O Jornal do Poder

25/11


2014

Último foragido da Lava Jato se entrega à PF

 Apontado pela Polícia Federal como o último foragido na sétima etapa da Operação Lava-Jato, Adarico Negromonte Filho entregou-se à PF em Curitiba na manhã desta segunda-feira. Ele chegou a pé, acompanhado por um advogado e um segurança. Com sorriso no rosto e aparentemente tranquilo, ele entrou pela porta principal, sem tentar se esconder.

Negromonte, um dos 25 investigados nesta fase da Lava-Jato, é o irmão mais velho do ex-ministro das Cidades Mário Negromonte, e trabalhava para o doleiro Alberto Youssef. Segundo a PF, sua função era entregar dinheiro a políticos.

De acordo com as investigações, ele levava dinheiro do escritório do doleiro até os agentes públicos e partidos políticos. Ele teve a prisão decretada pela Justiça Federal do Paraná na semana passada. A defesa chegou a entrar com um pedido de revogação da prisão temporária.  (Da Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

sonia

"Não se deixem enganar pelos cabelos brancos, os canalhas também envelhecem."

Moura Mestre

Para esse tipo de delinquência, deveria ser vetado certos tipos de privilégios da Lei Penal por conta de idade e saúde. Quem mais rouba são os idosos de colarinho e cabelos brancos e quando presos já vem com esse leriado de idade avançada e saúde debilitada. Ladrão é ladrão kct!!!


Potencial Pesquisa & Informação

25/11


2014

Congresso segue TCU e sustará verbas para a refinaria

Diante do escândalo de corrupção na Petrobras, integrantes da base aliada e da oposição afirmam que o Congresso não terá outro caminho a não ser aprovar a recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU) para suspender o repasse de R$ 19,8 milhões para as obras de terraplanagem da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, onde foi detectado superfaturamento. Segundo levantamento do tribunal, as obras de terraplanagem da refinaria têm um custo total de R$ 534 milhões.

Os parlamentares acreditam que a presidente Dilma Rousseff não terá condições políticas de vetar essa decisão, ao contrário do que fez o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2010, quando vetou a decisão do Congresso, liberando R$ 13,1 bilhões para quatro obras da Petrobras com irregularidades “graves” apontadas pelo TCU.

- Nessa condição, não tem como fazer diferente - disse um senador do PMDB, em referência à recomendação do TCU.

Essa também é a opinião do deputado Rodrigo Maia (RJ), ex-presidente do DEM:

- Só se o Congresso estiver doido para não aprovar.

Em 2009, o TCU recomendou ao Congresso a paralisação, devido a irregularidades consideradas graves, das obras das refinarias Abreu e Lima e Getulio Vargas, no Paraná; do terminal do Porto de Barra do Riacho, no Espírito Santo; e de unidades do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Para Maia, diferentemente de Lula em 2010, Dilma não terá como vetar:

- É um momento diferente. O Lula tinha como dizer que não tinha informações (sobre esquema de desvio de dinheiro).(De O Globo - Fernanda Krakovics)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ney durval dos santos

Os Ex ministros da industria e da integração tem que se esplicar sobre esse fato, o pessoal já conhece a malandragem dos politicos com os preços das obras. o povo já esta de olho nesse tipo de golpe.


Banco de Alimentos

25/11


2014

Campanha: Aécio deixa a tucanos dívida de 15 milhões

 Segundo colocado na disputa pelo Palácio do Planalto, Aécio Neves (PSDB) vai declarar nesta terça-feira (25), data final para a prestação de contas eleitorais, arrecadação de cerca de R$ 201 milhões e uma dívida de campanha em torno de R$ 15 milhões.

Os números foram informados à Folha por integrantes da campanha tucana, que se reuniram na noite desta segunda-feira (24) para fazer os últimos ajustes antes de levar a prestação de contas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O tucano gastou cerca de R$ 216 milhões na corrida presidencial, quantia bem abaixo do teto de gastos previsto inicialmente para a candidatura, de R$ 290 milhões. Segundo a legislação eleitoral, as dívidas devem ser assumidas pelos partidos.

A presidente Dilma Rousseff (PT), por sua vez, deve declarar ao TSE uma relação de contas sem dívidas de campanha -- ou seja, todo o dinheiro arrecadado pagou as despesas eleitorais, de acordo com a cúpula petista.

O teto de gastos da campanha petista primeiramente foi estimado em R$ 298 milhões. No final de outubro, porém, o PT solicitou o aumento da previsão por duas vezes.

MARINA

No início de novembro, quando fecharam as contas dos candidatos que não disputaram o segundo turno das eleições, Marina Silva (PSB) também declarou uma campanha sem dívidas, com arrecadação de pouco mais de R$ 62 milhões. A principal doadora da campanha foi a JBS, dona do frigorífico Friboi, com mais de R$ 5 milhões( Da Folha de S.Paulo).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Vital Cordeiro

Manda os eleitores de Aecio do pó pagarem está dívida da campanha de 15 milhões. As empreiteiras do lava jato e Bancos deram tanto dinheiro. Alguém comeu, foi? VOMITE.

celio pinheiro

Olha, quase 300 milhões arrecadados e foram gastos 216 milhões, isso só pra eleger um presidente da republica, que ganha perto dos 40 mil reais o que significa isso? o principio da corrupção e do roubo, e o danado tudo regulamentado por lei



25/11


2014

A ameaça maior: no ventilador

O GESTO - A ameaça maior para componentes ainda não surgidos na corrupção da Petrobras não é Fernando Soares, ou Fernando Baiano. É Pedro Barusco, que já esclareceu, com toda a franqueza, receber comissão ou fazer extorsão na estatal desde 1996.

Disse aos interrogadores muito mais do que era esperado. Portador de doença grave, em estado avançado, Barusco é temido pela possibilidade de que decida pelo grande gesto, por uma limpeza completa na Petrobras.  (Jânio de Freitas)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Pereira da Silva

Barusco, entregue todos os corruptos... todos sem exceção, espero que a senhora da foice lhe faça uma visita em breve e já que você tá morrendo marque uma reunião nas profundezas do inferno sob a presidência do satanás com todos esses filhos de uma puta ladrão do dinheiro público,principalmente os d

Moura Mestre

Fala Barusco! Não esconda nada! Ataúde não tem gaveta e mortalha não tem bolsos. Devolva o dinheiro e entregue todos os demais que Deus levará isso em consideração.



25/11


2014

Não tomam jeito: gana de esvaziar o seu, o nosso bolso

 Construir sedes estalando de novas tornou-se uma espécie de obsessão dos líderes dos poderes Legislativo e Judiciário do Rio de Janeiro.

A próxima construção milionária será da nova Assembleia Legislativa. O orçamento da obra ainda não foi divulgado. A Câmara de Vereadores do Rio também prepara uma mudança para depois das Olimpíadas.

Recentemente, o Tribunal de Justiça do Rio (foto) abusou de erguer prédios milionários. E a Justiça Eleitoral só não subiu mais um porque houve suspeitas de superfaturamento e falta de licença do patrimônio histórico


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Moura Mestre

São essas "obras" que rendem as propinas e enriquecem os barnabés do serviço público.



25/11


2014

PT já aceita perda de espaço por mais força no governo

Em conversas internas, dirigentes do PT já admitem que terão menos espaço na Esplanada dos Ministérios a partir de 2015. O Ministério da Educação, por exemplo, deve ficar fora do portfólio petista. A cúpula do partido pretende dizer a Dilma que compreende a necessidade de ceder cadeiras em nome da governabilidade, mas pedirá um compromisso da presidente de que os novos ministros do partido terão mais ''voz'' para tocar políticas públicas e defender os projetos da sigla.

A direção do PT prefere Ricardo Berzoini a Jaques Wagner no Ministério das Comunicações, por achar que ele teria mais pulso para tocar a regulação da mídia. Ontem o titular da articulação política recebeu o vice-presidente de Assuntos Regulatórios do SBT, Roberto Franco.(Vera Magalhães - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/11


2014

Justiça bloqueia bens da Petrobras e empreiteira

 Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul decidiu nesta segunda-feira (24) bloquear valores e sequestrar bens da Petrobras e da empreiteira Iesa para garantir o pagamento de funcionários que serão demitidos de um complexo da indústria naval na região metropolitana de Porto Alegre. O bloqueio envolvendo as empresas será limitado a R$ 30 milhões, valor que, para a Justiça, será suficiente para quitar as obrigações com os funcionários.

Em crise financeira, a Iesa teve o contrato com a Petrobras rompido na semana passada. A empresa contratada é um dos alvos da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

O complexo da indústria naval fica na cidade de Charqueadas e funciona desde 2012. A Petrobras havia contratado a Iesa por um valor de US$ 720 milhões para construir módulos para plataformas de petróleo. Com o rompimento do acordo, a companhia contratada decidiu demitir cerca de mil funcionários que trabalhavam no local.  (Da Folha de S.Paulo - Felipe Bachtold)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

sonia

Assim não vale. O bloqueio deve ser "tota"



25/11


2014

Lava Jato: americanos na caçada aos seus corruptores

 As autoridades americanas estão empenhadas em prender executivos de empresas estrangeiras envolvidas em escândalos de corrupção e que tenham ativos ou ações em Bolsa nos Estados Unidos, caso da Petrobras. O alerta foi dado pela procuradora-geral assistente do Departamento de Justiça, Leslie Caldwell. “Se eles participam de atos de corrupção, terão perspectiva muito real de ir para a prisão”, disse, sem citar uma investigação em particular. Cresceu nos EUA a pressão para que, além de empresas, altos funcionários sejam punidos. Nos últimos cinco anos, 50 pessoas sofreram processos desse tipo, metade delas em 2013.

A Polícia Federal dividiu a operação “lava jato” e abriu inquérito para apurar ''eventuais crimes de peculato e lavagem de dinheiro'' cometidos por controladores do grupo Odebrecht. A empreiteira foi alvo de mandados de busca e apreensão na sétima fase da operação, no dia 14, mas não chegou a ter executivos detidos, como ocorreu com outras empresas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/11


2014

Katia Abreu recebe o ''sim'' do meio ambiente

 Demonizada por parte do PT, a escolha de Kátia Abreu para a Agricultura foi bem vista no Ministério do Meio Ambiente.

Izabella Teixeira sempre teve boa relação com ela, com quem interagiu durante a tramitação do Código Florestal.

Segundo um assessor de Izabella, Kátia era uma das poucas ruralistas abertas ao diálogo:

- Com ela, havia mais conversa do que com muitos ambientalistas.(Lauro Jardim - Veja Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/11


2014

PT deve endurecer o tom contra Dilma e governo

 Diante das primeiras definições sobre a montagem do novo governo da presidente Dilma Rousseff, a expectativa é que o PT adote um tom mais crítico na reunião de seu diretório nacional, marcada para o fim desta semana, em Fortaleza. O encontro é o primeiro do gênero desde a reeleição de Dilma.

O PT já entende que caminha para perder espaço no governo. Para completar, a montagem do novo governo não andou até agora como o partido gostaria. E a tendência, segundo integrantes da legenda, é que a sigla deixe a reação transparecer nas resoluções que devem ser aprovadas no encontro.

O PT não gostou da escolha de Joaquim Levy para comandar a Fazenda. Queria desde o início que a vaga ficasse com Nelson Barbosa. A isso se somam as indicações de Kátia Abreu para a Agricultura e Armando Monteiro para o Desenvolvimento. Dilma também já tirou da sigla o comando do Ministério da Cultura, com a demissão de Marta Suplicy e caminha para retirar da cota petista pastas estratégicas, como a Educação.(Clarissa Oliveira - Blog Poder Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha