FMO janeiro 2020

26/04


2012

Grampo em Cavendish pode dar CPI das empreiteiras

DA COLUNA ESPLANADA - LEANDRO MAZZINI

 A situação delicada da Construtora Delta vai além dos contratos firmados. Durante a Operação Monte Carlo, numa ação ousada, cinematográfica e com recursos de alta tecnologia, a Polícia Federal implantou escuta ambiental, com áudio e vídeo, no QG da empreiteira: na sala de Fernando Cavendish, o dono da empresa. Os poucos que sabem do caso já propalam que, se a PF ou o Ministério Público vazarem o que têm em mãos, será a CPI das Empreiteiras.

Entre as quatro paredes do gabinete do quarto andar do Ed. Central, na Av. Rio Branco, no Centro do Rio, teria desfilado meia nata da turma do concreto nacional. O script da Delta repete o da Gautama, de Zuleido Veras, em 2006: na mira da PF, depois do CGU e do TCU. Uma vez inidônea, pode sumir do mercado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima

26/04


2012

CPI: Collor estreia no ataque. Sobrou até para imprensa

Collor vira membro de CPI 20 anos depois do impeachment

O ex-presidente e senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) partiu para o ataque nesta quarta-feira assim que assumiu como membro da CPI que vai investigar o elo do bicheiro Carlos Cachoeira com políticos. Antes no banco dos réus, quando sofreu o processo de impeachment e renunciou à Presidência, agora Collor assume o papel de juiz e disse hoje que vai combater a “vileza política” e não vai deixar que a CPI seja “um campo fértil de desrespeito aos direitos constitucionais dos homens públicos e de qualquer cidadão brasileiro”.

Collor também atacou a imprensa, disse que a comissão não pode se pautar “pelos meios e alguns de seus rabiscadores” e acusou setores da mídia de produzirem “notícias falsas ou manipuladamente distorcidas”.  (Do Portal IG)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos Silveira

..."combater a ''vileza política'' e não vai deixar que a CPI seja ''um campo fértil de desrespeito aos direitos constitucionais dos homens públicos e de qualquer cidadão brasileiro'', entenda-se: DANE-SE A OPINIÃO PÚBLICA E A JUSTIÇA, NINGUÉM AQUI SERÁ PUNIDO!



26/04


2012

Cachoeira ameaça Perillo usando blog de aliado

 O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), teria recebido R$ 500 mil da quadrilha do contraventor Carlinhos Cachoeira. A quantia serviu para que Cachoeira agradecesse um favor do político, que luta para fugir das acusações que o envolvem com o contraventor. A denúncia é do blog ''Quid Novi'', através do qual o jornalista Mino Pedrosa tem distribuído, em doses cavalares, o veneno de Cachoeira. De acordo com a publicação, o pagamento foi feito no Palácio das Esmeraldas, residência oficial do governador de Goiás. O dinheiro foi entregue por Wladimir Garcês, preso durante a operação Monte Carlo.

A suposta propina entra para o amplo leque de acusações que Perillo terá de explicar na CPMI de Cachoeira, no Congresso. Integrante do principal partido de oposição, ele será um dos alvos preferenciais dos petistas, que já receberam ordens de abrir fogo contra ele. (Do Informe JB - Jorge Lourenço)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

26/04


2012

Dilma venceu a turma do PDT pelo cansaço

 Dilma Rousseff venceu a cúpula do PDT no cansaço, deduz Lauro Jardim, na sua coluna da Veja. Lembra que depois de tanto reclamar e não ver o pleito no Ministério do Trabalho atendido, os pedetistas já não falam mais em conversar com o Planalto para buscar uma solução ao impasse. A esperança por fazer o sucessor de Paulo Pinto (o interino que substituiu Carlos Lupi) deu lugar a magoadas declarações. André Figueiredo, por exemplo, diz que o Ministério do Trabalho foi esvaziado e teve as suas atribuições entregues a ex-sindicalistas lotados na pasta de Gilberto Carvalho. Diz Figueiredo: ''''É lamentável ver o Ministério do Trabalho sucateado dessa forma justamente na véspera do Dia do Trabalhador.''''

Já Ilimar Franco deu na sua coluna de O Globo que a Força Sindical, comandada pelo pedetista Paulinho da Força resolveu cutucar o governo Dilma e também o PSDB paulista. A Central convidou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) para ser a principal estrela do comício do 1º. de Maio em São Paulo, que deve reunir um milhão de pessoas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/04


2012

CPI: há quem acredite

CARLOS BRICKMANN

Como a imaginação é livre, suponhamos que os políticos interessados em investigar o caso lotem uma Kombi e consigam liderar a CPI, levando-a a apurar o que há e o que houve. O prazo regimental é de 180 dias, prorrogáveis por mais 180. Imaginemos que fique comprovado que o empresário zoológico pagou propinas, fez tráfico de influência, operou ilegalmente em conjunto com empreiteiras e promoveu evasão de divisas. Sonhemos até com o impossível: que se apurem os dados da conta internacional que recebe o dinheiro sujo.

E daí, nada. Daqui a 360 dias, a CPI envia seu relatório ao Ministério Público. Nesse período, todo o teatro terá sido montado: julgamentos em Conselhos de Ética, expulsões de partidos, furibundos discursos em defesa da moral e dos bons costumes. Punições, se houver, apenas as políticas - lembre-se do ministro afastado pelas acusações de malfeitos que reassumiu o mandato e está até no Conselho de Ética. E o caso já estará velho. No outono de 2013, o assunto será a Copa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos Silveira

Que se dane o Brasil!


O Jornal do Poder

26/04


2012

Desalmado: ''''Hospital é um lugar onde morre gente''''

DO BLOG DE CHRISTINA LEMOS

 Causou revolta entre os integrantes da audiência pública na Câmara dos Deputados nesta terça a frieza com que o representante da entidades hospitalares, Emanuel Araújo, tratou as mortes em hospitais privados provocadas por erros médicos ou de procedimentos das instituições de saúde. ''As pessoas precisam entender que hospital é um lugar onde morre gente'' - disse Araújo.

''''Ele deveria completar: e onde se mata gente!'''' - declara o ex-deputado e presidente da Embratur Flávio Dino, que perdeu um filho de 13 anos em fevereiro, internado de emergência no Hospital Santa Lúcia, em Brasília, em circunstâncias que levam a suspeitar de erro médico. Na audiência pública, a deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ) pediu a interdição do Santa Lúcia.

Nesta quinta-feira, Flávio Dino tem reunião com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ayres Britto, para apresentar proposta de criação de varas e juizados especializados em causas referentes a questões de saúde, inclusive negligencia médica. ''São milhares de casos que caem na vala comum e terminam em impunidade'' - diz Dino.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

26/04


2012

Ex-diretor da Delta passa a noite na cadeia em Brasília

O ex-diretor da Delta Claudio Abreu, preso nesta quarta-feira (25) (Foto: TV Globo/Reprodução)

O ex-diretor da Delta Claudio Abreu, preso nesta quarta-feira (25) (Foto: TV Globo/Reprodução)

O ex-diretor da empresa Delta Construções Claudio Abreu passa a noite desta quarta-feira (25) na carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE), em Brasília, informa o portal G1. Abreu foi preso na operação Saint-Michel, um desdobramento da operação Monte Carlo, da Polícia Federal, na qual ja havia sido preso o bicheiro Carlinhos Cachoeira, acusado de exploração de jogo ilegal. O advogado do ex-diretor da Delta, Roberto Pagliuso, disse na sede da Divisão Especial de Repressão ao Crime Organizado (Deco) que entrará na quinta-feira (26) com o pedido de habeas corpus para Claudio Abreu, por entender que o cliente colabora com as investigações da operação Monte Carlo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

mas vai sair hoje ou amanhã ,de barba feita e cheiroso feito um bode, pra continuar praticando suas tranbicagens


Prefeitura de Limoeiro

26/04


2012

Código Florestal: base será enquadrada após derrota

Ambientalistas protestam nas galerias da Câmara (esq.); deputados ruralistas comemoram votação do texto-base (Foto: Reuters)

O líder do governo na Câmara, deputado Gilmar Tatto(PT-SP) defendeu ontem ''''uma arrumada na base'''' após ver o governo derrotado na votação do Código Florestal. A maioria da Câmara, com grande parte de governistas, enfrentou o governo aprovando o substitutivo do relator Paulo Piau (PMDB-MG) para o Código Florestal. O fato curioso é que em favor do texto que o governo queria ver aprovado, o que passara pelo Senado, votou não só o governo mas partidos oposicionistas, como o PPS, PSOL e PV, enquanto o governista PMDB votou contra o governo e aprovando o texto modificado por Piau, de agrado dos ruralistas, derrrotando os ambientalistas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Shopping Aragão

25/04


2012

Alex não pertence mais ao JC

Um dos “monstros sagrados” da imprensa pernambucana, o jornalista José de Souza Alencar, o Alex, não assina mais a coluna que contribuía com o seu talento para o jornal há mais de 60 anos. Seu afastamento ocorreu há mais ou menos 30 dias, mas, estranhamente, o JC não publicou uma linha sequer dando satisfação aos leitores sobre o desligamento dos quadros da empresa de, provavelmente, o mais antigo servidor.

 

Conversei, há pouco, com o diretor de Redação do JC, Ivanildo Sampaio. Ele me contou que Alex pediu para sair e, consequentemente, fechar um acordo. Quanto ao fato de o jornal não ter comunicado a saída do colunista, Sampaio informou que a escolha foi dele (Alex).“ Ele não quis. Se toda vez que sair um funcionário do jornal a gente for obrigado a dar uma nota, teremos que ter muito espaço, o que não é uma praxe do jornal”, afirmou.

 

Hoje com 84 anos, Alex entrou no JC com apenas 20 anos de idade. Foi por muitos anos colunista social e escreveu também crônicas literárias. Com a reforma do jornal, ele perdeu a coluna e ganhou outro espaço para dar as suas opiniões, mas sem o formato e o conteúdo de uma coluna social.

 

Alex, além de ser uma referência da imprensa pernambucana, é membro da Academia Pernambucana de Letras. Suas crônicas aos domingos sobre o cotidiano eram bastante elogiadas pela qualidade do seu texto e o seu talento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

lino perrelli

Qualquer indivíduo com mais de oitenta anos que demonstre lúcido ímpeto para trabalhar, como assim é o Alencar, diz o tanto que são medíocres aqueles que o empregaram, não em todos os períodos, certamente. Quanto a ser "dirigível" o Alencar... não avisto nenhum então com habilidade para tanto!

Edmar Lyra Cavalcanti Júnior

Uma pena a saída de Alex do colunismo social pernambucano. Grande jornalista, escritor e artista plástico. Tenho algumas telas dele que são excelentes.



25/04


2012

Senado aprova R$ 90 milhões para barragem de Serro Azul

A Comissão de Orçamento do Senado aprovou nesta quarta-feira (25) o crédito suplementar de R$ 90 milhões para a construção da barragem de Serro Azul, em Pernambuco, de acordo com a Agência Senado. Localizada no município de Palmares, a barragem vai abranger também municípios como Catende e Bonito, fortemente atingidos pelas últimas enchentes na Mata Sul. A obra será construída com recursos dos governos Federal e Estadual. A aprovação contou com o voto favorável do Senador Armando Monteiro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Esta liberação traduz de forma adequada a prioridade que deve ser dada a este projeto, que tem um grande alcance social”, frisou o senador. Segundo Armando, quem conhece a Mata Sul de Pernambuco sabe dos inestimáveis prejuízos causados nos períodos de fortes chuvas à população. “A Mata Sul possui uma densidade demográfica expressiva e tem o município de Palmares como o maior da região. Priorizar a destinação dos recursos por meio dessa realocação é muito importante para garantir a execução dessa obra que representará uma solução definitiva para o drama das cheias na Mata Sul”, externou.

 

A barragem de Serro Azul será a quinta maior de Pernambuco e terá capacidade de acumulação de 303 milhões de metros cúbicos de água. A finalidade da obra é controlar quatro reservatórios que servem de amortecimento de cheias nas bacias dos rios Una, Sirinhaém e Mundaú. A barragem protegerá cerca de dez municípios da região que, em épocas de chuvas, sofrem com as recorrentes inundações.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha