Faculdade de Medicina de Olinda 2

11/10


2007

PF não pode mais indiciar políticos, decide Supremo

 A Polícia Federal não poderá mais indiciar autoridades com foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal. A medida foi tomada pelos ministros nesta quarta-feira, por 6 votos a 4. Desta forma, a PF não tem mais o poder para indiciar presidente e vice-presidente da República, senadores, deputados, ministros de estado, ministros dos tribunais superiores, procurador-geral da República e os ministros do Supremo. De agora em diante, precisará de autorização prévia do STF: e caberá a um ministro da Corte definir quais apurações devem ser feitas.

Ainda nesta quarta-feira, o STF examinou os casos de dois indiciamentos feitos pela PF – o do senador Magno Malta, acusado de envolvimento com a máfia das sanguessugas – e o do senador Aloizio Mercadante, acusado pela compra de um suposto dossiê contra os tucanos nas eleições de 2006. Por maioria, os dois indiciamentos foram considerados nulos. No caso de Malta, isso não invalida o andamento do inquérito aberto contra ele no Supremo, que corre em segredo de Justiça. Já no caso de Mercadante, o STF já tinha arquivado em abril o inquérito sobre a compra do dossiê. (Do site da Veja)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Detran

11/10


2007

A reboque: Democratas desalentados

 Entre os caciques do DEM registra-se amplo desalento. Do presidente Rodrigo Maia aos líderes no Senado e na Câmara, o que mais se ouve é que, de novo, estarão todos condenados a seguir a reboque dos tucanos. Não apareceu, até agora, um nome de expressão capaz de posicionar-se como pré-candidato às eleições presidenciais de 2010. Do prefeito César Maia ao governador José Roberto Arruda, não vai dar.

Diante desse vazio, foi dada ao ex-senador e ex-presidente do partido, Jorge Bornhausen, missão quase impossível: percorrer os diretórios estaduais e mobilizar as bancadas no Congresso para o aparecimento, até o final do ano, de uma alternativa que não seja o engajamento, mais uma vez, na candidatura que o PSDB apresentar.

(Do Blog dos Blogs - Helena Chagas) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

A vocação dessa cambada é fazer intriga e chamar o exercito para assumir postura de manu militare, fechar congresso, destituir autoridades constitucinalmente eleitas, etc. etc. Vide http://www.youtube.com/watch?v=t4gmsuTPLMo

João de Sales Andrade

O que há de novo nisso? O DEM sempre esteve a reboque de outros partidos no poder. Pela própria orígem do partido, embasada na Ditadura Militar pela qual passamos longos anos, mesmo o disfarce do nome não muda os seus componentes ou sua história. Não conheço leão vegetariano!


13° Bolsa Familia

11/10


2007

O "Fora, Renan" quer mobilizar todo o Brasil

 Decididos a tornar insustentável a situação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deputados de oito partidos lançaram ontem o movimento “fora, Renan”. A idéia é promover ações de impacto até que Renan se afaste do cargo ou tenha seu mandato cassado por conta dos quatro processos disciplinares a que responde no Senado. O grupo anunciou que trabalha para mobilizar a sociedade e fará manifestações semanais no Congresso, exigindo o afastamento.

“Toda semana teremos a quarta-feira da indignação, com atos da frente suprapartidária que pede o afastamento imediato do presidente do Senado”, disse o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ). Para caracterizar que o movimento é do Congresso, e não de uma das Casas apenas, ficou acertado que as manifestações serão realizadas no espaço comum da entrada principal, conhecido como chapelaria. A idéia do grupo é estabelecer um calendário de ações para pressionar Renan. A primeira atividade, marcada para quarta-feira, é o lançamento do “livro do tombo”, que registrará assinaturas de deputados, senadores, representantes de entidades da sociedade civil e cidadãos contrários à permanência de Renan.(Informações do site da Veja)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

11/10


2007

Tropa de choque de Renan debandou

 O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), já não conta mais com uma tropa de choque disposta a defendê-lo nos processos por quebra de decoro parlamentar -- nas últimas sessões, com o peemedebista sob pressão cada vez mais intensa, os aliados desapareceram. Um dos integrantes da tropa até mudou de lado e agora está entre os defensores do afastamento de Renan. Na sessão de quarta-feira, a tropa só tinha um remanescente.

Na primeira votação de processo por quebra de mandato, Renan escapou graças aos votos do PMDB e do PT. Os partidos, porém, já não se mobilizam para ajudá-lo. E os parlamentares da tropa de choque não aparecem mais para enfrentar os opositores. Desde terça, aliados importantes -- como o grande comandante da tropa, Almeida Lima (PMDB-SE) -- nem sequer aparecem no Congresso. O defensor que mudou de lado é Valter Pereira (PMDB-MS).

Entre todos os antigos defensores, só Gilvam Borges (PMDB-AP) compareceu normalmente às sessões. Dois líderes da mobilização para ajudar o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) e Roseana Sarney (PMDB-MA), não foram ao plenário. Ainda assim, Almeida Lima -- que pediu licença de três dias justamente no momento mais complicado para Renan -- insiste em dizer que Renan "está bem" e que tudo não passa de "tentativa de golpe".

De acordo com reportagem publicada nesta quinta pelo jornal O Estado de S. Paulo, um ex-aliado de Renan calcula que o senador reúne hoje no máximo 20 votos por sua absolvição numa nova votação no plenário. Acredita-se que sete ou oito peemedebistas votariam pela cassação. No DEM, ACM Júnior (BA), que votou pela absolvição no mês passado, mudou de lado. No PT, só dois parlamentares defendem a cassação do mandato do peemedebista.(Infomrações do site da VEJA)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

Quando um cachorro ta levando "paulada" dos outros , tudo o que é cachorro da região vem pra ajudar a bater. Assim é o humano. Cade aquele que levou o titulo de "bonecona" de um colega seu e de estriônico de uma jornalista?



11/10


2007

Lula quer CPMF aprovada até 20 de dezembro

O ministro das relações institucionais, Walfrido dos Mares Guia, afirmou hoje que o governo espera a aprovação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) até 20 de dezembro. Ele participou no Senado de um encontro com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o líder do governo no Senado Romero Jucá (PMDB-PE), e o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senador Marco Maciel (DEM-PE). "A conversa foi muito boa e o ministro Mantega fez uma apresentação completa de como os impostos são cobrados. A CPMF é um pequeno bosque de uma floresta frondosa que é a reforma tributária", afirmou.



Segundo ele, ainda que a relatora da matéria no Senado, senadora Kátia Abreu (DEM-TO), tenha se colocado contrária à matéria, há expectativa de que o tributo seja aprovado na comissão até o final deste mês. Mares Guia não quis comentar a crise que envolve o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e disse que o assunto não cabe ao Palácio do Planalto. "Minha matéria é CPMF. Renan é assunto do Senado", afirmou. (Informações do Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

Querem acabar com a cpmf para aumentar os ganhos nas aplicações da bolsa. O pobre não tem cheque nem aplicação no mercado .Poder-se-ia mudar de nome , passar para taxa (- a taxa é deferente do imposto, pois obriga uma destinação especifica -) e com isso obriga-la a ser usada no SUS


Magno coloca pimenta folha

11/10


2007

Renan: ''''Vai ter que subir no coqueiro e tirar o coco''''

 O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) recorreu a metáforas para mostrar que apesar das pressões não está disposto a se licenciar do cargo para pôr fim à crise que ameaça a aprovação da CPMF. A colegas aliados, comparou-se a um coco para ilustrar sua disposição em ficar.

- Rapaz, para tirar o coco, não basta balançar o pé que ele não cai. Quem quiser, vai ter que subir no pé e retirar o coco com as próprias mãos - disse o presidente do Congresso a senadores aliados que estiveram com ele noite passada, horas depois de enfrentar a mais ampla reação em plenário desde o início da crise.

Renan Calheiros está no centro da crise há cinco meses. Ele está incomodado com as recentes deserções, mas, independentemente das baixas, não se mostra disposto a sair.

A interlocutores, diz estar convencido de que a oposição e o PT querem o seu cargo. Se pedir uma licença de 120 dias, como prevê o regimento, dá como certa a traição.

- Não tem espaço para a licença - disse Renan nesta tarde.

O senador Tião Viana (PT-AC), primeiro vice-presidente da Casa, assumiria a vaga caso Renan se afastasse.

Renan Calheiros não conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde a quinta-feira passada, mas faz elogios ao comportamento do presidente.

- Ele tem sido correto comigo - assegurou.

Lula está preocupado com a votação da CPMF, enquanto o peemedebista faz chegar ao aliado a lógica do ''ruim com ele, pior sem ele.'' (Informações do JB Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

Cabra macho, porém sujo e corrupto.

Raimundo Eleno dos Santos

Se esse coco cair cairá o coqueiral. Êta cara da mulesta. Acho que o Renan sabe de muita coisa. A aflição dos Democratas e adjacências é porque ele sabe demais. Será que vai ter algum aventureiro que irá praticar algum ato inopinado contra Renan? Em grande aflição o homem é capaz de fazer tolice.


Banner de Arcoverde

11/10


2007

PMDB recua e Jarbas e Simon voltam à CCJ

A novela mexicana chegou ao final. O líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp(PMDB-RO), acaba de confirmar que o partido resolveu reintegrar Jarbas Vasconcelos e Pedro Simon à Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Jarbas e Simon aceitaram, mas garantem que continuarão atuando de forma independente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

pmdb não recua mas avança. Tirou a ponta do pé da lama de novo.



11/10


2007

De Lampião a Clodovil

Remanescentes dos cangaceiros de Serra Talhada e a turma cor de rosa do estilista Clodô em São Paulo estão em alta nas pesquisas eleitorais. Os inocencianos do PR, à frente o prefeito Carlos Evandro, são favoritos na sucessao municipal na terra de Lampião, enquanto Clodovil brilha em São Paulo como líder na preferência popular para suceder o prefeito Gilberto Kassab. O arco-iris partidário une as vertentes de Lampião a Clodovil.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

João de Sales Andrade

Rústico ou refinado o comportamento no final das contas é o mesmo. Se pararmos para pensar e somar, cerca de 2 milhões de votos de São Paulo foram para candidatos sem história política ou com péssima história política. Algo como votar no cacareco.

Gilberto Carvalho Moura

Bastante apropriada a referencia



11/10


2007

Fala, leitor!

Caro Magno,

Estou revoltado com a mudança de nome da Avenida Norte para Avenida Miguel Arraes, em Recife, Pernambuco. Nada contra Arraes, pelo contrário, sou fã dele e reconheço nele um dos grandes líderes políticos do Brasil no século XX. Mas, será que para homenageá-lo é necessário apagar a memória da cidade? Por que não dar o nome dele as novas construções? Como o parque em Boa Viagem (até então Dona Lindu) ou a Via Mangue? O que será da memória das cidades se a todo instante modificarem o nome de seus pontos referenciais? Arraes é importante em nossa história, sem dúvida, e ele não merece, nem gostaria - acredito eu - de ser homenageado em detrimento da memória da cidade. Viva a Arraes, Viva ao Recife!

Miguel P Gomes

Recife


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

A Via Mangue deveria, por justiça, chamar-se MIGUEL ARRAES, desde que, fom com Arraes que a Comunidade de Brasília Teimosa( Formosa) se oficializou. Ou outras tantas que ainda vão surgir.



11/10


2007

Fala, leitor!

BOM DIA, MAGNO:
 
Como Pernambucano, residente em Paulista e já ter militado por muito tempo em Recife, hoje filiado a um partido político inovador, vejo a situação de Paulista sui generis. Se não vejamos: Fica a impressão de que o futuro Prefeito será IVES, SERGIO, CARRERO ou ADEMIR CUNHA.
 
Não é por aí que a banda toca, o povo não é mais cabresto de políticos corruptos e que respondem a processos nas mais diversas cortes. Políticos se fazendo de turista, nem residindo no município, outros com hotéis fora da municipalidade. Descobri, Magno, que a miséria da política são os Cabos Eleitorias e os tais Presidentes de Conselhos de Moradores. Imagine que o cidadão lhe diz que tem tantos votos.
 
Ora, voto não é comprado em feira livres. Daí, um fica enganando outro, logo em seguida entra o dinheiro, e dessa História aparece os eleitos. Pois bem aqui será diferente, vamos denunciar não ´só os políticos, mas o povo que está sendo engando venha a receber benefícios outros, que não seja a sua própria consciência livre e soberana.
 
Jamais vamos admitir vantagem, mesmo nos meios de comunicação de massa ou privadas, como são as tais Emissoras Comunitárias, Ongs frias, e conselhos de moradores que funcionam apenas em época de eleição, se abrirem as portas para o fulaninho terá que abrir para todos os candidatos. Magno, a eleição do próximo ano aqui será muito dura, vamos exigir apenas o que a lei determina, IGUALDADE DE DIREITOS E CONDIÇÕES de mostrar nossas propostas e soluções para o município, o qual teima em ser provincia do interior e ter seus eleitores teleguiados.
 
Agradeço a oportunidade para parabenizá-lo pelo seu trabalho. Receba um forte abraço do seu admirador. Alexandre Santos - Paulista


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/10


2007

Ditadura: filhas de Vinicius vão receber indenização

 As filhas do poeta, compositor e diplomata Vinicius de Moraes serão indenizadas. A Justiça reconheceu perseguição política imposta pela ditadura ao pai delas, determinou ontem Tribunal Regional Federal 2ª Região.
Luciana, Georgiana e Maria Gurjão de Moraes receberão, cada uma, R$ 50 mil por danos morais. Na decisão, unânime, os desembargadores negam provimento de recurso da União. Vinicius morreu em 1980.  (Informações da Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/10


2007

Fauna petista na chapa de Berzoini

(Do Blog de Josias de Souza)

 Candidato à releeição no PT, Ricardo Berzoini (SP) registrou a sua chapa. Há de tudo na caravana do deputado: de "mensaleiros" a “vampiro”. Não é propriamente uma chapa. Trata-se de um acinte.

Berzoini, que o companheiro Lula chamou de “aloprado” em 2006, vai às urnas do PT carregando atrás de si todos um rastro pegajoso que não exclui nenhum dos escândalos que tisnaram a imagem do PT em passado recentíssimo.

 

Lá estão, por exemplo, os mensaleiros João Paulo Cunha e Josias Gomes. Juntos, beliscaram valerianas que somam R$ 150 mil. Lá está José Guimarães, cujo ex-assessor, José Adalberto Vieira da Silva, foi pilhado no aeroporto de São Paulo transportando US$ 100 mil na cueca e R$ 200 mil numa bolsa.

 

Lá está também ex-ministro Humberto Costa (Saúde), indiciado pela PF de Lula por envolvimento com a máfia dos vampiros. Lá está ainda Zeca do PT, que acaba de ser denunciado pelo Ministério Público por conta da suspeita de ter recheado arcas de campanha com R$ 30 milhões em verbas públicas. Lá está até mesmo a sombra de Delúbio Soares, personificada na mulher dele, Mônica Valente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


11/10


2007

Pesquisa: Clodovil na cabeça para a prefeitura de SP

Carlos Chagas - Blog dos Blogs

 Dificilmente o partido que a encomendou autorizará a divulgação de recente pesquisa efetuada a respeito da prefeitura de São Paulo. Porque na espontânea, sem a indicação de nomes, deu Clodovil Hernandez na cabeça.

Com todo o respeito aos pronunciamentos populares e, mais ainda, ao parlamentar, importa prospectar o porquê desse resultado, e a resposta só pode ser uma: o descrédito dos eleitores nos chamados políticos ortodoxos. Clodovil surge como um símbolo do repúdio e do protesto, como já terá sido ao eleger-se deputado federal com mais de 500 mil votos. Quanto a imaginar o que faria na prefeitura paulistana, é tema em aberto. Pode ser tudo, até iniciativas de ampla repercussão junto aos desempregados.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

até que tá meio parecido com marta.

Raimundo Eleno dos Santos

Se Marta foi prefeita, por que não Clodovil? São Paulo precisa se renovar. De uma coisa eu tenho certeza: SAMPA SERÁ UM LUXO! Clodovil Hernandes vai aplicar em São Paulo seus talentos de figurinista e dará uma nova roupagem a grande metrópole em muitos lugares decadente. É isso.Parabéns São Paulo.



11/10


2007

Renan é um poste de carne e osso e tripas, sem coração

Por continuar plantado e irredutível na presidência do Senado, José
Renan Vasconcelos Calheiros sugere a idéia de "um poste de carne, osso e tripas, sem coração, segundo o jornalista José Adalberto Ribeiro. "O mundo desaba, o Senado afunda e nada o perturba, nada o comove, nada o abala, nada o atinge, nem o raio que o parta." O cronista viaja no mundo da poesia: "Em meio aos seus delírios o poeta russo Maiakovski certa vez imaginou: “Deve existir neste mundo algum homem feliz, talvez num lugar chamado Brasil”. Entenda-se “Brasil” como uma terra de seres primitivos lá nos cafundós.  Quem
seria o homem feliz neste terreiro onde Judas perdeu as botas?

Só existe um homem feliz neste vale de lágrimas, de sonhos, alegrias e ilusões. O único brasileiro feliz da vida chama-se José Renan Vasconcelos Calheiros. (Este Vasconcelos no sobrenome me faz pensar que Renan pode ser primo do senador Jarbas Vasconcelos).

Bicho maluco beleza, Maiakovski cantava: “A anatomia em mim enlouqueceu, sou todo coração”.

Neste momento Renan e suas tropas de elite estão rindo da cara de 188 milhões de brasileiros. Quanta felicidade!

Na lenda antiga o homem feliz não tinha camisa. Ao ser feliz com Mônica Veloso o playboy Renan Calheiros não tinha camisinha. Ser feliz é ser descamisado." Adalberto afirma que quando crescer gostaria de ser um senador playboy para quebrar o decoro particular com uma criatura formosa e saborosa feito Mônica Veloso, noves fora pensão alimentícia. Dê uma espiada no Menu Opinião para ler a crônica "Renan é um poste de carne e osso e tripas, sem coração".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Renan é um poste de carne e osso e tripas, sem coração... também tem "bimba". Que fale, então, a Monica Vellozo, se não é verdade!