O Jornal do Poder

22/12


2011

Queiroz confirma afastamento de lyra

 

Ao não comparecer, ontem, a tradicional confraternização de fim de ano do Grupo Lyra em Caruaru, o prefeito José Queiroz(PDT) deu uma demonstração pública, mais uma vez, que não engoliu as críticas do governador em exercício João Lyra Neto ao seu governo. Há 15 dias, Lyra deu uma entrevista em Caruaru afirmando que a gestão de Queiroz não estava agradando a população e que pesquisas do palácio indicam essa direção. Queiroz ficou uma arara. E o troco veio ontem com a sua ausência na festa, realizada no escritório político da deputada Raquel Lyra, filha do governador em exercício. Muita gente apareceu por lá, entre políticos e empresários, mas ninguém do grupo mais próximo ao prefeito, como seu filho, o deputado Wolney Queiroz, e o suplente de senador Douglas Cintra, que mandaram informar que estavam em Brasília.

* As fotos são de Wagner Gil.

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

luiz carlos da silva

ela vém ai cuidado zé.

francisco sales

Como testemunha ocular e orgulhosamente participante do excelente evento, deixo minha triste impressão das ausências notadas, até mesmo porque, quem ali estava era nada mais nada menos que o Governador do Estado de Pernambuco! A falta foi pessoal, política e de Ordem de Estado! Fica dito!

Flavio

JLN apenas falou a verdade e é o que todo mundo em Caruaru e a torcida do Santa Cruz, Náutico e Sport sabem, que a administração do prefeito está muito ruim.

milton tenorio

Correção: desagregador

milton tenorio

Arrogante?! Que aliado é esse , que mete o pau na gestão do cara? Tenha paciência....E que festa vazia, não ?! O termômetro de um desagragador..


Potencial Pesquisa & Informação

22/12


2011

A charge do dia

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

EDVALDO LIMA FILHO

Milton e Catia, gostaria que voces explicassem a grande honestidade do su Prefeito Elias se hoje a Justiça de Pernambuco Tornou seus bens INDISPONIVEIS, o incrivel é que foi ele quem acionou o ex Newton Carneiro, será que ele é L I M P O? ou será Limpinho!

milton tenorio

Fala mal de Jaboatão quem não é daqui e não conhece sua história..Amo essa terra..E após anos de descaso,respira melhores ares..Não é pra menos que as grandes construtoras estão brigando por terrenos..Lançamento a toda hora..Graças ao meu bom Deus e ao Prefeito Elias que passa essa confiança..

Marcelo Augusto Serra Diniz

PARA TUDO! E desde quando Jaboatão tem carnaval? Nem micareta lá deu certo! haushuahsuashuashausah

Cátia Santos

Pois é Milton, e os seguidores deste OPORTUNISTA deveriam fazer esta EXPLICAÇÃO para com O NOSSO DINHEIRO...

milton tenorio

Pois é Cátia, a Alepe tem dois Papai Noel: João Fernando e Uchôa...É o Natal sem Fome da Alepe..Lamentável!


Banco de Alimentos

22/12


2011

Ouça o programa Frente a Frente de ontem

 Se você perdeu o Frente a Frente de ontem, programa que apresento em companhia de Adriano Roberto pela Rede Pernambucana de Rádio, formada por 30 emissoras, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha 96,7 FM, no horário das 18 às 19 horas, clique aqui e ouça agora.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/12


2011

Coluna da quinta-feira

        A briga é radical

O deputado  João Paulo (PT) deu a entender, ontem, numa entrevista ao Frente a Frente, programa que apresento pela Rede Pernambucana de Rádio, que não estenderá a mão ao prefeito João da Costa (PT), quando este, na condição de coordenador da sua sucessão, delegada pelo senador Humberto Costa (PT), o procurar para uma conversa.

O ex-prefeito disse, aliás, que nem tomou conhecimento do gesto de Humberto. “Estou em Brasília há duas semanas sem acompanhar absolutamente nada do que se passa no Estado”, afirmou, quando perguntado sobre o aval dado ao prefeito para costurar a unidade da Frente Popular em torno do seu projeto de reeleição.

Tudo lero-lero. Não será fácil para o prefeito amarrar o apoio do seu antecessor e ex-padrinho político. João que era João e não é mais João brigou com o criador antes mesmo de tomar posse. A briga saiu do campo político para o pessoal e não há mais esperança de que venham a fazer a reconciliação.

Magoado, João Paulo radicalizou. Não apóia o prefeito e nem este o apoiaria, caso viesse a ser colocado pelo PT como nome da unidade. Sendo assim, vale a leitura do Palácio das Princesas de que um João inviabilizou o outro e pegando carona nessa radicalização só restaria ao governador Eduardo Campos apostar na solução de um tertius.

Que viria do próprio PT. Não sendo possível, a alternativa do plano B socialista, esta materializada na candidatura do ministro Fernando Bezerra. Em política, tudo é possível!

NA VICE – O senador Aécio Neves, pré-candidato tucano ao Planalto, disse ao repórter José Maria Trindade, correspondente do Frente a Frente em Brasília, que PMDB e PSB não estarão mais juntos no palanque do PT em 2014. Para ele, o PSB cresceu muito, não quer ficar a reboque do PMDB e este não abre da vice de Dilma. Diante disso, Aécio conclui que pode, na condição de candidato, atrair o PSB para o seu palanque e dar a vice ao governador pernambucano.

Neta paparicada - O ex-prefeito João Paulo (PT) vai passar o Natal curtindo a netinha que mora na França, mas promete voltar antes do réveillon para, segundo ele, iniciar 2012 com o tradicional banho de mar em Boa Viagem. Longe do burburinho político do Recife, diz que tem usado o recurso da meditação para relaxar.

 

Não engole sapo - O prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), poderia ter dado um tapa de luva no governador em exercício João Lyra Neto, que andou malhando sua gestão, se tivesse passado, ontem, na confraternização de fim de ano do grupo Lyra, no escritório da deputada Raquel Lyra. Mas, nem ele nem tampouco o deputado Wolney Queiroz, seu filho, deram o ar da graça por lá.

Nenhuma indústria - Ao admitir, ontem, que disputará a reeleição, o prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB), fez um amplo balanço da sua gestão e aproveitou para alfinetar o governador. “O Estado sempre andou de costas para o Vale do São Francisco. O próprio ministro Fernando Bezerra já falou isso várias vezes. Quantas indústrias chegaram a Petrolina?”

A força de Jarbas - Na pesquisa da Faculdade Maurício de Nassau sobre sucessão no Recife, Jarbas aparece na espontânea com 13%, só abaixo de João Paulo e é avaliado como um dos melhores prefeitos da capital. Já na sondagem feita pela Exata, quando seu nome entra na estimulada chega a 31% das intenções de voto, abaixo apenas do ex-prefeito João Paulo.

 

 

CURTAS

SEM COMPROMISSO – O prefeito de Taquaritinga do Norte, Evilásio Araújo (PSB), nega que tenha liberado o seu vice, o Lero, para o grupo do deputado José Augusto Maia (PTB) com a intenção de apoiar a candidatura de Armando para governador em 2014. “Meu candidato será o do governador Eduardo. Se for Armando, tudo bem”, disse.

PAGAMENTO– Apesar das freqüentes quedas no FPM e das dificuldades provocadas nas transferências federais por causa da redução da população constatada pelo IBGE em Cumaru, o prefeito Eduardo Tabosa (PSD) já pagou o 13º salário dos servidores e antecipará o salário de dezembro para amanhã. Sinal de que equilibrou as contas.

PERGUNTAR NÃO OFENDE – Quando Fernando Filho (PSB) assume sua candidatura a prefeito de Petrolina?

''A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira''. (Provérbios 15:1)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Roberto Teixeira

A composição dos Lyra com Queiroz, todos sabem que só tem duração enquanto o governador for o elo de ligação. Mesmo assim, os sinais da imcopatibilidade já são evidentes.

milton tenorio

Verdade Francisco..Luciana mais uma vez invertendo os valores...Se fosse na China esse rapaz iria para o paredão, de tão gordo que está, os bolsos e o corpo..

LUCIANA ALVES

O princípio da senzala entendo que seja dos tempos imemoriais, por isso qualquer pessoa tem o direito de ascender pessoalmente. É só fazer para isso. O resto são olhos da inveja que não cabem bem dentro do espirito que norteia o Natal.

Flavio

A suposta "união" de Queiroz e Lyra só acontece nos anos eleitorais no sentido de enganar o povo, eles não se toleram.

Francisco Sena

Eita que o sindicalista vermelho agora é capitalista....Por quê o filho dele não está na Coréia do Norte?



22/12


2011

João bate o pé: ''''Tenho o direito de ser reeleito"

 O prefeito do Recife, João da Costa (PT), praticamente ignorou a resistência ao seu nome como candidato único da Frente Popular na eleição de 2012 por parte de integrantes da base aliada. Ontem pela manhã, o petista disse que o fato de ser prefeito o credencia a ser condutor natural da sucessão. “Sou prefeito e tenho direito de ser reeleito. Estou fazendo um bom trabalho e conduzirei o processo eleitoral. Vamos considerar todas as hipóteses. Não vou me abster de colocar minha hipótese (candidatura) como alternativa”, adiantou.

João da Costa disse, ainda, que no próximo ano dividirá seu tempo para atuar como prefeito e também como condutor do processo eleitoral no Recife. “A eleição oficialmente só acontece após as convenções. Até lá será de muita conversa para buscarmos a unidade”, assegurou o petista. (Do Diario de Pernambuco - Cláudia Eloi)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

andre regidwitz

Foi o pior prefeito que o Recife já teve. Abandonou a cidade. alagamentos, buracos, lixo, sem guarda municipal, incapaz de raciocinar para melhorar o tráfego. Uma equipe de 3a. se é que aquilo pode ser chamado de equipe.

Carlos Eduardo

SÓ SE FOR NO INFERNO!

Roberto Teixeira

Deve ser muito difícil para João da Costa, depois de três anos não ver ninguém defender seu nome para reeleição. Exceto Zé Neves, que se encontra fora do cenário político, o máximo que fizeram foi coloca-lo como responsável pela condução do processo eleitoral, para bom entendedor...

Flavio

Direito tem, mas o povo não quer.



22/12


2011

Mais um prefeito afastado do cargo em Pernambuco

 O ano eleitoral ainda não chegou, mas o troca-troca nas prefeituras de Pernambuco estão a todo vapor. Na última terça-feira o prefeito de Maraial, Marcos Antônio Soares (PSB), o Marquinhos Maraial, foi afastado do cargo por decisão da Justiça. Ele é acusado de improbidade administrativa. No lugar dele assumiu o vice, também Marcos Antônio (PSB). Marquinhos é o quarto gestor no estado afastado por decisão da Justiça nos últimos sete meses.

Além dele, foram afastados por denúncia de improbidade os prefeitos de Araçoiaba, Severino Sobrinho (PMDB), e Araripina, Lula Sampaio (PTB). O de Santa Maria da Boa Vista, Leandro Duarte (DEM), foi cassado por decisão da Justiça Eleitoral, por prática de crime durante as eleições. Nos casos de Maraial, Araçoiaba e Araripina, as denúncias são parecidas: desvio de recursos e fraudes em licitações.(Do Diario de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sandro Santos

COMO DIZ A MÚSICA,"SE É PRA CHORAR? AGENTE CHORA." QUE MARQUINHOS MARAIAL,CONSIGA COM MUITA MAESTRIA,PROVAR O CONTRADITÓRIO.

José Carlos da Silva

Aqui em Ipojuca está tudo dominado, a justiça passa longe de dá uma resposta a sociedade que já nem acredita mais nela. Pena! Desse jeito vai acabar com a credibilidade beirando a zero.

José Carlos da Silva

Quando é que será a vez do prefeito de Ipojuca Pedro Serafim e os vereadores cassados: caem ou não caem? Ou será que o município de Ipojuca não faz parte do Brasil? Com a palavra o TJPE!

MANOEL TOMAZ VILANOVA FILHO

Esperemos a apuração dos fatos. Não podemos duvidar da correção do prefeito Marquinhos Maraial.

Josemar Franscisco

Infelizmente o povo elege esse tipo de gente, um simples cantor de música de baixa qualidade, mas que agrada ao povão.



22/12


2011

Juízes denunciam devassa ilegal da corregedora

 Dirigentes da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) denunciaram nesta quarta-feira que a corregedora-geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Eliana Calmon, tenta promover uma devassa na vida de 231 mil pessoas, entre juízes, familiares e servidores de 22 tribunais. A investigação foi paralisada por liminar do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal. As entidades defenderam a decisão do ministro.(O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Já dizia o ditado popujlar ´´Quem não deve, não teme. Se teme é porque tem rabo preso``

José Carlos da Silva

Estão reclamando sem razão: Criaram uma parede de vidro por que quiseram. Não havia necessidade pra isso, haja vista que a categoria recebe uns dos melhores salários do serviço público. A saída é expurgar os bandidos de togas, que não são poucos não viu! Verdade seja dita.



22/12


2011

CNJ investiga 217 mil da Justiça: guerra no Judiciário

Ministra corregedora-geral do CNJ, Eliana Calmon Foto: Givaldo Barbosa / O Globo

Uma varredura determinada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) na movimentação financeira de todos os servidores e magistrados do Judiciário -- com exceção dos tribunais superiores -- está na origem da guerra deflagrada no mundo jurídico. Determinado em julho de 2010, o levantamento atingiu 216.800 pessoas -- entre servidores, juízes e parentes -- e apontou que 3.438 deles tiveram movimentações consideradas suspeitas. A corregedoria contesta esses números. Além disso, serviu de base para que, no início deste mês, a corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, determinasse uma devassa em 22 tribunais. O objetivo era apurar um eventual enriquecimento de seus integrantes.

De R$ 173,6 milhões de operações feitas em dinheiro, e postas sob suspeita, R$ 60,6 milhões estão concentradas na Justiça paulista (estadual, militar e do Trabalho), no TJ do Distrito Federal e no TJ da Bahia. Nesse grupo, segundo o Coaf, oito pessoas movimentaram R$ 16,7 milhões: dois titulares de cartórios, três juízes, um desembargador, um aposentado e um empresário. Eliana determinou que as inspeções sigilosas começassem em São Paulo. A ordem era examinar declarações de bens de quem tivesse informado rendimentos anuais superiores a R$ 500 mil nos últimos cinco exercícios. (As informações são da Folha de S.Paulo - Frederico Vasconcelos)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Porque tanta temeridade se na boca dos magistrados o poder Judiciário exala lisura e comportamento exemplar ?

José Carlos da Silva

Estou com a ministra, tem que continuar nessa guerra, ninguém é superior a lei. Todos nós somos iguais, e com um agravante: Juiz tem que dá bom exemplo, por isso a punição para eles tem que ser severa.



22/12


2011

Tucano paga motorista dos filhos com dinheiro público

Edson Silva/Folhapress
O motorista José Paulo Alves Ferreira leva o filho do deputado Duarte Nogueira à sua casa em Ribeirão Preto (SP)
O motorista leva o filho do deputado Duarte Nogueira à sua casa em Ribeirão Preto (SP)

 O deputado federal Duarte Nogueira (SP), líder do PSDB na Câmara, paga com dinheiro público um motorista particular que atende a seus filhos no interior paulista.  José Paulo Alves Ferreira, conhecido como Paulo Pedra, é desde julho contratado como secretário parlamentar pelo gabinete do deputado tucano, com salário que pode chegar a R$ 1.900,00, a depender de gratificações.  O expediente é cumprido em Ribeirão Preto, base eleitoral de Nogueira e onde moram os filhos. O deputado confirmou que o motorista atende a seus filhos, mas só ''fora do horário comercial'' e quando o parlamentar não está na cidade. Ele afirmou ''não ver nada demais nisso''.

Critica muito nos outros

Em setembro, o Ministério Público Federal do Distrito Federal abriu investigação contra o ex-ministro Pedro Novais (PMDB-MA). Novais deixou o Ministério do Turismo após a Folha revelar que ele pagava a doméstica e o motorista de sua mulher com dinheiro público. Nogueira foi um dos que pediram a investigação.

''''Uma denúncia de prática de ilegalidade ou imoralidade por um ministro de Estado é gravíssima e não pode ser deixada de lado pelos poderes constituídos para ser esquecida pelo tempo'''', afirmou Duarte Nogueira à época. Neste ano o deputado ingressou com 41 pedidos de investigação contra ministros e servidores alvos de denúncias. O Ministério Público Federal considera desvio de função a atuação de servidores em tarefas particulares.

Na pista

A Folha acompanhou a rotina do motorista de Nogueira durante cinco dias na última semana. Ferreira dirige um Toyota Corolla, que está em nome da mãe do deputado, com quem ele mora. Em dois desses dias, o motorista levou um filho do deputado a uma casa de ensaios de bandas de música. A Folha também teve acesso a outras imagens anteriores do motorista conduzindo os filhos do deputado a um colégio, escola de inglês e curso de música. O motorista também leva e busca as crianças em festas nos finais de semana. (Da Folha de S.Paulo- Letícia Sander, Andreza Matais e Edson Silva)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Bartolomeu Lopes

Esse hipócrita é o Genoíno do PSDB, digo isso, porque o Genoíno do PT quando na oposição quase todo dia estava na TV pedindo investigação contra seus pares, mas por debaixo dos panos, tratava-se de um larápio do erário, uma verdadeira "catitinha". É isso.

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

O Deputado, ex líder do PSDB que tanto acusa o PT, provou que é farinha do mesmo saco.

LUCIANA ALVES

Essa notícia é ficção. Só pode ser. Esse cidadão todos os dias vai à midia para apontar os erros dos outros, enquanto faz o que todos fazem. Que estranha moral e falta de pudor desse pessoal. Doravante, quando o mesmo estiver se expressando não vou dar ouvidos.



22/12


2011

Também quero!

 Enquanto o Supremo Tribunal Federal enquadra a Corregedoria Nacional de Justiça, esvaziando suas atribuições e trancando, entre muitas investigações país afora, a que havia identificado irregularidades na folha de pagamentos do TJ de São Paulo, um outro conflito ganha corpo dentro do tribunal.

O clima entre a maioria dos desembargadores é de faca nos dentes em relação aos 17 felizardos que conseguiram receber, em parcela única, valores de até R$ 1 milhão referentes a pagamentos retroativos reconhecidos pelo STF em 2000. No momento, a ira contra eles é igual ou maior do que a dedicada aos corregedores. (Renata Lo Prete - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Vão cair pelo olho gordo !!! Fizeram feito Collor, que quis comer sozinho e deu no que deu; botaram para fora.


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores