Versão Agreste Central

18/10


2006

SE: Ex-deputado pede a cassação de Jackson

O ex-deputado federal Pedrinho Valadares (PFL) ingressou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, com Agravo de Instrumento para tentar cassar o mandato do deputado federal Jackson Barreto (PTB), reeleito no último dia 1º de outubro. ''Usando o marketing do PT, que é ‘para todos’, quero que a lei também sirva para Jackson Barreto'', argumentou.

Pedrinho destacou que Barreto é inelegível, conforme prevê a lei 64/90, porque o Tribunal de Contas do Estado rejeitou os balancetes financeiros da sua gestão à frente da Prefeitura de Aracaju, com base em ilegalidades constatadas por auditores técnicos. O ex-parlamentar disse ainda que a sua decisão visa dar seguimento à ação iniciada pelo procurador regional eleitoral, Eduardo Botão Pelella, do Ministério Público Federal (MPF), em Sergipe.

''Ele (Jackson) perdeu no Tribunal Regional Eleitoral, recorreu a Brasília, e monocraticamente, o Tribunal Superior Eleitoral, negou provimento à ação. ''O meu único objetivo é fazer com que a lei seja aplicada a todos, indistintamente. Tenho certeza de que não haverá objeção, considerando que Jackson sempre diz primar pela coisa pública'', alfinetou Pedrinho. As informações são do Jornal da Cidade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Sertão do Araripe

18/10


2006

AL: Celso diz que população errou em não eleger Lyra

O presidente da Assembléia Legislativa do Estado (ALE), deputado Celso Luiz (PMN), compareceu ontem à sessão da Casa pela primeira vez depois das eleições deste ano, quando integrava como vice a chapa do deputado federal João Lyra (PTB) ao governo do Estado, que acabou derrotada pelo senador Teotonio Vilela Filho (PSDB), no primeiro turno.
Celso atribuiu a derrota à “opinião pública”. “Eu acho que foi colocada uma proposta e, do jeito que foi colocada, se formou uma opinião pública contrária à nossa chapa. Eu acho que foi um grande erro da população, não de votar, mas de não ter o deputado João Lyra como governador. Eu tinha consciência de que ele seria um grande governador, pela sua experiência e pelo seu passado. Mas houve essa decisão. Na política é assim mesmo. Devemos respeitar a opinião e a decisão do povo”, argumentou. As informações são da Gazeta de Alagoas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Mata Norte

18/10


2006

Collor comemora vitória com Missa de Ação de Graças

O senador eleito e ex-presidente da República, Fernando Collor de Mello, foi homenageado ontem à noite, com uma missa de Ação de Graças, celebrada para marcar sua vitória nas urnas, no último dia 1° de outubro. A missa foi conduzida pelo arcebispo de Maceió, dom José Carlos Melo, no Papódromo, no Dique Estrada, e contou com a presença de cerca de 3 mil pessoas, entre parentes do senador eleito, amigos, correligionários, eleitores e fiéis da Igreja Católica.
Ao chegar ao Papódromo, Collor foi recepcionado por centenas de pessoas, disse que estava feliz e agradecido pela vitória na eleição para o Senado. Ele ressaltou que um dos seus objetivos no Congresso Nacional será lutar pelas camadas mais pobres da população de Alagoas. As informações são da Gazeta de Alagoas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Versão Sertão do Pajeú

18/10


2006

CE: Governador pede voto para Lula

O governador eleito Cid Gomes (PSB) pediu votos para o presidente e candidato à reeleição, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e afirmou que buscará formas de resgatar a capacidade de produção do Estado, que se destacou, nacionalmente, há 17 anos, pelo programa de atração de indústrias. O encontro foi em um almoço com empresários de diversos setores como Construção Civil, Agronegócio, Fruticultura e dirigentes da Fiec e do CIC, ontem pela manhã, no Marina Park Hotel. O evento, que teve a iniciativa do grupo de empresários, reuniu ainda lideranças políticas como presidentes e secretários de partidos, vereadores e deputados.

O senador eleito, Inácio Arruda (PC do B) pediu que as lideranças empresariais unam esforços para a reeleição de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República. O comunista explicou que Lula merece ser, novamente, presidente da República, depois de realizar uma boa administração e ter resistido aos insistentes bombardeios da oposição a sua administração.

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, disse estar confiante na reeleição de Lula e não vê temores com altos índices de abstenção eleitoral, que costumam ocorrer nos segundos turnos de disputas eleitorais, em especial no Nordeste brasileiro. Luizianne justificou seu ponto de vista ao explicar que o índice de ausência eleitoral, mesmo sendo alto, foi inferior aos anos anteriores e, segundo ela, isso mostrou a demonstração do povo nordestino e cearense em reeleger Lula. As informações são do Diário do Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/10


2006

RJ: Cabral amplia vantagem sobre Frossard

O candidato Sérgio Cabral (PMDB) subiu um ponto nos votos totais e ampliou a vantagem sobre Denise Frossard (PPS) na disputa pelo governo do Rio, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira pela TV Globo. O levantamento foi realizado após o debate da TV Bandeirantes, realizado no domingo.

Em relação a última pesquisa divulgada pelo ''RJTV'', no dia 6, Cabral subiu 56% a 57% dos votos totais. Denise passou de 34% para 33%. Votos brancos e nulos somam 6%, eleitores indecisos repressentam 4% do total.

Segundo o Datafolha, Cabral tem hoje 63% dos votos válidos contra 61% da sondagem anterior. Denise caiu de 39% para 37%.

O Datafolha entrevistou 1.651 eleitores de 45 muncípios entre segunda e terça-feira. O levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) sob o número 76272/2006. A margem de erro é de dois pontos percentuais. As informações são do O Dia Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Flamac - 2

18/10


2006

Sanguessugas: CPI aprova requerimentos

A CPI dos Sanguessugas aprovou ontem os requerimentos que pediam a convocação do presidente licenciado do PT Ricardo Berzoini. A CPI também aprovou a convocação dos acusados de envolvimento com a compra de um dossiê contra políticos tucanos por integrantes do PT: Gedimar Passos, Valdebran Padilha, Expedito Veloso, Oswaldo Bargas, Jorge Lorenzetti e Freud Godoy. Todos eles foram chamados de “aloprados” pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A CPI também aprovou a transferência dos sigilos telefônicos do ex-assessor da Presidência, Freud Godoy. Os dados estão em poder da Justiça Federal de Mato Grosso. A CPI aprovou também a convocação de Francisco Rocha, o Rochinha, homem de confiança do ex-ministro da Saúde, Humberto Costa. O objetivo é esclarecer as dúvidas dos parlamentares sobre o dossiê contra candidatos tucanos. As informações são da Folhapress.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

FMO

18/10


2006

André diz que Inocêncio é "arma secreta de Eduardo"

O presidente do PFL de Pernambuco e deputado federal reeleito, André de Paula, defendeu o governador-candidato, Mendonça Filho (PFL), das acusações do também deputado federal, Inocêncio Oliveira (PL), que está no palanque de Eduardo Campos (PSB).

“Mendonça assegura que Inocêncio exigiu a Secretaria de Saúde para ficar do nosso lado. Como a prática do governador não é essa, Inocêncio mudou de lado”, esclareceu. Seguindo a mesma linha de pensamento de Mendonça, André de Paula coloca em dúvida novamente a possibilidade de Campos ter aceitado a suposta condição imposta por Oliveira. “Mendonça é um homem previsível, equilibrado e tem credibilidade. A pergunta é: Eduardo aceitou essas condições?”, questionou.

André de Paula mostrou que não será surpresa a abertura de um processo judicial contra o governador, e que estaria preparado para enfrentar o caso. “Esse é um procedimento que cabe na democracia. Ele (Oliveira) apenas vai dar a oportunidade de Mendonça reafirmar na Justiça  o que disse. O governador não queria entregar a Saúde de Pernambuco em um acerto político”, argumentou.

Quanto à insinuação feita por Oliveira de que Mendonça teria começado a perder a eleição quando ele saiu da União por Pernambuco, André de Paula reconheceu a importância do oponente para Eduardo, mas questionou a sua ausência no guia eleitoral do PSB. “Inocêncio está sendo importante para Eduardo. Mas todo pernambucano espera o depoimento de Inocêncio Oliveira no guia de Eduardo Campos. Já vi Humberto Costa, Armando Monteiro Neto, menos ele. Deve ser a arma secreta de Eduardo”, ironizou. As informações são da Folha de Pernambuco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Regina Coeli Cavalcanti

Ninguém vem a público, num debate tão importante e decisivo, para inventar que Inocêncio tentou negociar cargos em troca de apoio. Ele queria ser o candidado a governador pela União por Pernambuco. Depois tentou negociar secretarias, e não conseguiu. Eduardo e aliados vendem a alma em troca de poder

caca di serrat

prezado ivan vc estar total errado

cidadão pernambucano

Andrezinho, que decepção. Você participando desse jogo sujo. Fazendo acusações, difamando. Você que sempre foi tão educado, cortês. Deve ter seus motivos para agir assim. A dor de cabeça de arrumar lugar para amigos, correligionários e parentes vai ser grande. Tá explicado.

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

AS DUAS SECRETARIAS JÁ TEM DONO. PRODUÇÃO RURAL, JOSÉ MARCOS. SAÚDE, SEBASTIÃO OU CLOVIS CARVALHO. SÃO AS INDICAÇÕES DE GAGOLEJO OLIVEIRA. SE HOUVER PROCESSO, ELE SÓ SE SUSTENTA ATÉ A INDICAÇÃO DAS PASTAS. O GAGO NÃO VAI PROCESSAR NINGUÉM, E SE PROCESSAR, PODE ENQUADRADO COMO LITIGANTE DE MÁ FÉ.

caca di serrat

ANDRE DE PAULO LAVE SUA BOCA PARA FALR DE INOCENCIO OLIVEIRA E DE EDUARDO CAMPOS VC VEIA AQUI PARA TERRA DE INOCENCIO E COMPRPU VOTO AQUI EM SERRA TALHADA


Mobi Brasil 4

18/10


2006

Eduardo tenta proibir imagem sua no guia de Mendonça

A disputa pelo uso da imagem de aliados e adversários já marcou a campanha eleitoral deste ano em Pernambuco. A Frente Popular, liderada pelo candidato a governador pelo PSB, Eduardo Campos, tenta tirar do ar a imagem do próprio Eduardo no guia de seu adversário, o pefelista Mendonça Filho.

Isso porque Mendonça utiliza diariamente uma foto de Campos durante a série que veicula contando a história dos precatórios e questionando o socialista sobre o destino do dinheiro arrecadado com a venda dos títulos. A representação, protocolada ontem no TRE requer preservação da imagem do postulante, considerando que esta é usada para propaganda irregular, embora os desembargadores já tenham entendido pela regularidade da peça do pefelista. Em liminar, os advogados pedem a suspensão do programa e, no julgamento final, requisitam direito de resposta no tempo proporcional ao usado para acusar.

A Frente Popular conseguiu também retirar a imagem do deputado mais votado da Assembléia do ar. A ação solicitou a retirada do pastor Cleiton Collins do guia pefelista, uma vez que o PSC, partido dele, está coligado com a Frente de Eduardo. Em contrapartida, Mendonça conseguiu a retirada do trecho do guia de Campos que afirma que o governador, ao abaixar a tarifa da energia, aumentou a do cimento e da água. As informações são da Folha de Pernambuco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Soraya da Cruz Plácido

e respeito, e portanto, estou com a minha consciência tranquila de que como Pernambucana, e amando o Estado que nasci e moro, QUERO O MELHOR PARA ELE, e por confiança e credibilidade que Mendonça Filho nos transmite, VOTO NELE SIM COM ORGULHO E AMOR À PERNAMBUCO.

Soraya da Cruz Plácido

Prezado Reverendo: Eu apenas faço minha parte como cidadã, e eleitora, em que JAMAIS iria de encontro as pessoas honestas e de mãos limpas. Como poderia deixar de enxergar o que esse Governo nos trouxe? Apenas melhorias e desevolvimento, porisso sou fiel não apenas neste politico que confio

Soraya da Cruz Plácido

“Dudu dos precatórios eu não voto em você / Dudu dos precatórios eu não voto em você / Cadê o meu dinheiro? Você tem que responder / Cadê o meu dinheiro? Você tem que responder. Não gosta de pagar salário ao servidor / Três meses atrasou e não tem explicação” Vai dormir com uma bronca desta!!!

Renata Lira

Ah, atenção que se duvidar as próximas pesquisas virão 70% a 30%. Ai meu Deus! Estou desesperada!

Renata Lira

Só pra eu me lembrar. Quem está na frente mesmo na pesquisa? De quem é o desespero mesmo? Quem não tem proposta pra Pernambuco, desce para a baixaria, é assim mesmo. Esperar o que de quem sempre viveu na sombra de outra pessoa.


Banner - Hapvida

18/10


2006

Prefeitura de Itapetim faz contratos irregulares, diz TCE

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas negou registro, ontem, a cerca de 30 servidores contratados temporariamente pela prefeitura de Itapetim para prestarem serviços nas áreas de saúde e educação. Segundo o relator do processo, conselheiro Ricardo Rios, o prefeito Adelmo Moura obedeceu a todos os requisitos exigidos pela legislação, à exceção de um: ao celebrar os contratos a partir de 10 de fevereiro de 2005 fixou a data do término "quando a prefeitura realizar o concurso público".

De acordo ainda com o relator, o prefeito infringiu a Lei Municipal que trata da contratação temporária por excepcional interesse público, a qual fixa o prazo máximo de 24 meses para essa modalidade de contrato, sem direito à renovação.

"A Prefeitura está enquadrada na Lei de Responsabilidade Fiscal no que toca ao limite de gastos com a folha de pessoal, mas há esse vício a ser sanado. Em razão disso, voto pelo indeferimento dos registros", disse o conselheiro-relator, cujo voto foi acompanhado à unanimidade.

Ele declarou também que a Prefeitura de Itapetim foi notificada pelo TCE para apresentar a sua defesa, porém não o fez. Em grau de recurso, se porventura isso vier a ocorrer, o TCE poderá rever a negativa dos registros. Mas a Prefeitura terá que refazer todos os contratos, fixando como início a mesma data (10/02/2005) e, como término, 10/05/2007, finalizou Ricardo Rios. As informações são do site do TCE.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Esses que se dizem esquerdistas são loucos pelo dinheiro do povo. Olinda caindo aos pedaços e o dinheiro público iondo pelo ralo.


Asfaltos

18/10


2006

MP identifica licitações fraudulentas em Olinda

Possíveis fraudes em licitações realizadas pela Prefeitura Municipal de Olinda estão sendo apuradas pelo Ministério Público de Pernambuco, que encontrou indícios de irregularidades em concorrências conduzidas pela Secretaria de Obras do município entre os anos de 2003 e 2004.

Segundo informações apuradas em um procedimento de investigação preliminar iniciado no dia 28 de setembro, as construtoras Porteiras Ltda., Lucena e Valentim Ltda. e Da Silva e Filho Ltda. poderiam estar sendo beneficiadas ilegalmente.

De acordo com a Promotora de Justiça Márcia Bastos Balazeiro, as três empresas ganharam, repetidamente, várias das concorrências públicas organizadas pela Secretaria de Obras. Além disso, há indícios de que as três firmas têm sócios e representantes da mesma família. "Se for comprovada, a irregularidade fere o princípio da igualdade nas licitações", afirmou.

Um dos fatos considerado estranho pela Promotora é relativo à licitação 140/2003, em que propostas apresentadas por empresas distintas tinham o mesmo número de conta corrente. A Promotora mandou notificar os sócios das três firmas. As informações são do site do MPPE.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

...OS ODORES DO SEBOSO GOVERNO STALINISTA DO PCDOB POLUEM A MÁGICA OLINDA ... 45 NELLA E CATERVA !!!

Ricardo José Amorim Campos

novidade....olinda so nao é pior q jaboatao pq nao tem tanto $$!


Supranor 1

18/10


2006

Lula se vinga da Globo

Ainda da coluna de Cláudio Humberto: "Para se vingar da Globo pelo destaque ao caso do dossiê, Lula deve indicar um inimigo da poderosa, André Barbosa, para ser conselheiro da Anatel".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Romero

Vai brigar com a Rede Globo presidente??? BOA SORTE!!!


ArcoVerde

18/10


2006

Bicheiros podem ter dado parte do dinheiro do dossiê

A Polícia Federal realiza diligências, junto a bicheiros, à procura da origem do dinheiro usado pela gangue do dossiê para comprar informações supostamente comprometedoras contra políticos do PSDB. Uma das pistas investigadas leva a PF a chefes do jogo do bicho no Rio, como Antonio Petrus Kalil, o “Turcão”. Segundo informações chegadas à PF e ainda não confirmadas, seria ele a origem de parte dos R$ 1,7 milhão apreendidos. A informação está na manchete da coluna de Cláudio Humberto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Parte do dinheiro saiu de uma conta nos Estados Unidos que o Ministro Thomas Bastos sabe de quem é mas não diz.



18/10


2006

Requião abre quatro pontos no Paraná sobre petista

O candidato ao governo do Paraná pelo PMDB, Roberto Requião, abriu vantagem de quatro pontos porcentuais sobre seu oponente Osmar Dias (PT), segundo pesquisa do Datafolha, a pedido da Rede Paranaense de Comunicação (RPC). Requião obteve a preferência de 49% dos eleitores ouvidos entre os dias 16 e 17, enquanto Osmar Dias ficou com 45%. Na primeira pesquisa, dos dias 5 e 6, eles estavam rigorosamente empatados, com 45% de intenções para cada um.

Entre os 1.741 eleitores ouvidos em 88 municípios, 3% declararam-se indecisos e o mesmo porcentual optou pelos votos brancos e nulos. Se levar em conta apenas os votos válidos, Requião tem 52% das preferências dos eleitores, enquanto Dias fica com 48%. A margem de erro é de dois pontos porcentuais. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número 25481. As informações são da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bm4 Marketing 9

18/10


2006

Arnaldo Jabor faz CBN pagar R$ 20 mil de multa

A rádio CBN terá de pagar uma multa de cerca de R$ 20 mil por causa de um comentário feito por Arnaldo Jabor sobre o debate dos presidenciáveis na Band. O comentário de Jabor foi veiculado no último dia 10, dois dias após o debate.

Segundo o comentário, existem dois lados do Brasil: um lado, um "choque de capitalismo" e outro, um "socialismo deformado". Na semana passada, o TSE determinou à CBN que retirasse o comentário de sua página da Internet. Segundo o TSE, essa determinação não foi cumprida. Por esse motivo, foi fixada a multa. (Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


18/10


2006

Eduardo Campos faz desagravo para Inocêncio

 Segundo deputado federal mais votado de Pernambuco nesta eleição, Inocêncio Oliveira (PL) não foi poupado pelo governador-candidato Mendonça Filho (PFL) no primeiro debate com o adversário Eduardo Campos (PSB), marcado por acusações e ataques, na noite desta segunda-feira, na TV Clube.

O pefelista, que de acordo com as pesquisas, está em franca desvantagem, disse que Inocêncio Oliveira condicionou sua permanência na coligação União por Pernambuco (PFL/PSDB/PMDB/PPS) - que dá suporte à sua candidatura - à garantia de duas secretarias estaduais, a da Saúde e a da Produção Rural.

Mendonça disse ter rejeitado a proposta e insinuou que Eduardo poderia ter feito algum acordo neste sentido para conquistar o apoio de Inocêncio.

Na tarde desta terça-feira, no seu escritório político, o deputado deu o troco, ao anunciar que o "grupo inocenciano" que apóia a candidatura de Eduardo foi ampliado, contando agora com 31 prefeitos do interior a ele ligados.

Destes, segundo ele, nove ainda estavam com Mendonça, mas mudaram de lado por orientação sua. Chamou Mendonça de "menino birrento", considerou suas críticas como fruto de "desespero" e disse que não o apoiou porque ele não tem preparo para governar. "Foi um revide pessoal, porque ele não tem mais jeito, está morto, está pra lá do bagaço", rebateu Inocêncio.

Eduardo Campos qualificou o ato, com a presença de lideranças municipais de várias legendas, como "um desagravo às ofensas dirigidas a Inocêncio pelo destempero do candidato Mendonça Filho". E garantiu que não irá aceitar provocações, nem partir para a agressividade como estratégia de campanha.

A acusação a Inocêncio surgiu depois que Mendonça afirmou que Eduardo escondia seu palanque, que tinha Severino Cavalcanti (PP) - envolvido no "escândalo do mensalinho" - e Inocêncio Oliveira.

No debate, que em alguns momentos virou bate-boca, Mendonça voltou a falar no empréstimo para pagamento de precatórios fantasmas - que diariamente está presente no seu programa eleitoral do rádio e televisão.

Às acusações de que o ex-governador Miguel Arraes e Eduardo Campos (então seu secretário de Fazenda) prestaram um desserviço à economia do Estado, o socialista rebateu responsabilizando o então governo de Fernando Henrique Cardoso de "fechar as torneiras" para Pernambuco, porque Arraes não era seu aliado. Mendonça respondeu que nenhum governo estadual precisa de verba federal para pagar salário. A gestão Arraes deixou três folhas em atraso. (Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Regina Coeli Cavalcanti

Inocêncio Oliveira é um político que em toda a sua trajetória política comprou e se deixou vender em troca de poder. Continua praticando o que há de mais repugnante nos processos eleitorais. Famoso por descumprir a legislação eleitoral com práticas obscuras e antigas. Não existe limite para ele .

Horacio Filho

Eu falei não diga nada com o gago, falou dele ele deu a resposta mais pessoas pulando por causa dele. Inocêncio é quem desidiu essa eleição...

Paulin de Caruaru.

Faça um desagravo no guia com ele do seu lado.Com a diferença que você tem, não há perigo de perder,mas pelo menos fica registrado para a história.


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores