foi superado pelo Inácio da Silva e sua turma em menos de uma década.

joao daniel neto

Tem que levar sorvete com chumbinho dentro e dar pros petistas....

guilherme alves

Saí mais barato se ele levar uma massagista. garanto que os colegas irão adorar.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

O DEMO é uma gracinha, quem vê até parece que não tem know-how e PhD em corrupção. É um partido tão desacreditado que só por isso as corrupções companheiras passam despercebidas ou são minimizadas. Afinal, quem acredita nesse partido que já promoveu as maiores patifarias republicanas?

milton tenorio pinto junior

Manda uma caixa para o Ministro Orlando Silva.



08/04


2008

Em viagem, Lula comprou 200 chicletes

Os dados a que o deputado Vic Pires (DEM-PA) disse ter tido acesso com gastos no avião do presidente Lula revelam que o petista gosta de chiclete. Foram comprados 200 chicletes para serem consumidos num vôo para Zurique no dia 30 de outubro do ano passado, ao preço de US$ 40 cada um. Haja bola. As informações são da repórter do blog em Brasília, Vanessa Pinheiro.  


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joao daniel neto

Cadê que esse fresco do Lula vem comer angú com leite em Caetés e fruta de palma em garanhuns e lembrar que vivia se entupindo pois só era o que tinha pra comer...

joao daniel neto

o pt é quem patina na lama jumento...

Rafael Luiz Prequé

Rapadura não que Lula deve ter comido muito quando não tinha Real. E rapadura nem bola faz.

guilherme alves

Há algo errado na informação, no mundo não há chiclete de US$ 40,00(quarenta dólares). É por essa e por outras que a oposição patina.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

O Brasil cheio de problemas para resolver e essa oposiçãozinha incompetente, inoperante e sem rumo agora vem com essa de chiclete. Primeiro a tapióca, agora o chiclete e daqui a pouco o palito de dente, o suco de laranja, e por aí vai. Como o país pode ter jeito com tanta idiotice no Parlamento?


Prefeitura de Serra Talhada

08/04


2008

Base aliada quer ouvir Raul Jungmann em CPI

A base aliada decidiu mirar no deputado Raul Jungmann (PPS-PE). Ele será convocado a depor na CPI dos Cartões Corporativos para explicar os gasto de R$ 60 com massagem quando era ministro do Desenvolvimento Agrário. Os gastos da época também estão sendo auditados pela Controladoria Geral da União e, segundo uma fonte revelou ao blog, há muitos gastos irregulares com o pagamento de restaurantes em Brasília, segundo a repórter do blog, Vanessa Pinheiro. O suprimento de fundos não pode ser usado para pagamento de despesas com alimentação na capital, apenas quando o ministro está viajando. Foi assim que o ministro dos Esportes, Orlando Silva, se enrolou ao comer uma tapioca.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joao daniel neto

Consulta aí o cartão de Marta e Gilberto Gil pra vcs verem a bagaceira,será que garoto de programa da nota fiscal?será que na cracolândia da nota fiscal?

Ricardo Campos Bezerra

O deputado tem muito que se explicar, pelo visto sua passagem pelo Ministério não aguenta uma investigação superficial, o pior é que se acha o exemplo moral de Pernambuco, consegue enganar muita gente, foi pego trelando comprando com dinheiro público lanches, vinhos e até massagem. aí é demais!!!

Roberval Dias de Oliveira Sobrinho

Pensar que essa figura é pré-candidato a prefeito do Recife...ai, ai...vou dormir que é melhor...

guilherme alves

É só levar uma massagista e todos os colegas adorarão. Se for a mesma para relatar a sessão de massagem que teve com o Raul será um show.

milton tenorio pinto junior

Não se trata disso. Já fiz algumas criticas ao Jungmann. Acho que esse pais tem que passar a regua. É um amontoado de picaretas.



08/04


2008

PSDB "abandona" CPI dos Cartões Corporativos

O PSDB praticamente já abandonou a CPI mista dos Cartões Corporativos. Na reunião de hoje, apenas o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) participou, o que chamou a atenção da base governista que cobrou a presença dos tucanos. Apenas os democratas continuam atuantes na CPI. O partido diverge do PSDB que aposta numa nova comissão de inquérito, formada apenas por senadores, para investigar o uso irregular dos cartões no governo Lula, informa a repórter do blog em Brasília, Vanessa Laurino.

Os tucanos querem uma nova CPI que seria direcionada a investigar apenas os gastos do governo Lula. A base aliada, porém, já traçou estratégia para evitar que a nova CPI seja bem sucedida. Vai demorar a indicar seus representantes, o que atrasará o início dos trabalhos, e não irá negociar o comando da comissão. Ou seja, o presidente e o relator serão indicados pela base aliada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Depois da trapalhada do aloprado Alvaro Dias não tinha condições de continuar na CPI. O aloprado expôs ao ridículo a família de um dos caciques do PSDB. E os tucanos e a mídia tiraram o aloprado Alvaro de circulação.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Já vai tarde PSDB, aproveita e de quebra leva o pessoal do DEMO e vê se vocês juntos formam a CPI do desatino para ver se a oposição produz alguma coisa que de fato interesse ao povo brasileiro que está cansado de denuncismo e parolagem e quer alternativas e propostas ao que vocês tanto criticam.


O Jornal do Poder

08/04


2008

Ministro admite que errou no uso do cartão corporativo

O ministro do Esporte, Orlando Silva, iniciou há pouco  seu depoimento à CPI mista dos Cartões Corporativos alegando ética e transparência em sua gestão. Mas admitiu erros na compra de tapiocas por R$ 8,30, que geraram muito desgaste para governo e para si mesmo. Silva reconheceu que o fato “passa a fazer parte folclore do político nacional”.

O ministro disse que, a partir do momento em que assumiu seu cargo, em maio de 2006, adotou o cartão de pagamentos como único instrumento de suprimento de fundos.

“Isso se deu por orientação geral do governo, de que esse método seja utilizado crescentemente na administração federal. O uso do cartão pelo ministério e pelo ministro se deu em itens para exclusivo cumprimento de agendas de trabalho, para despesas com transporte, hospedagem e alimentação”, defendeu-se Orlando Silva, para depois citar o caso da tapioca. (Do site Último Segundo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

É o Ministro Tapioca!


Banner de Arcoverde

08/04


2008

Deputado do DEM revela gastos de Lula e agita CPI

 O plenário da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Cartões Corporativos, que assistiu hoje ao depoimento do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Félix, se agitou com a revelação feita pelo deputado Vic Pires (DEM-PA) de gastos de US$ 8.710 com alimentação e bebidas a bordo do Airbus presidencial, durante viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e comitiva a Nova York, nos dias 23 e 24 de setembro de 2007.

Sem apresentar documentação e sem revelar as fontes da informação, o deputado paraense acrescentou que o ecônomo (funcionário encarregado de contratar e pagar bens e serviços) do Palácio do Planalto reservara US$ 50 mil para despesas da viagem a Nova York, tendo devolvido US$ 15. ''Não tenho nada contra o presidente Lula e seus ministros comerem dentro do avião, mas porque dados como esses continuam sigilosos?'', indagou Vic Pires. O deputado Sílvio Costa (PMN-PE), da base aliada, reagiu pedindo que o parlamentar da oposição fosse investigado e revelasse sua fonte da informação.

Em seu depoimento, o general Jorge Félix, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, manteve a posição do Planalto de que gastos do presidente da República são sigilosos. ''Todos os dados que possam acarretar redução do grau de segurança do presidente são sigilosos'', declarou. Segundo ele, os dados do suposto dossiê com despesas do casal Fernando Henrique e Ruth Cardoso são sigilosos, porque revelam rotina e procedimentos. Da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Esse deputado ridículo, inexpressivo e simplório só poderia mesmo ser do DEMO. O DEMO, nos tempos da ARENA e da ditadura do prendo (mato, torturo) e arrebento e de seus sucedâneos (PDS, PFL) já teve quadros melhores.

Maurício Barbosa

Incrivel como o suplente de Deputado quer aparecer nesta CPI. Quem sabe agora ele tem votos suficiente para não depender de indicações de governo e presidente.

Pedro Batista Filho

Se o deputado ou senador que votei usasse o seu mandato parlamentar para os fins que usa este deputado, com certeza nunca mais ele teria o meu voto. A que ponto chegou nossa oposição!

guilherme alves

Os democratas, de fato, não sabem fazer oposição. Tipo da denúncia inócua. Qual a comitiva presidencial de qualquer país do mundo que não há esse tipo de despesas. É por essa e por outras que Lula flutua nas pesquisas.


Prefeitura de Limoeiro

08/04


2008

De olho nas eleições, Governo cria 21 rádios

 Com a proximidade das eleições municipais de outubro, o governo federal resolveu aprovar 21 concessões de radiodifusão em cidades da região Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país. No Nordeste, apenas o estado do Ceará foi beneficiado. Os cearenses vão passar a contar com cinco novas emissoras nos municípios de Pacujá, Russas, Eusébio, Missão Velha e Parambu.

De acordo com o site Consultor Jurídico, os decretos de outorga foram assinados pelo presidente Lula e pelo ministro das Comunicações Hélio Costa na última sexta-feira (4). E ainda precisam ser aprovados pelo Congresso Nacional, como prevê o parágrafo 3º do artigo 223 da Constituição Federal.

As empresas terão prazo de dez anos para explorar a concessão, sem direito de exclusividade. O Código Brasileiro de Telecomunicações rege os contratos, que devem ser assinados em até 60 dias após a deliberação pelo Congresso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joao daniel neto

lex luthor também está espalhando radio aki no interior de PE,vila bela fm em serra talhada e em são jose do egito pertençe a ele, o testa de ferro é gilberto rodrigues...


Shopping Aragão

08/04


2008

Líder do PMDB prevê fracasso de CPIs

 Ao rejeitar a idéia de se abrir uma CPI exclusiva do Senado para se investigar irregularidades no uso dos cartões corporativos, o líder do PMDB na Casa, senador Valdir Raupp (PMDB-RR), demonstrou ser pessimista quanto aos resultados da comissão mista, alegou que o Senado não poderia ficar apenas investigando e pediu que a comissão se ativesse aos documentos já fornecidos pelos ministérios ao invés de só se preocupar com os gastos sigilosos.

"Estou preocupado com os trabalhos do Senado, nossa agenda anda negativa há muito tempo. Nós precisamos trabalhar um pouco mais além de só investigar", argumentou ele, reclamando que o pedido de abertura de uma nova CPI seria uma quebra de acordo.

"O PMDB tinha a presidência da comissão e cedeu ao PSDB para que não se abrisse uma nova CPI. Se fizerem outra CPI, a base do governo vai colocar o presidente e o relator porque foi quebrado o acordo. E mais uma vez a CPI não vai produzir. Então eu pergunto: será que interessa ao Senado ficarmos trabalhando somente em investigação? Há outros órgãos para investigar, como a Polícia Federal, o Ministério da Justiça, o Tribunal de Contas da União", disse o líder peemedebista. Do Congresso em Foco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/04


2008

Omissão justificada ou fuga?

 O prefeito do Rio, Cesar Maia, continua "de boa", se dedicando quase tão somente a sua missão virtual de observar a banda passar. Ontem, em seu blog, criticou a mídia por não ter percebido nas últimas três semanas de cobertura continuada sobre a epidemia da dengue que faltam profissionais da saúde para o atendimento. E o prefeito, não faz nada para resolver o problema, só quanto a Justiça determina? O do Estado ao menos anunciou ontem um plano permanente de combate ao mosquito.

(Tribuna da Imprensa - Mauro Braga e equipe)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

Com a palavra os defensores dos "DEMONIOCRATAS".