Lavareda

27/12


2011

Ministério da Dilma: uma reforma não tão reforma assim

Antes pensada como uma forma de enxugar a máquina, a reforma ministerial prevista para janeiro agora vai se desenhando como uma tímida oportunidade para trocar peças no governo.O desenho mais ouvido hoje na Esplanada dá conta da substituição de 2 ministros-candidatos --Fernando Haddad (Educação) e Iriny Lopes (Secretaria de Políticas para as Mulheres, na foto) --,do abandonado Mário Negromonte (Cidades) e do interino Paulo Roberto Pinto (Trabalho).

Como efeito colateral desse xadrez, Dilma Rousseff terá de nomear alguém para o lugar de Aloizio Mercadante em Ciência e Tecnologia, já que ele está de mudança para o MEC. Se houver algo além disso será surpresa entre aliados da presidente, que já descartam, por exemplo, a fusão de pastas antes cogitada.Do blog presidente 40 - Vera Magalhães)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

27/12


2011

Tiroteio: ela não vai correr

 Apesar do tiroteio de que é alvo, a corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon já avisou que não vai se desfiliar da Associação dos Magistrados Brasileiros e da Associação dos Juízes Federais. Há pelo menos dez anos, Eliana é filiada às duas entidades. Na Ajufe, inclusive, chegou a ocupar cargos de direção e, antes de ir para o STJ, foi cotada para presidi-la. Eliana Calmon, contudo, não descarta processar os dirigentes das entidades que a acusam de quebra de sigilo. Uma das hipóteses aventadas por ela nas conversas é mover uma ação por crime de  responsabilidade. Ela tem avaliado que os presidentes das associações passaram do limite nas declarações dadas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jorge joaquimj jose modesto

O que impressiona nesse episódio, é o silêncio das demais entidades de classe e das instituições...AGU e PPS regiram bem à caça a Eliana Calmon. Uma grande marcha em apoio as decisões e ações da ministra seria muito bom...

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Bota esta corja que habita os tribunais superiores para correr. Só fica quem presta, o resto: CADEIA

José Carlos da Silva

É isso aí Ministra Eliana, corrrer só se for pra cima. Contra qualquer ataque o melhor remédio é o contra-ataque. Principalmente quando se trata de Juízes bandidos. Estamos com V. Exa.


Abreu no Zap

27/12


2011

Petebista prega ''''respeito à ética''''; mas à ética dele

 CLÁUDIO HUMBERTO

O presidente da Cia Nacional de Abastecimento, Evangevaldo Moreira(foto à esquerda), responde a inquérito do Ministério Público Federal de Goiás por fraudar o Exame da OAB, mas o deputado Jovair Arantes (PTB-GO), que o indicou, resolveu criticar o ministro Mendes Ribeiro (Agricultura), que exigiu explicações do subordinado.“É preciso ter respeito e ética”, diz Arantes, referindo-se ao ministro, claro, e não ao protegido denunciado.

Mendes Ribeiro esperou, em vão, explicações do presidente da Conab sobre a grave acusação de fraude. Evangevaldo deverá ser demitido. Jovair Arantes tenta politizar o caso policial em que se meteu seu amigo Evangevaldo. Diz que Mendes Ribeiro “quer é o cargo para ele”. Líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes diz esperar o fim das férias para se queixar do ministro a Dilma. Corre o risco de tomar bronca.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

27/12


2011

A politização do Judiciário

 Difícil imaginar um ano pior que 2011 para o Supremo Tribunal Federal.

No entanto, é em 2012 que o tribunal será efetivamente posto à prova, com a emergência do julgamento do processo do mensalão.

Mais até que em 2009, quando um ministro (Joaquim Barbosa) acusou o outro (Gilmar Mendes) de ter "capangas" em Mato Grosso.(Jornal VALOR - Raymundo Costa)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/12


2011

Após vinte anos, Serra Pelada volta a produzir ouro

 Maior mina de ouro a céu aberto no mundo, Serra Pelada, no Pará, fechada há quase 20 anos pelo governo federal, voltará à exploração, agora, toda mecanizada. A empresa de mineração canadense Colossus Minerals Inc, associada à Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp), conquistou a permissão para reativar a mina em janeiro. Para não perder a fama, os primeiros levantamentos feitos em uma parte do terreno de 100 hectares indicaram a presença de, pelo menos, 50 toneladas do metal. A antiga mina, que na década de 1980 foi alvo da maior corrida a metais preciosos da América Latina, chegou a ser conhecida como “formigueiro humano”, com mais de 80 mil garimpeiros trabalhando ao mesmo tempo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/12


2011

2011: PT quis dobrar Dilma; foi dobrado

 A presidente Dilma Rousseff termina seu primeiro ano de mandato tendo "dobrado" a resistência que havia a ela em setores do PT, notadamente na bancada do partido na Câmara. É verdade que os deputados ainda se ressentem de não terem com ela o canal direto que tinham com Lula. Alguns deles, além disso, terminam o ano com a sensação de terem caído de "divisão" no partido --caso do ex-ministro Ricardo Berzoini e de Arlindo Chinaglia, ex-presidente da Câmara.

Mas não se ouve mais dos deputados do PT dúvidas sobre se a presidente conseguiria dar conta do recado, principalmente na condução política do governo. "Ela se firmou com personalidade própria. Aprovou tudo o que quis aprovar, a economia está protegida e foi ousada na administração", avalia o líder do partido na Câmara, Paulo Teixeira (SP, na foto).

Ele chama de ousadia, por exemplo, o fato de ter nomeado três mulheres --Ideli Salvatti, Gleisi Hoffmann e Miriam Belchior -- para postos estratégicos do governo. "Ela implementou uma política de cotas inteligente", diz o líder petista. Outros deputados também elogiaram a maneira como Dilma conduziu as votações, sem ceder para partidos da base em negociações como a da DRU (Desvinculação de Receitas da União). "Quiseram empurrar garganta abaixo dela a prorrogação da DRU por apenas um ano, e ela não admitiu", diz um petista.(Do blog Presidente 40 - Vera Magalhães)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/12


2011

Jader: posse na surdina, no escondidinho

 Jader Barbalho colocou as engrenagens para girar e conseguir assumir a cadeira no Senado em pleno recesso do Congresso (a posse está marcada para esta quarta-feira), mas o ritual da posse será para lá de simples, informa Lauro Jardim, na sua coluna de VEJA:

''''Jader vai apenas assinar a papelada na Secretaria-Geral da Mesa do Senado, sem discursos, sem solenidades.

Já está certo que José Sarney não aparecerá para dar posse ao colega e o próprio Jader deve retornar a Belém poucas horas após ter assumido o mandato, sem festividades. Ele resume:

– Discursos só lá em fevereiro. Agora é só um pouco de sossego mesmo.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé deodato de aquino

Eta parazinho danado, seria interessante que fosse dividido não em 2, mas sim, em 20. Assim acomodaria todos os maus políticos. Acorda PARÁ, OU OS PARAENSES ACABA COM OS MAUS POLÍTICOS OU OS MAUS POLÍTICOS ACABAM COM O MEU PARÁ.

josé deodato de aquino

Eta parazinho danado, seria interessante que fosse dividido não em 2, mas sim, em 20. Assim acomodaria todos os maus políticos. Acorda PARÁ, OU OS PARAENSES ACABA COM OS MAUS POLÍTICOS OU OS MAUS POLÍTICOS ACABAM COM O MEU PARÁ.

José Carlos da Silva

Essa posse cheira a bosta! Infelizmente ele está no lugar certo conseguiu sentar-se numa fossa!(Senado)



27/12


2011

Morre diplomata brasileira que pegou malária na África

Imagem de Milena de Medeiros no Facebook; a assessoria do Itamaraty confirmou que o perfil no site de relacionamentos pertence à diplomata (Foto: Reprodução/Facebook)Imagem de Milena de Medeiros no Facebook; a assessoria do Itamaraty confirmou que o perfil no site de relacionamentos pertence à diplomata (Foto: Reprodução/Facebook)

O Itamaraty informou no início da noite desta segunda-feira (26) que morreu pela manhã a diplomata brasileira Milena Oliveira de Medeiros, 35 anos. Natural do Acre, Milena de Medeiros estava internada desde o começo de dezembro em Brasília, após contrair malária em uma viagem à África, a serviço do governo. Segundo o Itamaraty, Milena de Medeiros "exerceu suas funções com grande dedicação e sentido de dever". Ela ingressou na carreira diplomática em 2009, por meio de concurso público.

Milena Medeiros esteve em Malabo, capital da Guiné Equatorial, em missão diplomática, entre 20 e 27 de novembro. Uma semana depois, na segunda-feira (5), ao passar mal, ela procurou pela primeira vez o Hospital Brasília. O hospital, que é privado, mantém convênio com o plano de saúde do MRE.

O médico recomendou internação, mas Milena preferiu ficar em casa e fez o exame para malária, cujo resultado sairia em 15 dias. Com o agravamento do quadro, ela retornou ao hospital na quarta (7). No sábado (10), foi internada e encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). De acordo com relatos de diplomatas, o hospital buscou o Ministério da Saúde para conseguir o medicamento contra a malária, o que só aconteceu na segunda-feira (12), uma semana após a primeira consulta de Milena e duas após a volta. (Informações do portal G1 - Iara Lemos)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio

Incompetencia desse Governo..Nem uma Diplomata escapa por falta de medicamento.

marcone adriano melo

É uma pena, ela estava há tão pouco tempo na carreira! Muito triste!



26/12


2011

OAB pede a juízes que evitem ''paixões corporativas''

A OAB (Ordem Advogados do Brasil) divulgou hoje uma nota para pedir que os envolvidos na crise do Judiciário ''afastem as paixões corporativas'' e ''limitem o debate às questões institucionais''.

A crise teve início na segunda-feira passada, dia 19, quando o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello concedeu uma liminar para impedir que o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) investigue juízes antes que os tribunais onde eles atuam analisem sua conduta - o que, na prática, suspendeu todas as apurações abertas por iniciativa do CNJ.

A decisão deve ser levada a plenário na primeira sessão do ano que vem, no início de fevereiro, para que seus colegas avaliem o tema. Na nota divulgada hoje, a diretoria do Conselho Federal da OAB voltou a defender o poder de investigação do conselho.

''O CNJ não é mera instância recursal às decisões das corregedorias regionais de Justiça sendo clara a sua competência concorrente com a dos yribunais para apuração de infrações disciplinares'', diz o presidente da OAB, Ophir Cavalcante, no texto.

Sobre a polêmica envolvendo associações de juízes e a corregedora do CNJ, Eliana Calmon, a OAB afirma que ele não pode servir para desviar o foco do assunto. ''Nenhuma autoridade está imune à verificação da correção de seus atos, dai porque é fundamental que para além de preservar a competência concorrente do CNJ para apurar desvios éticos, em respeito ao cidadão brasileiro, sejam apurados todos e quaisquer recebimentos de valores por parte de magistrados.''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

O poeta Chico Buarque, indignado com a falta de segurança do Estado, pediu para que chamassem o ladrão.Os juízes não resistem a uma perfunctória correição.Não vão admitir que se faça nenhuma mínima devassa.Não resistiriam!Os honestos ficam calados com receio de serem tragados.



26/12


2011

Mantega: País levará 20 anos para ter padrão de vida europeu

O ministro Guido Mantega (da Fazenda) comentou hoje estudo que aponta o Brasil como a sexta maior economia do mundo, ultrapassando o Reino Unido. Para o ministro, o País tende a consolidar a posição diante da crise que atinge economias de países desenvolvidos, mas prevê que pode demorar de 10 a 20 anos para ter um padrão de vida europeu. A notícia é do portal Folha.com.

"Isso significa que nós vamos ter que continuar crescendo mais do que esses países, aumentar o emprego e a renda da população", disse o ministro, reconhecendo que o País ainda precisa investir mais nas áreas social e econômica. O comentário foi feito sobre projeções do CEBR (sigla em inglês para Centro de Pesquisa Econômica e de Negócios) de que o Brasil deve terminar o ano como a sexta maior economia do mundo.

A subida do Brasil no ranking das maiores economias, no entanto, já era prevista pelo Fundo Monetário Internacional e pelas consultorias EIU (Economist Intelligence Unit) e BMI (Business Monitor International), conforme noticiou a Folha em outubro deste ano.

Para Mantega, o País tende a se consolidar na posição porque continuará a crescer em um ritmo maior que as outras economias. "Os países que mais vão crescer são os emergentes como o Brasil, a China, a Índia e a Rússia. Dessa maneira, essa posição vai ser consolidada e a tendência é de que o Brasil se mantenha entre as maiores economias do mundo nos próximos anos", disse o ministro, de acordo com nota divulgada pelo Ministério da Fazenda.

PIB

Até o fim da década, o PIB brasileiro se tornará maior do que o de qualquer país europeu, de acordo com projeções da EIU. Depois de passar Reino Unido e França, a economia brasileira deverá deixar a alemã para trás em 2020.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos da Silva

Com as devidas vênias, discordo totalmente dessa previsão nem um pouco otimista. Se abolir-mos com a corrupção e também a forma com é indicado os ministros do STF, essa previsão cais pela metade ou mais.

roberto lima

Uma afronta a inteligência das pessoas. É so imaginar o que pode mudar em 20 anos nesse tal stf. Alguns dos ministros, estarão ainda lá.

S. C. B. M.

MENTIROSO NUNCA O BRASIL CHEGARA LA. JÁ Ñ BASTA AS MENTIRAS Q O GOV.INCUTEM REPETIDAMENTE PAR ILUDIR OS OTÁRIOS AINDA VEM COM ESTA.PODE ATE ACONTECER Ô MANTEGA RANÇOSA ASSIM Q OS POLÍTICOS corru PT os TORNASSE DIGNOS.

lino perrelli

Pasmo e estupefato pelo que afirma o risível Mantega. Vinte anos para atingir o padrão inglês? Qual padrão Mantega? Algum ou qualquer um?