FMO janeiro 2020

02/04


2020

Covid19: número de casos no mundo ultrapassa 1 milhão

Por Jornal Nacional

O número de casos confirmados do novo coronavírus no planeta ultrapassou 1 milhão nesta quinta-feira (2) e a Covid-19 já matou mais de 52 mil pessoas. Itália, Espanha e Estados Unidos, nesta ordem, têm o maior número de mortes. A contagem é da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

No Brasil, o Ministério da Saúde confirma quase 8 mil casos e registra oficialmente 299 mortos. Mas o número real de vítimas é maior. Depois da divulgação de dados oficiais do Ministério da Saúde, o governo de São Paulo anunciou o resultado dos testes em dezenas de pacientes que morreram com a suspeita da Covid-19.

Eram 201 testes de pessoas que morreram com suspeita de Covid-19 prometidos para esta quinta-feira (2). O Instituto Adolfo Lutz conseguiu processar pouco menos da metade: 93. Desses, 20 deram positivo para a doença, o que eleva o total de mortos em São Paulo para 208.

Cerca de 16 mil exames de casos suspeitos ainda aguardam análise no instituto, que atende à rede pública e particular.

“Qual que é o maior gargalo hoje? São os insumos. Da mesma forma que nós temos dificuldade pra outros insumos, respiradores. Existe uma falta de reagentes no mercado internacional. A secretaria tem compras em andamento, mas as companhias não conseguem entregar”, disse o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas.

Para agilizar os diagnósticos do novo coronavírus, São Paulo criou uma rede estadual de dez laboratórios para fazer os exames. A coordenação é do Instituto Butantan, que só nesta quinta-feira (2) conseguiu a certificação estadual. A meta é chegar a dez mil exames por dia.

Oito laboratórios públicos já estão habilitados. Dois ainda aguardam a certificação do governo. Laboratórios particulares também devem integrar a rede em breve.

“Nós temos que fazer o sistema funcionar, automatizar, esse é um aspecto importante, por isso que estão sendo comprados equipamentos e reagentes. O prazo máximo que se espera para esses exames é de 24 a 48 horas no máximo”, disse Dimas

O governo também vai comprar 1,3 milhão de testes da Coreia do Sul. Quase metade deve chegar na primeira quinzena de abril. O estado diz que trabalha pra zerar a fila de testes o mais rápido possível.

“Nós não podemos ter esses exames represados porque eles refletem em tempo real a evolução da epidemia. Não temos motivo pra ficar atrasando um parte importantíssima do combate à epidemia”, afirma Dimas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima

02/04


2020

Infectologista: Importante não desprezar qualquer sintoma

Por G1 - PE

Após Pernambuco ultrapassar 100 casos do novo coronavírus nesta quinta (2), os secretários de saúde de Pernambuco, André Longo, e do Recife, Jailson Correia, afirmaram que é provável haver um número ainda maior de confirmações nas próximas semanas. Por isso, o infectologista Demétrius Montenegro explicou que os sintomas leves, como dor de garganta, não devem ser ignorados pela população.

“No momento epidemiológico em que estamos vivendo, qualquer tipo de sintoma clínico pode ser a Covid-19. É extremamente importante não desprezar qualquer tipo de sintomatologia”, afirmou Montenegro durante coletiva de imprensa na tarde desta quinta (2).

De acordo com o médico, a recomendação é de que é preciso observar o agravamento dos sintomas para, caso isso aconteça, procurar atendimento médico.

“Numa situação de sintomas leves, a pessoa deve manter-se em casa. Se a pessoa perceber que está evoluindo para piora clínica, principalmente febre que dura dois ou três dias, deve procurar uma unidade de saúde”, disse.

Testes da Covid-19

Sobre testagens, o secretário André Longo contou que não há fila de pacientes, mas existe uma expectativa de triplicar a capacidade de testes feitos diariamente. “Estamos aguardando os kits da Fiocruz Rio para que a gente possa começar a atuar no Laboratório Ageu Magalhães”, declarou.

Até a meia-noite da quarta (1º), havia 19 óbitos em investigação no estado. “Acredito que o resultado dos testes deve ser dado até a sexta [3], tendo em vista a ampliação do número de testes”, afirmou Longo.

Todos os pacientes que falecem por insuficiência respiratória devem ser testados no estado, segundo o secretário. “A gente não quer que nenhum óbito fique sem esclarecimento”, disse.

Com a ampliação da capacidade de testagem, o secretário contou que pode planejar os exames em profissionais que atuam em serviços considerados essenciais durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

"O profissional da saúde, que tem fundamental importância na assistência, é prioridade absoluta. Se nós tivermos disponibilidade, aí já pensando nos profissionais de segurança e em profissionais da imprensa, de supermercados e da rede de abastecimentos, a gente vai procurar priorizá-los", declarou.

"Não muda o curso da doença saber ou não saber se está com a Covid-19. A recomendação vale para todos. A recomendação é autoisolamento, boa alimentação e boa hidratação. Nesse momento, a gente ainda não dispõe de um arsenal terapêutico específico para a Covid-19", afirmou Longo.

O secretário de saúde do Recife, Jailson Correia, reforçou essa questão. "Clinicamente, as condutas são as mesmas. Inclusive de observação e de piora de sintomas", disse.

Coronavírus em Pernambuco

Nesta quinta-feira (2), Pernambuco registrou 106 casos da Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus, em todo o estado. Desse total, 9 pacientes faleceram. Os casos estão espalhados por 12 municípios e no arquipélago de Fernando de Noronha.

Ainda nesta quinta, foi confirmada a primeira morte de um paciente abaixo dos 40 anos no estado. Trata-se de uma mulher de 37 anos, que estava internada em uma unidade particular do Recife e, antes da doença, sofria de problemas cardíacos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/04


2020

Bolsonaro sanciona auxílio emergencial

Por Agência Brasil

Foi publicada, em edição extra do Diário Oficial da União, na noite desta quinta-feira (2), a lei que prevê o pagamento de uma renda básica emergencial no valor R$ 600 a trabalhadores informais, autônomos e sem renda fixa, durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. O texto da MP foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro com três vetos, mas nenhum altera o valor ou os critérios para participação no programa.

Também foi publicada no Diário Oficial a medida provisória (MP) que abre um crédito extraordinário de R$ 98,2 bilhões para financiar o programa. Os recursos serão repassados ao Ministério da Cidadania, responsável pela implementação da medida. A expectativa do governo é que o auxílio emergencial atenda a cerca de 54 milhões de pessoas.

O pagamento do benefício será feito ao longo de três meses (três parcelas), com operacionalização final pelas redes dos bancos públicos federais: Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil (BB), Banco da Amazônia (Basa) e Banco do Nordeste (BNB), além de casas lotéricas, após o cruzamento de dados para definir quem tem direito ao benefício. O recebimento do auxílio emergencial está limitado a dois membros da mesma família. Pelas regras em vigor da nova lei, terão direito a receber a renda básica as pessoas que atendam, de forma conjunta, aos seguintes critérios:

– Ser maior de 18 anos de idade;

– Não ter emprego formal ativo;

– Não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, de seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família; 

– Ter renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;

– Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

Além disso, o beneficiário tem que se encaixar em um dos três perfis:

– Ser microempreendedor individual (MEI);

– Ser contribuinte individual do INSS (Instututo Nacional do Seguro Social);  

– Ser trabalhador informal, autônomo ou desempregado, de qualquer natureza, inclusive o intermitente inativo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) até 20 de março de 2020 ou que cumpra, nos termos de autodeclaração, o requisito de renda mensal per capita de até meio salários míimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

O auxílio emergencial, segundo a lei, vai substituir o benefício do Bolsa Família nas situações em que for mais vantajoso, de forma automática. A mulher provedora em uma família monoparental, ou seja, sem a presença de um pai, receberá duas cotas do auxílio de R$ 600.

Vetos

O presidente Jair Bolsonaro decidiu vetar três pontos da proposta. Um deles permitia o cancelamento do auxílio antes do prazo de três meses para quem deixasse de atender aos pré-requisitos. Para o governo, tal medida contraria o interesse público e geraria o trabalho inviável de conferir, mês a mês, cada benefício pago.

Também foi vetada uma restrição às contas bancárias que serão criadas para o recebimento do auxílio. Elas só poderiam ser usadas para o depósito de benefícios sociais. O Executivo entendeu que essa regra limitaria a liberdade dos beneficiários.

Um terceiro veto diz respeito à ampliação do Benefício de Prestação Continuada (BPC), cujo critério de renda passaria para 50% do salário mínimo – uma expansão da base de aferição. A equipe econômica manifestou preocupação com o impacto nas contas públicas. Essa expansão, porém, já está programada para 2020, de acordo com a Lei 13.981.

*Com informações da Agência Senado


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

02/04


2020

Bolsonaro: “Nenhum ministro é indemissível”

Por Revista Forum

Em entrevista ao programa Pingo nos Is, da Rádio Jovem Pan, o presidente Jair Bolsonaro disse estar feliz em estar na presidência em meio ao surto do novo coronavírus, mas criticou o ministro da Saúde, Henrique Mandetta.

“O Mandetta já sabe que a gente está se bicando há um tempo, tem vezes que ele se extrapolou. Nenhum ministro meu é indemissível. Em alguns momentos ele teria que ouvir um pouco mais o presidente da República. Ele cuida da saúde e eu cuido das outras áreas”

‌Segundo o presidente, o ministro “quer fazer valer muito a vontade dele” e está “faltando um pouco de humildade”.

O presidente ainda disse que “a palavra renúncia não existe”. “Eu fico feliz de estar à frente de um problema grande desses. Fico feliz de não estar o segundo colocado aqui”, afirmou o presidente. “Estou muito feliz com essa missão”, completou.

‌Segundo Bolsonaro, os governadores estaduais tentam “sufocar a economia para desgastar o governo” e voltou a atacar os governadores do Rio de Janeiro e de São Paulo.

‌“Com todo respeito aos governadores, vocês estão muito mal de porta-voz. Esse que vocês escolheram faz demagogia barata o tempo todo, que é [governador] o de São Paulo”, afirmou. “Discursinho barato ginasial”, completou.

‌“Ele destrói a economia dele e agora vem de freira, virgem imaculada pedir ajuda”, disse ainda sobre o João Doria.

Bolsonaro ainda chamou Wilson Witzel de ditador. “O governador do Rio de Janeiro disse que tá proibido sair de casa. Tá pensando que é o que? É ditadura isso aqui?”, disparou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/04


2020

Covid-19: 1ª morte no país ocorreu em janeiro

Por G1

A primeira morte causada por coronavírus no Brasil ocorreu em 23 de janeiro, mais de um mês antes daquele que foi confirmado como o primeiro caso. De acordo com o Ministério da Saúde, a descoberta é resultado de uma "investigação retrospectiva" dos pacientes internados com quadros de síndrome respiratória aguda grave.

A paciente que agora é considerada a primeira a ter Covid-19 no país tratava-se de uma mulher de 75 anos, que era moradora de Minas Gerais.

Até então, o primeiro caso caso positivo de coronavírus tinha sido anunciado em 26 de fevereiro: um homem que mora em São Paulo, tem 61 anos, e que esteve na Itália. Quando o caso foi confirmado à época, já havia outros 20 casos em investigação e 59 suspeitas descartadas.

Ao contrário da mulher de Minas Gerais, o empresário de São Paulo não chegou a ser internado e conseguiu se curar da doença.

"Lembrem-se que estamos fazendo a investigação de casos internados. Muitos desses casos estão com material colhido, e nós tivemos, a partir de investigação retrospectiva, a identificação do primeiro caso confirmado. Ele é da semana epidemiológica 4, de 23 de janeiro", disse o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, nesta quinta-feira (2).

Outra data para o zika

O secretário afirmou que uma mudança na data que marcou a confirmação do primeiro caso também ocorreu com o vírus da zika.

"Isso foi feito também no zika vírus. Inicialmente achávamos que os primeiros casos eram de abril de 2015 e, um ano depois, com investigação retrospectiva, verificamos que tinha caso de zika vírus identificado em banco de sangue na região amazônica desde abril de 2014", disse Wanderson.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

02/04


2020

Confuso em tudo!

Comercial da Prefeitura da Cidade do Recife, veiculado na Globo News em rede nacional, ontem à noite, mostra mais um esforço atabalhoado do prefeito Geraldo Júlio (PSB) para tentar vender em nível nacional a ideia de que tem tido uma postura digna de nenhum retoque frente à batalha para vencer o inimigo mortal da sociedade, a Covid-19, o vírus transmitir do coronavírus, a enfermidade do fim do mundo.

Sem recursos, como chora e culpa Bolsonaro por tudo, deveria priorizar uma linha competente de comunicação para atingir as comunidades e não fazer tentativa de resgate de imagem pelos desgastes envolvendo o “Kit miserê” , a cobrança antecipada do IPTU, a falta de vacinas na cidade e as 150 medidas anunciadas que nem ele mesmo sabe quais são.

Pior: faz um comercial que encerra com quatro logomarcas, erro primário, tão confuso quanto sua atuação diante dessa crise na saúde e na economia.

Lamentável!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

02/04


2020

Deputado quer que Arena seja transformada em hospital

O deputado estadual João Paulo Costa (Avante) propôs ao Governo do Estado a utilização da Arena de Pernambuco para instalação de leitos hospitalares. O parlamentar tem sugerido medidas importantes para combater a doença e reconhece o trabalho que o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Julio, têm realizado para combater a Covid-19, a exemplo da ampliação de leitos no Hospital da Mulher e ações para auxiliar o setor produtivo.

"O Estado está fazendo um bom trabalho no combate da doença. Mesmo assim, estamos preocupados com o aumento acelerado de casos. Queremos evitar o colapso do nosso sistema de saúde, como tem acontecido em outros lugares do mundo. Temos que prestar atendimento para quem mais precisa, seja paciente com o vírus ou outro caso que também necessita de recursos médicos. Por isso, a Arena tem que ser transformada em hospital para combater o coronavírus, como já fizeram os estados de São Paulo e do Ceará", defendeu o parlamentar.

João Paulo Costa é autor da lei que torna a disponibilidade de álcool em gel obrigatória em estabelecimentos comerciais para reduzir a transmissão da Covid-19. Além disso, ele destinou R$ 600 mil em emendas para a Secretaria de Saúde adquirir respiradores mecânicos." Os equipamentos serão importantes para salvarmos vidas. Sabemos que o estágio mais grave da doença não permite que o paciente respire, então é preciso garantir o maior número possível de ventiladores pulmonares", declarou o deputado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

02/04


2020

Os heróis de uma guerra mortal

Na luta sem tréguas contra o inimigo invisível, muita gente tem dado sangue, suor e lágrimas. Na linha de frente, os profissionais de saúde, cuja capacidade de sacrifício é comovedora. No entanto, nenhum exército vai bem se o comandante é fraco.

Os prefeitos são os generais que estão no campo de batalha e decidem as estratégias e as táticas. O que faz a diferença é a capacidade de inovar e a preocupação com as pessoas. Com o bem-estar. Com a segurança psicológica.

Hoje à tarde o jornal ‘O Poder’ circulou com um informativo que deve ser lido por todos. Você está convocado para salvar vidas. Compartilhe o nosso caderno com quem você ama. A vida ou a morte podem estar num detalhe.

PREFEITOS ALÉM DO DEVER

Joelma Campos – Panelas

Essa professora, formada em Letras, é de uma simplicidade que espanta. Gente como sua gente, porém de uma enorme competência.

Foi das primeiras a identificar o êxodo imigratório dos panelenses que foram tentar a vida no centro-sul e, com a crise, estão retornando em massa. Para evitar que os retornados trouxessem o vírus montou um sistema de identificação exemplar: quem chega é cadastrado é monitorado. O resultado até agora é de 100% de sucesso.

Jadiel Braga – São Caetano

Empresário, gestor experiente e sensível, Jadiel muniu-se imediatamente de ferramentas tecnológicas para administrar e manter a população informada. Usando o aplicativo ProntoZap cerca de 10 mil pessoas acompanham todos os passos da guerra. E, através de um número, as pessoas tiram dúvidas sobre a doença e recebem orientação personalizada.

Jadiel também teve uma ideia pioneira: sugeriu ao setor têxtil local redirecionar as atividades para a produção de máscaras.

Bruno Japhet – Ferreiros

Bruno é empresário e administra o município pela terceira vez. Sua gestão é operosa e inovadora, trazendo progresso ao município. Aliado do governador Paulo Câmara, apresentou uma sugestão que pode ser um grande caminho quando for iniciada a flexibilização da quarentena: abrir o comércio em dias alternados, por setores. Assim, todos serão atendidos e não haverá aglomerações nas ruas.

Lula Cabral – Cabo

Digam o que quiserem, Lula é um gestor consagrado e preocupado com a sua gente. O cuidado faz a diferença. Enquanto alguns que deviam dar exemplo falavam muito e faziam pouco, 

Lula e sua equipe caíram em campo para informar e prevenir.

Uma coisa da maior importância: antes mesmo da crise se instalar, a Prefeitura iniciou treinamentos específicos com as equipes de saúde, inclusive o Samu, sobre as formas corretas de lidar com pacientes infectados.

Esperamos que não seja necessário. Mas a visão do gestor faz a diferença.

Prof. Lupércio – Olinda

Pessoa simples, porém preparada. Olhar sensível para os mais necessitados. 24 horas, literalmente.

Além de fazer tudo conforme as determinações superiores, Lupércio olhou pelos menos favorecidos. Quando todos dormem as equipes da prefeitura levam alimentação, conforto, orientação e atendimento aos moradores em situação de rua.

Anderson Ferreira – Jaboatão

Não apenas o corpo como também a mente deve ser preservada nessa situação de calamidade. O exemplo que escolhemos de Jaboatão é a preocupação da prefeitura o atendimento psicológico das pessoas. Através de Skype ou WhatsApp uma equipe de 15 profissionais está mobilizada para o atendimento on-line gratuito.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Lula Cabral, o prefeito com o DNA do POVO.


Shopping Aragão

02/04


2020

Entidades fazem campanha por leitos no Hospital de Araripina

Instituições representativas de diversos setores produtivos estão unidas em uma campanha social para a instalação de 40 leitos dentro do Hospital e Maternidade Santa Maria, na cidade de Araripina, no Sertão, para o tratamento dos pacientes que vierem a apresentar sintomas do novo coronavírus (Covid-19). Filantrópico, o hospital é a principal emergência não somente da região do Araripe de Pernambuco como também de cidades dos estados do Piauí e Ceará.

A iniciativa tem o apoio e articulação do Sindicato das Indústrias de Gesso de Pernambuco – Sindusgesso, além da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – FIEPE, SEBRAE e o grupo Líder do Araripe, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco – Crea-PE, Conselho Regional de Contabilidade de Pernambuco – CRC-PE e Câmara de Dirigentes Lojistas de Araripina – CDL. Juntas, estas entidades representam os principais segmentos produtivos e associativos da região do Araripe e esperam sensibilizar a sociedade para a urgência da instalação dos leitos no hospital.

Para que os leitos de UTI e a ala de atendimentos funcionem, é necessário a aquisição de equipamentos como RX portátil digital, monitores com capnografia, eletrocardiograma, ultrassom portátil, camas e beliche, frigobar, armários, colchões e birôs. O total para a compra destes equipamentos é de R$ 723 mil e as doações podem ser feitas através das contas bancárias do hospital ou com os representantes das instituições na região do Araripe.

O Hospital e Maternidade Santa Maria é mantido pelo Instituto Medianeiras da Paz e foi fundando em 1967. Ao longo destes anos, o hospital é a principal referência em média e alta complexidade numa região com mais de 400 mil habitantes. Recentemente, recebeu autorização do Ministério da Saúde para a abertura de dez leitos de UTI que, em breve, estarão salvando vidas, especialmente durante a pandemia do novo coronavírus. Seja solidário. Participe!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/04


2020

Gonzaga: “É importante incluir os trabalhadores rurais”

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), conversou com o ministro da cidadania, Onyx Lorenzonni e questionou como fica o direito dos trabalhadores rurais ao coronavoucher, auxílio do Governo Federal que inclui a classe informal.

“Perguntei sobre trabalhadores rurais. A grande maioria dos trabalhadores rurais não possuem terras, trabalham nas terras dos outros e quem dá a contribuição, que são os donos da terra, não está podendo. É muito importante a gente conseguir incluir os trabalhadores rurais. Isso vai dar uma melhor distribuição nesses quase 100 bilhões que serão distribuídos em três meses em todo pais, porque o trabalhador rural está em todo o canto”, disse durante entrevista ao Programa Edenevaldo Alves na Petrolina FM.

O coronavoucher que varia entre R$ 600 e R$ 1,200 será distribuído por três meses para evitar uma depressão econômica por causa da pandemia do coronavírus.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/04


2020

Meu editorial no Frente a Frente – 02/04/2020

Se você perdeu o Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, tendo como cabeça de rede a Rádio Hits 103,1 FM, em Jaboatão dos Guararapes, escute agora o meu editorial.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores