Faculdade de Medicina de Olinda

29/01


2013

Minha cidade é linda

















A colaboração para o painel de hoje é da leitora Nathally Anne Silva e traz a imagem de uma praça em São Lourenço da Mata (Região Metropolitana do Recife).

Considerada a capital do pau-brasil, São Lourenço da Mata é uma das mais antigas cidades de Pernambuco. Registros locais confirmam que os primeiros habitantes do município foram os índios Tupinambás, em 1554. O local recebeu o título de capital do Pau-Brasil por causa da reserva ecológica de Tapacurá, remanescente de Mata Atlântica, onde se encontram mais de 100 mil árvores desse tipo.

Entre as diversas lendas contadas pelos moradores da cidade, há uma em particular que chama bastante a atenção dos turistas e que diz respeito ao santo padroeiro do município. Dizem que certa vez, um jovem chamado Lourenço reuniu um grupo de indigentes e os apresentou diante de Valeriano, e disse: “Eis aqui o nosso tesouro, que nunca diminuem e podem ser encontrados em todas as partes”. Tal ousadia foi penalizada com sua condenação à morte, sendo assado vivo.

Hoje, o santo São Lourenço é sempre lembrado nas missas. Por ser o padroeiro da cidade, São Lourenço recebe em sua homenagem, todos os anos, uma festa animada com shows, apresentações folclóricas, procissões e missas.

Faça uma foto bonita da sua cidade e nos envie para postagem neste quadro:
[email protected]


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

29/01


2013

Coluna da terça-feira

        Quem será o atrevido?

O repórter da Época que veio a Pernambuco e passou quase um mês entrevistando mais de 200 personagens para a capa da revista desta semana, que traz o governador Eduardo Campos (PSB) em destaque, saiu daqui boquiaberto.

Não encontrou um só político no campo da oposição com disposição de declarar guerra ou algo que desgostasse o socialista. Daí, a razão do título bem sugestivo: “Quem tem medo dele?”

A ideia da matéria era apontar o governador como um imperador, que governa com mão de ferro, deixando os poderes Legislativo e Judiciário reféns dos seus interesses.

Muita gente – leiam-se deputados desgostosos com o tratamento recebido, ex-aliados, neoaliados e tantos outros – deu dicas sob a garantia do off, mas a declaração mais dura partiu do tucano Daniel Coelho, que disse que o governador concilia práticas coronelistas com eficiência de gestão.

O senador Humberto Costa, ainda ressabiado com a derrota para Geraldo Júlio, também sinalizou endurecimento recorrendo aos ensinamentos de Maquiavel, de que o mandatário não deve ser amado, mas temido.

O quadro político em Pernambuco encontrado pelo repórter Luiz Maklouf Carvalho, enviado por Época, é fruto da absoluta e evidente inexistência de oposição. Nunca se viu algo igual. Até o senador Jarbas Vasconcelos, esmagado nas urnas pelo governador em 2010, se rendeu.

Na Assembleia, ninguém dá um pio. Daniel Coelho é andorinha solitária, que não faz verão, como diz a música. Com a eleição de Geraldo Júlio, Eduardo ficou mais poderoso e temido. Vai surgir alguém um dia com coragem cívica para enfrentar o governador?

O bloco governista é tão grande que se aparecer algum herói com tamanha disposição certamente sairá da própria base oficial e não da minúscula, medrosa e inoperante oposição de hoje.

DUAS CAPAS– Por falar em Época, a capa exibindo o governador pernambucano foi exclusiva para assinantes no País e venda avulsa no Estado. Para venda nas bancas no restante dos Estados a capa foi outra, enfocando o amor dos homens aos animais com o título “Por que amamos tanto os bichos?” Por que a revista recorreu a duas capas? A justificativa da revista é de mercado. Nada relacionado a discriminação. É que política não ajuda a vender revistas nem jornais.

Surto de poder - Ex-presidente da Assembleia por três mandatos, o conselheiro Romário Dias, do TCE, sofreu um surto de saudosismo e se deixou ser picado, mais uma vez, agora já aposentado, pela mosca azul: anunciou que é candidatíssimo a deputado estadual e, eleito, disputará a presidência da Casa.

 

 

 

Perda da turma - Na tragédia de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, o depoimento mais chocante partiu do professor Sílvio Henrique Vidal Dorneles, do curso de Agronomia da Universidade Federal gaúcha: “Estou me preparando para regressar às aulas em 1 de fevereiro, mas como vou entrar na sala faltando 31 alunos?” Quase a totalidade da sua turma que estava na boate morreu.

O estadista - O ex-prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro (sem partido), diz que o deputado Sebastião Oliveira (PR) ainda não digeriu a derrota na eleição municipal ao reprimir o encontro do deputado Inocêncio Oliveira com o prefeito Luciano Duque (PT). “Inocêncio é um estadista, mas Sebastião faz política com o fígado e não em favor do município”, desabafa.

Frustração geral - Embora Dilma tenha anunciado um pacote de R$ 66 bilhões de ajuda aos municípios, mais de três mil prefeitos que se deslocaram, ontem, para Brasília, perderam tempo e gastaram o dinheiro já escasso dos municípios. Na sua fala, embora longa, a presidente não anunciou nenhuma medida em favor dos municípios capaz de ser operada rapidamente, sem burocracia.

CURTAS

PODE SAIR– O deputado Sebastião Oliveira deu o ultimato ao deputado Inocêncio. Se ele (Inocêncio) abrir entendimento com o prefeito Luciano Duque (PT), cai fora do PR. Deve então começar a procurar outra legenda. Na passagem ontem por Brasília, Duque fez uma visita a Inocêncio com direito a fotos.

SATISFEITO – O prefeito Geraldo Júlio gostou do encontro de ontem com a presidente Dilma. “O Governo anunciou investimentos que serão muito importantes para o Recife”, disse o socialista, referindo aos programas na área de saneamento, habitação e saúde.

Perguntar não ofende: Quando os prefeitos verão a cor do dinheiro anunciado por Dilma, ontem, em Brasília?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

antonio carlos cisniros sampaio

ESSE PT NÃO TEM MAIS FUTURO TA NA HORA DE CAIR FORA DESSES MENSALEIRO ANTES QUE FIQUE TARDE DEMAIS

MARIA FERREIRA

COM O MUNICÍPIO INADIMPLENTE SEM TRASNPARENCIA E O ATUAL PREFEITO DE JUREMA ESCONDENDO OS GRAVES ERROS DA GESTÃO ANTERIOR,AINDA TENTA MENDIGAR RECURSSOS. ESTAMOS AGUARDANDO O QUADRO DE MENTIRAS E ABUSO DE PODER DOS DUNGAS.

MARIA FERREIRA

TE TOCA HUMBERTO. TIRE O CAVALINHO DA CHUVA. TUA COVARDIA FOI TAO GRANDE ,QUE ALEI DO RETORNO VEIO ATONA, RESTA VOCÊ SE CONTENTAR COM O SENADO, QUE GANHOU AS CUSTAS E TRABALHO POLITICO DE EDUARDO ,E O APOIO DO EX PREFEITO JOÃO DA COSTA.ATUALMENTE RECIFE E PERNAMBUCO, CONHECEU DE PERTO TUA SACANA

MARIA FERREIRA

GOSTARIA DE PARABENIZAR , ROMARIS DIAS, COMO CONSELHEIRO DETERMINADO. POIS JÁ NOTIFICOU O MAIOR CIDADÃO DE ABUSO DE PODER AQUI DA NOSSA REGIÃO, O EX PREFEITO ,GALEGO. E AGORA JOSE, A FESTA ACABOU, SEU ABUSO ACABOU ,ATE ... CONTÍNUO COM SEDE E FOME DE JUSTIÇA.

MARIA FERREIRA

NOSSO GOVERNADOR, E O MAIOR ORGULHO PARA PERNAMBUCO, PARA O PAIS ,POIS TEM CORAGEM E DETERMINAÇÃO POLITICA,. E UM FUTURO PELA FRENTE.


Governo de PE

29/01


2013

PMDB acha que Eduardo quer o lugar de Temer em 2014

 O presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), reagiu com cautela às críticas do governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, à aliança de seu partido com o PT da presidente Dilma Rousseff. Enquanto externamente o comportamento é contemporizar e não bater em Campos, internamente a cúpula do partido analisou as declarações do pernambucano como uma tentativa de tomar o lugar do PMDB na aliança em torno da presidente Dilma. A avaliação é que Eduardo Campos estaria de olho na vaga de vice-presidente.

 

Raupp argumentou que hoje o PMDB, segundo pesquisas de opinião, ocupa o segundo lugar na preferência do eleitorado brasileiro, atrás apenas do PT, detendo o maior número de senadores e prefeitos eleitos.''O povo é que vota e mede a aprovação do partido. O partido do governador Eduardo Campos não tem a dimensão do PMDB nem o peso político'', afirmou Raupp.

 

Raupp garantiu, no entanto, que a legenda lançará candidato próprio à presidência da República em 2018. Para 2014, a ideia é manter a aliança com o PT, com o vice-presidente da República, Michel Temer (SP).(Informações da Agência Estado - Eugênia Lopes)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura do cabo

29/01


2013

Eduardo Campos questiona aliança PT-PMDB

 O governador de Pernambuco Eduardo Campos, presidente nacional do PSB, questionou a aliança PT-PMDB, que deve ser mantida na disputa presidencial de 2014, em entrevista publicada nesta segunda-feira pelo jornal sergipano Cinform.

''Há um grande risco para quem monta coalização para governar quando a aliança política não corresponde à aliança social feita para ganhar a eleição'', disse ele. ''Acho que a expressão que o PMDB começa a tomar nessa aliança é muito maior do que o que o PMDB representa na sociedade brasileira e isso, um dia, é resolvido - ou pelos políticos ou pelo povo''.

''A gente já viu, em outros momentos, alianças políticas que foram feitas em determinadas conjunturas e que tentaram impor à sociedade a sua manutenção e o povo rapidamente não consentiu e a desmontou'', afirmou o governador, ao lembrar que em 1986 o PMDB elegeu governadores de todos os demais Estados do Brasil, exceto em Sergipe, onde o PFL venceu a eleição com Antônio Carlos Valadares.

''Mas, três anos depois, aquela mesma aliança de forças que havia participado disso tudo foi varrida das urnas, e dois candidatos fora do processo, que eram àquela altura o Lula e o Collor, de 1989, foram exatamente a expressão da sociedade brasileira''. (De O Estado de S.Paulo - Angela Lacerda)

Clique aí e leia na íntegra  Eduardo Campos questiona aliança PT-PMDB


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sandro Santos

Em política tudo pode acontecer... principalmente em se tratando de ter que se aliar a todo tipo.O DUDU,ainda achando que com os erros cometidos no PT Recife,ta achando que esse corisco caia 2 vzs,mas o povo não é + besta com em 1986,onde elegeu inclusive dr Arraes.Acorda nosso PT,Brasil.

antonio carlos cisniros sampaio

O PMDB NÃO E UM PARTIDO E UMA CEITA IGUAL ADIR MACEDO SÓ GOSTA DE DISMO

O PSB É UM PARTIDO POR VOCACÃO, ELE SE ASSEMELHA A UM HOMEM QUE FAZ AMOR COM SUA AMADA POR O SIMPLES FATO DE AMAr-LA. O PSB FAZ POLÍTICA DESTA FORMA POR VOCAÇÃO. JÁ O PMDB FAZ POLÍTICA PROFISSIONAL PELO O PODER E O DINHEIRO QUE ELA OFERECE É UM PARTIDO GIGOLÔ.



29/01


2013

Entre Mendonça e Caiado, DEM procura o seu líder

 Às vésperas do fim do recesso parlamentar, a bancada do DEM na Câmara continua dando cabeçada para escolher o líder do partido em 2013. Na disputa, Ronaldo Caiado e Mendonça Filho. A turma de Caiado defende que, no ano anterior às eleições presidenciais, a legenda deve ter um comandante combativo, disposto a todo e qualquer embate com o governo. O cometário é de Lauro Jardim, na sua coluna da Veja. Ele detalha mais:

Os seguidores do adversário querem justamente o oposto: um líder
conciliador, capaz de fazer oposição, mas sem tencionar a corda mais do que o necessário para, entre outras coisas, causar menos problemas a ACM Neto, no primeiro ano de mandato em Salvador.

O martelo do consenso, se é que ele será construído, vai ser batido no final desta semana. O grupo de Caiado tentará convencer Mendonça Filho a adiar o sonho por um ano, prometendo garantir-lhe a liderança em 2014. Se ele vai aceitar são outros quinhentos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

É muito difícil encontrar uma viúva, ja que o finado não deixou nada ou melhor, deixou só dívidas.


Prefeitura de Abreu e Lima

29/01


2013

Tragédia: cidades fazem pente-fino em boates no País

 O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), provocou um ''efeito dominó'' pelo país, com prefeituras convocando às pressas reuniões para discutir condições de segurança em casas de shows.

A iniciativa ocorre após pedido da presidente Dilma.

Em São Paulo, a prefeitura se reunirá com donos de casas noturnas nas próximas semanas. A intenção da gestão Haddad (PT) é ouvir o que os empresários acham das exigências e o que pode melhorar.

Foi o único passo concreto dado após Haddad ter pedido, anteontem, uma revisão das leis do município em relação a locais com grande concentração de público.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Magno coloca pimenta folha

29/01


2013

Tragédia é explorada por sequestradores no RS

 A comoção provocada pela tragédia de Santa Maria está sendo usada por criminosos em uma adaptação do ''golpe do sequestro'', no qual a vítima recebe por telefone um pedido de depósito de um resgate em troca da libertação de um parente que, na verdade, não está sequestrado. Na versão aplicada no Rio Grande do Sul, o golpista tenta convencer por telefone a vítima de que é um ''sobrinho'' a caminho de Santa Maria, para o enterro de um conhecido morto no incêndio da boate Kiss.

''O criminoso diz então que o carro quebrou na estrada, a caminho do enterro, e o mecânico não aceita cheque. Certa de que é um parente precisando de ajuda, a vítima faz um depósito'', explica o comandante do policiamento do regimento de Santa Maria, capitão Edi Paulo Garcia de Ávila.(Informação de O Estado de S.Paulo - Rodrigo Cavalheiro)  Clique aí e leia na íntegra  ''Golpe do sequestro'' é adaptado em tragédia de Santa Maria


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

29/01


2013

''''Não foi o PT quem inventou a boquinha'''', diz ministro

 Em discurso para prefeitos petistas, o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) afirmou ontem que ''não podemos aceitar a pecha de que o PT foi quem inventou a boquinha''. Carvalho defendeu que o PT trabalhe contra tentativas de desgastar a imagem da sigla, sobretudo da oposição.

A fala ocorreu dois meses após o Supremo Tribunal Federal concluir o julgamento do mensalão, condenando ex-integrantes da cúpula do partido, como o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Fundador do PT, Carvalho enalteceu a gestão do ex-presidente Lula, de quem foi chefe de gabinete, e da presidente Dilma Rousseff.

Segundo ele, os petistas colocaram a fiscalização para funcionar e mudaram a cultura política, acabando ''com a ideia de que se utilizam dos cargos públicos para fazer carreira'', no lugar de encará-los apenas como serviço.

''''O PT e os partidos aliados é que conseguiram fazer funcionar para valer a Polícia Federal, criaram a CGU [Controladoria-Geral da União], porque entendemos que é preciso ter transparência no Estado, inclusive quando dói na própria carne'''', disse.(Informações da Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Inajá Tupinambá

Talvez o PT não seja o criador da "boquinha", mas, certamente foi quem institucionalizou o uso da pequena "cavidade bucal".

Arnaldo Amaral

A petralhada, simplesmente, por sí própria, e pela caterva circundante, vem estuprando a República a olho nu, ao vivo, e a cores em todo este desditoso Patropi. Antes, os gestores safados agiam às sombras... Bandidos tais, idem quais. Até quando ???

roberto lima

De fato, o pt não inventou a boquinha mas a democratizou e compartilhou com os "cumpanheiros"

Wellington Antunes

Na era FHC, de triste e mal cheirosa memória, a PF vivia desaparelhada e de mãos atadas, o Procurador-Geral era o engavetador-geral. No gov. do PT a PF teve autonomia e foi criada a CGU [Controladoria-Geral da União], que atua com rigor. Essa é que é a verdade, queiram ou não queiram os rola bostas.

Paulo Henrique Maciel

Esse escrotinho formado na Escola de Patranha e Cinismo do prof. Lula, tem, parcialmente, razão. Apenas "esqueceu" de dizer que no lugar de piabas do crime, entraram anacondas, baleias e tubarões. Nada. Nasa se compara à máquina de corrução da seita lulo-petista. O STF demonstrou isso. Cale-se!


Banner de Arcoverde


Warning: PHP Startup: Unable to load dynamic library '/opt/cpanel/ea-php56/root/usr/lib64/php/modules/mcrypt.so' - /opt/cpanel/ea-php56/root/usr/lib64/php/modules/mcrypt.so: cannot open shared object file: No such file or directory in Unknown on line 0