FMO janeiro 2020

11/02


2009

ACM Neto é o novo corregedor

A Câmara dos Deputados, em Brasília, tem um novo segundo vice-presidente e corregedor: Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA). Eleito com 404 votos, o parlamentar amargou o sabor de 67 votos em branco, dos demais deputados da Casa. ACM Neto foi o único candidato a concorrer ao cargo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Roberto Magalhães tem a cervil dura. Não se baixaria , amoleceria ou aliviaria os chafurdeiros. Já o ACM Neto é um invertebrado. Um massa de modelar.Aceita qualquer manipulação para acobertar os traquinas. Veremos quantos denuncias serão arquivadas ou quantos serão punidos.


Cabo de Santo Agostinho

11/02


2009

"Foto com a ministra Dilma e o presidente Lula aqui"

No Encontro Nacional dos Novos Prefeitos e Prefeitas, em Brasília, há um estúdio montado em frente ao local onde está sendo realizada a convenção, onde os prefeitos podem tirar uma foto entre o presidente Lula e a ministra Dilma Rousseff, como se realmente tivesse tirado a foto ao lado deles, em uma montagem. Raimundo Nonato Pessoa, prefeito da cidade de Timbiras, no Maranhão, aproveitou a ocasião e fotografou no estúdio, como mostra a foto ao lado.

Fica a pergunta do porquê deste estúdio estar montado justo ao lado do encontro que reúne prefeitos de todos o país, uma vez que Lula assegurou aos jornalistas que tal evento não é eleitoreiro e não pretende promover a candidatura presidencial da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

O presidente reclamou das críticas dos jornais e disse que a imprensa foi ''pequena'', em discurso exaltado, no Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas. (Yahoo! Brasil)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

O stand é de uma empresa privada, qual o crime? A oposição está é com inveja de ñ possuir uma foto dessas.

JARBASTA

Diante do atual silêncio da Globo em relação à pesquisa CNT/Sensus recomendo aos interessados em analisar a cobertura das eleições de 2010 pelo Jornal Nacional, que comecem a trabalhar desde agora. Material, pelo visto, é que não vai faltar. DÁ-LHE LULA!

joão de assis alves júnior

eu queria saber se este ou esta jarbasta é alguma pessoa resignadapelo amor não correspondido, cara todo comentário teu é esculachando o Senador, calma meu, o homem pode não ser 100% mas é notório a sua biografia de serviços prestados a PE e ao Brasil.

joão de assis alves júnior

eu quero 1 cópia desta foto, afinal aqui tem muito mosquito da dengue, esta foto será 1 excelente repelente no combate a dengue.

Jonas

Jarbasta "o inocente". Deve ser mais um aspone que acha esse simples ato de aparecer ao lado de lula e dilma vai ser befefico na hora de pedi votos para a população de suas cidadezinhas.


Prefeitura de Serra Talhada

11/02


2009

Armando Neto e o prefeito de Salgueiro no Frente a Frente

O presidente da CNI, Armando Monteiro Neto; o prefeito de Salgueiro, Marcones Sá (PSB); o deputado Fernando Ferro (PT) e o vereador recifense Marcos de Bria (PTC) são alguns dos entrevistados do Frente a Frente de hoje, programa de rádio que ancoro das 18 às 19 horas em rede estadual com 16 emissoras, através da Nossa Rádio Recife 106.9 FM. Veja abaixo a relação das emissoras parceiras:

Liberdade FM de Caruaru

Pajeú de Afogados da Ingazeira

Integração FM de Surubim

Vila Bela de Serra Talhada

Gazeta FM de São José do Egito

Itaquitinga FM

Bitury de Belo Jardim

Vida FM de Salgueiro

Portal digital de Paulista

Arcoverde FM

Gameleira FM de Ibirajuba

Papacaça de Bom Conselho

Cardeal de Arcoverde

Serrinha FM – Serrita

Canaã FM de Palmares

Farol FM de Taquaritinga do Norte


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

11/02


2009

"Foto com a ministra Dilma e o presidente Lula aqui"

No Encontro Nacional dos Novos Prefeitos e Prefeitas, em Brasília, há um estúdio montado em frente ao local onde está sendo realizada a convenção, onde os prefeitos podem tirar uma foto entre o presidente Lula e a ministra Dilma Rousseff, como se realmente tivesse tirado a foto ao lado deles, em uma montagem. Raimundo Nonato Pessoa, prefeito da cidade de Timbiras, no Maranhão, aproveitou a ocasião e fotografou no estúdio, como mostra a foto ao lado.

Fica a pergunta do porquê deste estúdio estar montado justo ao lado do encontro que reúne prefeitos de todos o país, uma vez que Lula assegurou aos jornalistas que tal evento não é eleitoreiro e não pretende promover a candidatura presidencial da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

O presidente reclamou das críticas dos jornais e disse que a imprensa foi ''pequena'', em discurso exaltado, no Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas. (Yahoo! Brasil)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/02


2009

FHC admite descriminalização da maconha a uso pessoal

 A descriminalização da posse de maconha para o consumo pessoal pode ser uma das saídas para a erradicação das drogas. Uma avaliação sobre essa possibilidade é uma das sugestões do relatório apresentado hoje (11) pela Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia. A organização não-governamental tem à frente os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, César Gaviria (Colômbia) e Ernesto Zedillo (México).

O documento sugere uma revisão das políticas de repressão às drogas na América Latina, com foco em saúde pública, tratando os dependentes como pacientes e não criminosos, e investindo na prevenção voltada aos jovens, faixa etária onde há o maior número de consumidores.

O ex-presidente Fernando Henrique explicou que a sugestão de descriminalização não significa “tolerância”. “Reconhecemos que a maconha tem um impacto negativo sobre a saúde. Mas inúmeros estudos científicos demonstram que o dano causado por esta é similar aos do álcool e do tabaco”, disse. Ele admite que o ponto é polêmico, mas defende a discussão. “Precisamos quebrar o tabu que bloqueia o debate”, reforçou.(Da Agência Brasil)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

11/02


2009

Dilma: pacote de habitação foca renda de até 10 salários

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse hoje que o programa de incentivo à habitação popular que o governo vai lançar "por estes dias", vai beneficiar famílias com renda mensal entre dois e 10 salários mínimos (R$ 930,00 a R$ 4.650,00). Segundo ela, para que as prestações caibam no bolso das famílias os financiamentos serão subsidiados proporcionalmente ao tamanho da renda. "Quem tiver renda mais próxima dos 10 salários mínimos terá um subsídio menor, mas também terá subsídio", disse.

O programa também terá como objetivo reduzir o tempo e construção das moradias, de 33 meses para 11 meses. "Pretendemos também reduzir o custo financeiro, como o seguro de vida", afirmou a ministra, sem dar maiores detalhes sobre esse assunto. Discursando, nesta tarde, no encontro nacional com novos prefeitos e prefeitas, ela reiterou que o objetivo principal do programa de habitação é viabilizar a construção de 1 milhão de moradias até 2010.

Dilma fez um apelo para que os prefeitos deem prioridade às obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que estão sendo tocadas em parceira com a União e os Estados. "Peço tratamento prioritário para as obras do PAC, principalmente para resolver pendências como desapropriações, licenciamento de obras e licitações. "Ela disse que o PAC é apenas uma das medidas do governo para combater a crise e que há outras, como uma ampliação em R$ 100 bilhões no orçamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), anunciada este ano, e o aumento de US$ 112 bilhões, para US$ 174 bilhões, no Plano de Investimentos da Petrobras 2009-2013. "Até 2010 vamos investir US$ 60 bilhões na Petrobras", disse. (Agência Estado)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

11/02


2009

Elias quer apoio Federal no combate à violência

O prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, que participa do Encontro Nacional de Prefeitos em Brasília, destacou a importância da discussão promovida pelo Ministério da Justiça sobre os Territórios da Paz e a Conferência Nacional de Segurança Pública (Conseg), hoje. Na ocasião o gestor falou sobre a implantação do “Território da Paz de Prazeres” – prioridade acertada com o governador Eduardo Campos - bem como sobre experiências anteriores à atual gestão, a exemplo do “Segurança Amiga”, um dos modelos mais discutidos no que diz respeito a programas para diminuição da violência urbana no Brasil.

A parceria entre o Governo Federal e a Prefeitura de Jaboatão na prevenção à violência está andando a passos largos. Na semana passada, o secretário de Segurança Cidadã, Cláudio Carraly, foi recebido pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, que ouviu as solicitações de uma das cidades com piores índices de violência na Região Metropolitana do Recife.

Em janeiro, Elias Gomes e o governador Eduardo Campos decidiram criar em Jaboatão o maior Território da Paz de Pernambuco. O distrito de Prazeres abrigará as ações. Para o prefeito ''só há possibilidade de ser realizado algo promissor se forem realizadas ações sociais e de repressão simultaneamente''.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Potencial Pesquisa & Informação

11/02


2009

Aposentados e pensionistas terão reajuste de 5,92%

Aposentados e pensionistas, favorecidos com mais de um salário mínimo, terão seus benefícios reajustados em 5,92%, segundo publicação no Diário Oficial da União de hoje. Dessa forma, o valor do teto pago pelo INSS do salário-de-contribuição e do salário-de-benefício passa de R$ 3.038,99 para R$ 3.218,90.  Já o valor do piso referente às aposentadorias e pensões foi corrigido em 12%, quando do aumento do salário mínimo, no início do mês, passando - assim - de  R$415,00 para R$465,00.

Os reajustes diferenciados são justificados pela política de recuperação do salário mínimo, que prevê ganho real de acordo com a variação do PIB do ano anterior, além da reposição da inflação. Segundo o acordo firmado entre o governo e as entidades ligadas aos trabalhadores e aposentados, as correções estão sendo antecipadas em um mês a cada ano, até  janeiro de 2010.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

E tenho sim, graças a Deus, a minha Mãe q é aposentada e defende Lula até mais q eu, pois ela sabe o q sofreu no governo TUCADENO.

Pedro Batista Filho

O q faço é apenas comparar este governo q vc tanto critica c o anterior q vc defende. Claro q esse ñ é o governo dos sonhos, mais se comparado c o de FHC, é infinitamente superior em todos os sentidos, aí estão os números c os quais ñ brigo, q ñ me deixa mentir. Vc gostou de ser chamado de vagabund

S. C. B. M.

TENHO A CERTEZA DE O luiz inácio É O CITADO, O VAGABUNDO,POIS,UM DEDO MINDINHO É A CAUSA DE SUA APOSENTADORIA, ENQUANTO TEM MUITOS DEFICIENTES E DOENTES QUE VIVEM IMPLORANDO E LHE É NEGADO O DIREITO.É MALANDRO OU NÃO É. ? E A QUANTO TEMPO ? FAZEM MUITOS ANOS.

S. C. B. M.

PEDRO B. FILHO. O QUE NOS FALAMOS DESTE GOV. METRALHA, Q VOCÊ ESTA DEFENDENDO, LEMBRE-SE OS PTralhas ER QUEM MAIS ATACAVA O FHC POR Ñ DAR A MESMA % AOS APOSENTADOS. E HOJE FAZ PIOR. COM CERTEZA OS APOSENTADOS DE SUA FAMILIA JÁ SE FORAM, ESTÃO LIVRES DOS MASSACRES DESTES SEUS COMPANHEIROS MALVADOS.

joão de assis alves júnior

minha contribuição previdenciária é calculada em cima do salário mínimo em vigor no país, então se eu recolho 10 salários, devo receber sempre 10 salários mínimos. Isto é 1 assalto escancarado do governo, mas o nosso governante recebe em cima de quantos salários mínimos, fora os cartões corporativos



11/02


2009

Carlos Lupi nega acordo para reduzir salários

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, negou hoje que o governo esteja estudando fechar um acordo com empresários que permita a redução de salários, como forma de contornar os efeitos da crise financeira internacional. "Não há possibilidade de ter redução de salário nenhuma", afirmou o ministro, em entrevista coletiva à imprensa.

Ele admitiu, porém, que está trabalhando uma proposta de seguro ao emprego que será apresentada, possivelmente ainda hoje, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Enquanto o presidente da República não bater o martelo, não existe proposta nenhuma", disse Lupi. Ele admitiu também a possibilidade de redução de jornada de trabalho e utilização de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), mas não deu mais detalhes. "Estamos focados na garantia do emprego sem diminuição de salário", insistiu Lupi. Segundo ele, quando há redução de salário há também uma redução na circulação do dinheiro no mercado interno. "O principal foco do governo é não ter perda de poder aquisitivo pelo trabalhador", disse o ministro, afirmando que ainda estão sendo avaliadas formas de compensação para a redução de jornada de trabalho. (Agência Estado)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

ESTE GOV. P T ralha SE DIZ SER DO PARTIDO DO TRABALHADOR, Q ERA PARA DEFENDER E SÓ BOTA PARA FU.NO TRABALHADOR;EM VEZ DE REDUÇÃO DE SALÁRIOS REDUZAM OS IMPOSTOS E CORTE O TURISMO DO CHEFE P T ralha ENQUANTO A CRISE DURAR.COM CERTEZA Ñ TEREMOS DEMISSÃO.QUANDO ELES NEGAM Ñ CONFIEM.VÃO BOTAR P/A F.



11/02


2009

Lula está precipitando discussão presidencial, diz FHC

Ao participar na manhã de hoje (11) da divulgação das conclusões da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, no Rio de Janeiro, o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso disse que não há demora do seu partido, o PSDB, para lançar um candidato às eleições presidenciais de 2010. Segundo ele, a discussão sobre a corrida presidencial ganhou força na pauta política devido à exposição de ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, em atividades promovidas pelo governo federal.

 

“Não é que estamos demorando. O presidente Lula é que está se precipitando”, disse FHC. “Ele [Lula] já está com a candidata em punho andando pelo país todo. Está se precipitando.”

 

Fernando Henrique lembrou que a legislação eleitoral não permite campanhas antes do prazo legal. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esse prazo começa em julho de 2010, após a realização das convenções partidárias. “Não sei como vamos sair dessa. Ele [Lula], como é presidente, faz o que quer. Nós, se começarmos a lançar candidato agora, tem processo em cima.” O ex-presidente descartou a possibilidade de tentar uma nova reeleição e se negou a revelar qual é seu presidenciável favorito. “Minha preferência é o Brasil, é o PSDB”, afirmou Fernando Henrique. (Agência Brasil)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

Sr João de Assis, FHC ñ separou nada, o fato é Serra ñ o quis por perto, pois ele só tirava votos.

guilherme alves

Quem acredita nesse homem. Ele quer dizer que os tucanos, ainda, não colocoram o blocos na ruas(há o do Serra e o do Aécio), que mentira que lorota boa. Ou os jornais diuturnamente , as rários as TVS , os colunistas e blogueiros ~estão mentindo. ri

Francisco de Assis dos Santos

Esse FHC gastou bilhões, quase quebra o país para aprovar a sua reeleição e aparece para criticar quem pôs a casa em ordem. Lugar de múmia é em sarcófago.

Cátia Santos

VOLTA FHC, VOLTA...

Cátia Santos

Oxe, este JARBASTA ainda existe é? Ou será a REFORMA AGRÁRIO? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Ele (Jarbasta) nos informouque colocaria seu real nome quando acabasse as eleiçoes, deve ter pego o VÍCIO destes PETISTAS: ENGANAR OS TROUXAS... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk